Carreiras

| Empregos

A Prefeitura Municipal de Aripuanã, no Mato Grosso, lançou um novo processo seletivo simplificado, que tem como objetivo o preenchimento de vagas para profissionais de nível fundamental, médio, técnico e superior, além da formação de cadastro reserva.

As oportunidades são para os cargos de agente administrativo, agente de combate à endemias, agente comunitário de saúde - TSF Aripuanã, agente operacional, auxiliar de farmácia, auxiliar de saúde bucal, cozinheira, Fisioterapeuta, motorista de automóvel, engenheiro civil, operador de escavadeira, técnico em enfermagem, entre outros. A remuneração mensal varia de R$ 1.849,60 a R$ 10.635,20, para jornada de trabalho de 24 ou 40 horas semanais. 

##RECOMENDA##

As inscrições podem ser realizadas pelo site da empresa KLC, durante o período de 22 a 30 de agosto. A taxa de inscrição é de R$30,00 para nível fundamental; R$50,00 para nível médio e R$ 70,00 para nível técnico. Todavia, há isenção do valor para o candidato inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), e for membro de família de baixa renda. 

O Processo Seletivo será realizado através de provas escritas objetivas, práticas e análise de títulos. A aplicação da Prova Escrita Objetiva e da Prova Prática estão previstas para o dia 11 de setembro, durante o período da manhã e tarde, respectivamente. A lista completa de cargos e demais informações podem ser encontradas no edital.

A família Lundgren, que fundou o município de Paulista, retoma os investimentos na cidade. A marca Pernambucanas, que foi criada há mais de 114 anos em Paulista, já iniciou a construção de uma nova loja que vai gerar 120 vagas de empregos diretos para os paulistenses. 

O empreendimento está sendo erguido, no Centro. A loja deve ficar pronta em setembro. A estrutura é feita com componentes metálicos e equipamentos isotérmicos. Ao mesmo tempo, o Jardim do Coronel e o Casarão serão requalificados. 

##RECOMENDA##

Segundo o empreendedor Antony Lundgren, a escolha de Paulista, em primeiro lugar, deu-se por conta dos laços históricos da família com a cidade, e, segundo, pelo fato de que o prefeito Yves Ribeiro colocou em prática a liberdade econômica, oferecendo garantias legais para o investimento.  

“Na minha primeira gestão, em Paulista, o grupo Votorantim regressou à cidade com a fábrica da Poty. Agora, depois de 30 anos, também no nosso governo, a marca Casas Pernambucanas volta com investimentos para geração de emprego e renda. Esse relacionamento é algo fundamental. O empresariado enxerga na nossa administração uma base sólida e segura para investir. Transmitimos confiança aos empresários para aplicar os seus recursos na nossa cidade”, destacou o prefeito Yves Ribeiro.

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) anunciou a realização de um processo seletivo simplicado, que oferece vagas para o cargo de professor substituto/temporário do Magistério Superior e do ensino básico, técnico e tecnológico.

As vagas são para os profissionais graduados em Engenharia Elétrica, Licenciatura em Letras/Inglês, Computação e Medicina, com oportunidades para residentes médicos em diversas áreas. A remuneração mensal varia de R$2.566,20 a R$6.200,14, para jornada de trabalho de 20 ou 40 horas semanais.

##RECOMENDA##

As inscrições podem ser feitas durante o período de 16 a 25 de agosto, através do site do sistema Sigrh. A taxa de inscrição é de R$ 50,00, no entanto, há possibilidade de isenção para os candidatos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), cuja renda familiar mensal per capita seja inferior ou igual a meio salário-mínimo nacional; e para doadores de medula óssea.  

A seleção será executada por meio de uma análise de títulos e uma prova didática. Somente estarão habilitados a realizar a etapa da prova didática os candidatos classificados com as melhores notas na análise curricular. O processo seletivo terá validade de 1 ano, podendo ser prorrogado por igual período.

Nesta quinta-feira (11), é comemorado o Dia do Advogado, profissional que tem um papel fundamental na democracia, já que atua diretamente no cumprimento dos deveres e direitos garantidos por lei aos cidadãos. Sendo uma das profissões mais tradicionais do Brasil, atualmente o País tem cerca de 1,3 milhão de advogados que exercem sua função regularmente, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

Além desse dado, um levantamento realizado pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados divulgou que há cerca de 700 mil estudantes de direito matriculados e que atualmente, se tem um advogado para cada 164 brasileiros residentes no País.

##RECOMENDA##

Diante desses números que demonstram uma grande procura pela graduação de Direito, e como consequência uma alta concorrência nas vagas de emprego, é mais do que normal que os futuros bacharéis fiquem curiosos sobre como anda o mercado de trabalho.

Assim, para tirar as dúvidas se vale a pena ou não se graduar em direito, a Coordenadora de Direito da UNAMA, Carina Nassar, organizou uma visão geral sobre as oportunidades para quem deseja ingressar na graduação. Confira:

Cenário do mercado

De acordo com a pesquisa realizada entre 2020 e 2021, pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), entre os recém-formados em direito, 53% conquistaram uma vaga no mercado de trabalho e 63% atuam diretamente na sua área de formação. Para a coordenadora, a advocacia tem uma campo vasto para atuação:

“A carreira do profissional graduado em Direito abre um leque de ramos de atuação, podendo optar por inúmeras funções públicas na carreira jurídica, pela própria advocacia, além da docência ou consultoria, o que acaba expandindo muito os horizontes para este mercado de trabalho”, afirma.

O mercado de direito está saturado?

Para Carina, não há porque desistir do curso por conta da concorrência: “A alta concorrência pela quantidade de profissionais é uma realidade, entretanto, o mercado do Direito é amplo e continua com uma crescente de possibilidades de carreiras. Assim, a abrangência garante a existência frequente de novas oportunidades de trabalho e sempre o mercado selecionará os mais bem preparados e que também tenham desenvolvido suas competências.”

Quais são as possibilidades de atuação na advocacia?

As possibilidades de atuação para o advogado são diversas. De acordo com a pesquisa realizada em 2021 pelo DataFolha, 62% dos advogados atuam de maneira autônoma, 27% no escritório de advocacia, 6% em órgão público e 4% no departamento jurídico. Confira o que diz a coordenadora sobre os nichos de ocupação:

“O graduado tem a possibilidade de seguir no setor privado sendo Advogado (desde que aprovado na prova da Ordem dos Advogados do Brasil) ou Consultor/Assessor jurídico, de forma autônoma ou vinculado a grandes empresas ou Escritórios. Como também pode atuar no setor público, como Magistrado (estadual ou federal), Promotor ou Procurador de Justiça, Defensor Público, Delegado (de Polícia Civil ou Federal), entre outros”, explica.

Quais são as áreas de maior destaque na advocacia?

De acordo com a coordenadora , é interessante que o estudante considere áreas diferentes como possíveis nichos de atuação. “Bacharéis em Direito atuam nas diversas áreas já tradicionais, como civil, criminal, ambiental, tributário ou trabalhista, mas também nos novos ramos que se mostram em ampliação, como compliance e proteção de dados.”

Como se destacar

Carina Nassar, aconselha que os estudantes de direito busquem desenvolver habilidades em paralelo com a sua formação para assim alcançar uma maior relevância no mercado: “As habilidades para um profissional que pretende seguir carreira jurídica devem estar ligadas à inteligência emocional, boa comunicação e oratória, saber gerir conflitos e negócios, ter empatia e um bom relacionamento interpessoal. E, também, ter conhecimento sobre o uso das plataformas jurídicas eletrônicas e sistemas operacionais”, recomenda.

Faixa-salarial dos advogados 

Por ser uma profissão tradicional, mas ao mesmo tempo muito concorrida, os salários podem variar bastante, de acordo com o setor, área, especialidade e outras circunstâncias da formação acadêmica e profissional dos advogados.

“As categorias relacionadas ao Direito não costumam ter um piso salarial definido, variando muito a contraprestação desses profissionais, especialmente os recém ingressos no mercado. Para eles, o concurso público de nível superior em Direito ou a atuação de forma autônoma, na advocacia, são os caminhos que resultam em maiores possibilidades de remuneração ou honorários de grande monta”, afirma Carina.

Faça uma boa graduação

Não basta ter um diploma para conseguir se inserir no mercado de trabalho. Um dos grandes diferenciais na carreira do advogado é ter realizado sua formação em uma universidade renomada que possua uma grade curricular bem elaborada, que forneça repertório cultural, boas leituras e competências técnicas satisfatórias.

Para isso, a UNAMA oferta a graduação em Direito, que tem duração de 5 anos, na qual o estudante receberá uma formação completa nas disciplinas específicas e fundamentais da advocacia, além de conhecimentos em filosofia, psicologia e demais  áreas importantes para a profissão.

Sonha em ser advogado ou advogada? Conheça o nosso curso de Direito!

Texto originalmente publicado em www.unama.br

A nova rede do Assaí Atacadista, localizada no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, reúne 290 vagas de emprego efetivo. As oportunidades são para diferentes áreas e níveis de experiência. Os interessados têm até 30 de setembro para se inscrever através do site do processo seletivo.

A seletiva conta com postos de trabalho nas funções de açougueiro, assistente de TI, auxiliar de cozinha, cartazista, empacotador, nutricionista, fiscal de caixa, entre outros. O processo de contratação conta com seis etapas: cadastro, teste, entrevista com RH do Assaí, entrevista com o gestor, preenchimento de dados de pré-contratação e contratação (assinatura do contrato de trabalho).

##RECOMENDA##

Além dos salários, os novos funcionários receberão benefícios como vale transporte, seguro de vida, assistência médica ou auxílio saúde, cesta básica, enxoval do bebê, entre outros.

A representatividade feminina na área de Tecnologia da Informação, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), teve um aumento de 60% nos últimos cinco anos. No setor, as mulheres ainda enfrentam problemáticas como disparidade salárial em comparação a homens que ocupam o mesmo cargo, e a necessidade de afirmação diante de um cenário que, muitas vezes, substima a competência dessas profisionais.

Mostrando que lugar de mulher é onde ela quiser, inclusive, na tecnologia, a CTO da Muda Meu Mundo, primeira presidenta da Federação das Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (ASSESPRO) e mãe de duas meninas, Laís Xavier, de 39 anos, guiada pelas habilidades em exatas, escolheu ingressar na área quando ainda era novidade. "Eu sempre gostei da área de exatas, sempre tive boa aptidão na área e sempre fui boa na escola. Na época que fui fazer o vestibular, não me identificava com engenharia civil. Eu gostava muito dessa questão da computação. Meu pai é da área de computação", conta ao LeiaJá.

##RECOMENDA##

Nos anos 2000, Laís foi aprovada nos cursos de engenharia da computação, na Universidade de Pernambuco (UPE), e ciência da computação, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Por dois anos, ela se dedicou às duas formações, mas escolheu dar continuidade à graduação oferecida na UFPE. À reportagem, a CTO relata que já na graduação percebeu um maior quantitativo de homens. "Na minha turma tinha sete mulheres. O curso possuia 100 vagas no total".

Laís Xavier é CTO da Muda Meu Mundo e primeira presidenta da Assespro. Foto: Júlio Gomes/LeiaJáImagens

A mulher da TI

A entrada no mercado de tecnologia, segundo Laís, não foi fácil. Apesar das oportunidades e de um ecossistema em formação no estado de Pernambuco, incluindo o Porto Digital, a pouca idade e o gênero foram justificativas para substimar a sua competência.

"Eram boas oportunidades, tinham salários de entrada, por exemplo, muito melhores do que as outras áreas, isso foi uma coisa muito boa. Mas, na faculdade inteira, apesar de ter essa diferença de quantidade de homens e mulheres, eu não sentia preconceito entre os meus pares. No entanto, quando eu fui para o mercado de trabalho, eu senti que não me tratavam no mesmo patamar, eu ganhava menos do que os meninos", relata.

E complementa: "As pessoas esperam o cara da TI, não a mulher da TI. Muitas vezes, as pessoas perguntam coisas para me testar, coisas que não vejo com os meninos. No início, eu me vestia e falava de forma mais formal para que me enxergassem com mais maturidade". 

Apesar das oportunidades na área, Laís sentiu o machismo no mercado de trabalhoFoto: Júlio Gomes/LeiaJáImagens

Mulheres e a tecnologia 

Com o ambiente acadêmico e mercado, majoritariamente, ocupados por homens, cria-se um cenário pouco acolhedor para mulheres que desejam ingressar no eixo tecnológico. Questionada sobre o que poderia ser feito para que as jovens e profissionais se sentam mais acolhidas em empresas desse segmento, Laís Xavier foi categórica.

Para ela, nos últimos anos, as empresas vêm enxergando a diversidade de gênero como algo potente. "As empresas precisam, deliberadamente, fazer ações para acolher [as mulheres], porque você vai em um ambiente que é hostil, que só tem homem e as pessoas não acreditam no teu potencial, no teu conhecimento. Então, precisa partir da gestão deliberar sobre esse ambiente de recepção para que seja acolhedor e que não haja práticas de discriminação".

Laís trabalha há 14 anos no Porto Digital. Foto: Júlio Gomes/LeiaJáImagens

A presidenta da Assespro salienta que o público feminino necessita ocupar o setor, que conta com um quantitativo expressivo de vagas - só no Porto Digital, de acordo com Xavier, há três mil oportunidades. "É um ambiente hostil? Às vezes, é. Mas não importa. Quanto mais de nós estivermos aqui, mais espaço a gente vai abrir. É colocando o pé na porta, que a gente vai abrir. Eu digo para todas as mulheres: só cheguem, falem e não tenham medo de errar". 

O Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE) anunciou a realização de um novo processo seletivo simplificado, que oferta 158 vagas temporárias em todo o Brasil. No total, serão 153 vagas para a função de Agente de Pesquisas e Mapeamento (APM), distribuídas em 36 municípios do Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo; e 5 vagas na função de Supervisor de Coleta e Qualidade (SCQ), distribuídas em 5 municípios de Alagoas, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 

A remuneração mensal para o cargo de Agente de Pesquisas e Mapeamento é de R$ 1.387,50; e de R$ 3.100,00 para Supervisor de Coleta e Qualidade, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. Além das gratificações, os contratados ainda receberão auxílio alimentação, auxílio transporte e auxílio pré-escolar; assim como férias e 13° salário. 

##RECOMENDA##

Para se candidatar, é necessário ter ensino médio completo. A seleção acontecerá por meio de uma Análise de Títulos, compreendendo a titulação acadêmica dos candidatos. As inscrições podem ser feitas de forma presencial e gratuita, até o dia 16 de agosto. O participante deve comparecer a um dos postos de inscrição do IBGE indicados no edital, e entregar o formulário de inscrição preenchido e assinado. A previsão de duração do contrato é de até 1 ano, podendo ser prorrogado.

Por mais que oferecer um ambiente de trabalho seguro seja um dever da empresa, para alguns profissionais, o risco à saúde ou mesmo à vida é uma realidade inerente ao exercício da função. Assim, para assegurar o direito do trabalhador diante dessas condições nocivas, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) passou a determinar direitos aos adicionais de insalubridade e periculosidade.

Em entrevista ao LeiaJá, o professor e advogado trabalhista, Ariston Flavio da Costa, esclareceu sobre essa legislação: “Esses adicionais são direitos assegurados pelo nosso ordenamento jurídico, expressos pela CLT, a todos os profissionais de carteira assinada que, de alguma forma, estão expostos e se arriscam em suas atividades diárias a situações que incidem em perigo ou o exponham à insalubridade.” 

##RECOMENDA##

Entre as profissões que podem se enquadrar nessas condições, estão atividades como radialista, eletricistas, policiais militares, soldador e outras áreas. Desse modo, com áreas tão distintas que são contempladas por esse direito, muitos trabalhadores, podem ficar em dúvida sobre o que pode ser caracterizado ou não como insalubridade e periculosidade. 

Para esclarecer essas dúvidas, o advogado trabalhista explicou um pouco sobre cada caso. Confira:

Primeiramente, o que não é insalubridade ou periculosidade:

Antes de explicar um pouco sobre o que são essas duas condições de trabalho e também sobre como saber diferenciá-las, Ariston destacou que não é qualquer situação adversa no ambiente profissional que pode ser enquadrada como insalubridade ou periculosidade. Por exemplo, incidentes de trabalho ou mesmo erros das empresas que causem danos ao trabalhador. 

“Há acidentes de trabalho e outras situações insalubres que não estão no rol da resolução da CLT sobre o que é insalubridade ou periculosidade. Nestes casos, o funcionário afetado pode recorrer com uma denúncia ao organismo competente como acidente de trabalho ou dano com nexo de causalidade com o fato. Isso pode ser judiciado a demanda ou denunciado ao MPT”, esclarece o Ariston. 

O que é insalubridade?

A CLT determina o que é insalubridade a partir do Artigo 189, no qual especifica quais condições de trabalho se enquadram nesse direito. Ao LeiaJá, o advogado trabalhista esclareceu essa lei: “A insalubridade pode ser caracterizada como funções nas quais os colaboradores estão expostos constantemente a agentes nocivos à saúde, seja por meio de produtos químicos, ruídos, radiação ou calor extremo.”

Confira um trecho do ART 189 da CLT: “Art. 189. Serão consideradas atividades ou operações insalubres aquelas que, por sua natureza, condições ou métodos de trabalho, exponham os empregados a agentes nocivos à saúde, acima dos limites de tolerância fixados em razão da natureza e da intensidade do agente e do tempo de exposição aos seus efeitos.”

Para esclarecer mais, Ariston ressalta que a insalubridade está relacionada à exposição a riscos que possam prejudicar o trabalhador de forma progressiva. “No caso da insalubridade, os trabalhadores são expostos a riscos que tendem a apresentar efeitos a médio e longo prazo. Fazendo com que sua saúde seja afetada gradativamente, causando danos aos quais tenha que lidar por grande tempo futuramente.”

Um exemplo de profissão em condição de insalubridade são os radiologistas, que são expostos a níveis elevados de radiação, o que debilita o organismo físico a longo prazo. 

O que é periculosidade?

Em relação à periculosidade, o advogado esclarece: “Entendemos por periculosidade todas as atividades definidas no art. 193 da CLT, no qual podemos encontrar situações como uso de explosivos, substâncias inflamáveis, energia elétrica ou locais que estejam constantemente suscetíveis a roubos, por exemplo.”

Confira o trecho do Art. 193: “São consideradas atividades ou operações perigosas, na forma da regulamentação aprovada pelo Ministério do Trabalho e Emprego, aquelas que, por sua natureza ou métodos de trabalho, impliquem risco acentuado.”

O advogado esclarece o que caracteriza esse adicional: “No caso da periculosidade, o risco à saúde é imediato, com o perigo de causar a morte do trabalhador. O tempo de exposição não é levado em consideração, já que apenas um segundo no qual o trabalhador seja submetido a essas condições, pode ser suficiente para correr risco de vida.”

Um exemplo de profissão que tem direito ao adicional de periculosidade é a carreira na policial militar, na qual os agentes, por atuarem na segurança pública, acabam inevitavelmente se expondo ao risco de vida. 

Quais são os direitos do trabalhador diante destes riscos?

Algumas empresas, como as pertencentes ao setor da indústria, segurança e a electricidade, por exemplo, inevitavelmente precisam que os funcionários se exponham a certos riscos e perigos para que possam funcionar. De acordo com Ariston, foi para compensar o prejuízo acometido contra esses profissionais, que a CLT determina os benefícios de insalubridade e periculosidade.

“Os seus valores devem ser expressos no contra-cheque do trabalhador, de acordo com a determinação legal. Com relação ao adicional de insalubridade, temos duas leis: o artigo 189 da CLT e a Norma Reguladora nº 15. Enquanto à periculosidade, tem-se as regras estabelecidas pelo art. 193 da CLT, junto com outra Norma Reguladora de nº 16”, esclarece o advogado trabalhista, Ariston Costa. 

Além disso, o profissional ressaltou que, em 2019, o Supremo Tribunal Federal (STF) decretou a proibição do funcionário acumular tanto o adicional de insalubridade quanto o de periculosidade. Assim, cabe ao trabalhador escolher qual deseja receber, com base nos critérios estabelecidos pelas Normas Reguladoras.

Empresas devem garantir segurança no ambiente de trabalho

Além de receber os adicionais, o advogado trabalhista ressalta que mesmo em ambientes de trabalho inerentemente mais arriscados, a empresa ainda deve se ater à segurança do funcionário: “Outro aspecto importante é o dever da empresa em assegurar o meio ambiente do trabalho adequado ao trabalhador. As empresas devem adotar medidas que mantenham o ambiente de trabalho dentro dos limites de tolerância ao risco.”

A L´Oréal Brasil, empresa de cosméticos e produtos de higiene, em parceria com a consultoria Talento Inclui, promove capacitação destinada exclusivamente para pessoas com deficiência. A iniciativa conta com até 60 vagas e os interessados podem se inscrever até 12 de agosto por meio do endereço eletrônico do programa de capacitação.

Podem participar da formação pessoas com deficiência acima de 18 anos e com ensino médio completo. De acordo com a assessoria da L’Oréal Brasil, há possibilidade de contratação, após finalização da capacitação, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Uberlândia, Brasília, Florianópolis, Curitiba, Ponta Grossa e Porto Alegre.

##RECOMENDA##

“Hoje, no Brasil, cerca de 24% da população possuí alguma deficiência. Queremos facilitar a entrada dessas pessoas no mercado de trabalho - seja na L’Oréal ou em outras companhias. Como líderes em Beleza no mundo, tomamos como responsabilidade nossa de olhar constantemente para este e outros grupos minorizados e colaborar com seu desenvolvimento e capacitação”, diz Márcia Silveira, Head de DE&I da L’Oréal Brasil através da assessoria.

A Emma Colchões está em busca de uma pessoa apaixonada por tirar um cochilo para ocupar a vaga de especialista em dormir. Sem qualquer exigência de formação, a principal responsabilidade da vaga será dormir com os produtos da marca e compartilhar suas experiências. Para participar é preciso se inscrever no site da empresa até o dia 21 de agosto.

Com remuneração de R$ 5.000,00, o especialista em dormir terá um contrato freelancer de três meses, em que deverá dormir ao menos 8 horas nos colchões, participar de treinamentos, testar todos os produtos enviados pela Emma, postar suas experiências e opiniões sobres os produtos nas suas redes sociais ao menos uma vez por semana ao longo do contrato.

##RECOMENDA##

Além da remuneração, o Especialista em Dormir receberá um mix de produto da empresa Emma que pode ser uma das opções: colchão Emma Original; colchão Emma DUO Comfort; colchão Premium Hybrid; Cama Box Emma; Cama Baú Emma; Cabeceira Emma; travesseiro Anti Stress Emma; Protetor de Colchão Emma; Protetor de Travesseiro Emma ou o kit de Roupa de Cama Emma.

Para ocupar a vaga não há muitas exigências, apenas ser brasileiro e maior de 18 anos, amar dormir, ser criativo(a) e ter experiência/ser usuário frequente de redes sociais (Instagram, Tiktok e/ou Youtube). Como seleção, a empresa solicita o preenchimento de um formulário e envio de um vídeo de apresentação respondendo a pergunta: “por que eu devo ser o novo especialista em dormir da Emma?"

A Emma orienta que o vídeo deve ser gravado na vertical (formato retrato), no mínimo 1 minuto e no máximo 1 minuto e 30 segundos e que os candidatos usem a criatividade para defender a sua resposta.

O Grupo Ri Happy, empresa especializada na venda de brinquedos, está oferecendo 2.326 vagas temporárias em todo o Brasil. Os profissionais devem atuar no setor de vendas para o feriado de Dia das Crianças.

As oportunidades disponíveis são para os cargos de Vendedor, Auxiliar de Caixa, Auxiliar de Loja e Auxiliar de Estoque. Para se candidatar, é necessário ter Ensino Médio completo e disponibilidade para trabalhar nos fins de semana.  

##RECOMENDA##

O contrato dura de 20 de setembro a 16 de outubro, um total de 26 dias. Além da remuneração, a empresa ainda oferece como benefícios auxílio refeição ou alimentação e vale transporte.

A seleção será realizada virtualmente, por meio de um questionário eletrônico que avalia os valores e conhecimentos dos candidatos. As inscrições podem ser feitas através do site da Gupy até o dia 13 de setembro.

 De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o país apresenta o menor registro de desemprego, entre os meses de abril e junho de 2022, do que o segundo trimestre de 2015, ou seja, nesse ano, a taxa de profissionais fora do mercado de trabalho totaliza 9,3%.

Ainda segundo o levantamento, nove áreas de atuação se destacaram dentro desse cenário. Entre as ocupações com o maior quantitativo de vagas de emprego estão comércio, construção civil, trabalho doméstico, indústria, entre outros. As informações coletadas pelo instituto não consideram apenas os postos de trabalho formais, mas também, empregos informais e profissionais autônomos.

##RECOMENDA##

Confira a lista completa das áreas em que profissionias mais encontram vagas:

- Alojamento e alimentação;

- Trabalho doméstico;

- Comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas;

- Construção;

- Indústria;

- Transporte, armagenagem e correios; Administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais;

- Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas;

- Outros serviçõs (artísticos, culturais, esportivos, recreativos, entre outros)

Muitas vagas, mas baixos salários e mais informalidade

Na contramão dos dados do quantitativo de empregos em alguns setores, os salários, segundo o IBGE, não acompanham esse crescimento, assim como, chama-se atenção para o número recorde de trabalhos informais no mesmo período (abril a junho de 2022). Neste ano, os informais atingiram o patamar de 23% a mais do que em 2021. Nesse mesmo contexto, o aumento de vagas formais ficou em apenas 11,5%.

Nesta segunda-feira (8), o estado de Pernambuco oferta 477 vagas de emprego, distribuídas em 18 municípios por meio das Agências do Trabalho. Mais uma vez, Recife é a cidade com o maior quantitativo de oportunidades, 112 no total, em seguida está Paulista com 83 opções e Nazaré da Mata com 78 postos de trabalho. 

Os profissionais em busca de oportunidades também podem encontrar vagas de emprego nos municípios de Arcoverde (5), Araripina (7), Belo Jardim (9), Bezerros (3), Caruaru (23), Cabo de Santo Agostinho (7), Garanhuns (3), Igarassu (15), Paudalho (1), Pesqueira (13), Petrolina (26), Salgueiro (3), Serra Talhada (6), São Lourenço da Mata (33) e Santa Cruz do Capibaribe (53).

##RECOMENDA##

O destaque do quadro de vagas é para a função de camareira de hotel, com seis meses de experiência, ensino médio completo e o salário oferecido é de R$ 1,790,03. Todas as opções de emprego podem ser consultadas aqui.

Atendimento 

A maioria das Agências do Trabalho do Estado não precisa de agendemento para etendimento presencial. Nas unidades do Expresso Cidadão, shoppings e na capital pernambucana é necessário agendar. O processo é realizado através do site da SETEQ.

Um levantamento realizado pelo Conselho Federal da OAB aponta que o estado de Pernambuco possui um advogado inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para cada 251 habitantes. Além disso, no total, o Estado apresenta 38.518 advogados inscritos na organização.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que há cerca de 1,3 milhão de juristas exercendo regularmente a profissão entre 212,7 milhões de pessoas, ou seja, para 164 brasileiros residentes no país têm um advogado. 

##RECOMENDA##

À frente do Brasil estão a Índia e Estados Unidos. O primeiro reúne pouco mais de 2 milhões de advogados, de acordo com dados International Bar Association (IBA). Já o segundo possui 1,3 milhão de juristas segundo o levantamento da American Bar Association (ABA).

A empresa de bolos Fina Nordeste, até o final de dezembro de 2022, abrirá mais nove unidades em Pernambuco. Com a expansão, a organização aumentará o quadro de profisisonais com a abertura de vagas de emprego em diversas áreas.

As candidaturas devem ser feitas através do envio do currículo para o e-mail rh@finonordeste.com.br. Entre as oportunidades ofertadas pela marca estão: auxiliar de produção, técnico em nutrição, vendedor externo e interno. De acordo com a assessoria da Fina Nordeste, não há um prazo para realização do cadastro e número exato de postos de trabalho.

##RECOMENDA##

No mês da advocacia, a Ordem dos Advogados Do Brasil (OAB) de Pernambuco lança o Banco de Talentos. A plataforma, desenvolvida pela própria instituição, já reúne vagas de emprego e funciona como uma ponte entre advogados autônomos e escritórios.

O Banco de Talentos da OAB Pernambuco é gratuito. “Com o Banco de Talentos, a OAB Pernambuco reafirma o seu compromisso com toda a advocacia, com a empregabilidade de cada advogada e advogado”, ressalta o presidente da organização Fernando Ribeiro Lins, através da assessoria. E complementa: “A nossa instituição está presente no dia a dia da advocacia, somos todos parceiros e vamos caminhar juntos”.

##RECOMENDA##

De acordo com a instituição, 50% dos profisisonais da área são autônomos no Estado. Por isso, optou-se pela criação da plataforma. Os interessados já podem cadastrar os currículos. A iniciativa conta com a participação da Escola Superior de Advocacia de Pernambuco (ESA-PE), que será responsável pelo fornecimento de conteúdos para capacitação dos participantes do Banco de Talentos.

[@#galeria#@]

Estão abertas, até o dia 22 de agosto, as inscrições para o processo seletivo das Secretarias de Administração (SAD) e Educação e Esportes de Pernambuco (SEE),  com 10 vagas para as funções de analista consultor de tecnologia da informação e comunicação; analista de aplicações de tecnologia da informação e comunicação; analista de informações de tecnologia da informação e comunicação e analista de suporte de tecnologia da informação e comunicação.

Para participar da seletiva, que conta com apenas avaliação de experiência profissional e de título, os participantes precisam de formação superior e pós-graduação completa na área de tecnologia da informação. As candidaturas são realizadas através do site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib) e mediante pagamento da taxa no valor de R$ 24.

##RECOMENDA##

De acordo com o edital, a seleção tem validade de um ano e o resultado final está previsto para 28 de agosto. Além disso, os candidatos selecionados receberão remuneração inicial de R$5.618. 

Uma pesquisa realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), através de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), mostra que, no primeiro semestre de 2022, as micro e pequenas empresas (MPE) foram responsáveis por 961,9 mil vagas de emprego (72,1% do total), enquanto as médias e grandes responderam por pouco mais de 279,8 mil (21%). O quadro é semelhante ao resultado registrado no primeiro semestre de 2021, quando os pequenos negócios geraram sete em cada 10 vagas.

 Durante esses seis meses do ano, as MPEs do setor de serviços continuaram sendo a principal força geradora de postos de trabalho no País, superando a marca de 533 mil contratações.

##RECOMENDA##

Construção e indústria da transformação seguem em segunda e terceira posições, com 168,8 mil e 126,3 mil empregos gerados respectivamente. Em todos os setores, as micro e pequenas empresas apresentaram saldo positivo no período, inclusive no comércio, que foi o único com saldo negativo entre as médias e grandes. Enquanto as MPEs criaram 90,6 mil novos postos, as MGEs encerraram 42,8 mil vagas.

Segundo o Caged, o Brasil teve um saldo positivo de 277,9 mil novas vagas em junho. Desse total, as MPE foram responsáveis pela criação de 176,8 mil empregos (63,6% do total), enquanto as médias e grandes tiveram uma participação de 26,6% no total de vagas (saldo de 73,9 mil vagas). De modo semelhante ao mês anterior, todos os setores, em todos os portes – MPE e Médias e Grandes Empresas (MGE) -, apresentaram saldos de contratações positivos. Entre os pequenos negócios, o setor de serviços liderou com 78 mil novos postos de trabalho.

No acumulado do primeiro semestre de 2022, o Brasil já criou mais de 1,3 milhão de novos postos de trabalhos formais. As MPE foram responsáveis por 961,9 mil (72,1%) das novas contratações. As MGE são responsáveis por pouco mais de 279,8 mil vagas (21%). As micro e pequenas do setor de serviços criaram 533 mil novos empregos no acumulado de 2022. Em junho deste ano, as MPE desse segmento responderam por 78 mil empregos.

O Itaú está com inscrições abertas, até o dia 5 de setembro, para o Programa Trainee, que durante 18 meses irá possibilitar um desenvolvimento profissional e pessoal aos participantes, por meio de vivências práticas e imersões em diversos campos. Para participar, é preciso realizar a candidatura por meio da página do programa.

O programa se dará a partir das trilhas de Varejo e Atacado, em que os trainees passarão por “Treinamentos”, “Mentorias”, “Rotações” e “Projetos Desafiadores”. Além disso, os treinamentos funcionarão por meio de rotações nas áreas de Mercado Financeiro, Tecnologia, Metodologias Ágeis, Cultura e Diversidade e Inteligência.

##RECOMENDA##

Durante a jornada, os trainees receberão um salário de R$ 8.000,00, além de benefícios como assistência médica e odontológica, vale alimentação, vale refeição, incentivo a cursos de idiomas, participação nos lucros e resultados, licença maternidade estendida + Auxílio Creche / Babá: filhos de até 71 meses, horário flexível, IUPP (vantagens e descontos em lojas e serviços de diversos parceiros no Brasil e na América Latina), entre outros. 

Para participar, é preciso ter disponibilidade para trabalhar presencialmente em São Paulo, com uma jornada diária de 8 horas. Além disso, será preciso ter cursado ou estar cursando graduação em bacharelado ou licenciatura com formação em dez/20 a jul/24 e ter inglês avançado para a trilha de atacado. Caso esteja fora de SP, o trainee receberá bolsa auxílio no valor de um salário para sua comodidade e organização de realocação, se necessário.

O processo seletivo será realizado por meio de quatro etapas, sendo a primeira as inscrições, seguidas pelo teste on-line aberto, entre o período de 9 a 20 de setembro, o Desafio Itaú, disponível em outubro, a Imersão Itaú, em novembro, e a entrevista final, em novembro/dezembro.

Nesta sexta-feira (5), as Agências do Trabalho de Pernambuco reúnem 640 vagas de emprego, distribuídas em 22 municípios. Desse total, 156 vagas são diponibilizadas no Recife, 78 em Nazaré da Mata e 65 no Cabo de Santo Agostinho. De acordo com a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco (SETEQ), a maioria das oportunidades são efetivas, mas há opções temporárias e estágio.

Além das cidades citadas, profissionais podem emcontrar postos de trabalho em Arcoverde (5), Araripina (7), Belo Jardim (10), Bezerros (3), Camaragibe (1), Caruaru (22), Cabo de Santo Agostinho (65), Escada (13), Garanhuns (6), Igarassu (14), Nazaré da Mata (78), Ipojuca (5), Paudalho (1), Paulista (88), Pesqueira (15), Petrolina (29), Recife (156), Salgueiro (3), Serra Talhada (6), São Lourenço da Mata (45), Santa Cruz do Capibaribe (57) e Vitória de Santo Antão (7). 

##RECOMENDA##

A maioria das Agências do Trabalho do Estado não precisa de agendemento para etendimento presencial. Nas unidades do Expresso Cidadão, shoppings e na capital pernambucana é necessário agendar, que é realizado através do site da SETEQ. Confira todas as vagas aqui

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando