Edmar Lyra

Edmar Lyra

Coluna Diária

Perfil:Bacharel em Administração de Empresas e Jornalista profissional, é colunista do jornal Gazeta Nossa da Região Metropolitana do Recife e do jornal Folha do Pajeú do Sertão do Pajeú

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJá.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Paulo Câmara toma as rédeas da sua reeleição

por Nathan Santos | qua, 08/11/2017 - 09:58
Compartilhar:

Eleito com 3.009.087 votos, o equivalente a 68,08% dos votos válidos em 2014, Paulo Câmara teve a dura missão de substituir Eduardo Campos, que se estivesse vivo já seria muito difícil, mas se agravou com sua morte trágica. Qualquer um que assumisse o governo naquelas condições teria um parâmetro muito alto para ser comparado, o que inexoravelmente traria problemas de avaliação tanto da classe política quanto da própria sociedade.

Prestes a findar o terceiro ano do seu governo, Paulo Câmara enfrentou a maior recessão dos últimos tempos no Brasil, que trouxe reflexos negativos inestimáveis para Pernambuco, com aumento de desemprego, queda da arrecadação e consequente aumento da violência. Além disso, o fato de não ser político tradicional pesou mais ainda contra o governador. E há três meses muita gente questionava a viabilidade de Paulo Câmara até mesmo para disputar a reeleição.

Passado esse período, essa dúvida sobre a candidatura de Paulo Câmara em 2018 já não existe mais. O governador arrumou a casa no âmbito político, melhorando a relação com deputados, prefeitos e lideranças de todo o estado, além disso vem fazendo investimentos e entregas, sobretudo na educação e na segurança pública, que ainda é o maior gargalo do seu governo.

Com a contratação de policiais e a inclusão deles nas ruas, o governador conseguiu com ações pontuais melhorar a sensação de segurança nas regiões do estado. A população já sente diretamente os reflexos de uma ação mais firme do governo com redução de assaltos a ônibus e indicativos claros de queda no número de homicídios.

Faltando menos de um ano para a eleição, sentado na cadeira de governador e contando com o apoio irrestrito do seu parceiro Geraldo Julio que realiza uma gestão exitosa no Recife, Paulo Câmara será um adversário difícil de ser derrotado, pois passa seriedade nas suas ações e consequentemente credibilidade. No meio político, até adversários reconhecem a sua largura como pessoa e o seu fino trato com as pessoas, características que o encaminha para um ambiente tranquilo para buscar um novo mandato no ano que vem.

Engana-se profundamente quem pensa que Paulo Câmara está com a reeleição dificil, pois ele é beneficiado por uma unidade no governo, uma harmonia que se instaurou desde as modificações no secretariado, e o peso da caneta que mesmo não sendo tão robusta por conta da queda de receita, não deixa de ser uma caneta que lhe dá melhores condições que seus adversários, que seguem sem se entender quanto a estratégia para combater o governo no ano que vem.

Preferido - Muita gente que está na base do governador Paulo Câmara deseja ter um evangélico na chapa majoritária de 2018. Avaliam que o segmento vem crescendo exponencialmente e ter um representante ao lado do governador é meio caminho andado para conquistar um eleitorado cativo e fiel. O nome de André Ferreira tem sido o preferido de muitos aliados do Palácio do Campo das Princesas para a vaga de senador.

Estratégia - A ordem no PSDB é não fazer nenhum contraponto ao discurso de Daniel Coelho realizado no último domingo. Os tucanos liderados pelo ministro Bruno Araújo avaliam que deixar Daniel falando sozinho é o melhor caminho para que ele caia no esquecimento. Uma liderança do partido lembra que não é a primeira vez que Daniel arruma confusão com as pessoas. No PV ele fez a mesma coisa e os tucanos avaliam que Daniel apenas reforçou sua imagem de desagregador e de complicado.

Novo clima - Com o objetivo de melhorar o rendimento dos estudantes e promover melhores condições tanto para os alunos, quanto para os profissionais de ensino da rede municipal, o prefeito Geraldo Julio lança, nesta quarta-feira, o Programa Novo Clima, que prevê climatização completa das 309 unidades de ensino do município até 2019. No total, serão investidos R$ 15 Milhões em aquisição, instalação e manutenção dos equipamentos de ar-condicionado e, ao final do programa, todos os 90 mil alunos, 6.925 professores e demais profissionais de educação serão beneficiados com ambientes totalmente climatizados.

Federal - O secretário de Administração Milton Coelho, que é considerado um dos quadros mais qualificados do PSB, vem pavimentando sua candidatura a deputado federal em 2018. Da cozinha de Eduardo Campos, Milton já foi vice-prefeito do Recife durante a gestão João da Costa entre 2009 e 2012 e agora tenta, com boas chances, chegar a um mandato na Câmara Federal.

RÁPIDAS

Macaparana - Após ser absolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, o ex-prefeito de Macaparana Paquinha foi recebido com festa no município. A cidade governada por Maviael Cavalcanti se arrependeu da escolha e dá ao prefeito uma elevada reprovação. Livre para ser candidato, Paquinha disputará a prefeitura em 2020 com o objetivo de voltar ao cargo pelos braços do povo.

Liderança - Realizando uma gestão exitosa em Serra Talhada, o prefeito Luciano Duque vem se consolidando como a principal liderança do sertão do Pajeú. Nas eleições de 2018 mesmo que não seja candidato terá um papel relevante na região, pois possui seriedade e credibilidade, governando a cidade com um olhar desenvolvimentista que coloca Serra na vanguarda do avanço econômico.

Inocente quer saber - Pra quanto melhorou a avaliação do governo Paulo Câmara nos últimos dias?

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Leia Concursos

Procure os
Concursos

Copyright. 2019. LEIAJÁ. Todos os direitos reservados.

Carregando