Adriano Oliveira

Adriano Oliveira

Conjuntura e Estratégias

Perfil:Doutor em Ciência Política. Professor da UFPE - Departamento de Ciência Política. Coordenador do Núcleo de Estudos de Estratégias e Política Eleitoral da UFPE.

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJá.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Podcast: A próxima década e os recados do passado

Cientista avalia a participação de Lula, Bolsonaro e Moro no futuro cenário político

Adriano Oliveira, | seg, 16/12/2019 - 09:55
Compartilhar:

<p>Nesta segunda-feira (16), o cientista político Adriano Oliveira faz uma análise sobre a próxima década. De acordo com ele, existe a possibilidade de o ex-presidente Lula retornar à prisão uma vez que ainda existem várias denúncias do Ministério Público contra ele. Porém, não se pode descartar a força de Lula nas próximas eleições municipais. Para o cientista político, as eleições de 2020 serão uma prévia para o pleito de 2022. Será uma forma de verificar quantos prefeitos Lula e Bolsonaro conseguirão eleger. Uma maneira da sociedade descobrir o tamanho da força do Lulismo e do Bolsonarismo.&nbsp;</p><p>Adriano Oliveira ressalta ainda que a próxima eleição municipal pode apresentar outro cenário, tendo uma força neutra, ou seja, promovendo o surgimento de um novo candidato para as eleições de 2022. O cientista político reforça também que Jair Bolsonaro é um presidente polêmico, podendo, a qualquer momento, cometer algum deslize e assim gerar uma instabilidade política. Em relação ao Ministro da Justiça, Sérgio Moro, Oliveira destaca como será o comportamento do Juiz, caso exista algum movimento de corrupção no governo Bolsonaro.&nbsp;</p><p>O podcast de Adriano Oliveira tem duas edições, nas segundas e nas sextas-feiras. Além disso, também é apresentado em formato de vídeo, toda terça-feira, a partir das 15h, na fanpage do LeiaJá.</p><p>Confira mais uma análise a seguir:</p><p>
<style type="text/css">
p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px 'Swiss 721 SWA'}</style>
</p> <iframe allowfullscreen webkitallowfullscreen mozallowfullscreen width="350" height="50" src="https://fast.player.liquidplatform.com/pApiv2/embed/5fbc59e8b8b00ec07528... scrolling="no" frameborder="0"></iframe>

Podcast - Um balanço da década: lulismo, Bolsonaro e Sergio Moro

O cientista analisa o cenário político brasileiro da última década

Adriano Oliveira, | sex, 13/12/2019 - 09:10
Compartilhar:

<p>Nesta sexta-feira (13), o cientista político Adriano Oliveira faz uma análise sobre os últimos anos do cenário político brasileiro. Ele aponta que em 2010 Lula (PT) saiu da presidência com uma aprovação superior a 80%, tendo uma aprovação majoritária entre várias classes da população. Essa aprovação levou a eleição de Dilma Rousseff, e sua consequente reeleição em 2014, mesmo ano em que a Operação Lava Jato surge. Com méritos e deméritos, a operação atingiu fortemente o lulismo e sua popularidade, levando ao impeachment de Dilma em 2016.</p><p>Em 2018 Lula foi preso e seu candidato Fernando Haddad perde a eleição para Jair Bolsonaro, que convidou Sérgio Moro para assumir um ministério, ele que é conhecido como algoz do PT / Lulismo. Para Adriano esses três personagens: Lula, Bolsonaro e Moro continuarão presentes e atuantes na política brasileira na próxima década, isso se não houver nenhum escândalo que os afaste.&nbsp;</p><p>O podcast de Adriano Oliveira tem duas edições, nas segundas e nas sextas-feiras. Além disso, também é apresentado em formato de vídeo, toda terça-feira, a partir das 15h, na fanpage do LeiaJá.</p><p>Confira mais uma análise a seguir:</p><p>
<style type="text/css">
p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px 'Swiss 721 SWA'}</style>
</p> <iframe allowfullscreen webkitallowfullscreen mozallowfullscreen width="350" height="50" src="https://fast.player.liquidplatform.com/pApiv2/embed/5fbc59e8b8b00ec07528... scrolling="no" frameborder="0"></iframe>

Podcast: A popularidade do presidente Bolsonaro e o Ministro Moro

O cientista analisa o cenário político brasileiro

| seg, 09/12/2019 - 11:04
Compartilhar:

<p>Nesta segunda-feira (09), o cientista político Adriano Oliveira fala em seu podcast sobre a pesquisa feita pela Folha de São Paulo mostrando como anda a popularidade do presidente Jair Bolsonaro. Ele esmiúça alguns dados, comenta sobre o perfil dos eleitores e aponta as questões principais relacionadas aos dados publicados.</p><p>Outro destaque analisado é a pesquisa divulgada pela Veja na última sexta-feira (06) que mostra a atual projeção de uma eventual eleição. Nesta pesquisa Bolsonaro e Lula estão empatados tecnicamente. Oliveira comenta ainda sobre os números de aprovação de Sérgio Moro, que aparece como uma ameaça a reeleição de Bolsonaro em 2022, no caso de saída do governo, para virar candidato. &nbsp;</p><p>O podcast de Adriano Oliveira tem duas edições, nas segundas e nas sextas-feiras. Além disso, também é apresentado em formato de vídeo, toda terça-feira, a partir das 15h, na fanpage do LeiaJá.</p><p>Confira mais uma análise a seguir:</p><p>
<style type="text/css">
p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px 'Swiss 721 SWA'}</style>
</p> <iframe allowfullscreen webkitallowfullscreen mozallowfullscreen width="350" height="50" src="https://fast.player.liquidplatform.com/pApiv2/embed/5fbc59e8b8b00ec07528... scrolling="no" frameborder="0"></iframe>

Podcast: A recuperação econômica, inclusão social e o ministro Moro

O cientista analisa o cenário político brasileiro

Adriano Oliveira, | sex, 06/12/2019 - 09:40
Compartilhar:

<p>Nesta sexta-feira (06), o cientista político Adriano Oliveira fala sobre a expectativa de crescimento econômico, que está avaliado em 1% até o final de dezembro desse ano. Ações como a a aprovação da reforma da previdência, a tramitação da reforma tributária no congresso entre outros estão por trás desse cenário, que pode chegar a 2,5% em 2020. Entretanto, isso deve beneficiar as classes A e B, ficando as classes mais baixas sem a certeza se serão atingidas, o que preocupa Adriano, que avalia o tamanho da desigualdade brasileira, que pode só aumentar.</p><p>Outro assunto discutido pelo cientista político é a figura do Ministro da Justiça Sérgio Mouro frente à classe política brasileira. Ontem (05) o seu pacote anticrimes não foi aprovado em sua essência pela câmera federal. Entretanto, o ministro insiste em alguns pontos que foram recusados, o que dificulta ainda mais a sua relação com os políticos e o próprio STF, que já provaram via votação que não aceitam pontos como o excludente de ilicitude e a prisão em segunda instância.</p><p>O podcast de Adriano Oliveira tem duas edições, nas segundas e nas sextas-feiras. Além disso, também é apresentado em formato de vídeo, toda terça-feira, a partir das 15h, na fanpage do LeiaJá.</p><p>Confira mais uma análise a seguir:</p><p>
<style type="text/css">
p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px 'Swiss 721 SWA'}</style>
</p> <iframe allowfullscreen webkitallowfullscreen mozallowfullscreen width="350" height="50" src="https://fast.player.liquidplatform.com/pApiv2/embed/5fbc59e8b8b00ec07528... scrolling="no" frameborder="0"></iframe>

Podcast: A periferia, instituições seletivas e a tragédia em São Paulo

O cientista político destaca que o Brasil é uma sociedade profundamente desigual

Adriano Oliveira, | seg, 02/12/2019 - 09:51
Compartilhar:

<p>Nesta segunda-feira (02), o cientista político Adriano Oliveira fala sobre o ocorrido na comunidade de Paraisópolis(SP), na madrugada de domingo (01), que vitimou cerca de nove pessoas. De acordo com o cientista político, em um país subdesenvolvido como o Brasil, este tipo de acontecimento serve de recado, mostrando a maneira pela qual as pessoas enxergam as periferias brasileiras, entre eles políticos e, principalmente, o poder público e a polícia.</p><p>Através de pesquisa, Adriano Oliveira ressalta que teve a oportunidade de conversar com jovens que residem em periferias e os mesmos relataram que se sentem discriminados em diversos lugares por onde passem. Para Adriano, este olhar preconceituoso por parte da sociedade e das instituições está relacionado ao fato da periferia ser um lugar onde os pobres e excluídos residem. Logo, toda expressão cultural que nasce nestes lugares também é descriminada.</p><p>O podcast de Adriano Oliveira tem duas edições, nas segundas e nas sextas-feiras. Além disso, também é apresentado em formato de vídeo, toda terça-feira, a partir das 15h, na fanpage do LeiaJá.</p><p>Confira mais uma análise a seguir:</p><p>
<style type="text/css">
p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px 'Swiss 721 SWA'}</style>
</p> <iframe allowfullscreen webkitallowfullscreen mozallowfullscreen width="350" height="50" src="https://fast.player.liquidplatform.com/pApiv2/embed/5fbc59e8b8b00ec07528... scrolling="no" frameborder="0"></iframe>

Podcast: A nova condenação de Lula traz mais incerteza do que certeza

O cientista analisa o cenário político brasileiro

Adriano Oliveira, | sex, 29/11/2019 - 10:14
Compartilhar:

<p>Nesta sexta-feira (29), o cientista político Adriano Oliveira fala no podcast sobre a nova condenação do ex-presidente Lula. Ele afirma que por conta da lei da ficha limpa, a possibilidade de Lula ser candidato é muito remota. O analista comenta também que em razão da decisão do STF sobre a prisão em segunda instância, Lula não deverá voltar para a cadeia, a menos que sejam esgotadas todas as instâncias.</p><p>Outro ponto importante analisado é o pedido que a defesa do ex-presidente Lula fez de suspenção do ex-juiz e atual ministro Sergio Moro. Os advogados de Lula alegam que os diálogos vazados pelo Intercept Brasil provam que Moro manteve diálogo com o ministério público, o que segundo a lei é proibido.&nbsp;</p><p>O podcast de Adriano Oliveira tem duas edições, nas segundas e nas sextas-feiras. Além disso, também é apresentado em formato de vídeo, toda terça-feira, a partir das 15h, na fanpage do LeiaJá.</p><p>Confira mais uma análise a seguir:</p><p>
<style type="text/css">
p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px 'Swiss 721 SWA'}</style>
</p> <iframe allowfullscreen webkitallowfullscreen mozallowfullscreen width="350" height="50" src="https://fast.player.liquidplatform.com/pApiv2/embed/5fbc59e8b8b00ec07528... scrolling="no" frameborder="0"></iframe>

Podcast: A segunda instância e a possível jabuticaba constitucional

O cientista analisa o cenário político brasileiro

Adriano Oliveira, | seg, 25/11/2019 - 09:34
Compartilhar:

Nesta segunda-feira (25), o cientista político Adriano Oliveira fala em seu podcast sobre as prisões em segunda instância e as implicações constitucionais para além do direito penal. Oliveira explica que as decisões também servirão para as áreas trabalhistas e cívicas.    

Outro detalhe relevante comentado é sobre o atraso que as agendas das reformas do Brasil podem sofrer por conta do debate no congresso federal sobre a prisão em segunda instância, o que segundo ele, poderia atrapalhar o desenvolvimento do país. O cientista comenta sobre o temor de se criar uma “jabuticaba constitucional”, por conta da tentativa do governo em colocar o ex-presidente Lula de volta na prisão. Esse fato criaria três tipos de Direito separados: o penal, o civil e o trabalhista.

O podcast de Adriano Oliveira tem duas edições, nas segundas e nas sextas-feiras. Além disso, também é apresentado em formato de vídeo, toda terça-feira, a partir das 15h, na fanpage do LeiaJá.

Confira mais uma análise a seguir:

PODCAST - O novo partido do presidente Bolsonaro e o 38: O que significa?

O cientista avalia o cenário político brasileiro

Adriano Oliveira, | sex, 22/11/2019 - 09:49
Compartilhar:

<p>No podcast desta sexta-feira (22), o cientista político Adriano Oliveira aborda sobre a Aliança pelo Brasil, o novo partido criado pelo presidente Bolsonaro e que será presidido pelo mesmo.</p><p>Segundo o cientista político, o &quot;Aliança pelo Brasil&quot; significa que o presidente irá valorizar a defesa da população brasileira. Entretanto, Adriano Oliveira ressalta que este novo partido não apresenta alguns fatores que deveriam ser abordados, como educação, inclusão social, saúde, entre outros. Logo, o &quot;Aliança pelo&nbsp; Brasil&quot; é um contra ponto ao Partido dos Trabalhadores(PT). O cientista político destaca ainda que existe uma dúvida se os demais partidos irão orbitar em torno destes dois - Aliança pelo Brasil e o PT.</p><p>De acordo com Adriano Oliveira, o número escolhido, o 38, é emblemático, uma vez que faz referência a arma de fogo - sacar, atirar e matar. Segundo ele, fica o questionamento, se foi uma escolha provocativa ou para deixar&nbsp; claro o objetivo do presidente Bolsonaro em relação a sociedade brasileira.</p><p>O podcast de Adriano Oliveira tem duas edições, nas segundas e nas sextas-feiras. Além disso, também é apresentado em formato de vídeo, toda terça-feira, a partir das 15h, na fanpage do LeiaJá.</p><p>Confira mais uma análise a seguir:</p><p>
<style type="text/css">
p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px 'Swiss 721 SWA'}
p.p2 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px 'Swiss 721 SWA'; min-height: 15.0px}</style>
</p> <iframe allowfullscreen webkitallowfullscreen mozallowfullscreen width="350" height="50" src="https://fast.player.liquidplatform.com/pApiv2/embed/5fbc59e8b8b00ec07528... scrolling="no" frameborder="0"></iframe>

PODCAST: O STF, a 2 instância e as contradições

Cientista político avalia diferentes temas da política brasileira na atualidade

Adriano Oliveira, | seg, 18/11/2019 - 09:07
Compartilhar:

<p>No podcast desta segunda-feira (18), o cientista político Adriano Oliveira discorre sobre os protestos e articulações que veem sendo montados a favor da prisão em segunda instância, decisão do STF que há duas semanas fez com que o ex-presidente Lula fosse libertado. Em artigo em jornal, o ministro Sérgio Moro defendeu esse tipo de prisão, mesmo ela indo de encontro ao que diz a constituição, sendo uma causa pétrea. Adriano aponta que esse assunto só está em voga por causa da figura de Lula, que teve um processo frágil, sem efetivo apontamento de provas. Para Adriano, esse medo contra Lula só fortalece a sua figura.&nbsp;</p><p>Na quarta-feira o STF irá julgar a ação dos advogados do senador Flávio Bolsonaro, que pedem que os dados do antigo COAF (que agora esta sob o guarda-chuva do Banco Central) só possam ser acessados via decisão judicial. O cientista aponta que, dependendo da decisão do STF, ele gostaria de ver a mesma mobilização de Moro e parlamentares, uma vez que, quando juiz, Moro afirmava que ao seguir o caminho do dinheiro se encontraria o criminoso. Ele não pode agir com medo de Bolsonaro, já que uma decisão positiva do STF beneficiaria o filho do presidente.&nbsp;</p><p>O podcast de Adriano Oliveira tem duas edições, nas segundas e nas sextas-feiras. Além disso, também é apresentado em formato de vídeo, toda terça-feira, a partir das 15h, na fanpage do LeiaJá.&nbsp;</p><p>Confira mais uma análise a seguir:</p><p>
<style type="text/css">
p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px 'Swiss 721 SWA'}
p.p2 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px 'Swiss 721 SWA'; min-height: 15.0px}</style>
</p> <iframe allowfullscreen webkitallowfullscreen mozallowfullscreen width="350" height="50" src="https://fast.player.liquidplatform.com/pApiv2/embed/5fbc59e8b8b00ec07528... scrolling="no" frameborder="0"></iframe>

PODCAST - A saída do presidente do PSL: riscos e oportunidades

Cientista também fala sobre a invasão na embaixada da Venezuela

Adriano Oliveira, | qui, 14/11/2019 - 10:20
Compartilhar:

<p>Excepcionalmente nesta semana, divulgamos o segundo podcast na quinta-feira (14), devido ao feriado nacional da Proclamação da República. O cientista político Adriano Oliveira fala sobre a saída do presidente Bolsonaro do PSL, partido pelo qual foi eleito. Essa saída foi gerada porque o presidente estava sem o controle do partido (que é presidido pelo Deputado Federal Luciano Bivar), e dos consequentes recursos públicos para financiamento de campanha.&nbsp;</p><p>Para Adriano, essa ação tem pontos positivos e negativos. Um dos riscos pode ser a possibilidade de acusações de financiamento ilegal de campanha, já que essa nova sigla não terá o recurso público. Um dos benefícios será a possibilidade de construção de uma bancada futura, cuja liderança seja dele ou de alguém próximo.</p><p>Outro tema abordado é a invasão da embaixada da Venezuela, que aconteceu ontem (13) e que teve apoio informal de um filhos do presidente. Atitudes como essa podem comprometer a visão do país, mesmo que haja melhora na economia. O cientista aponta a necessidade de atenção que o presidente deve ter em relação aos desafios políticos e econômicos</p><p>O podcast de Adriano Oliveira tem duas edições, nas segundas e nas sextas-feiras. Além disso, também é apresentado em formato de vídeo, toda terça-feira, a partir das 15h, na fanpage do LeiaJá.&nbsp;</p><p>Confira mais uma análise a seguir:</p><p>
<style type="text/css">
p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px 'Swiss 721 SWA'}</style>
</p> <iframe allowfullscreen webkitallowfullscreen mozallowfullscreen width="350" height="50" src="https://fast.player.liquidplatform.com/pApiv2/embed/5fbc59e8b8b00ec07528... scrolling="no" frameborder="0"></iframe>

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Leia Concursos

Procure os
Concursos

Copyright. 2020. LEIAJÁ. Todos os direitos reservados.

Carregando