Cultura

| Artes Cênicas

 O Ballet Imperial da Rússia chega ao Brasil no dia 1º de maio com uma turnê que passará por 10 cidades do país. No Recife, a companhia aporta no Teatro Guararapes, no dia 4 de maio, às 19h.

O espetáculo apresentado será o “The Best of Tchaikovsky”, composto por trechos dos três mais importantes balés do repertório clássico: “O Lago dos Cisnes”, “A Bela Adormecida” e “O Quebra-Nozes”, obras-primas do compositor russo Piotr I. Tchaikovsky. Em 2019, a companhia celebra 25 anos.

##RECOMENDA##

Os ingressos custam a partir de R$ 124 e estão à venda na bilheteria do teatro, nas lojas Ticketfolia e no Evetim.

Serviço

Ballet Imperial da Rússia em “The Best of Tchaikovsky”

4 de maio | 19h

Teatro Guararapes (Centro de Convenções de Pernambuco - Av. Prof. Andrade Bezerra, S/N - Salgadinho, Olinda)

A partir de R$ 124

Informações: (81) 3182.8020

  O espetáculo “Ah, se tu soubesses”, encenado pela Cia de Dança Ferreiras, fará apresentações de 25 a 28 de abril, no Cine Teatro Samuel Campelo, em Jaboatão dos Guararapes. A peça homenageia Orlando Silva, conhecido como o ‘cantor das multidões’. Ele foi sucesso nas décadas de 1930 e 1940 na cena musical brasileira.

A montagem tem 40 minutos de duração e narra a trajetória do cantor, passando pela infância pobre e sofrida, seguida pela descoberta de seu talento na juventude. O espetáculo também celebra o Dia Internacional da Dança, comemorado no dia 29 de abril.

##RECOMENDA##

As apresentações acontecem às 19h30, de 25 a 27 de abril, e às 18h no dia 28. Os ingressos custam R$ 5.

Serviço

Espetáculo “Ah, se tu soubesses”

25 a 27 de abril | às 19h30

28 de abril | às 18h

Cine Teatro Samuel Campelo (Praça Nossa Senhora do Rosário, 510 - Jaboatão dos Guararapes)

R$ 5

(81) 3361-2275

A Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, no município do Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco, já acumula 4 milhões de espectadores ao longo dos seus 50 anos de história. De acordo com a assessoria do espetáculo, só em 2019, o público médio diário no evento tem sido de 6 mil pessoas.

A temporada 2019 da Paixão acaba neste sábado e são esperados mais de 10 mil pessoas - mesmo número estimado para o feriado desta sexta-feira (19). Segundo uma pesquisa feita e divulgada pela assessoria, a maioria do público que prestigia o evento vem do Nordeste, em especial Pernambuco e Estados vizinhos.

##RECOMENDA##

Do Sudeste, São Paulo lidera o número de espectadores. Além disso, cerca de 50% do público já assistiu a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém pelo menos uma vez. Quem desejar assistir ao espetáculo deste ano ainda consegue encontrar ingressos disponíveis para o sábado.

As vendas estão sendo feitas no site oficial e nas bilheterias do espetáculo, podendo ser em qualquer cartão de crédito, em até 12 vezes. As entradas custam de R$ 100 a R$ 120, com meia entrada para estudantes, professores de Pernambuco e público de até 14 anos.

Nesta quinta-feira (18), no Marco Zero, Bairro do Recife, será realizada a abertura do espetáculo "Jesus, a Luz do Mundo". Classificada como a 'nova Paixão de Cristo do Recife', o público vai poder conferir a partir das 18h a história mais contada da humanidade, mas só que dessa vez por um ator já conhecido de todos os pernambucanos.

Em um espaço que já foi eternizado por José Pimentel, morto em 2018, o ator Bruno Garcia recebeu a incumbência de estrelar a peça sob a direção de Carlos Carvalho. Em entrevista ao LeiaJá, Bruno afirmou que foi um honra ter recebido o convite para interpretar o papel principal. "Estou muito feliz. Foi um grande presente, artisticamente falando, e o melhor disso tudo é ter o sabor de reencontrar amigos de décadas", pontua.

##RECOMENDA##

"Sou de Pernambuco. Minha expectativa é total. Está sendo uma volta para casa deliciosa", declarou Bruno. Chamado para protagonizar a Paixão do Recife, o ator já havia trabalhado com o diretor Carlos Carvalho e o produtor Paulo de Castro em outras peças. "Eles são pessoas que estão na gênese da minha vida como artista", elogia.

Questionado sobre dar vida a Jesus Cristo, papel que foi interpretado pelo ator e diretor José Pimentel por anos, Bruno Garcia explica: "Nos ensaios eu já começo a me emocionar, porque viver Jesus Cristo é uma grande responsabilidade, ainda mais num espetáculo popular, de rua, feito para o povo". Com 43 atores, 140 figurantes e 30 profissionais da área técnica, o espetáculo "Jesus, a Luz do Mundo" segue até o próximo domingo (21). A entrada é gratuita.

 O famoso espetáculo da ‘Paixão de Cristo’ está sendo encenado, até o próximo domingo (21), no Shopping Guararapes, localizado em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife. As apresentações gratuitas acontecem na Praça de Eventos do mall.

Nesta quinta (18), o espetáculo contará com uma sessão iniciando às 18h e no sábado (20) e domingo (21) com duas sessões, às 16h e às 18h. Na sexta-feira santa, não haverá apresentação. Cada espetáculo tem duração de 50 minutos e capacidade para acomodar 200 pessoas sentadas.

##RECOMENDA##

As encenações serão realizadas pela RA Produções. Este é o segundo ano que o espetáculo é apresentado no centro de compras. 

Serviço

Espetáculo Paixão de Cristo

18 de abril | 18h

20 e 21 de abril | 16h e 18h

Shopping Guararapes (Av. Barreto de Menezes, 800 - Piedade, Jaboatão dos Guararapes)

Gratuito

[@#galeria#@]

O Bando de Teatro Olodum estará pela primeira vez no Pará, neste mês de abril. O grupo vai realizar oficinas de performance negra nas áreas de Memória e Identidade, Música para Teatro e Dança e Teatro.

##RECOMENDA##

As oficinas são gratuitas e as pré-inscrições podem ser feitas até o dia 22 de abril, no link disponível na fanpage do grupo no Facebook (acesse aqui).

Além das oficinas, o grupo vai apresentar o espetáculo “Erê”, no Theatro da Paz, nos dias 29 e 30 de abril e 1º de maio, sempre às 20 horas. O ingresso será R$ 20,00, com meia-entrada para estudantes, classificação livre e recursos de acessibilidade (libras e audiodescrição). 

As quatro oficinas serão realizadas simultaneamente nos dias 29 (segunda) e 30 (terça) de abril, das 9 às 12 horas, na Casa da Linguagem, no bairro de Nazaré. Os participantes devem ir com roupas leves para a prática de exercícios corporais, entre outras atividades.

O Bando de Teatro Olodum promove oficinas desde 2002, em Salvador (Bahia) e em outros Estados brasileiros. No início de abril, o grupo esteve em Manaus (Amazonas).

“Nós intitulamos de ‘oficinas de performance negra’ pensando justamente no tipo de trabalho que o artista negro vem fazendo, com uma metodologia específica do grupo, voltada para a criação do texto, do personagem, da música e de outros elementos que irão à cena”, afirma a produtora e atriz do Bando, Valdinéia Soriano.

O projeto de realizações do Bando, tanto em Manaus quanto no Pará, faz parte do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2017/2018, uma seleção pública que tem como objetivo contemplar projetos de  circulação de espetáculos teatrais não inéditos, em  parceria do Ministério da Cultura. No último edital foram investidos R$ 15 milhões. Ao todo, foram escolhidos 57 espetáculos, representantes de todas as regiões do País, com apresentações em todos os estados.

Sobre as oficinas

Oficina de Memória e Identidade: Idealizada pela historiadora e museóloga Cássia Valle, tem por objetivo provocar uma reflexão de quem realmente é o brasileiro. Faz uma releitura da memória, abordando questões relacionadas às ancestralidades e identidades negra e indígena, nossos patrimônios culturais e históricos.

Oficina de Música para Teatro: Ministrada pelo músico Jarbas Bittencourt, é uma oficina de música voltada para o teatro. Aborda a linguagem musical como parte integrante da criação de um espetáculo teatral. Tem como público alvo atores, diretores, dramaturgos, técnicos e músicos pessoas interessadas em trilha sonora e na criação de músicas para cenas.

Oficina de Dança: Ministrada pelo Mestre Zebrinha, utilizará como fonte de pesquisa as danças de matrizes africanas, acopladas com técnicas improvisação, de dança moderna e jazz, aliadas as experimentações de linguagens inovadoras, a partir do vocabulário de movimento dos países da África Ocidental. Os participantes receberão noções de desenvolvimento corporal e danças de matriz afrobrasileiras.

Oficina de Teatro: Ministrada pelo ator Gerimias Mendes, os participantes receberão técnicas de intepretação, jogos teatrais e improvisação a partir dos métodos desenvolvidos pelo Bando de Teatro Olodum. É direcionada preferencialmente para integrantes de grupos de teatro ou dança de comunidades que tenho compromisso com a cultura negra.

Serviço

Oficinas de Performance Negra – Bando de Teatro Olodum.

 Dias: 29 e 30 de abril de 2019.

 Horário: 9 às 12h.

 Local: Casa da Linguagem – Avenida Nazaré, nº 31, bairro de Nazaré, Belém.      

 Informações: (91) 3210-2250 / 98893-6557 / 99120-7999.

 Inscrições aqui.

Por Vivianny Matos, especialmente para o LeiaJá.

 

 

A Semana Santa está sendo celebrada em algumas unidades prisionais do estado de Pernambuco com diversas atividades. Os detentos estão tendo a oportunidade de acompanhar missas e encenações teatrais da Paixão de Cristo. Além disso, muitos deles tornaram-se atores para contar a história de Jesus.

O Presídio Ronildo da Rocha Leão (PRRL), em Palmares, Zona da Mara Sul, realizou na última terça (16) a apresentação da Paixão de Cristo. O espetáculo foi produzido pela Escola Padre André Coopman, que funciona na unidade prisional, e contou com a participação de 28 detentos. A encenação ocorre no PRRL desde 2014.

##RECOMENDA##

Já no Presídio de Vitória de Santo Antão (PVSA), foi encenada a Missa de Lava Pés - um rito religioso em que Jesus lava o pé direito de 13 discípulos. A unidade também recebeu um culto de Páscoa, realizada em apoio da Pastoral Carcerária e da Igreja Batista do município. Na Região Metropolitana, o Presídio Marcelo Francisco de Araújo (PAMFA), no Complexo do Curado, promoveu a peça da SAnta Ceia. E no Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), em Itamaracá, houve uma palestra sobre o período pascal com um representante do Mosteiro do Discípulo Amado, de Abreu e Lima.

O dançarino e coreógrafo francês James Carlè vem ao Recife, no dia 30 de abril, para ministrar uma master class. O encontro será realizado no Museu de Artes Afro-Brasileira (Muafro), localizado no Bairro do Recife. A vinda do bailarino celebra o Dia Internacional da Dança, comemorado ao redor do mundo no dia 29 deste mês.

James Carlè trabalha há 30 anos com o patrimônio da diáspora africana no ocidente, do século XIX aos dias de hoje. Ele já ensinou na Europa, África, EUA e Rússia, passando por diferentes centros de formação profissional em dança e em universidades francesas. A vinda do coreógrafo ao recife é uma parceria entre o Governo de Pernambuco e o Consulado Geral da França para o Nordeste.

##RECOMENDA##

Os interessados em participar da master class podem se inscrever pela internet. O prazo para inscrição é a próxima terça (22) e o resultado dos selecionados será divulgado na quinta (25). A aula acontece no dia 30 de abril, das 10h às 13h.

 

 Na Semana Santa, diversas encenações da ‘Paixão de Cristo’ são realizadas em Pernambuco. De produções com grandes estruturas e atores renomados a apresentações mais amadoras, o Estado é tomado pela espiritualidade que a Semana Santa proporciona.

Para ficar por dentro das apresentações e adequar a sua agenda ao período, o LeiaJá fez um roteiro com várias encenações da peça que emociona milhares de pessoas todos os anos. Confira:

##RECOMENDA##

RMR E ZONA DA MATA

Marco Zero

Este ano o espetáculo encenado no Marco Zero, área Central da cidade, ganha uma roupagem nova. Intitulado ‘Jesus, a Luz do Mundo’, a peça tem roteiro, elenco e montagem reformulada. Serão ao todo 22 cenas, algumas inéditas, como a Anunciação, quando o anjo Gabriel revela a Maria que ela conceberá o Messias. Nesta primeira edição, quem assume o papel de Jesus é o ator Bruno Garcia. O espetáculo, que é gratuito e aberto ao público, será encenado de 19 a 21 de abril, às 18h.

Olinda

Após ser encenada por mais de 20 anos no Recife, a Paixão de Cristo produzida pelo ator José Pimentel, que faleceu em agosto de 2018, aporta em Olinda. O espetáculo será realizado na Praça do Carmo, de 18 a 21 de abril, às 20h. No papel de Jesus, o ator Hemerson Moura sobe aos palcos. Ele é o substituto de Pimentel, que interpretou Cristo por mais de 40 anos, tendo começado na Paixão de Nova Jerusalém. O evento irá reunir 80 atores e 100 figurantes. O acesso é gratuito.

Ainda em Olinda, a Paixão de Cristo da Cidade Tabajara chega a sua 18º edição. Encenado por estudantes das escolas públicas, moradores, atores e técnicos do próprio bairro, o espetáculo acontece nos dias 26 e 27 de abril, às 19h, no Espaço Ilumiara Zumbi, conhecido como Praça do Maracatu, do saudoso Mestre Salu. O acesso é gratuito.

Casa Amarela

O espetáculo Paixão de Cristo de Casa Amarela chega a sua 17º edição e neste ano homenageia o bispo D. Helder Câmara. O evento contará com 80 atores e figurantes e espera receber cerca de 30 mil pessoas. A encenação será realizada de 18 a 20 de abril, às 20h, na Concha Acústica do Sítio da Trindade, em Casa Amarela, Zona Norte do Recife. A entrada é gratuita e a produção estará recebendo alimentos não perecíveis, que serão doados para instituições que desenvolvem trabalhos com a comunidade.

Jaboatão dos Guararapes

Com um elenco formado por 120 atores, a 5º edição da Paixão dos Guararapes será encenada de 18 a 20 de abril, na Praça das Bandeiras, no Monte Guararapes, às 19h. O evento gratuito tem texto de Albemar Araújo e direção-geral de Geraldo Dias. Neste ano, há a promessa de levar o Mar da Galileia ao Monte dos Guararapes, em cena inédita.

Paulista

Em Paulista, a crucificação de Cristo será encenada em quatro locais. Nesta quarta-feira (17), às 18h, o Paulista North Way Shopping recebe a peça protagonizada por 500 alunos do Colégio Fernando Ferrari. A apresentação é uma homenagem póstuma ao ator e diretor José Pimentel. Na sexta-feira (19) e sábado (20), as comunidades de Maranguape II e Jardim Paulista Baixo, encenam a história da crucificação de Jesus. Em Maranguape II, O espetáculo acontece no dia 19 de abril, às 19h, no Campo da Rua 103, próximo à rodovia PE-22.

Já em Jardim Paulista, o público terá a oportunidade de escolher qual encenação deseja assistir. O bairro vai contar com dois espetáculos, sendo na Praça da Encenação, na Av. Min. Marcos Freire, logo após o Senac; e na Praça Aníbal Fernandes, na Av. Tancredo Neves, em frente à Igreja Católica de Santa Clara. As encenações acontecem na sexta e no sábado, sempre às 20h.

[@#video#@]

Moreno

Com o título ‘Pelos olhos de Maria’, a Paixão de Cristo de Moreno chega a sua 9º edição. O espetáculo será encenado na Praça da Paixão, de 18 a 20 de abril, às 20h. Em cena, 90 artistas entre figurantes e elenco principal, sendo 95% destes cidadãos morenences. O acesso é gratuito.

Igarassu

Realizada desde 1985, a Paixão de Cristo de Igarassu acontece no Sítio Histórico da cidade, no dia 20, às 19h, e 21 de abril, às 20h30. A peça é dividida em 5 grandes palcos, com níveis de altura diferentes, formando vários cenários que são percorridos por 150 atores e figurantes. O espetáculo aguarda 20 mil espectadores. O acesso é gratuito.

Gaibu

Encenada na Praça do Calçadão, localizado na Avenida Beira Mar, em Gaibu, o espetáculo ‘ A Força da Paixão’ será apresentado nos dias 19 e 20 de abril, às 19h. A apresentação terá início com um cortejo que reune o público e o elenco para reviver os últimos momentos da vida de Jesus Cristo em sua passagem na terra. O elenco é formado por 50 integrantes e conta com seis cenários, tendo como ápice a crucificação e a ressurreição como desfecho sobre as pedras da praia de Gaibu. O acesso é gratuito.

[@#podcast#@]

 

AGRESTE

Nova Jerusalém

Considerado o maior teatro a céu aberto do mundo, a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, encenada no Brejo da Madre de Deus, vem sendo apresentada desde o dia 13 de abril e segue até o sábado (20). Com 52 anos de história, a peça retrata a história de Jesus e é contada em nove palcos com uma arrojada cenografia que reproduz lugarejos, ambientes e prédios da Jerusalém dos tempos de Cristo. O espetáculo conta ao todo com 450 atores e figurantes e são esperadas mais de 50 mil pessoas. As entradas para o espetáculo, que têm início às 18h, estão à venda pelo site oficial e custam de R$ 100 a R$ 120, dependendo do dia.

 Gravatá

A partir desta quinta-feira (18), o município promove uma programação especial para semana santa e conta com apresentação do espetáculo ‘ Nossa Paixão: Ele Viverá’. A peça, será encenada na quinta (18) e sexta (19), às 20h45 e no sábado (20), às 20h, sendo seguido por shows culturais no Pátio de Eventos Chucre Mussa Zarzar. O evento é gratuito.

 

SERTÃO

Floresta

Em apresentação única, o espetáculo “Auto da Vida Dolorosa” será encenado no dia 19 de abril no município de Floresta. A peça será apresentada na Catedral do Senhor Bom Jesus dos Aflitos, no centro da cidade, às 19h.

Triunfo

Localizado na região do Vale do Pajeú, o município de Triunfo encena de 17 a 19 de abril, a Paixão de Cristo. As apresentações acontecem na Via Verde, localizada no Parque Iaiá Gastão, sempre às 20h. No local, palcos fixos, construídos pelo município, abrigam a encenação e funcionam como ponto de visitação de turistas ao longo do ano. O acesso é gratuito.

Custódia

Contando a história das últimas 12 horas da vida de Jesus, o espetáculo ‘Rei dos Reis’ será encenado no dia 19 de abril, às 20h, em Custódia. Na peça, o ator Déo Garcez da vida à Jesus Cristo. A apresentação acontece na Praça Padre Leão. O acesso é gratuito.

A atriz Agrinez Melo se prepara para apresentar o solo “Histórias Bordadas em Mim” no espaço “O Poste”, no Centro do Recife, nos dias 26 e 27 abril, sempre a partir das 20h. Produzido de forma completamente independente, o espetáculo existe desde 2016 e foi talhado a partir das vivências da artista como mãe e mulher negra. Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) e podem ser adquiridos na hora ou antecipadamente, através da plataforma Sympla.

A partir de um chá, a atriz costura as próprias histórias com acompanhamento musical de Talles Ribeiro. “Desde a estreia, viabilizo formas de escoar minha produção. Nunca tive incentivo governamental e, por ser um empreendimento individual, muitas vezes sinto sua invisibilidade na cidade, mas continuo resistindo”, comenta Agrinez.

##RECOMENDA##

Para montar o roteiro, a atriz recorreu a pesquisas sobre o povo griot, de origem africana e que tinha como grande característica o hábito de transmitir sua história através da oralidade. “A encenação caminha para o questionamento/reflexão social e filosófica em relação a valorização do ser humano através de pequenas coisas, do resgate de sua ancestralidade, e do posicionamento feminino no momento atual, relacionando com o povo sagrado africano e ancestral”, completa Agrinez.

Serviço//Histórias Sobre Mim

Datas: 26 e 27 de abril

Local: Espaço O Poste (Rua da Aurora, 529, Boa Vista, Recife)

Hora: 20h

Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Começa hoje a temporada 2019 da Paixão de Cristo. Realizado desde a década de 60, todos os anos o espetáculo atrai milhares de pessoas que vão acompanhar a dramatização do último ciclo da vida de Jesus Cristo. A apresentação acontece todos os anos no município do Brejo da Madre de Deus, a 180 km do Recife.

Esse ano, a produção convidou Juliano Cazarré para viver Cristo, experiência que foi baseada em várias leituras da bíblia que o ator fez. Nomes como Priscila Fantin, Gabriel Braga Nunes e Ricardo Tozzi também fazem parte do elenco.

##RECOMENDA##

Confira os detalhes no vídeo.

[@#video#@]

SERVIÇO

Paixão de Cristo de nova Jerusalém  

Brejo da Madre de Deus

De 13 a 20 de abril de 2019

O Recife recebe, a partir dessa sexta (12), a sétima edição do Aneska Zouk Congress, congresso nacional de dança de salão que reúne bailarinos e coreógrafos de todo o país. Até o próximo domingo (14), o evento promove workshops, palestras e shows, no Recife Praia Hotel, em Boa Viagem.

As atividades do congresso são destinadas a todo o tipo de público, com ou sem experiência na dança. Nesta edição, estarão presentes profissionais do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Ceará, além de um time pernambucano. Ao todo, participam do encontro 20 academias de dança de salão do Recife que estarão compartilhando conhecimentos de zouk, bolero e samba de gafieira.

##RECOMENDA##

Além das aulas, também haverá apresentações dos bailarinos convidados com shows preparados especialmente para o congresso. Após os shows, DJs animam os participantes, no clube Líbano,  convidando todos para a pista. O Aneska Congress é promovido pela bailarina, coreógrafa e professora de dança Aneska França e as inscrições podem ser feitas pelos telefones (81) 3097.0859 ou 9 9511.0017.

Serviço

7º Aneska Zouk Congress

Sexta (12) a domingo (14)

Recife Praia Hotel e Clube Líbano

R$ 290 (individual) e R$ 530 (casal); R$ 30 (bailes)

Nesta quinta-feira (11), o elenco e equipe técnica do espetáculo Jesus, a Luz do Mundo - a ‘nova Paixão de Cristo do Recife’ -, se reuniu no Marco Zero, local onde será realizada a temporada 2019, para um ensaio. Totalmente inédita, a montagem promete surpreender com novidades não só no elenco, como nos figurinos, iluminação e roteiro.

Promovido pela Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco (APACEPE), o espetáculo estreia, no próximo dia 19, após passar por uma disputa judicial com a produtora Lílian Pimentel, filha de José Pimentel, ator e diretor que conduziu a Paixão de Cristo do Recife por duas décadas. Com roteiro inédito, além de novos figurinos, e parte do elenco, Jesus, a Luz do Mundo vai contar a história do personagem mais famoso do ocidente, desde a visita do anjo que avisou que Maria seria a mãe do Messias, até os momentos derradeiros de sua paixão.

##RECOMENDA##

Atento a todos os detalhes durante o ensaio, o diretor Carlos Carvalho demonstrava entusiasmo com o projeto. Em entrevista exclusiva ao LeiaJá, ele falou sobre a missão de ocupar um palco que, tradicionalmente, era usado por um dos artistas de maior apelo popular em Pernambuco, José Pimentel: "A história de Jesus contada aqui ou na China, é a história de Jesus. O lado afetivo do povo do Recife não é só pelo espetáculo, é por essa história de fé, não é só teatro. Então a gente está fazendo teatro e a história de fé, bem contada por nós. A ideia é emocionar; teatro foi feito pra pensar e pra emocionar. A gente vai emocionar, eu tenho certeza. Eu já estou emocionado".

[@#galeria#@]

Produzido por paulo de Castro e Antônio Pires, a 'nova Paixão de Cristo do Recife' conta com iluminação de Eron Villar, cenografia de Célio Pontes e sonoplastia do maestro José Renato. O espetáculo conta com uma equipe de 43 atores, 140 figurantes e 30 profissionais da área técnica. A temporada começa na próxima quinta (19) e segue até o domingo (21), sempre às 18h.  

LeiaJá também

--> Filha de José Pimentel dá detalhes da Paixão em Olinda

--> Recife tem 'nova Paixão de Cristo' apoaida pela Prefeitura



 

 O espetáculo Paixão de Cristo de Casa Amarela chega a sua 17º edição e neste ano homenageia o bispo D. Helder Câmara, um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e defensor dos direitos humanos durante a ditadura militar no Brasi. A encenação será realizada de 18 a 20 de abril, na Concha Acústica do Sítio da Trindade, em Casa Amarela, Zona Norte do Recife.

O evento contará com 80 atores e figurantes e espera receber nos três dias de espetáculo cerca de 30 mil pessoas. Para José Muniz, ator e idealizador da Paixão de Cristo de Casa Amarela o espetáculo é motivo de orgulho. “Fundei esse espetáculo há 16 anos e sinto um grande orgulho ao ver todos envolvidos, entre técnicos, atores e figurantes, sempre pensando em presentear os espectadores com o melhor de si. Isso nos coloca como uma das maiores Paixões de Cristo do Recife”, diz.

##RECOMENDA##

A entrada é gratuita e a produção estará recebendo alimentos não perecíveis, que serão doados para instituições que desenvolvem trabalhos com a comunidade, apoiadas pela Arquidiocese de Olinda e Recife. A apresentação tem o incentivo da Prefeitura do Recife e o apoio da Paróquia de Santa Isabel, Macaxeira e Harmonia.

Serviço

Paixão de Cristo de Casa Amarela

18, 19 e 20 de abril | 20h

Sítio da Trindade (Estrada do Arraial, N° 3259 - Casa Amarela)

Gratuito

*Com informações da assessoria

A produtora Lílian Pimentel, filha do ator José Pimentel, falecido em 2018, falou nesta quinta (11), sobre a sua 'missão' de dar continuidade ao legado do pai. À frente da realização do espetáculo Paixão de Cristo, que este ano ganhou mais 'sobrenomes' e passa a ser 'de José Pimentel', a produtora comentou a ida do evento para a cidade de Olinda e como ela e a equipe têm se empenhado para botar em prática tudo o que o próprio Pimentel havia deixado por escrito para mais uma temporada da peça.

Lílian surpreendeu aos presentes na coletiva de imprensa, realizada na Prefeitura de Olinda, ao revelar que fazer a Paixão na cidade Patrimônio Cultural da Humanidade era um desejo antigo de seu pai. A vontade surgiu quando Pimentel apresentava apenas algumas cenas do espetáculo no pátio da Igreja do Carmo, local onde será montada a temporada de 2019. "Ele tinha esse sonho de fazer e de repente, aconteceram tantas coisas e recebemos o convite do professor e de toda a equipe, nem tenho palavras para dimensionar o acolhimento e como estamos sendo recebidos na cidade. Uma parceria está sendo criada".

##RECOMENDA##

A produtora também contou que ela e toda sua equipe tem trabalhado arduamente para dar conta de todas as novidades prescritas por José Pimentel para a temporada 2019. Trazer novidades ao evento, a cada ano, era uma das 'exigências' do ex-diretor que ela não quer deixar passar: "A gente está tendo o mínimo cuidado com as coisas que ele deixou escritas, as mudanças para 2019. Ele tinha tudo detalhado. É um novo ciclo que se inicia sem José Pimentel de corpo presente, mas a história e o legado dele continuam". Dentre as novidades estão figurinos, novos atores no elenco, reorganização de cenas e uma homenagem ao artista.

A força de vontade da profissional divide espaço com as emoções da filha. Ela relembrou uma das conversas que teve com o pai quando ele lhe pediu que continuasse a levar o teatro ao ar livre para o público. "Não está sendo fácil. Ele é meu melhor amigo e eu prometi a ele seguir o seu legado". E, além de perpetuar a memória do pai nos palcos, Lílian também está se dedicando na materialização do Instituto José Pimentel, um espaço que além de abrigar o acervo do artista também vai funcionar como escola de artes cênicas. Um livro também está nos planos da produtora: "Às vezes, eu conheço um José Pimentel que eu não conhecia, que era aquele caladinho, escrevendo no computador. Ele tem vários poemas e peças escritas. Acho que vou lançar um livro de poemas".

LeiaJá também

--> Filha de José Pimentel dá detalhes da Paixão em Olinda

--> Recife tem nova Paixão de Cristo, apoiada pela Prefeitura

--> Em PE, artistas vivem 'via crúcis' para encenar 'Paixões'

 Na tarde desta quinta (11), a produtora Lilian Pimentel e parte da equipe do espetáculo Paixão de Cristo de José Pimentel falaram, em coletiva de imprensa, sobre a montagem de 2019. A grande novidade deste ano é a realização da peça em novo endereço, na Praça do Carmo, em Olinda, entre os dias 18 e 21 de abril, sempre às 20h. Também esteve na coletiva o prefeito de Olinda, Professor Lupércio.

O novo local para o espetáculo apareceu após meses de incerteza acerca da realização da Paixão nesta temporada. Saída de uma briga judicial com a Apacepe, a produtora Lilian Pimentel foi convidada para levar a montagem para Olinda, após a Prefeitura do Recife ceder o Marco Zero, onde o evento vinha sendo realizado há mais de 10 anos, para que a Apacepe realizasse a sua Paixão, intitulada, Jesus, a Luz do Mundo.

##RECOMENDA##

Abrindo a coletiva, o prefeito de Olinda, Professor Lupércio, deu as boas vindas ao evento - realizado pela primeira vez na cidade -, e falou da importância de recebê-lo: "A gente se sente muito honrado por toda a história da Paixão de Cristo pro nosso Estado. Olinda vai estar em festa, vai ser um momento importantíssimo para a cidade, para o turismo e a economia. Estamos de braços abertos, nos sentimos muito honrados por ter dado essa alegria não só aos pernambucanos como aos turistas, mas exclusivamente, aos olindenses".

Para a edição 2019 da Paixão de Cristo produzida pela herdeira de José Pimentel - ator e diretor que viveu Jesus Cristo nos palcos por 40 anos e fakeceu em 2018 -, terá a montagem de Pimentel preservada e relida, mas com concepção de seu novo diretor, José Francisco Filho.

No papel principal, Hemerson Moura, ator escolhido e preparado por Pimentel, em 2018, acompanhado por Stella Maris Saldanha (Maria); Gabriela Quental (Maria Madalena); Moisée Neto (Pilatos); e Will Menezes (Judas), entre outros. Emocionada, Lilian Pimentel revelou que levar a montagem para Olinda era algo que estava nos planos do pai: "Ele (José Pimentel) já havia feito partes (do espetáculo) aqui, mas era um sonho dele fazer uma Paixão inteira aqui".

A produtora agradeceu a "acolhida" da prefeitura local e disse sentir ser uma homenagem ao ator que ficou consagrado à frente do espetáculo. Ela também se mostrou animada com a nova 'casa' da Paixão e disse que pretende ficar: "Só saio daqui agora se o senhor mandar", disse em tom de brincadeira para o prefeito. A Praça do Carmo receberá uma grande estrutura para a realização do espetáculo. Será montado um palco de 48 metros, dois telões e mil cadeiras para o público. O evento é aberto ao público.

LeiaJá também

Recife tem 'nova Paixão de Cristo' apoiada pela Prefeitura

Produção da Paixão de Cristo de Pimentel se diz 'roubada'

Sem Pimentel, Paixão de Cristo do Recife corre sério risco

O grupo de humor stand up Risoito estreia, nesta quarta (10), uma noite de comédia em Olinda. A Riso Prime vai levar shows de humor ao palco do Buteco Prime, com a participação de convidados.

O grupo Risoito é formado pelos comediantes pernambucanos Mau Tavares, Manu Messias, Rodrigo Ojuara, Alexander Borges, Deco Neves e Matheus Araújo. Na noite de estreia, a Riso Prime vai receber os convidados Arcanjo Rodriguez, pedro Ribeiro e João Júlio. As reservas podem ser feitas pelo telefone (81) 98815-0075.

##RECOMENDA##

Serviço

Riso Prime

Quarta (10) | 20h30

Buteco Prime Pub (Rua Prof. José Candido pessoa, 1644 - Olinda)

 

 O Teatro Barreto Júnior, na Zona Sul do Recife, sedia a partir deste sábado (13) o espetaculo infantil ‘O Segredo da Arca de Trancoso’. As apresentações acontecem até 26 de maio, nos sábados e domingos às 16h30.

Encenado pela Cênicas Cia de Repertório, o espetáculo apresenta uma trama repleta de fantasia e reviravoltas e conta a história de um menino que recebe uma tarefa muito perigosa das mãos de uma feiticeira. O texto é de Luiz Felipe Botelho e a direção de Antônio Rodrigues.

##RECOMENDA##

Os ingressos custam R$ 30 e podem ser adquiridos uma hora antes nos dias de apresentação na bilheteria do Teatro Barreto Júnior ou pela Sympla.

Serviço

O segredo da arca de Trancoso

Sábados e Domingos  | 16h30 (13 de abril à 26 de maio)

Teatro Barreto Júnior (Rua Estudante Jeremias Bastos S/N Bairro do Pina)

R$30,00 (inteira) R$15,00 ( meia entrada)

Informações: (81) 3302-5914 | 99609-3838

A cena teatral pernambucana acaba de sofrer uma baixa. Os realizadores do festival Trema! anunciaram, nesta segunda (8), através de um post em sua página no Facebook, o fim do evento. Segundo a postagem, a falta de apoio e o não recebimento do aporte prometido pelo Governo de Pernambuco e da Prefeitura de Camaragibe seriam os motivos.

Realizado pelo Trema Plataforma de Teatro, o festival já havia realizado seis edições, trazendo para o Recife e Região Metropolitana, montagens de companhias e grupos de todo o país, além das locais. Além disso, o evento também promovia atividades formativas na área, bem como debates e lançamentos de publicações.

##RECOMENDA##

Os problemas para a viabilização não são novidade. Em 2018, a sexta edição do Trema! chegou a ficar ameaçada, mas os realizadores Pedro Vilela, Mariana Russu e Thiago Liberdade conseguiram contorná-las e levaram uma programação extensa, e até polêmica, por contar com espetáculos que haviam sofrido intolerância em outros festivais, como o paranaense DNA de Dan e O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu, protagonizado pela atriz trans Renata Carvalho.

[@#video#@]

Pedro Vilela, idealizador e curador falou, com exclusividade, ao LeiaJá, sobre a falta de incentivo e apoio que vem enfrentando. O realizador disse que o festival tentou o apoio federal da Lei Rouanet, além de ter procurado auxílio junto às Prefeituras do Recife e Camaragibe, e Governo de Pernambuco, sem sucesso. Somado a isso, está o não pagamento dos aportes prometidos pela Prefeitura de Camaragibe e Governo do Estado, para a edição de 2018.

Segundo Pedro, parte do pagamento do Governo do Estado foi feito, porém, o restante não tem nem previsão de chegar: "Eles dizem que não somos só nós, que existem outros artistas para receber. Isso está acontecendo por conta da mudança de secretário e ele ainda está ficando a par de todas as contas". Já em relação à prefeitura de Camaragibe, o problema parece um tanto mais complicado uma vez que o município está passando por investigações em seus cofres por parte do Ministério Público: "É mais complicado. Nós assinamos um contrato e eles alegaram que o empenho foi feito com um valor abaixo; e agora as contas estão travadas porque estão sendo investigadas", disse.

A Prefeitura do Recife também foi procurada pela organização do festival, porém, de acordo com Vilela, desde janeiro de 2019 foram protocolados cinco ofícios, junto à Fundação de Cultura do município com a solicitação mas não houve resposta até então. O Trema! também tentou o edital do Funcultura, que está com recurso sendo avaliado, mas sem previsão de conclusão. Com tantas dificuldades, a decisão foi a de acabar com o evento: "Esse ano a gente já confirmou que não haverá edição. Por mais um ano nós não conseguimos captação de recurso via lei federal e a Prefeitura do Recife, apesar de nos termos protocolado os ofícios, não nos deu resposta. O Governo do Estado por essa dificuldade econômica que está vivenciando disse que não poderia nos apoiar, então tudo isso fez com que a gente não tivesse nem um real para fazer o festival ".

Pedro lamenta a decisão e diz que o sentimento é de abandono, sendo esse um problema recorrente em Pernambuco. "A sensação é de descaso, quando a gente protocola cinco ofícios para uma Fundação de Cultura e eles não fazem nem questão de responder, a gente olha e faz: 'o que se tornou essa cidade'? É uma falta de respeito aos artistas. Isso não é só conosco, a gente sabe que nesse momento diversas entidades culturais estão passando por essa dificuldade".

O pesar do produtor vai além ao mencionar o público que perde mais um evento cultural no calendário local: "Quem perde não somos só nós, é o Estado, a cidade; a gente acredita que (o Trema!) seja uma ação que tenha sua importância e que ao deixar de fazer quem perde é a sociedade".

O que dizem os órgãos

Procurados pelo LeiaJá, a Prefeitura do Recife (PCR) e o Governo do Estado responderam às reclamações do festival. A PCR confirmou o recebimento dos ofícios enviados pela produção do Trema! mas negou a falta de resposta tendo alegado discordância acerca dos valores oferecidos como motivo do insucesso da parceria entre o órgão e o evento este ano: “A Prefeitura do Recife informa que recebeu a documentação e esteve em tratativas com a organização do TREMA!, tendo assegurado o mesmo valor do apoio dado no ano passado. A oferta, no entanto, foi recusada pelos organizadores, que demandaram para esta edição do festival um valor bem mais alto”, disseram, por meio de sua assessoria.

Já o Governo do Estado reiterou sua dificuldade em cumprir com alguns pagamentos, frisando que alguns deles já foram realizados no início de 2019. A respeito do festival, não foi informada previsão para quitação do aporte da edição anterior: “No caso específico dessa peça, precisamos ver qual foi o processo, identificar isso junto ao financeiro e saber a situação”. Ainda segundo a assessoria, a informação está sendo levantada. A Prefeitura de Camaragibe não respondeu aos questionamentos enviados até o fechamento desta reportagem.

A celebração da Semana Santa em 2019 vai ganhar duas novidades. Além de um espetáculo repaginado no tradicional palco do Marco Zero, intitulado Jesus Luz do Mundo, a cidade vizinha da capital pernambucana, Olinda, também será destino para aqueles que não dispensam ver a trajetória final de Jesus no teatro. A Paixão de Cristo de José Pimentel será encenada em solo olindense.

A notícia foi divulgada, nesta segunda (8), através do Facebook da montagem produzida por Lilian Pimentel, filha do falecido ator e diretor que por 40 anos encenou a Paixão - destes, mais de 20 sob o título de Paixão de Cristo do Recife, tendo sido realizada no Estádio do Arruda e na Praça do Marco Zero. Após seu falecimento, em agosto de 2018, o espetáculo chegou a ser disputado na justiça entre Lilian e a Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco (Apacepe) e foi incógnita quanto a sua realização.

##RECOMENDA##

O enigma acabou em dois espetáculos. O da Apacepe ganhou apoio da Prefeitura do Recife e será realizado no tradicional palco do Marco Zero, já o de Lilian Pimentel, que dá continuidade ao legado do pai, estreia em novo local, em 2019. A notícia foi comemorada no Facebook da montagem: "Estamos em festa. Não perdemos espaço. Mas Olinda nos abraça com todo seu encanto. O nosso espetáculo agora ficará ainda mais rico".

Segundo o site Observatório de Olinda, o espetáculo, este ano intitulado Paixão de Cristo de José Pimentel, será encenado na área externa da Igreja do Carmo, no Sítio Histórico, entre os dias 18 e 21 de abril. Ainda de acordo com a página, uma grande estrutura está sendo idealizada, com fogos de artifício, telões de led e novidades para a apresentação.

 

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando