Cultura

| Cinema

O astro de Hollywood Tom Hanks e sua esposa, Rita Wilson, voltaram para casa em Los Angeles após duas semanas hospitalizados e em isolamento na Austrália, onde contraíram o novo coronavírus.

"Olá, pessoal... Estamos em casa agora e, assim como o restante da América, estamos recolhidos e em isolamento social", tuitou no final de semana o ator, várias vezes vencedor do Oscar.

##RECOMENDA##

"Muito, muito obrigado a todos na Austrália que cuidaram de nós", adicionou. Seu cuidado e orientação permitiram nosso retorno aos Estados Unidos. E muito obrigado a todos os que torceram pelo nosso restabelecimento. Rita e eu agradecemos."

Hanks estava na Gold Coast australiana para filmar uma cinebiografia de Elvis Presley quando ele e Wilson, ambos com 63 anos, foram diagnosticados com a doença.

O casal foi hospitalizado, onde recebeu tratamento antes de permanecer em isolamento.

Wilson celebrou no Instagram no domingo o fato de ser uma "sobrevivente da Covid-19", e disse que parou para refletir sobre sua sorte e boa saúde depois de vencer um câncer há cinco anos.

"Estou celebrando a beleza da vida, uma benção de Deus, e minha boa saúde, mesmo agora, como uma sobrevivente da Covid-19", escreveu.

"Por favor, reserve um momento hoje para reconhecer a incrível criação que é seu corpo e o agradeça por fazer tanto", acrescentou.

Depois das listas de comédia e suspense, o LeiaJá separou alguns dos melhores filmes de terror disponíveis no catálogo da Netflix. Sem muita demora, vamos logo a eles.

O Enigma do Outro Mundo (1982)

##RECOMENDA##

Clássico de John Carpenter, com Kurt Russell enfrentando um alienígena que toma a forma das pessoas.

[@#video#@]

A Hora do Pesadelo 3: Os Guerreiros dos Sonhos (1987)

No terceiro capítulo da saga, Freddy Krueger não tem vida fácil quando um grupo de jovens descobre que também tem poderes dentro dos sonhos. Um dos mais bagunçados filmes da franquia e um dos mais divertidos.

[@#podcast#@]

Entrevista com o Vampiro (1994)

Adaptação do livro de Anne Rice, dirigida por Neil Jordan, e que tem no elenco Tom Cruise e Brad Pitt como criaturas imortais que convivem e brigam através dos séculos. Um dos melhores filmes de vampiros de todos os tempos.

À Beira da Loucura (1995)

Outro clássico de John Carpenter. O filme conta a história de um detetive que sai em busca de um escritor desaparecido e entra num mundo de mistérios abomináveis. Imperdível.

Invasão Zumbi (2016)

Quando a gente pensava que o tema zumbi já tinha se esgotado, os coreanos entopem um trem de mortos vivos infectados e nos presenteiam com um dos melhores filmes da década. Gritaria, confusão e sangue.

O Hospedeiro (2006)

Do mesmo diretor de Parasita, que levou o Oscar desse ano. Um ‘bagre mutante’ ataca Seul, capital da Coreia do Sul, e obriga uma família a lutar pela vida. Falando assim parece bobo, mas é um filmaço.

Madrugada dos Mortos (2004)

Remake da obra de George A. Romero. Foi esse filme aqui que inventou o zumbi que corre, ao invés de se arrastar. Dirigido por Zack Snyder. Ótimo para tomar alguns sustos.

Aterrorizados (2017)

Filme argentino que chegou como quem não quer nada e ganhou um monte de fãs. A história conta como a polícia e alguns estudiosos tentam entender uma série de aparições sobrenaturais em um subúrbio de Buenos Aires.

Todo Mundo Quase Morto (2004)

Quem tem muito medo de filme de terror, pode optar por uma comédia. Essa aqui é uma ótima paródia sobre os filmes de zumbis que mostra dois amigos enfrentando uma Londres tomada por mortos vivos.

30 Dias de Noite (2007)

Baseado em uma história em quadrinhos, o filme mostra uma cidade no Alasca que passa um mês sem ver o sol. Quem acha que seria legal passar umas férias por lá? Um grupo de vampiros que não precisa mais se esconder durante o dia. Quem não gostou nada disso? Os moradores.

Conhecido por inovar em roteiros com boas doses de humor e cenas de violência, o ator e diretor Quentin Tarantino completa 57 anos nesta sexta-feira (27).

A obra do aclamado cineasta tem referências no cinema inglês, com as temáticas de faroeste e artes marciais e, ao longo da carreira, o estilo de Tarantino rendeu diversos prêmios, entre eles o Oscar de Melhor Roteiro Original pelo filme "Django Livre" (2012), e as mais recentes estatuetas douradas de Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Direção de Arte para "Era Uma Vez em... Hollywood" (2019). O filme foi o maior sucesso de bilheteria entre as obras do diretor, acumulando US$ 40 milhões em seu primeiro final de semana em exibição.

##RECOMENDA##

Fã do diretor, a advogada Raíssa Sanches, 23 anos, considera "Pulp Fiction: Tempo de Violência" (1994) a obra mais completa de Tarantino. "Os diálogos marcantes e as cenas de ação bem dirigidas, faz com que ele alcance um público mais amplo", diz ela, destacando também a crítica social presente em "Bastardos Inglórios" (2009).

Para o crítico de cinema, Efrem Pedroza, o diretor é singular. "Ele possui um vasto repertório do universo da cultura pop, que é mesclado em suas obras, e sabe como ninguém como alcançar esse público, fazendo uso da linguagem do cinema com muita competência", explica. Pedroza destaca sua preferencia por "Cães de Aluguel" (1992) e a franquia "Kill Bill" (2003-2004).

Segunda Pedroza, Tarantino se destaca também pela forma como trabalha e condensa os diversos elementos cinematográficos, como diálogos de personagens, trilha sonora, referencias que vão desde filmes de western até história em quadrinhos, além das histórias nem sempre serem lineares, com diversos flashbacks e reviravoltas. "Tarantino continua mantendo um nível crescente de qualidade no decorrer de suas obras. O início de carreira dele foi menos badalado, justamente pelo fato de ser um início de carreira e não um declínio. Tarantino está longe do fim", complementa.

Após um rigoroso período de quarentena, por causa da pandemia do coronavírus, a China começa a retomar a vida normal aos poucos. Com a volta das atividades do comércio e das pessoas nas ruas, os cinemas também começam a reabrir suas portas e ocupar suas telas. A programação conta com grandes sucessos de bilheteria, como Avatar e Vingadores: Ultimato. 

Desde janeiro deste ano, 70 mil cinemas chineses suspenderem suas operações. A China enfrentou um cenário caótico de luta contra o coronavírus - tendo sido o primeiro lugar onde o vírus apareceu -, com 81 mil infectados e mais de três mil mortos. Passados quase quatro meses de quarentena, o país começa a voltar à sua rotina. Cerca de 500 cinemas reabriram suas salas, desde a última sexta (20), com um público ainda discreto. 

##RECOMENDA##

A maioria dos filmes em cartaz é de produção local, como o thriller Sheep Without a Shepherd. Mas, também estão na programação alguns campeões de bilheteria como Avatar, Vingadores: Ultimato e Harry Potter e a Pedra Filosofal. Ainda há a possibilidade de acontecerem algumas estreias, como a do filme  Into the Rainbow, uma coprodução entre China e Nova Zelândia que teve o lançamento adiado em janeiro.

Ao completar 25 anos, o festival de documentários É Tudo Verdade começa nessa quinta-feira (26) a exibição de filmes online em parcerias com as plataformas Spcine Play e Canal Brasil Play, além da página do Itau Cultural. São 50 horas de programação em 30 títulos, entre longas-metragens, curtas e séries.

A maior parte da mostra, que deveria se iniciar também nesta semana, foi adiada para setembro devido ao fechamento das salas de cinema em São Paulo e no Rio de Janeiro com a crise causada pela disseminação do coronavírus.

##RECOMENDA##

Na página do Itau Cultural, estará disponível a série A Herança da Coruja, feita pelo diretor francês Chris Marker em 1989. Em 13 episódios de 26 minutos é discutido o legado político e cultural da Grécia classica para a sociedade contemporânea a partir da exploração de palavras como democracia e misoginia. O diretor do festival, Amir Labak explica que naquela época Marker já antecipava uma tendência atual da produção de documentários. “O formato série documental está em expansão no mundo”, enfatizou na entrevista coletiva de lançamento do festival.

Na Spcine Play, o serão exibidos dez longas-metragens de cineastas mulheres que marcaram a história do festival, além do inédito O Segundo Encontro, de Veronique Ballot. Fazem ainda parte dessa programação outros tês longas e seis curtas que passaram pelo É Tudo Verdade em 1996 e dois documentários sobre o cineasta José Mojica Marins, que morreu neste ano.

A série Cineastas do Real, com 26 entrevistas feitas por Amir Labak com alguns dos principais documentarias brasileiros estará disponível no Canal Brasil Play.

A programação com horários e formas de acesso pode ser vista na página do festival.

Em época de pandemia do coronavírus, todo resfriado é motivo para preocupação. Prova disso é a reação dos fãs da Marvel às lives no Instagram feitas nos dias 21 e 22 de março por Tom Holland, o Homem Aranha, em que o ator afirma estar doente e em quarentena dentro de casa:

- Hoje estou me sentindo muito mal, mas acho que não tenho o coronavírus, mas estou tomando precauções extras. Eu estou me autoisolando dentro de casa.

##RECOMENDA##

No vídeo, Tom está em casa usando blusa de frio e máscara na companhia de três amigos, e afirma que eles irão montar um quebra-cabeça. Segundo o astro, ele estava bem no dia anterior, mas acordou se sentindo mal. A notícia provocou uma série de tweets preocupados com Holland, com fãs alegando que encontrariam a cura para o coronavírus caso Tom estivesse realmente infectado. Apesar da preocupação, os internautas puderam dar um pouco de risada com outro vídeo, também feito por Tom no Instagram, no qual ele segura uma galinha nos braços e brinca:

- Com tudo o que está acontecendo, os supermercados estão todos vazios. Não tem mais ovos, então pensamos que para resolver esse problema nós nos tornaríamos a fonte dos ovos. Agora, somos donos de galinhas.

De acordo com a MTV, ator estava afastado das redes sociais, mas afirma que irá voltar a ser mais ativo no Instagram durante o surto de coronavírus. Holland começaria as gravações do filme Uncharted este mês, mas as filmagens do longa da Sony Pictures foram adiadas por tempo indeterminado devido ao vírus, assim como outras produções ao redor do mundo.

Por enquanto, não há notícias sobre o adiamento das filmagens do novo filme do Homem Aranha, que teriam início em julho deste ano, mas se o surto persistir a Disney-Marvel deve adiar a produção, assim como fez com Viúva Negra, Mulan e Os Novos Mutantes.

 

A atriz italiana Lucia Bosè, conhecida por seus papéis em filmes de Antonioni, Buñuel e Fellini, morreu nesta segunda-feira na Espanha aos 89 anos de idade, anunciou seu filho Miguel Bosè.

"Queridos amigos... comunico que minha mãe Lucia Bosè acaba de falecer. Ela já está no melhor dos lugares", escreveu o cantor em sua conta oficial no Twitter.

##RECOMENDA##

Segundo vários meios de comunicação locais, ela morreu em Segóvia, cerca de 100 km ao norte de Madri, em decorrência de uma pneumonia.

Atriz e modelo, Lucia Bosè, nascida em Milão em 1931, foi Miss Itália em 1947.

Com menos de 20 anos, atuou em "Escândalo de Amor", de Michelangelo Antonioni, um dos grandes mestres do neorrealismo italiano, com quem voltou a trabalhar em "A dama sem camélias" (1953).

O ano de 1955 foi um marco, com seus papéis em "A morte de um ciclista", dirigido por Juan Antonio Bardem, e em "Assim é a aurora", de Luis Buñuel.

Nesse mesmo ano, casou-se com o toureiro espanhol Luis Miguel Dominguín, com quem teve três filhos: o cantor Miguel Bosé, a empresária Lucia Bosè e a atriz e estilista Paola Dominguín.

Durante seu casamento, a atriz parou sua carreira, mas a retomou em 1967, após seu divórcio.

Ela trabalhou com diretores espanhóis e também italianos, como Mauro Bolognini em "Metello" e Federico Fellini em "Satyricon" (1969).

O povo judeu faz parte da história do Brasil desde o seu descobrimento. Mas foi em Recife (PE), durante a ocupação holandesa no Nordeste do país, que se instalou a primeira comunidade judaica organizada. Nesta cidade foi erguida a primeira sinagoga das Américas, a Kahal Zur Israel, um marco da presença judaica no país.

É forte também a representação do povo judeu no cinema. Por isso, o LeiaJá mostra cinco produções para entender a cultura, os costumes e a fé do povo judeu, bem como os períodos que marcaram sua história. "A representação do Holocausto (1941-1945) no cinema é importante para eternizar a memória histórica deste terrível acontecimento e representar a memória das suas vítimas", comenta o cineasta Rubens Mello.

##RECOMENDA##

Segundo Mello, há uma luta do cinema israelense contra os estereótipos produzidos por Hollywood, já que os judeus tiveram grande influência na indústria cinematográfica. "Como o cinema era algo novo, os judeus foram atraídos pela perspectiva de negócios, tal qual outras indústrias que surgiam, como a de bebidas. Grandes estúdios que conhecemos hoje foram criações judaicas, como Universal, Paramount, Warner Bros, entre outros", conta.

Confira a lista de filmes:

1. "A Lista de Schindler" (1993)

O longa de Steven Spielberg conta a história de Oskar Schindler (Liam Neeson), um comerciante que se relacionava bem com o regime nazista, tanto que era membro do próprio Partido Nazista. No entanto, apesar dos seus defeitos, ele amava o ser humano e, por isso, fez o impossível, a ponto de perder sua fortuna para conseguir salvar mais de mil judeus dos campos de concentração.

 

2. "Desobediência" (2017)

O filme apresenta Ronit (Rachel Weisz), que precisa voltar para sua cidade natal após a morte do pai, um rabino, de quem há anos estava afastada. Ela causa confusão no pacato local ao reacender uma paixão proibida pela melhor amiga de infância, que, atualmente, está casada. Juntas, elas exploram os limites da fé e da sexualidade.

 

3. "Os Meninos que Enganavam os Nazistas" (2017)

O filme conta a história de dois irmãos judeus, Maurice e Joseph, no período da ocupação nazista na França. Os jovens embarcam em uma aventura para escapar dos nazistas. Em meio a invasão e a perseguição, eles se mostram espertos, corajosos e inteligentes durante a fuga.

 

4. "O Décimo Homem" (2015)

Ariel (Alan Sabbagh) é um empresário bem-sucedido que retorna a Once, o bairro judeu de sua infância, a pedido do pai, conhecido pelo trabalho de caridade que exerce no local. A partir desse ocorrido, ele entra em contato com suas raízes, que tanto lhe causavam desconforto.

 

5. "Êxodo: Deuses e Reis" (2014)

O filme é uma adaptação da história bíblica de Êxodo, segundo livro do Antigo Testamento. Moisés, nascido entre os hebreus no período em que o faraó ordenava que todos os primogênitos hebreus fossem afogados, é resgatado pela irmã do faraó e criado na família real. Quando se torna adulto, Moisés (Christian Bale) recebe ordens de Deus para ir ao Egito, na intenção de liberar os hebreus da opressão. No caminho, ele deve enfrentar a travessia do deserto e passar pelo Mar Vermelho.

Foi anunciado nesta sexta-feira (20) que o Festival de Cinema de Cannes 2020, que aconteceria entre os dias 12 e 23 de maio na França, foi adiado. Essa é a primeira vez que isso acontece na história e, em um comunicado oficial, a organização oficial do evento afirmou que está sendo estudada a proposta de realizar o festival apenas no final de junho e começo de julho, mas ainda não há uma nova data oficial.

"Várias possibilidades estão sendo estudadas para manter a cerimônia, entre elas um simples adiamento para entre o fim de junho e o começo de julho, diz o comunicado divulgado no site da organização. Assim que o desenvolvimento da situação sanitária francesa e internacional nos permitir avaliar a possibilidade real, daremos nossa decisão, de acordo com nossa consulta contínua ao governo francês e à prefeitura de Cannes, bem como com o evento do Festival", diz comunicado.

##RECOMENDA##

Em meio à pandemia do novo coronavírus, diversos eventos estão sendo cancelados ao redor do mundo.

O Festival de Cannes não será realizado na data prevista, de 12 a 23 de maio, devido à epidemia do novo coronavírus, mas poderá ser adiado, anunciaram os organizadores nesta quinta-feira.

"Várias possibilidades estão sendo estudadas para manter a cerimônia, entre elas um simples adiamento para entre o fim de junho e o começo de julho", diz o comunicado divulgado pela organização.

##RECOMENDA##

A equipe de filmagem de Missão Impossível 7 retomou as gravações em uma pequena cidade no interior da Inglaterra. A produção havia sido interrompida por causa da pandemia do Covid-19, o coronavírus.

O site Daily Mail Celebrity revelou fotos de Tom Cruise durante as filmagens, realizando acrobacias em uma moto. De acordo com o site, o local é uma pista usada anteriormente em um programa de automobilismo da BBC, o "Top Gear".

##RECOMENDA##

"Missão Impossível 7" deve estrear em julho de 2021, e a sua sequência, "Missão Impossível 8", já está planejada para agosto de 2022. Mas, tudo indica que, por causa da pandemia, a produção pode ser interrompida novamente.

Tom Cruise, Rebecca Ferguson e Simon Pegg já estão confirmados no elenco. As duas sequências serão dirigidas por Christopher McQuarrie.

Única plataforma pública de streaming do Brasil, a Spcine Play liberou, na última terça-feira (17), todo o conteúdo de produção audiovisual disponível em seu ambiente de distribuição digital. Em tempos de permanência nos lares para evitar a proliferação do coronavírus (Covid-19), o material ficará acessível a todos os usuários da rede durante 30 dias.

 Os cinéfilos que puderem ficar em casa terão a chance de aproveitar o tempo para curtir clássicos do cinema brasileiro, além de outras obras como séries, shows e performances. Na programação, destaque para o Especial Mês da Mulher, com produções de cineastas brasileiras, como Helena Ignez e Tatá Amaral, junto às raridades criadas pelos saudosos Hector Babenco (1946-2016) e José Mojica Marins (1936-2020), o eterno Zé do Caixão.

##RECOMENDA##

Para acessar o catálogo Spcine Play não é necessário assinar o conteúdo da plataforma.

Apesar de ter sua estreia cancelada em alguns lugares por causa da pandemia de coronavírus, “Sonic: O Filme” conseguiu arrecadar US$ 144 milhões em bilheteria segundo dados divulgados no site da Forbes, tornando-se o filme de maior sucesso baseado em um jogo eletrônico.

O longa conseguiu superar o recorde de “Detetive Pikachu” nos Estados Unidos, mas ainda não o superou em escala global. Acredita-se que um dos motivos seja o adiamento do filme por conta da pandemia.

##RECOMENDA##

A estreia de “Sonic: O Filme” estava prevista para 2019, mas o lançamento foi adiado devido às críticas do público quanto ao design do personagem principal. O personagem foi redesenhado e Sonic só estreou nas telas dos cinemas no dia 13 de fevereiro de 2020.

Na última quarta-feira, dia 11,Tom Hanks e sua esposa, Rita Wilson, foram diagnosticados com coronavírus. Na última segunda-feira, dia 16, a revista People divulgou que Tom e Rita deixaram o hospital de Queensland, na Austrália após cinco dias do diagnóstico da COVID-19 e que estão em quarentena em uma casa que alugaram no país.

No domingo, dia 15, Hanks publicou uma foto, que foi sua última atualização nas redes, em seu Instagram mostrando sua alimentação. Na legenda, o ator escreveu:

##RECOMENDA##

Obrigado aos Helpers - referindo-se a uma fala de seu personagem Roger, de Um Belo Dia Na Vizinhança. Vamos cuidar de nós mesmos e dos outros. Hanx

Mais uma gravação de Amber Heard e Johnny Depp, obtida pelo jornal britânico Daily Mail, coloca a atriz no papel de agressora. Liberado na terça-feira, dia 17, no áudio é possível ouvir Depp reclamando de ter sido atingido com uma porta de banheiro:

- Não sei nem o que eu disse, quer dizer, posso ter dito algo como: que m***a foi essa, ou alguma cois assim. Porque tinha acabado de ter sido atingido na cabeça com a p***a da quina de uma porta. Aí me levantei e você me socou a cara.

##RECOMENDA##

Heard diz então que não queria que a porta batesse na cara de Johnny, mas comenta sobre o soco:

- Apenas reagi e sinto muito.

Os dois, que anunciaram divórcio em 2016, estão lutando na justiça, já que Amber alegou ter sofrido agressões, e Johnny não só negou, como está a processando por calúnia e difamação.

O coronavírus tem feito estrago na economia dos países e a indústria de Hollywood já pode ser considerada uma das “vítimas” da pandemia, pois registrou o pior desempenho dos últimos vinte anos em arrecadação. Segundo o portal Variety, o valor arrecadado no último final de semana foi de US$ 55,3 milhões, sendo que apenas o longa “Dois Irmãos” (da Pixar) foi responsável por mais de US$10 milhões.

Por causa da pandemia de Covid-19, doença provocada pelo coronavírus, os Estados Unidos decretaram estado de emergência, o que acarretou, entre outras medidas, o fechamento dos cinemas, fazendo com que a arrecadação do último final de semana fosse apenas um pouco maior que a metade do valor obtido na semana anterior.

##RECOMENDA##

A última vez que a indústria norte-americana movimentou tão pouco nos cinemas foi em setembro de 2000, entre os dias 15 e 17. Os principais filmes em cartaz eram “O Observador” e “A isca”, que foram mal recebidos pela crítica. Estima-se que, nesse período, Hollywood registrou US$54,5 milhões de bilheteria.

 

Durante as filmagens do seriado “Batwoman”, a assistente de produção Amanda Smith, de 30 anos, sofreu um acidente e acabou paraplégica. A funcionária foi atingida por uma empilhadeira durante as gravações do seriado.

Tyler Mazzucco, amigo de Amanda Smith, revelou ao portal “Vancouver Sun”, que o barulho do trafégo impediu que a produtora ouvisse a aproximação do veículo.  Amanda sofreu lesões graves na coluna e teve que ser operada.

##RECOMENDA##

O amigo declarou ainda que, apesar de não conseguir sentir seu corpo da cintura para baixo, ela está de bom humor e a família tem esperança de que ela ainda possa recuperar os movimentos.

Não é a primeira vez que um acidente ocorre no set de filmagens do seriado. A atriz Ruby Rose, que interpreta a personagem principal, já havia sofrido uma lesão no pescoço ao gravar uma cena de ação. Após esse incidente, ela passou a ser substituída por dublês nas cenas mais perigosas.

A Cinemateca de São Paulo exibirá hoje (13) a obra de Zé Mojica Martins, morto em fevereiro deste ano, por meio de seu personagem mais conhecido: Zé do Caixão. A mostra também se torna relevante, pois, na virada do dia 13 para o dia 14 seria aniversário do artista.

Na programação do evento gratuito, que começará às 23h, está o clássico que inaugurou o terror no cinema brasileiro, o filme "À Meia-Noite Levarei Sua Alma" (1964), além de "Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver" (1966) e "Encarnação do Demônio" (2008). "Ele [Mojica] gostava de ser chamado de mestre, e seus amigos e colaboradores mais próximos não o interpretavam pretencioso. Acatavam o pedido do mestre com respeito e admiração", diz Anselmo Pires, ator e amigo íntimo da família do cineasta, com quem teve seu primeiro contato em 1993.

##RECOMENDA##

Pires conta que Mojica não tinha um viés ideológico em sua obra, porém, sempre comentava em estúdios as repressões sofridas na época da ditadura civil-militar (1964-1985). "Tenho certeza que se Zé Mojica estivesse vivo, ele estaria resistindo a esse avanço conversador do País e ao ataque à democracia. Ele com certeza estaria manifestando contra isso", conclui.

O cineasta Rubens Mello conta que a obra de Mojica tem relação direta com a contracultura, ao proporcionar ideias provocadoras, polêmicas e que questionam valores centrais vigentes e instituídos da cultura. "Mojica ousou em sua época e quebrou valores religiosos e sociais que foram mostrados na saga de seu personagem mais famoso, o Zé do Caixão, na busca pela mulher superior, para lhe dar o filho perfeito. Para isto, as regras de sociedade são por ele questionadas. Principalmente a questão da fé, que em sua visão servia apenas para oprimir os mais fracos", comenta Mello.

O cinema de resistência se fez presente já no primeiro filme de Mojica por meio de alegorias visuais e narrativas utilizadas para abordar temas como política e cotidiano. Ainda que não realizasse um cinema propriamente político, o mais famoso diretor de cinema de terror no Brasil foi subversivo. Era um niilista que quebrava os valores tradicionais, atribuindo a estética do grotesco como fundamental em sua criação. "Sou fascinado pelo horror graças a Mojica. A poesia criada pelas sombras, o surreal e o onírico, a possibilidade de deformar a realidade e a criação do bizarro, do choque, de expor temas, tabus e deformidades humanas, do sagrado e do profano, que nos proporcionam ferramentas para uma viagem insólita a partir do estranho, além do irreal ao assustador, que moldam o meu fazer artístico", complementa Mello.

 

Serviço

Maratona da Madrugada: Trilogia do Zé do Caixão

Quando: 13 de março, sexta-feria, a partir das 23h

Onde: Cinemateca Brasileira - Largo Sen. Raul Cardoso, 207, Vila Clementino, São Paulo

Entrada gratuita.

Os ingressos serão distribuídos na bilheteria uma hora antes de cada sessão.

Informações: (11) 3512-6111

A Netflix liberou, nesta sexta (13), a terceira temporada de Elite. A chegada da nova temporada da série animou o público que tratou de colocar o nome da atração entre os assuntos mais comentados do dia. A nova fase da série promete ser mais pesada com ainda mais crimes e conflitos. 

A nova temporada de Elite vai deve revelar a identidade do responsável por eliminar o assassino da trama. Todos são suspeitos, como sempre, e o mistério que ronda a descoberta do verdadeiro culpado deve permear toda a terceira fase da produção. 

##RECOMENDA##

Na internet, o público comemorou a chegada da nova temporada da série e se mostrou bastante ansioso pelo desenrolar dos novos fatos. "eu espero que nada de ruim aconteça com o Ander porque eu amo esse menino e chorei junto com ele"; "Não contem comigo pra nada nada nada, irei passar o dia maratonando "; "chegou o grande dia do evento, a terceira temporada de elite, vem que eu to prontíssima e ansiosa"; "Elite já está disponível com oito episódios. Estarei ocupada essa sexta feira descobrindo quem matou o Polo, obrigada a todos".

 

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando