Cultura

| Gastronomia

O comandante da Guarda Revolucionária advertiu neste sábado que qualquer país que atacar a República Islâmica do Irã verá seu território transformado no "principal campo de batalha" do conflito.

"Quem quiser que seu território se torne o principal campo de batalha, vá em frente", afirmou o general Hossein Salami durante entrevista coletiva em Teerã.

##RECOMENDA##

"Nunca permitiremos que uma guerra invada o território do Irã", completou.

As declarações do militar iraniano foram feitas um dia depois do anúncio por parte do governo dos Estados Unidos do envio de reforços militares ao Golfo, após os ataques contra instalações de petróleo da Arábia Saudita, reivindicados pelos rebeldes iemenitas huthis, mas atribuídos Teerã por Riad e Washington.

Os ataques reduziram à metade a produção de petróleo saudita e intensificaram o temor de um confronto militar entre Estados Unidos e Irã.

Na sexta-feira, o presidente Donald Trump anunciou novas sanções contra o setor bancário iraniano, sobretudo contra o Banco Central.

"Isto significa que não haverá mais dinheiro seguindo para a Guarda da Revolucionária para financiar o terrorismo", afirmou o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin.

"Acreditamos que não cometerão os mesmos erros estratégicos do passado", declarou Salami neste sábado, ao mencionar uma lista de incidentes entre Washington e Teerã.

Salami fez as declarações durante a inauguração de uma exposição no Museu da Defesa Sagrada e da Revolução Islâmica, na qual o Irã apresenta drones americanos e de outros países capturados em seu território.

Uma doceria do Recife decidiu entrar na onda dos rodízios com uma das sobremesas mais queridas do brasileiro, o brigadeiro. No próximo sábado (21), a Sniff Brigadeiros promove um rodízio, em sua unidade localizada no bairro dos Aflitos. Serão mais de 30 sabores que poderão ser degustados à vontade. 

Dentre os sabores que estarão disponíveis no rodízio estão, ovomaltine, delícia de abacaxi, amêndoas, brownie com ninho, morango, paçoca, limão, maracujá e o tradicional, entre outros. Os clientes poderão comer à vontade pelo valor de R$ 24,90; crianças até 12 anos pagam R$ 19,90. O rodízio começa às 14h e vai até às 17h. 

##RECOMENDA##

Serviço

Sniff Brigadeiros

Sábado (21) - 14h às 17h

Av. Santos Dumont, 458 - Aflitos



 

A praia de itapuama, no Cabo de Santo Agostinho, recebe, neste sábado (14) e domingo (15), o Festival Gastronômico do Coco. Participando do evento estão os chefs pernambucanos César Santos, Cláudio Manoel, Nina Burkhardt, Rafael Andrade, Daniel Bastos e Adriana Arregui.

No evento, os chefs ministrarão oficinas gratuitas utilizando o coco e frutos do mar. O Festival também oferece uma arena gastronômica, onde restaurantes locais vendem iguarias variadas. Além disso, também haverá uma competição entre os restaurantes, em que o prato escolhido por voto popular acompanhará o Chef César Santos para a 27º edição do Agrinordeste. O evento será realizado entre os dias 24 e 26 de setembro, no Centro de Convenções, em Olinda.

##RECOMENDA##

Confira as Oficinas Culinárias oferecidas no evento: 

Sábado (14)

15h – Palestra com Chef César Santos “Frutas da terra, frutos do mar”

Tema da receita: Coqueiros de Pernambuco

16h15 – Chef Nina Burkhardt

Receita: Pão de Coco frito com recheios diversos

17h15 – Chef Cláudio Manoel

Receita: Caldinho em três texturas

Domingo (15)

15h – Chef Daniel Bastos

Receita: Cebiche de frutas do litoral e coco

16h – Chef Rafael Andrade

Receita: Gelatina Brûllée de leite de coco com sorbet de manga e granite de água de coco 

17h – Chef Adriana Arregui

Receita: Mousse de tapioca com cocada quente

A cachaça, celebrada nesta sexta-feira (13), não é apenas uma bebida apreciada nos balcões ou mesas de botequins, ela é também um dos símbolos do Brasil no exterior. Por isso, no Dia da Cachaça, o LeiaJá traz algumas receitas em que a aguardente de cana também é utilizada e fazem toda a diferença no prato.

A professora de gastronomia da Univeritas/UNG Solange Botura explica que a cozinha não exige a utilização de cachaças caras, por isso, torna-se acessível ao público. "Gosto muito de usar as cachaças mais baratas, principalmente para as receitas marinadas, pois são muito boas para este fim", declara. Ela ainda destaca a variedade de pratos em que a bebida pode ser peça importante. "Uso muito para fazer marinadas para carnes, aves e para flambar carnes e frutas", complementa.

##RECOMENDA##

Já o chef do Templo - Bar de Fé, Fausto Renato Lopes Denti, aproveita para valorizar um produto original do Brasil e, diferente da escola francesa que dá preferência ao conhaque, elabora suas receitas com o líquido bem brasileiro. "A partir de alguns menus, venho utilizando mais da cachaça que é um produto nacional. Além do que também tem toda a parte de gosto que é diferente", esclarece.

Além do paladar, Denti destaca o aroma da bebida no preparo de pratos como um fator determinante para distinguir características do preparo do alimento. "As cachaças amadeiradas ou aromáticas dão o sabor mais diferenciado dentro da preparação trazendo aquele aroma mais específico e mais suave", realça.

Responsável por modernizar as opções de pratos do Templo - Bar de Fé, que está deixando a tradicional comida de boteco para um cardápio contemporâneo, Denti diverte-se ao falar de um dos lançamentos que fará parte do novo menu. "Nada mais brasileiro do que a nossa calabresa curada e flambada na cachaça servida com a cerveja estupidamente gelada", adianta. A Calabresa Xangô deve ser lançada junto com outras novidades em outubro deste ano.

Dados do Ministério da Agricultura informam que, até dezembro de 2018, 800 municípios de todo o Brasil são produtores de cachaça. O produto movimenta cerca de US$ 14 milhões por ano com as exportações.

Confira as receitas que os especialistas compartilharam para comemorar o Dia da Cachaça.

 

Frutas Flambadas na Cachaça, por Solange Botura 

Escolha seis unidades bananas nanicas, um abacaxi cortado em cubos ou 500g de morango

80 a 100 ml de cachaça (a gosto)

 

Para a calda:

1 xícara de açúcar

½ xícara de água

30g de manteiga

Sorvete a gosto

 

Preparo:

Derreta o açúcar até o ponto de caramelo e adicione metade da manteiga para a calda não endurecer. Coloque em uma frigideira o restante da manteiga e salteie a fruta. Em seguida, adicione a cachaça e faça o processo de flambagem. Depois que o fogo apagar e o álcool evaporar, adicione a calda de caramelo. Deixe no fogo por um minuto. Monte em taças ou pratos de sobremesa e sirva com a uma bola de sorvete por cima.

 

Carne ao Molho, por Fausto Renato Lopes Denti

300 gramas de filé mignon em tiras

50 gramas de cebola em cubinhos

150 gramas de palmito

30 ml cachaça

150 ml creme de leite

100ml de molho escuro

50 ml de suco de tomate

Salsinha picada a gosto

 

Preparo:

Aqueça uma frigideira com fio de azeite e frite rapidamente a cebola. Adicione a carne e frite rapidamente. Flambe com a cachaça, adicione o suco de tomate, depois o molho escuro e o creme de leite. Ferva por 1 minuto e inclua o palmito em rodelas. Ajuste sal e pimenta. Sirva com salsinha picada.

por Alex Dinarte e Daiane Crema

A praia de Itapuama, no Cabo de Santo Agostinho, recebe neste sábado (14) e domingo (15), o primeiro Festival Gastronômico do Coco. Além da participação de restaurantes locais, chefs renomados, como César Santos, Rafael Andrade e Adriana Arregui, entre outros, marcam presença no evento. 

O evento, aberto ao público, tem o objetivo de visibilizar a gastronomia local do Cabo de Santo Agostinho. Uma arena gastronômica vai reunir restaurantes locais que oferecerão ao público iguarias avaliadas. Além disso, renomados chefs pernambucanos participam do festival promovendo palestras, oficinas e demonstrações de receitas com coco e frutos do mar. 

##RECOMENDA##

O artesanato local também terá vez no evento através de exposições e comercialização feitas por artistas locais. Esculturas de tronco de coqueiro, flores com fibra de coco e acessórios feitos com a palha do coqueiro estarão disponíveis mostrando todo o potencial deste elemento da natureza. 

Programação

Sábado (14/09)

15h – Palestra com Chef César Santos “Frutas da terra, frutos do mar”

Tema da receita: Coqueiros de Pernambuco

16h15 – Chef Nina Burkhardt

Receita: Pão de Coco frito com recheios diversos

17h15 – Chef Cláudio Manoel

Receita: Caldinho em três texturas

Domingo (15/09)

15h –  Chef Daniel Bastos

Receita: Cebiche de frutas do litoral e coco

16h – Chef Rafael Andrade

Receita: Gelatina Brûllée de leite de coco com sorbet de manga e granite de água de coco.

17h –  Chef Adriana Arregui

Receita: Mousse de tapioca com cocada quente

 

Imagina poder dividir com mais três pessoas um doce que é seis vezes o tamanho da receita comum. Isso é possível na Bakery Itiriki, uma das padarias mais visitadas do bairro da Liberdade, na capital paulista, e que inova seu cardápio com a opção de doces gigantes. Com diferentes produtos de confeitaria e panificação, a padaria desperta a curiosidade dos clientes ao representar a culinária da República de Taiwan.

##RECOMENDA##

O folhado de Red Velvet é um dos destaques do cardápio da padaria e confeitaria | Foto: Divulgação

De acordo com a proprietária, a taiwanesa Memi Guo, 68 anos, as receitas dos doces grandes do estabelecimento foram inspiradas nos sabores dos produtos de menor tamanho que os clientes provavam e queriam repetir. "Nossos produtos são menos doces e com menos gordura, fizemos uma coisa pequena e o pessoal achou tão gostoso e queria repetir aí decidimos fazer os doces maiores", declara. Além do tamanho e do sabor, Memi diverte-se com o interesse da imprensa em divulgar a padaria. "Nunca vi tanto sucesso. A audiência subiu demais depois das reportagens", brinca a empresária, que já foi pauta de veículos como Veja e Record TV.

Chou de La Creme é o doce mais vendido da Bakery Itiriki | Foto: Divulgação

Mas os doces grandes não são os únicos responsáveis pelo sucesso da Bakery Itiriki. Segundo Dona Memi, além dos clientes terem o direito de servirem-se, os preços merecem notoriedade, pois são o oposto do tamanho dos produtos. "Agora que o pessoal está descobrindo e dizendo 'nossa, que coisa barata para se comer em duas ou três pessoas'. Então faz quatro anos que não aumentamos o preço de nada", ressalta.

Ainda de acordo com a proprietária, todos os produtos têm boa saída, mas sempre há o mais pedido. "O mais vendido é o Chou a La Creme, que custa R$ 17,90. Mas tem o Massa Folhada, o Coração de Brigadeiro do tamanho de um coração grande, são 12 tipos de doces", afirma.

Para quem quiser saborear as delícias gigantes da Bakery Itikiri, o estabelecimento funciona todos os dias, das 8h às 19h, na Rua dos Estudantes, 24, no bairro da Liberdade. Mais informações: www.bakeryitiriki.com.

A hamburgueria Mr Hoppy Beer & Burguer está promovendo uma ação em homenagem à parada da Diversidade que acontece neste domingo (15), na Zona Sul do Recife. A casa vai servir chope rosa como forma de chamar atenção ao respeito e à tolerância. 

Localizada no bairro de Boa Viagem, também na Zona Sul, a casa repete a ação iniciada em 2018. Com o objetivo de propagar o respeito e a tolerância à diversidade, eles servem o chope na categoria pilsen e na cor rosa ao valor de R$ 5. A bebida ficará disponível no sábado (14) e no domingo (15). 

##RECOMENDA##

Serviço

Mr Hoppy Beer & Burguer

Sábado (14) e domingo (15) - a partir das 17h

Rua Maria Carolina, 331 - Boa Viagem

 

A 19ª edição do Recife Restaurant Week já tem tema definido e data para começar. Abrindo a programação no dia 25 de outubro, o festival trabalha o tema Os Sabores de Pernambuco, nesta edição, reunindo alguns dos restaurantes mais bem avaliados da capital pernambucana que oferecerão menus completos a preços fixos. O festival acontece até o dia 17 de novembro.

Nesta edição, o Recife Restaurant Week procura a valorização da produção de alimentos das diferentes regiões de Pernambuco. Além da cozinha regional, o festival passa pelas releituras de técnicas internacionais fazendo uso de insumos locais, como cachaça, café, cerveja, vinho, raízes e frutas. 

##RECOMENDA##

Como de costume, os restaurantes participantes devem criar um menu especial para o festival com entrada, prato principal e sobremesa. Os valores fixos visam tornar os pratos mais acessíveis para que o público possa aproveitar a culinária de renomados chefs e restaurantes. para quem desejar experimentar uma gastronomia ainda mais sofisticada, o festival oferece a opção do Menu Plus. 

 

O cachorro-quente é, com certeza, um dos sanduíches mais famosos do mundo. Existem várias histórias sobre a criação do prato, porém, acredita-se que foi criado em 9 de setembro de 1884, na cidade de Nova York (EUA). Por lá, a receita tradicional contém apenas pão sovado, salsicha e mostarda.

Já no Brasil, quase tudo é válido na hora de montar o lanche, desde purê de batatas até ovo de codorna, vinagrete, bacon e até frango desfiado. Tudo depende do gosto e do apetite. "Um cliente já pediu para colocar chocolate granulado no cachorro-quente dele. Achei diferente, mas cada um tem um gosto", lembra a atendente Luciene Souza, 48 anos, que trabalha no quiosque de hot dog da Univeritas/UNG, no centro de Guarulhos, Grande São Paulo.

##RECOMENDA##

A atendente Luciene Souza serve cachorro-quente na universidade | Foto: Daiane Crema

O LeiaJá separou cinco opções diferentes de cachorro-quente.

O primeiro é o cachorro-quente no palito. A salsicha fica envolvida com uma massa frita a base de farinha, ovos, leite e sal. Muito parecido com um bolinho de salsicha.

Foto: Shutterstock

Já o escondidinho de cachorro-quente é ideal para quem não faz muita questão do pão como acompanhamento e prefere mais purê de batatas. É uma boa opção para aniversários infantis.

Foto: Shutterstock

Entre as ideias de aperitivo, está também a opção de cachorro-quente no pão de forma, que acompanha queijo, catchup e azeite.

Foto: Shutterstock

Para os amantes de cachorro-quente com batata frita, essa é uma opção de une os dois sabores em um só lanche. Além de uma massa a base de farinha de trigo, fubá, ovos e leite, a receita leva pedacinhos de batata envolta da salsicha.

Foto: Shutterstock

Um dos mais famosos também em padarias, fast foods e até em restaurantes são os enroladinhos de salsicha. A receita lembra a ideia do simples, igual o hot dog americano e o da receita da marca Mr. Pretzels.

Foto: Divulgação / Mr. Pretzels

[@#galeria#@]

A Secretaria de Desenvolvimento, Agropecuária e Pesca e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia do governo do Pará, em parceria com a UNAMA – Universidade da Amazônia, realizaram na última sexta-feira (6) a capacitação de doceiras através da oficina de chocolate oferecida pelo curso de Gastronomia da universidade. O objetivo foi melhorar o conhecimento e material de trabalho das bombonzeiras que participarão do VI Festival Internacional do Chocolate e Cacau, de 19 a 22 de setembro, no Hangar Centro de Convenções, em Belém.

##RECOMENDA##

Luciana Centeno, professora do curso de Gastronomia da UNAMA, destacou que a parceria da universidade com o governo do Estado está em sua segunda fase. Na primeira fase, as participantes aprenderam a manusear embalagens de qualidade para seus produtos. “O objetivo da capacitação é que essas bombonzeiras aprendam como produzir o chocolate da Amazônia, que é mais saudável. Infelizmente a gente vê que é grande o número de profissionais que ainda trabalham com gordura hidrogenada, que é ruim para saúde e para o sabor do produto”, disse.

Para Luciana, a capacitação das bombonzeiras vai ajudar a multiplicar o conhecimento. “A partir desta qualificação, a presença delas no festival de chocolate desse ano vai ser tornar mais profissional, melhorando assim a qualidade do chocolate produzido aqui no Estado. Isso também vai fazer com que muitas outras bombonzeiras se inspirem nelas e comecem a trabalhar com o chocolate da Amazônia”, completou Luciana.

Doris Matos, participante da oficina, declarou que o chocolate da Amazônia é um material pouco conhecido pela maioria das profissionais. “Eu comecei a trabalhar com chocolate em uma época em que tudo era mais difícil. Agradeço a UNAMA e a professora Luciana por estar nos oferecendo essa oportunidade de a gente melhorar tanto as nossas habilidades quanto a matéria-prima do nosso trabalho”, falou Doris.

Ana Claudecir, participante da capacitação, relatou que o conhecimento adquirido melhora bastante a valorização do seu trabalho. “A capacitação abriu a minha mente. Faz 15 anos que eu trabalho com chocolate e aprender o processo de criação - e os benefícios que ele traz para a saúde - me fez entender que, além de vender, eu quero vender um chocolate de qualidade para meu clientes. Devido ao conhecimento que adquiri aqui hoje eu pretendo trabalhar apenas com o chocolate da Amazônia que é o verdadeiro chocolate”, finalizou.

Por Bruna Braz.

 

A McDonald's quer celebrar a 'intimidade' da marca com os seus consumidores. Por isso, criou uma nova ação inspirada nas mais diferentes formas com as quais os clientes chamam a rede de lanchonetes. 

As primeiras lojas a testarem a novidade foram as da avenida Paulista, em São Paulo, e Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Os estabelecimentos trocaram o nome do restaurante para 'Méqui', fazendo referência a uma das maneiras pelas quais os consumidores as chamam. 

##RECOMENDA##

A reação do público foi bastante positiva e a ação vai se expandir entre outras unidades espalhadas pelo Brasil bem como pelos canais oficiais da rede na internet. Além disso, os clientes também poderão opinar e, através das redes sociais dizer qual maneira prefere chamar o McDonald's. 

[@#video#@]

Conhecida como a capital nacional da linguiça artesanal, a cidade de Bragança Paulista será palco para a nona edição do Festival de Linguiça de Bragança Paulista. Nos dois primeiros finais de semana de setembro (6, 7 e 8; 13, 14 e 15), o município receberá o evento com aulas de chefs, arena de paintball, programação especial para a terceira idade e música ao vivo. O festival acontece no Posto de Monta, das 10h às 22h, com entrada gratuita. 

Com uma expectativa de receber 70 mil pessoas, o Festival de Linguiça de Bragança Paulista promete uma programação bastante diversificada. O público vai encontrar linguiças dos mais variados tipos, inseridas em lanches e pratos típicos, além de linguiças gourmet e a de kibe com queijo. Chefs de cozinha também vão promover aulas show de linguiça artesanal. 

##RECOMENDA##

Além disso, o festival conta com uma programação artística com shows e outras atrações como torneios, motocross, paintball e até voo de balão. As crianças terão um espaço reservado para elas, com brinquedos infláveis e pula-pula. Os idosos também encontrarão uma programação diversificada voltada para eles. 

Serviço

9° Festival da Linguiça de Bragança Paulista

6, 7 e 8 de setembro - 10 às 22h

13, 14 e 15 de setembro - 10h às 22h

Parque de Exposições Dr. Fernando Costa, conhecido como Posto de MOnta de Bragança Paulista - SP

Gratuito

Parece que Bruna Marquezine está enfrentando uma má fase em sua carreira! De acordo com o programa A Tarde é Sua, a atriz está na geladeira do alto mercado publicitário. Ela não está mais entre os 100 artistas procurados para campanhas publicitárias, que pagam cerca de 400 mil reais.

Dois empresários disseram ao colunista do programa, Alessandro Lo-Bianco, que ela sofre com a baixa em decorrência da falta de gestação em sua carreira. Grazi Massafera, Marina Ruy Barbosa, Cauã Reymond, Bruno Gagliasso, Otáviano Costa e o casal Lázaro Ramos e Taís Araújo entre os nomes mais procurados do mercado.

##RECOMENDA##

- Bruna está sem gestação de carreira, não tem ninguém dando a devida atenção para o que é bom e o que é ruim para ela. O mercado está com repulsa dela nos últimos sete dias por conta do filme Vou Nadar Até Você, atrelado a denúncia de assédio do diretor Klaus Mittledorf. Além das fotos de fez com Mario Testino, que também tem seu nome envolvido em uma denúncia de assédio e está falido no exterior, explicou o colunista.

 

Recentemente, Bruna terminou o relacionamento com sua empresária, Ju Mattoni, e está sendo apenas assessorada pelo escritório Mattoni. Por enquanto, a mãe da atriz segue como empresária da atriz.

Mas parece que a beldade não está tão preocupada assim! No Instagram, ela apareceu curtindo o dia com as amigas. Depois de publicar foto no salão de beleza, exibindo os cabelos longos feitos através de um aplique, a atriz surgiu no perfil da amiga Priscilla Alcântara, que revelou que elas estavam ajudando a amiga Raphaela Gonçalves a escolher o vestido de noiva. Bruna e Priscilla são as madrinhas do casório.

A Praça do Carmo recebe, a partir desta sexta (30), pela segunda vez, o Festival de Cerveja Artesanal de Olinda. Nesta edição, mais de 20 marcas participam do evento que, além da comercialização das bebidas, contará com feirinha de artesanato, área kids e praça de alimentação. O festival acontece até o domingo (1º), com entrada gratuita. 

Promovido pela Secretaria de Patrimônio, Cultura, Turismo e Desenvolvimento Econômico de Olinda, em parceria com a Associação Pernambucana de Cervejas Artesanais, o festival tem o objetivo de promover a produção local de cerveja bem como a de outros estados. A cultura local também tem espaço no evento com apresentações de música através de grupos de rock, samba, coco, frevo, MPB e maracatu, entre outros. 

##RECOMENDA##

Nesta sexta (30), a segunda edição do festival começa às 16h com as bandas Coco de Seu Mané, Leide do Banjo e Seu Lunga. No sábado (31), haverá cortejo com orquestras de frevo, show da banda LaTrinca e cover de Reginaldo Rossi com a banda Tributo. Encerrando o evento, no domingo (1º), a programação começa às 14h com apresentação de maracatus, banda Café Preto e Junior Chumbago e família.  

Serviço

2º Festival de Cerveja Artesanal de Olinda

Sexta (30) e sábado (31) - 16h

Domingo (1º) - 14h

Praça do Carmo (Olinda)

Gratuito

As mestras cozinheiras do Quilombo Mundo Novo serão as protagonistas da edição de agosto do projeto Xepa Cult - Mostra de Gastronomia de Tradição pelo Consumo Consciente. Pâmela Antunes e Cenivalda de Carvalho, compartilham neste sábado (31), às 14h, no espaço Pequeno Latifúndio, no bairro do Espinheiro, os saberes e sabores preservados pela comunidade local. No cardápio: Galinha de Capoeira com Xerém e Pirão de Tilápia.

Neste mês de agosto de 2019, a comunidade do antigo Sítio Mundo Novo, localizada no município de Buíque, região do Agreste Meridional de Pernambuco, está comemorando 5 anos de sua certificação como Comunidade Remanescente de Quilombo, pela Fundação Palmares, órgão do antigo Ministério da Cultura.

##RECOMENDA##

Serviço

Xepa Cult Ano II - Edição Agosto

Sábado (31) | 14h

Espaço Pequeno Latifúndio (Rua Gomes Pacheco, 426 – Espinheiro)

Acesso gratuito

*Com informações da assessoria

O famoso chef confeiteiro italiano Iginio Massari criou uma sobremesa especial para aumentar a conscientização sobre a proteção ambiental no mundo e apoiar a Amazônia, em meio às recentes queimadas registradas na floresta brasileira.

"Na convicção de que cada um de nós, no âmbito restrito de nossa competência profissional e sensibilidade humana, deve contribuir para a preservação do planeta, favorecendo os cuidados necessários, para que não esqueçamos o que somos e onde crescemos, eu quis expressar-me", escreveu Debora Massari, filha do italiano, na conta oficial de seu pai no Instagram.

##RECOMENDA##

Segundo a herdeira do confeiteiro, o doce é feito de mousse de pistache e chocolate, pão de ló, casadinho de baunilha e merengue de chocolate, calda de laranja e chocolate.

Apesar dos ingredientes provocarem uma explosão de sabores e a iguaria ser desejada pelos amantes da confeitaria italiana, a sobremesa "não está à venda".

"É a expressão pessoal do medo, das questões da realidade que se sublimam na criação questionável: sobretudo, e somente, é um convite ao empenho e a tomada de consciência mais generalizada", finalizou.

A iniciativa foi recebida positivamente pelos seguidores de Massari, que ressaltaram a importância de preservar o planeta e a Amazônia.

[@#video#@]

Da Ansa

No próximo sábado (24), todas as lojas da rede McDonald's vão receber uma programação especial para celebrar o McDia Feliz. A campanha, que já está na 31ª edição, reverte as vendas do sanduíche Big Mac em doação para instituições beneficentes. Em Pernambuco, atrações como Banda Torpedo, Michelle Melo e Sedutora fazem parte da ação. 

Em 2019, as instituições pernambucanas escolhidas para receberem as doações são  o Grupo de Ajuda à Criança Carente com Câncer (GAC-PE) e o Núcleo de Apoio à Criança Carente com Câncer (NACC). Elas serão beneficiadas com a renda obtida da venda durante todo um dia nas lanchonetes McDonald's. Para completar a ação, o dia será repleto de atrações musicais e atividades.

##RECOMENDA##

No Recife, a programação principal acontece no restaurante localizado ao lado do Clube Português. A partir das 12h, o público poderá conferir apresentações com Ilana Ventura, Grupo recrearte, Nena Queiroga, Michele Melo, natan do Arrocha, Ozz Cuecas, Amigas do Brega, Rosa Maia, Condinho, Banda Sedutora e Walace Sales, entre outros. Nas demais unidades, haverá atividades de lazer e apresentações de música e dança durante todo o dia. 

Serviço

31° McDia Feliz

Sábado (24) - 12h

McDonald's do Clube Português e demais unidades

[@#galeria#@]

Foi realizada na sexta-feira (16) a primeira etapa do Festival de Gastronomia Luso-brasileiro "Arte de Cosinha", parceria entre a Universidade da Amazônia – UNAMA, o Hotel Princesa Louçã e o Grêmio Literário e Recreativo Português. Quatro equipes, formadas por professores e alunos do curso de Gastronomia da UNAMA, apresentaram ao júri uma sopa bisque de camarão, como prato de entrada, e lombo de vaca à livrenaize, prato principal

##RECOMENDA##

O objetivo foi recriar receitas do livro "Arte de Cosinha", assim, com a grafia da época, de João da Matta, achado e editado pelo Grêmio Literário Português em Belém. O grupo de jurados foi composto por representantes do Hotel Princesa Louçã, personalidades da comunidade luso-brasileira, além da reitora da UNAMA, Betânia Fidalgo.

Para Joel Monteiro, gerente geral do Hotel Princesa Louçã, o evento tem importância que vai além do quesito gastronômico. “Os pratos estavam maravilhosos, e o evento ajudará o Grêmio Literário Português”, contou.

O festival também destacou a importância do curso de Gastronomia para a sociedade belenense. “Estamos muito felizes. A Gastronomia da UNAMA vem mostrando o seu valor, prestigiando a cultura luso-brasileira da nossa cidade. Temos como objetivo cada vez mais colocar a Gastronomia como um curso de grande êxito, que a UNAMA vem desenvolvendo há mais de cinco anos”, ressaltou a reitora da universidade, Betânia Fidalgo.

Maria Fernanda Pinheiro, vice-cônsul de Portugal, marcou presença na degustação e falou sobre a importância da relação das instituições portuguesas com a universidade. “É uma ideia genial. O povo português e o belenense já estão muito próximos, e a comida reforça sempre uma boa amizade”, relatou.

A iniciativa ajudará na preservação da biblioteca do Grêmio Literário Português e de toda uma cultura portuguesa que formou a biblioteca. “A comunidade lusa é grande em Belém e tem tudo a ver com as raízes da nossa terra, gastronomia, festa, tudo combina com a cultura portuguesa”, assinalou Ethel Valentina Soares, restauradora e preservadora do patrimônio histórico documental e bibliográfico do Grêmio. “Esse evento reaviva a nossa tradição lusitana e, além disso, ele vai interagir com toda a comunidade belenense, que é muito importante para nós, para sabermos o que está sendo produzido e colocado para a nossa cidade”, explicou Clóvis Carneiro, empresário e administrador do Hotel Princesa Louçã.

Para Luiz Otavio Rei Monteiro, presidente do Conselho da Comunidade Luso-brasileira, o melhor foi o presunto cru frito no fogão, apresentado no prato principal. “A sopa foi maravilhosa, e a torrada da terceira professora foi magnífica, que fez a diferença tanto no prato principal quanto na sopa. E o presunto do último prato parecia que era uma folha só para ornamentar e veio dar um sabor especial. Para mim foi o grande destaque”, relatou.

A professora Giselle Arouck, uma das participantes do evento, elogiou a organização do concurso. “Foi um orgulho e uma emoção participar desse concurso. Esse tipo de competição tira a gente da zona de conforto de forma positiva, obriga o professor a se colocar em um desafio. Foi uma aventura”, disse.

A equipe vencedora dessa etapa passará para a próxima fase, um jantar magno que será realizado no Hotel Princesa Louçã, no dia 28 de agosto, a partir das 18 horas. O cozinheiro chef poderá levar 10 alunos para formar sua equipe. A última fase será realizada no dia 14 de setembro, às 19 horas, também no hotel, desta vez na beira da piscina. O vencedor do concurso ganhará uma passagem de ida e volta para Lisboa, em Portugal. E entre os 10 alunos da equipe vencedora será sorteado um final de semana no Hotel, com acompanhante.

Por Lucas Neves.

 

[@#galeria#@]

A terceira edição do Circuito Gastronômico - Mercado Criativo foi realizada no dia 11 de agosto, no Mercado de Carne Francisco Bolonha, no Ver-o-Peso, em Belém. Durante o evento as boieiras participaram de um concurso que elegeu o melhor prato, por voto popular.

##RECOMENDA##

A coordenadora do evento, Cláudia Sadala, destacou que o Circuito é importante tanto para os trabalhadores do mercado quanto para os frequentadores. “Essa é uma forma de envolver a todos, movimentar a economia e divulgar a nossa cultura. As boieiras do mercado Bolonha foram capacitadas no curso de Gastronomia da UNAMA - Universidade da Amazônia durante dez dias e criaram um prato especialmente para o evento”, disse. Houve também uma votação para eleger o melhor prato criativo do festival e o vencedor foi o "Filhote na manteiga ao molho de gengibre".

Bruno Moraes, coordenador do curso de Gastronomia da UNAMA, assinalou a importãncia da capacitação das boieiras pela instituição. "As boieiras são a nossa alma. A gente lembra que Belém é a cidade criativa da gastronomia", observou. Segundo Bruno, as boieiras carregam o "sentimento de pertencimento e reconhecimento da gastronomia da cidade".

Elaine Keuffer, aluna do curso de Gastronomia, relatou que a experiência e contato com o mercado local foram muito importantes em sua capacitação. "O evento é uma forma de envolver pessoas e a comunidade com a culinária local. No treinamento pude aprender novas combinações de sabores, conhecer novos temperos e na preparação do prato coloquei em prática tudo que aprendi", contou Elaine.

Cláudia Follman, estudante de Gastronomia, disse que a participação no evento trouxe mais experiência para sua formação. "Não tem prova ou estágio melhor que a prática, do que você presenciar e viver esse momento, essa fase desde o preparo até o término do prato", finalizou Cláudia.

Por Bruna Braz.

 

Uma equipe de pesquisadores do Reino Unido desenvolveu a primeira vodca produzida a partir de insumos oriundos da zona de exclusão que ainda vigora ao redor da antiga usina nuclear de Chernobyl. Chamada de Atomika, a bebida é o primeiro produto feito para consumo proveniente da área abandonada desde o pior acidente nuclear da história, em 1986.

A fabricação da vodca se deu a partir do cultivo de cereais em uma fazenda na zona de exclusão, na Ucrânia. Os pesquisadores trabalham na área desde a década de 1990 estudando como a terra se recuperou desde o acidente nuclear.

##RECOMENDA##

Para a produção da Atomika foram destilados o centeio levemente contaminado e água encontrada no aquífero de Chernobyl. Pesquisadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, analisaram os ingredientes à procura de radioatividade neles mas nada foi encontrado.

Até agora, foi produzida somente uma garrafa da bebida. O objetivo da equipe do professor Jim Smith é provar que a terra do lugar pode ser reaproveitada além de gerar renda com a venda das próximas 500 garrafas a serem produzidas para as famílias que ainda vivem na região que sofrem com uma condição econômica precária.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando