Cultura

| Gastronomia

A Heineken anunciou na última quarta-feira (1º) o lançamento da sua cerveja sem álcool no Brasil,  a “Heineken 0.0”. A bebida tinha previsão de ser lançada no primeiro trimestre de 2020, mas atrasou devido a pandemia no novo coronavírus.

A cerveja terá sua produção na fábrica de Ponta Grossa, no Paraná e será comercializada a partir da segunda quinzena de julho, em São Paulo, com embalagens long neck (330 mililitros) e lata (350 ml). De acordo com o gerente da empresa Guilherme Retz, a cervejaria pretende comercializar o produto em todo o país até o final deste ano.

##RECOMENDA##

De acordo com o Valor Econômico, a Heineken investiu R$ 985 milhões em 2019 para dobrar sua capacidade de produção das cervejas puro malte, no país, incluindo a nova linha.

"Minha esposa me vende por 24 horas", brinca Mauro Colagreco. Passar um dia com o chef argentino no "melhor restaurante do mundo" é uma das experiências gastronômicas a ser leiloada pela lista "50 Best" em benefício de estabelecimentos em apuros devido à crise do coronavírus.

O influente ranking britânico cancelou este ano a premiação dos melhores restaurantes do planeta devido à pandemia de Covid-19, que atingiu o setor com força, e decidiu lançar uma campanha de arrecadação de fundos.

##RECOMENDA##

No total, mais de 130 lotes serão vendidos entre os dias 3 e 12 de julho, disse à AFP Hélène Pietrini, diretora da World 50 Best.

Vários grandes chefs responderam ao apelo, como Colagreco, que além de passar um dia em sua companhia e jantar em seu "Mirazur" em Menton, na Riviera Francesa, oferece plantar uma árvore em seu pomar, com o nome da pessoa em questão.

"Seus filhos poderão admirá-lo", afirma o argentino que, após o confinamento, propõe cardápios de acordo com as fases da lua em seu restaurante, que lidera a "50 Best".

Também na França, o famoso chef Alain Ducasse leiloará um ágape em seu restaurante parisiense Plaza Athenée, com três estrelas Michelin.

Na Espanha é oferecido um lote para jantar em três dos melhores restaurantes bascos: o "Asador Etxebarri", o "Azurmendi" e o "Nerua", no Museu Guggenheim em Bilbau.

"El Celler de Can Roca", de Gerona (leste), que já foi o número um do mundo na lista "50 Best", também faz parte de um lote que inclui uma experiência gastronômica no "Tickets" de Barcelona e ingressos para assistir a uma partida de futebol do F.C Barcelona.

Na América Latina, os destaques incluem um pacote de 5 dias para viajar para Lima e Cusco e provar os preparativos dos chefs Virgilio Martínez e Pía León, além de um "tour" gastronômico de três dias em São Paulo com uma refeição na "A casa do Porco" como ponto principal.

O preço inicial dos lotes a serem leiloados varia entre menos de mil dólares a várias dezenas de milhares de dólares para "experiências de vários dias, com voos incluídos".

Os fundos arrecadados serão distribuídos entre os restaurantes que solicitarem. Será dada prioridade a estabelecimentos eco-responsáveis em países cujos governos não aprovaram ajuda específica para esse setor, que foi severamente afetado pela pandemia e seu subsequente confinamento, o que forçou o fechamento por vários meses.

Maior rede de fast food do País, com 1.026 restaurantes que recebiam, em média, 2 milhões de clientes ao dia, o McDonald's se prepara para a reabertura ao público com metade das mesas vetadas aos clientes para garantir o distanciamento social e cardápio com 30% menos opções em relação ao oferecido antes da pandemia da covid-19.

A reabertura dos salões, fechados há exatos 100 dias, está prevista, em princípio, para 6 julho, data anunciada pelo governo de São Paulo para restaurantes e bares reabrirem as portas, ainda com restrições. A rede, contudo, afirma que seguirá as determinações da Prefeitura.

##RECOMENDA##

A cadeia de fast food retomará atividades em situação menos vulnerável do que outros estabelecimentos que, na quarentena, ficaram sem caixa. As vendas pelos sistemas drive-thru e delivery cresceram 50% e 150%, respectivamente, e deram ao grupo fôlego para enfrentar o período de fechamento.

"Sofremos do mesmo jeito que todos, tivemos dificuldade em pagar as contas, tivemos de renegociar com fornecedores, mas, com o drive-thru, o delivery e algumas lojas atendendo com venda para viagem conseguimos equilibrar as contas e em maio já estávamos estabilizados", diz Paulo Camargo, presidente da Arcos Dorados, franquia independente do McDonald’s e dona de 60% dos restaurantes no País. Os demais são de franqueados da empresa.

O grupo conseguiu manter a mão de obra aderindo à MP 936, que permite a suspensão de contratos e redução de jornada e salário. Dos 50 mil funcionários da rede, mais de 30 mil são contratados da Arcos. A manutenção do quadro vai depender da retomada dos negócios. A maioria teve jornada e salários reduzidos em 50%. O executivo também teve seu salário cortado à metade por seis meses.

No primeiro bimestre deste ano a rede registrou crescimento de 7,9% nas vendas ante igual período do ano passado. Aí veio a pandemia e os negócios despencaram 32,5% em março.

Com isso, o primeiro trimestre registrou queda de vendas de 6% em relação ao mesmo período de 2019. O Ebtida (lucro antes de impostos) recuou 31,6%. Globalmente, o McDonald’s teve queda de 17% no lucro líquido e de 6% na receita.

Em pesquisa feita pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), 62% dos empresários disseram que estão com dificuldades para repor estoques para a reabertura. Só no Estado de São Paulo 20% do setor - cerca de 50 mil estabelecimentos - encerram atividades.

Menos opções. Na quarentena O McDonald's enxugou o cardápio em 30% e essa medida será mantida no retorno. Entre os itens indisponíveis estão Egg Cheese Bacon, Big Tasty Chicken Bacon e alguns sabores de bebidas. "A tradição de todo mês de lançar um produto, seja uma sobremesa, um sanduíche, um acompanhamento agora não faz muito sentido", diz Camargo. "É muito provável que o enxugamento vá até o último trimestre. Se até lá as coisas começarem a voltar ao normal a gente reativa esses produtos."

O McDonald’s vai seguir no Brasil protocolos adotados em outros países. As mesas só poderão ser ocupadas de forma intercaladas. Vai ter demarcação nos pisos para distância nas filas, barreiras acrílicas entre funcionário e cliente, maquininhas de pagamento serão higienizadas após cada uso, funcionários usarão máscaras e protetores faciais. Parte dessas medidas já são adotadas nos serviços de drive-thru e vendas para viagem.

O grupo também testa dispositivo em que a pessoa possa usar os pés para abrir as portas. Mesas e cadeiras serão higienizadas após a saída de cada cliente e o intervalo de limpeza do salão, antes a cada meia hora, ocorrerá a cada 15 minutos.

"No nosso planejamento, no último trimestre as coisas já devem estar melhor, embora num patamar ainda baixo, mas voltando a se normalizar", prevê Camargo. Ele acha que haverá mudanças no consumidor, muitos continuarão fazendo compras online, mas ele não acredita que o brasileiro vá mudar totalmente seus costumes.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

[@#galeria#@]

Com a pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas se arriscaram na cozinha preparando novas receitas. Por isso, a UNAMA - Universidade da Amazônia e a faculdade UNINASSAU Belém estão promovendo concursos digitais e um deles é o de culinária regional. O concurso vai selecionar os melhores pratos enviados pelo público.

##RECOMENDA##

Segundo o coordenador do curso de Gastronomia da UNAMA, Bruno Morais, a ideia  surgiu por causa das novas propostas gastronômicas que circulam nas redes sociais. “As pessoas passaram a cozinhar mais em casa, ter um contato maior com os alimentos e isso foi importante para que despertasse na gente a vontade de aproximar essas pessoas da Universidade”, explicou.

O concurso culinário vai apontar 20 chefs vencedores. O prêmio será uma vaga em curso de extensão da UNAMA.

Os candidatos devem fotografar e publicar seus pratos em seu próprio instagram e marcar o instagram do curso de gastronomia da UNAMA. “Para participar é bem simples. Entre os dias 15 de junho e 15 de julho poste uma foto no seu feed do instagram, marque @gastronomiaunamaoficial e aguarde o resultado para que você seja contemplado em uma dessas vagas do nosso curso de extensão”, informou Bruno.

“A ideia é chamarmos uma banca avaliadora para contemplar os melhores e desses melhores vão ganhar o curso de imersão da cozinha regional dentro da universidade”, explicou.

Os critérios que serão considerados são regionalidade e técnicas de preparo. Todo o regulamento e etapas do concurso estão disponíveis no perfil do instagram @gastronomiaunamaoficial.

 

Mesmo com a previsão de que o inverno 2020 será de temperaturas mais altas que o esperado para o período, o LeiaJá separou receitas que vão aquecer aqueles dias mais frios, manter os nutrientes necessários ao corpo nesta época do ano e que ainda são a cara das festas juninas. "Nas estações frias, é comum optarmos por comidas mais calóricas. Porém, uma boa pedida para a época são as sopas e caldos, que além de super nutritivos, são menos calóricos conforme a preparação e possibilitam combinações com verduras, legumes e proteínas", diz a nutricionista Lourenne Mesquita.

A nutricionista compartilhou uma receita de bolinho recheado que pode ser executada de forma rápida. Confira:  

##RECOMENDA##

Bolinho fit

1 xícara de abóbora cabotiá cozida e fria

1 xícara de farelo de aveia

Sal

Para o recheio:

50g de carne seca desfiada

2 colheres de sopa de requeijão light

Modo de fazer: Em um recipiente misture com as mãos a abóbora com aveia e sal. Reserve no freezer por 30 minutos (isso ajuda para moldar a massa).

Recheio: Misture a carne seca com o requeijão. 

Faça os bolinhos e leve ao forno pré aquecido 200°C por 30 minutos ou no Airfryer 180°C por 15 minutos. 

 

Já a coordenadora do curso de Gastronomia da Universidade de Guarulhos (UNG), Deborah Siti, separou receitinhas que, além de combinarem com o inverno, podem estar na festa junina feita em casa.

 

Curau de leite de coco com paçoca 

6 ovos ligeiramente batidas 

6 xícaras (café) de milho verde fresco ou congelado 

2 xícaras (chá) de leite 

1 xícara (chá) de leite de coco 

1/3 xícara (chá) de açúcar manteiga para untar 

Use paçoca esfarelada para finalizar

Modo de Preparo: no liquidificador, bata o milho com o leite. Passe por uma peneira sobre uma tigela. Junte os ovos, o leite de coco e o açúcar. Misture bem com um fouet (item de cozinha aquedado para a preparação). Distribua em 12 forminhas untadas com manteiga. Leve ao forno, em banho-maria, por 40 minutos ou até que o curau crie uma consistência firme, mas cremoso. Retire do forno. Espere esfriar e desenforme ou sirva no próprio recipiente. Finalize com paçoca.

 

Bolo de fubá com goiaba 

4 ovos - gemas e claras separadas 

2 xícaras (chá) de fubá 

2 xícaras (chá) de leite 

2 xícaras (chá) de açúcar refinado 

1/3 de xícara (chá) de óleo vegetal 

50g de manteiga 

1 colher (chá) de sal 

1 colher (sopa) de fermento em pó 

1 e ½ xícara (chá) de cubinhos de 1 cm de goiabada 

manteiga para untar fubá para polvilhar 

Modo de Preparo: aqueça o fubá, o leite, o açúcar, o óleo, a manteiga e o sal numa panela média e, sempre mexendo, deixe no fogo por uns 10 minutos, até a massa ferver e engrossar e o fundo da panela aparecer. Deixe amornar por uns 15 minutos. Aqueça o forno a 200°C. Unte com manteiga e polvilhe com fubá uma fôrma para pudim ou uma assadeira grande. Bata as claras em neve até conseguir picos firmes. Junte as gemas, o fermento e os cubinhos de goiabada à massa e, em seguida, com uma espátula e muita delicadeza, incorpore às claras. Despeje a massa na fôrma e asse o bolo por 40 minutos, até que esteja crescido, bem dourado e firme. Deixe esfriar e desenforme sobre um prato raso.

 

Bolo de milho cremoso 

4 ovos 

1 lata de milho verde 

1 lata de óleo (medida da lata de milho) 

1 lata de açúcar refinado (medida da lata de milho) 

1 lata de fubá (medida da lata de milho) 

2 colheres (sopa) de farinha de trigo 

2 colheres (sopa) de coco ralado 

1 e 1/2 colher (chá) de fermento em pó 

Modo de Preparo: em um liquidificador, adicione o milho verde, o óleo, o açúcar, o fubá, os ovos e a farinha de trigo, depois bata até obter uma consistência cremosa. Acrescente o coco ralado e o fermento, misture novamente. Despeje a massa em uma assadeira untada e leve para assar, em um forno médio a 180 °C, pré-aquecido por 40 minutos. 

Dicas: Quando falamos de um bolo cremoso, alguns detalhes vão sair diferentes de um bolo de milho simples: a massa, por exemplo, vai bem líquida para o forno mesmo - diferente da maioria sempre cremosa. O ponto do bolo também difere: em um bolo de milho cremoso ou em um bolo de milho de liquidificador, não vale aquela regra de espetar um palito para ver se ele sair sujo porque a massa não vai secar completamente. Se atente, então, para o tempo de forno e o aspecto dourado por cima.

 

Bolinho de milho recheado com frango 

2 ovos 

1 xícara (chá) de água 

1 xícara (chá) de fubá 

1/4 xícara (chá) de farinha de trigo 

1/4 xícara (chá) de amido de milho 

1/2 xícara (chá) de manteiga 

1 colher (chá) de sal 

Modo de Preparo: em uma panela, ferva a água, a manteiga e o sal. Acrescente o fubá, o amido e a farinha. Mexa até que a massa se solte do fundo da panela. Transfira para uma tigela, adicione os ovos e misture. Retire uma porção da massa e forme um disco de 5 cm de diâmetro. Recheie com o frango e faça uma bolinha. Repita a operação até acabar a massa. Frite no óleo quente apenas para dourar. Escorra sobre papel-toalha.

 

Durante a quarentena os hábitos alimentares da população mudaram seja em relação ao tipo, frequência ou volume dos alimentos. Pesquisa realizada pela Kantar, empresa de levantamento de dados, revela que no Nordeste o cuscuz ampliou seu papel principal nas mesas dos nordestinos, sendo a refeição mais consumido nos últimos meses.

O nutricionista e coordenador do curso de Nutrição, da UNINASSAU Petrolina, Rafael Pinheiro, conta que o alimento tem antioxidantes que contribuem para o sistema imunológico: "O nosso cuscuz é fonte de zinco, magnésio, vitaminas do complexo B e, ainda, contém selênio, que junto com os antioxidantes naturais auxilia na luta contra a proliferação de radicais livres e outras toxinas no sangue".

##RECOMENDA##

O cuscuz é para todos, para quem deseja emagrecer como para quem quer ganhar massa muscular. "A diferença é a quantidade. Para emagrecer o baixo teor calórico, de sódio, de colesterol e gordura saturada auxiliam na perda de peso. Já para ganhar massa muscular o selênio ajuda nesse processo junto com a ingestão de grandes quantidades do grão, muitas vezes, associadas a outros alimentos como manteiga, margarina e outros", explica Rafael. A pesquisa também mostra que a tapioca conquistou o segundo lugar na preferência nordestina.

"A tapioca se consumida em quantidade moderada, sem adição de recheios gordurosos e doces, ajuda a emagrecer, pois diminui o apetite. Lembrando que ela tem um alto teor glicêmico, tendo o consumo reduzido por diabéticos e pessoas com excesso de peso", acrescenta o coordenador.

O estudo ainda informa que no estado de São Paulo pratos com massa são os mais consumidos na quarentena, enquanto no estado do Rio de Janeiro e na região Sul do país os sanduíches lideram, seguidos por macarrão instantâneo e carne moída. Porém, o alimento que lidera com aumento de 34% em todo país é o sanduíche, preferência brasileira nos dias de isolamento.

*Da assessoria

O São João de Caruaru é um dos mais tradicionais e frequentados de todo o circuito de festas juninas realizado anualmente no Nordeste. E uma das atrações mais aguardadas é o Festival de Comidas Gigantes – pratos típicos como pé de moleque, cuscuz e bolo de rolo que são reproduzidos em grandes versões, fazendo a alegria de quem não abre mão do sabor característico dos arraiais.

Neste ano, com as festividades suspensas por conta da pandemia da Covid-19, Primor, marca parceira da festa desde 2015, doará todos os ingredientes já reservados para a preparação dos pratos para instituições da região de Caruaru, beneficiando cerca de mil pessoas. 

##RECOMENDA##

Para João Galoppi, gerente de Comunicação, Marca e Inteligência de Mercado da Bunge, a iniciativa representa uma forma de ressignificar a tradição nordestina em tempos de isolamento social. "Sabemos o quanto é importante celebrar a cultura local, e nos solidarizamos com todos que estão sendo, de alguma forma, impactados pela crise gerada pela pandemia do coronavírus", ressalta.

"Transformar em doação os pratos que seriam feitos no Festival de Comidas Gigantes para quem, mais do que nunca, precisa de ajuda, é também o nosso compromisso e jeito de estar próximo do povo nordestino para manter as tradições vivas", completa Galoppi.

 As doações serão realizadas nos dia 14 de junho, com entrega de 100kg do cuscuz produzido por Augusto Eventos, no dia 19 de junho, com a entrega de 200kg do bolo de rolo da Dona Alda, e no dia 29 de junho, quando serão entregues 400kg do famoso pé de moleque da Dona Maria. São várias as instituições beneficiadas, entre elas estão Desafio Jovem, Lar da Criança Nossa Senhora do Carmo, Hospital Upa Vassoural e Casa Vicentinos.

*Da assessoria

A Associação de Pizzaiolos Napolitanos afirmou que o reconhecimento da "Arte dos Pizzaiolos Napolitanos" como Patrimônio Imaterial da Humanidade da Unesco pode estar em risco devido ao uso do forno elétrico na produção do alimento.

O alerta surgiu após uma polêmica envolvendo o uso do equipamento pela Associação Verace Pizza Napolitana (AVPN), que defende a prática.

##RECOMENDA##

"A arte da pizzaria napolitana também reside no uso do forno a lenha para cozinhar pizza. Nossa tradição não pode se dobrar às escolhas econômicas", afirmou Sergio Miccù, presidente da Associação de Pizzaiolos Napolitanos.

Segundo ele, "com o uso do forno elétrico o próprio reconhecimento da Unesco está em risco, assim como a marca Stg, especialidade tradicional garantida".

"Não desistiremos do que diferencia nossa arte da de qualquer pizzaiolo que não seja da cultura e contexto napolitano", acrescentou Miccù, ressaltando que "o forno elétrico certamente pode ser usado para cozinhar pizza, onde não há possibilidade de usar o forno a lenha".

Para o italiano, chamar "a pizza cozida no forno elétrico de verdadeira pizza napolitana é algo que subverte a disciplina e reconhecimento da Unesco, onde está expressamente previsto".

Por fim, Miccù lembrou de todos os "grandes empreendedores que gastam muito dinheiro por mês apenas para escolher o local onde podem instalar o forno a lenha, além dos que produzem tomate, farinha adequada para cozinhar no forno a lenha".

"A Associação de Pizzaiolos Napolitanos sempre lutará pela proteção da pizza napolitana de acordo com a tradição, ensinando e transmitindo a arte dos pizzaiolos napolitanos com sua própria escola de treinamento", finalizou.

O presidente da AVPN, Antonio Pace, por sua vez, afirmou que, com a possibilidade de usar o forno elétrico, o reconhecimento da Unesco pelo prato típico fabricado em Nápoles não está em risco.

"Durante a campanha de reconhecimento, foram feitas pizzas na sede da Unesco em Paris, em Nápoles e em muitas outras cidades do mundo, usando o forno elétrico, mesmo com a câmara fechada. Existem características positivas do forno elétrico que são indicadas por muitos como o futuro possível da pizza napolitana", explicou.

Pace ainda afirmou que "dizer sim ao uso de fornos elétricos para cozinhar pizza não significa distorcer nossa especificação de produto, mas simplesmente oferecer aos operadores mais uma chance em um contexto que também deve levar em conta aspectos ambientais".

A "Arte dos Pizzaiolos Napolitanos" foi escolhida como Parimônio Imaterial da Humanidade pelo Comitê da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura em 2017. O reconhecimento ocorreu porque, de acordo com a Unesco, a artes dos napolitanos "é uma prática culinária que consiste em quatro diferentes fases, desde a preparação da massa até o cozimento em forno". 

Da Ansa

A rede de fast food McDonald’s acrescentou um de seus pratos ao serviço de delivery. Agora, os clientes poderão receber em casa as casquinhas de sorvete da marca. No Casquinha em Casa, será possível ainda montar e customizar a sobremesa e recebê-la na própria residência. 

A novidade, lançada para pedidos no Drive-Thru e Delivery, conta com o tradicional mix de baunilha do McDonald’s e cinco unidades da casquinha original, além de complementos como calda, biju e Ovomaltine. Para oferecer os principais itens que o público encontra nos restaurantes e quiosques, o ‘Méqui’ criou três opções da sobremesa. 

##RECOMENDA##

Casquinha em Casa

Com a casquinha original. Opção com mix de baunilha para rechear cinco unidades e cinco casquinhas. Valor a partir de R$12.90. 

Casquinha em Casa Biju

Esta opção conta com mix de baunilha, cinco casquinhas, calda e biju. Valor a partir de 15,90. 

Casquinha em casa Ovomaltine

Esta opção traz mix de baunilha, cinco casquinhas, calda e Ovomaltine. Valor a partir de 17,90.

 

 

O coronavírus ainda está impossibilitando as pessoas de saírem de casa. As medidas de segurança, que visam a diminuição do contágio da doença, continuam valendo por prazo indeterminado e alertando muita gente sobre a importância de permanecer em isolamento social. Com isso, os planos de celebrar alguma data específica tiveram que ser adiados, mas não significa que mereçam ser colocados de lado. 

No Recife, por exemplo, restaurantes estão se desdobrando para atender as necessidades dos clientes. Os estabelecimentos arregaçaram as mangas e resolveram criar promoções especiais para o Dia dos Namorados. Menus caprichados para um jantar a dois, regados pela sofisticação e explosão de sabores, foram pensados para que a data seja comemorada no conforto do lar dos apaixonados.

##RECOMENDA##

Confira os locais que estão disponibilizando serviços delivery para a noite de 12 de junho:

Nikko

Localizado em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, o Nikko está oferecendo dois combos. Na primeira oferta, os clientes podem desfrutar um Ceviche Misto como entrada, Combinado Especial com 50 peças de sushi no prato principal (5 sashimi de salmão, 5 sashimi de atum, 3 niguiri de salmão, 3 niguiri de atum, 3 niguiri de camarão, 4 sushi de salmão, 5 ebinikkomaki, 6 ebtiten especial, 6 uramaki e 6 hot roll) e um roll de chocolate com banana e calda de chocolate em uma massa crocante na sobremesa.

Já na segunda opção, o restaurante japonês disponibiliza na entrada um sunomono de salmão, 50 peças de sushi (10 sashimi de salmão, 6 niguiri de salmão, 6 sashimi de salmão, 8 philadelfia roll, 8 jo jo, 6 uramaki e 6 hot roll) e também a mesma sobremesa do combo anterior. Cada combo sai por R$ 230. O pedido ainda conta com uma garrafa de vinho branco ou tinto.

Serviço: Av. Conselheiro Aguiar, 1712 - Boa Viagem / Contato: (81) 3325-3030

The Black Angus

Conhecido por cortes nobres, o restaurante The Black Angus preparou um cardápio robusto para os casais. Entrada para dois: Queijos, frios, frutos e flores; Lasanha de carne de sol, abóbora ao molho branco e gratinado de queijo coalho; Carpaccio tradicional com rúcula, parmesão e pétalas de flores ou Duo de camarão e lulas crocantes ao molho bisque e parmentier de ervas.

Dois pratos principais: Tornedor de filé mignon envolto em Parma, molho demi-glace com mostarda dijon e purê de batatas e alho negro; Camarão em crosta de ervas na manteiga, risoto de queijo brie e damasco; Pescada amarela ao molho de vinho branco, ratatuille e cuscuz marroquino com crisp de Parma ou Paleta de cordeiro confitada ao molho de carne e vinho tinto, com batatas rústicas e arroz maluco.

Duas sobremesas: Terrine de chocolate com crocante de castanhas ou Compota de frutas vermelhas ao creme de confeiteiro e farofa de biscoito e leite. O menu completo sai por R$ 290. Para quem quiser harmonizar o jantar, um vinho branco ou tinto vai 'casar bem'. O preço sai por R$ 340, aos que optarem pela bebida como acompanhamento no pedido.

Serviço: R. França Pereira, 146 - Boa Viagem / Tel: (81) 3031-2097 | WhatsApp: (81) 99901-5848

KISŪ Cuisine

Situado no RioMar Shopping, o KISŪ Cuisine está aceitando pedidos do cardápio do Dia dos Namorados até o dia 10 (quarta-feira). Batizado Menu Degustação, o restaurante preparou o seguinte: Sicilian Aburi Salmon, Tuna Tataki e Tiradito de peixe da região; seguido de Combinado de Sushis especiais (12 unidades); Tataki de filet Mignon, molho Yakiniku trufado com purê de mandioquinha e Salmão Teriyaki.

Para a sobremesa, um Mini Cheesecake fecha o menu. O valor do pedido sai por R$ 280, e R$ 360 para quem deseja incluir no jantar um Chandon Brut ou Domaine Bousquet Brut Rosé. 

Serviço: Avenida República do Líbano, 251 - Pina / Contato: (81) 3033-6363 | WhatsApp: (81) 99733-6170

Terraço do Maricota

O Terraço do Maricota promete muita comida caseira para esse Dia dos Namorados. O restaurante elaborou diversas opções: Roastbeef de alcatra, Trouxinha de massa folhada ou Peixe crocante na entrada, Peixe em crosta de panko, Filé bovino ao molho de vinho, Camarão crocante ou Filé suíno ao molho de vinho no prato principal e Brownie ou Potinho de morango com chantilly na sobremesa.

As encomendas devem ser feitas até o dia 10 (quarta-feira). Os preços são enviados via mensagem direta para quem quiser tirar as dúvidas no Instagram do estabelecimento. Mais informações pelo telefone (81) 99846-9403.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, empresas tiveram que se reinventar para atender as necessidades dos seus clientes. Sendo assim, a cervejaria DeBron está com uma novidade para celebrar o Dia dos Namorados. Em parceria com com a Dona Lulu e Mary Blue Eventos, a fábrica de cerveja artesanal preparou um kit especial, romântico e saboroso para os casais apaixonados.

As pessoas podem escolher a Cesta DeBron Lager, que custa R$ 65, contendo uma cerveja de 275ml, oito brigadeiros gourmet e quatro amendoins variados, a Cesta Especial DeBron, de R$ 80, com duas DeBron Craft 275ml ou DeBron Lager, quatro amendoins variados, chips de macaxeira e de banana e oito brigadeiros gourmet ou a Cesta de Amor DeBron, no valor de R$ 90.

##RECOMENDA##

Esse kit vem com duas DeBron Craft 275ml ou DeBron Lager, taças, quatro amendoins variados, chips de macaxeira e banana e oito brigadeiros gourmet. Para quem deseja soliticar combos, a fábrica oferece o DeBron NutIpa, que possui uma cesta com seis brigadeiros e uma cerveja de 275ml por apenas R$ 55. Já o kit Debron Imperial Stout, cesta com doze brigadeiros, vem com uma Imperial de 500ml e custa R$ 70. As encomendas estão disponíveis no site da DeBron através de agendamento.

Devido pandemia do coronavírus, o chef Henrique Fogaça precisou fechar um de seus restaurantes em um shopping no Rio de Janeiro, com prejuízo de mais de R$500 mil. Fogaça participou de um bate-papo no canal do Datena e contou um pouco das dificuldades que tem enfrentado nessa quarentena. 

O chef ainda possui mais dois restaurantes em São Paulo, mas revelou que precisou demitir 200 funcionários dos três estabelecimentos. Segundo ele, o prejuízo já é de mais de R$ 500 mil. 

##RECOMENDA##

"Só nesses quatro meses, estamos com meio milhão de prejuízo. É complicado. O shopping é tipo um sócio seu, participa com 8% de faturamento do grupo, tem que pagar ajuda de fundo, etc. Shopping explora e suga tudo”, comentou Fogaça. 

De acordo com o chef, a decisão precisou ser tomada pelos gastos com o restaurante que estava instalado no Shopping Village Mall, na Barra da Tijuca. “Um  mês você segura; dois meses você vai pro buraco”, disse ele. 

Para Fogaça, a expectativa é na reabertura dos serviços nos próximos 15 dias. “Vão ter mesas com distanciamento. Tenho 100 lugares, vou abrigar 50 pessoas. Será uma nova forma de trabalho”, comentou o chef.

Devido à pandemia do novo coronavírus, a Mooo Sandwich Bar está impossibilitada de abrir as portas, mas não esqueceu dos seus clientes. Localizada em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, a casa preparou para o Dia dos Namorados uma novidade de dar água na boca, que é um caixote batizado 'Mooo in Love'. 

Ideal para aproveitar o romantismo na noite de 12 de junho, o box contém opções recheadas de sabor, prometendo animar os casais. Hambúrguer, chips, sobremesa, refrigerante ou cerveja integram a promoção. Os pedidos podem ser realizados por meio do telefone (WhatsApp) 99475-0204, enquanto os produtos durarem no estoque. 

##RECOMENDA##

Opção 1 - R$ 69,90

1 burger a sua escolha

chips de batata doce

1 opção de sobremesa à escolha: brownie com ganache de chocolate ou creme de queijo com geléia de frutas vermelhas

1 coca-cola ks

Decoração com flor

Opção 2 - R$ 79,90

1 burger a sua escolha

chips de batata doce

2 opções de sobremesa à escolha: brownie com ganache de chocolate ou creme de queijo com geléia de frutas vermelhas

1 cerveja Ekaut 500ml

Decoração com flor

Nos últimos dias, a pandemia do novo coronavírus pegou muita gente de surpresa. Pessoas em todo o mundo tiveram que mudar os seus planos, principalmente para quem desejava celebrar alguma data comemorativa. Aqui no Recife, a Padaria Jaqueira teve uma ideia para os casais aproveitarem com leveza o Dia dos Namorados.

Preparado pela chef Débora Wagner, um brunch com produtos frescos e selecionados prometem sucesso entre os apaixonados. Com itens do estabelecimento, entre queijos e doces, além de uma garrafa de espumante, uma tábua de 50cm oferece uma explosão de sabores. 

##RECOMENDA##

Custando R$ 199, a Grazing Table contém pães especiais, mini croissant, bolo de amêndoas e limão siciliano, queijo parmesão, queijo gouda, queijo brie, presunto de Parma e salame italiano, mini bolo de rolo, chocolates 70% cacau, geleia se frutas vermelhas, molho pesto, damascos recheados, tâmaras, uvas e morangos. As escomendas estão disponíveis pelo telefone (WhatsApp) 99503-5959.

Durante o período de isolamento por causa do coronavírus (Covid-19), o convívio entre as famílias aumentou, e cozinhar se tornou um passatempo entre pais e filhos. É o caso do cozinheiro Francisco Siqueira, 56 anos, que começou a notar que sua filha, Isabella Siqueira, 2 anos, estava preferindo a cozinha no lugar dos brinquedos. "Ela queria ficar comigo na cozinha observando o que eu estava fazendo. Um dia, ela pegou a cadeirinha e insistiu para que eu a deixasse ajudar", conta. "Procuro explicar como é prazeroso cozinhar e também os cuidados que devemos ter. Ontem por exemplo, fizemos pizza".

##RECOMENDA##

Francisco Siqueira e a filha, Isabella Siqueira, fizeram pizza em casa | Foto: Arquivo Pessoal

Durante a pandemia, a jornalista Carolina Feital, 36 anos, também encontrou um momento de lazer na cozinha de sua casa com o filho Cauã Feital, 5 anos. "Quando em uma sexta à tarde a gente vai parar tudo para fazer um brigadeiro? Estamos tendo oportunidade de nos conectar mais e criar memórias afetivas", comenta.

Além do brigadeiro, Carolina e o filho já fizeram omelete colorido e bolos. A jornalista explica que cozinhar faz parte da rotina de escola de Feital, que usa desses momentos para ensinar as crianças conceitos básicos de matemática. "Eles estimulam a ida da criança para cozinha até para treinar quantidades, por exemplo dois ovos, uma lata de leite condensado, três cenouras", conta.

A jornalista Carolina Feital e o filho, Cauã Feital| Foto: Arquivo Pessoal

Esse tipo de rotina pode fortalecer o vínculo entre pais e filhos, melhorando a comunicação que, no futuro, pode favorecer em conversas mais íntimas, além de contribuir para independência da criança. "Também pode melhorar o desenvolvimento de habilidades e raciocínios aplicado a gestão da cozinha e solução de problemas", explica o psicólogo Vitor Melo.

O psicólogo destaca que levar os filhos homens à cozinha pode quebrar o estereótipo de que cozinhar é uma atividade da mulher. Além disso, as crianças podem aprender sobre organização, desenvolvimento, valores culturais da família e tradições. "Há o aprendizado da valorização da comida a respeito da diversidade dos alimentos e o processo do cultivo, entrar em contato com o que de fato está comendo, como esse alimento chegou até a casa e como foi preparado", diz.

Para a coordenadora e professora do curso de Gastronomia da Universidade Guarulhos (UNG), Déborah Sisti, cozinhar pode ser um momento de lazer para muitos adultos, pois a pratica se torna um momento de aproximação e uma oportunidade para ensinar as crianças que os alimentos possuem grande importância na saúde do ser humano. "Um simples bolo de cenoura, muito conhecido, agrega valor nutricional. Bolo de abobrinha? Sim, e os pequenos sequer saberão que este legume faz parte desta delícia", afirma.

Outro ponto que a cozinha pode ensinar as crianças, são as questões de reaproveitamento, limpeza, nutrição e respeito ao alimento. "Em nosso país não temos a cultura de levar as crianças a cozinha. Medo? Talvez. Mas sabemos que os pequenos tem um poder incrível quando se ensina o certo, tornam-se adultos conscientes", informa Déborah.

A coordenadora ensina a receita do "pão de minuto" para que os pais possa praticar ao lado dos filhos. Será necessário os seguintes ingredientes: 160 g de farinha de trigo; 80 g de fubá mimoso; 300 ml de leite integral; 50 g de açúcar; um ovo; 80 g de manteiga derretida; 3 g de sal; e 10 g de fermento químico em pó.

Para prepará-lo, misture os ingredientes secos e reserve. Misture em outro recipiente o restante dos ingredientes. Depois una as duas misturas até que se tornem homogêneas, e por último, leve para assar em forma untada (pode ser forma de bolo inglês, de furo central, ou assadeira retangular) e enfarinhada (poderá ser em forminhas individuais) em forno a 180º C por 10 minutos, depois abaixe a temperatura para 160ºC e asse por mais 15 minutos.

Déborah destaca algumas variações, como parte do leite que pode ser substituída por leite de coco. Uma banana amassada pode ser agregada a massa, mas deve ser polvilhada com açúcar cristal na massa antes de levá-la ao forno para ter uma crosta crocante.

De sopa de peixe às pernas de rã picantes: os vídeos de uma menina de oito anos de pijama e chapéu de chef são a novidade do momento entre os internautas birmaneses, ainda confinados pela pandemia do novo coronavírus.

Tudo começou no final de abril, quando a mãe de Moe Myint May Thu postou um primeiro vídeo on-line de sua filha preparando um prato de camarão.

##RECOMENDA##

Rapidamente, o vídeo circulou nas redes sociais e a garota ganhou o apelido de "pequena chef".

"Adoro cozinhar", diz ela à AFP.

"Gostamos de cozinhar juntas durante o confinamento", explica a menina, junto com a mãe, Honey Cho, na cozinha de sua casa em Rangun.

Em seu vídeo mais famoso, com mais de 200.000 visualizações, essa "chef" incomum veste uma camiseta com um unicórnio e explica como preparar o prato nacional birmanês, Mohingya, uma sopa à base de macarrão de arroz e peixe-gato.

Moe Myint May Thu já tem sua própria conta no Facebook, que acumulou mais de 8.000 seguidores em apenas quatro dias.

"Ela é tão encantadora que não consigo me concentrar em mais nada. Assisto aos seus vídeos sem parar", comenta um internauta.

Após esse sucesso, a "pequena chef" começou a oferecer pratos sob encomenda, em torno de 7 euros (US$ 7,7), que ela mesma entrega no fim do dia.

Até agora, Mianmar registrou 228 casos de infecção por COVID-19 e seis mortes.

Em Rangun, a atividade econômica vai-se normalizando aos poucos, embora o lema continue sendo "fique em casa", exceto por razões essenciais.

Por conta do isolamento social causado pelo coronavírus (Covid-19), eventos, casamentos e festas foram suspensos, o que obrigou os serviços de bufê a se reinventarem e adotarem novas estratégias para lidar com a crise.

O bufê Trevo Mirrasol, de Itaquera (SP), adotou o sistema delivery e trouxe novos pratos para o cardápio, como hambúrgueres artesanais e comida japonesa. "Todos os nossos pratos tem bastante procura, porém, os mais pedidos são combos de hambúrguer, que tem uma média de preço de R$ 25 e inclui lanche, batata frita e refrigerante", diz o chef Fernando Amancio, 37 anos.

##RECOMENDA##

Hambúrguer artesanal do cardápio do bufê Trevo Mirrasol | Foto: Divulgação

A confeitaria Sonhos de Açúcar, do Rio de Janeiro, é especializada em bolos para casamento, mas por conta da nova realidade, decidiu apostar em uma estratégia chamada "só um bolinho". Trata-se de um kit para comemorações de familiares que moram na mesma residência. "Nossos principais produtos são mini bolos em embalagem especial para presente de R$ 60, e o Kit Festejar, que vem com um bolo, 20 brigadeiros e dez doces à escolha por R$ 165", conta a confeiteira artesanal Fabiana Santos, 33 anos.

A confeiteira artesanal Fabiana Santos, da Sonhos de Açúcar | Foto: Divulgação

Já a empresa de delivery Thai Fit, do Rio de Janeiro, que sempre trabalhou com refeições congeladas, passou também a oferecer kits para datas comemorativas e para o café da manhã. "Lançamos uma linha de bolos de pote fit, porque muitos clientes pediram por doces. Houve um aumento na procura considerável, e a linha tem sido um sucesso", afirma a CEO Thaiz Barde.

Entre os kits disponíveis da Thai Fit estão o Bolo Fit Foundue, de R$ 70, que acompanha um bolo, doces e frutas; os Kits Jantar Saudável de frango (R$ 180), carne (R$ 190) e camarão (R$ 195). Mas de acordo com a Thaiz, o kit de maior procura é o Combo Baratíssimo, onde a pessoa pode escolher 20 "marmifits" por R$199,00.

O happy hour no fim do dia, com a presença de amigos, vai levar um bom tempo para ser comemorado. A pandemia do novo coronavírus está impossibilitando pessoas de se confraternizarem em bares e restaurantes, adiando encontros que sempre aconteciam como uma certa rotina. Em isolamento social, muitos estão aproveitando a quarentena com pedidos por delivery.

Pensando nisso, o Outback elaborou uma maneira de saborear no conforto do lar uma novidade que promete ser sucesso. A partir desta sexta-feira (18), até o dia 31 de maio, os apaixonados por petiscos irão se deliciar com o lançamento de uma coxinha de costela ao barbecue. A Ribs Coxinha, que sai ao preço de R$ 39,90, com oito unidades, leva toques de cream cheese e possui uma crocância composta através de farinha panko. 

##RECOMENDA##

O aperitivo vai chegar na casa do cliente acompanhado de um limão siciliano grelhado. Segundo Renata Lamarco, diretora de marketing do Outback, a ideia é que as pessoas aproveitem "um momento de respiro, risadas", enquanto saboreiam a coxinha. Os pedidos podem ser feitos pelo aplicativo iFood, ou enquanto durarem os estoques. A lista de restaurantes para a solicitação do delivery estão disponíveis no www.outback.com.br/delivery.

 

As lives se tornaram o passatempo oficial da quarentena e elas contemplam, praticamente, todos os temas, indo das apresentações musicais às performances para maiores de 18. Nesta quinta (14), a cervejaria Ambev entra no circuito com uma live sobre harmonização de cerveja. A aula será comandada pela mestra-cervejeira Laura Aguiar.

Na transmissão, Laura vai trazer informações sobre diversidade de ingredientes, sabores e aromas da bebida, além de ensinar possibilidades de harmonização. Ela também terá uma convidada, Fernanda Meybom, sommelière de cervejas e mestrea  em estilos, avaliação e harmonização pelo Siebel Institute of Technology de Chicago.

##RECOMENDA##

Juntas, as duas vão ensinar como harmonizar cervejas usando petiscos simples e de fácil acesso nestes tempos de pandemia por conta do novo coronavírus. A ação faz parte da Plataforma de Conhecimento Cervejeiro da Ambev que oferece cursos e tours gratuitos às cervejarias em todo Brasil e começa às 18h no Instagram @ambev.

No próximo domingo (10), o Dia das Mães vai passar por mudanças. Por conta da pandemia, algumas mães que não estão cumprindo a quarentena com os filhos terão que passar a data de uma forma diferente, longe deles, na certeza de que em breve estarão juntos novamente. Para que elas não se sintam totalmente reclusas, a Padaria Jaqueira pensou numa maneira de deixá-la felizes. 

Os clientes poderão solicitar através do WhatsApp (81) 99503-5959 cestas caprichadas e especiais para as mamães. Os kits contém frutas, pães, pizzas, bolos, torradas, sucos, doces, entre outros produtos. Todos os combos serão destinados com mensagens escritas à mão. 

##RECOMENDA##

Confira as opções:

Cesta Fit - R$150 - Frios, frutas, pães fit, mini pizza low carb, brownie de abobrinha, bolinho de amêndoas, mini quiche funcional, omelete, torradinhas, iogurte light, suco integral.

Grazing e vinho - R$ 170 - Vinho Corbelli Pinot Grigio ou Corbelli Primitivo, tábua não retornável com frios especiais, queijos com pimenta rosa, damasco recheado com gorgonzola, molho pesto, torradas e frutas.

Kit festa - R$ 79 - Bolo de brigadeiro de 1kg, 10 coxinhas, 10 pastéis de festa, 10 mini croissant, 10 brigadeiros e um coca de 2L.

LeiaJá também

--> Dia das Mães: confira opções de delivery para presentes

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando