Cultura

| (re)vista

O jovem Lucas Brasil viralizou na internet na noite de ontem (29) ao publicar um trecho de "Rajadão", nova música de Pabllo Vittar, em um grupo evangélico no Facebook chamado ‘’Poste uma mensagem inspiradora.’’. Em seu Twitter, Lucas postou os prints da publicação que continham comentários de apoio como ‘’amém’’ dos participantes do grupo.

‘’Minha tia me adicionou num grupo de crentes e divulguei Rajadão da Pabllo’’, explicou o internauta em suas redes sociais. A estratégia parece ter dado certo, pois a publicação já conta com mais de 40 mil likes e 7 mil retweets. "Rajadão", de Pabllo Vittar, já está disponível em todas as plataformas digitais.

##RECOMENDA##

O que se tem ouvido bastante nos últimos dias, principalmente pelos órgãos de saúde, é: fique em casa. As medidas por conta da propagação do coronavírus em todo o mundo vem intensificando a segurança de quem está em isolamento social. Seguindo restrições necessárias, na tentativa de desacelarar o contágio da Covid-19, diversas pessoas estão se virando como podem para que a mesmice não atrapalhe as atividades realizadas nos lares.

Embora algumas ações estejam surtindo efeito, como fazer exercícios físicos, o que não pode ficar de fora em meio ao caos da proliferação da doença é o cuidado com a beleza. Em parceria com o LeiaJá, o hairstyle Leo Silva destacou dicas essenciais para as mulheres adotarem durante o período da quarentena, que vão de truques para os cabelos até a atenção com a pele. "O importante é não esquecer de se tratar bem", reforça Leo.

##RECOMENDA##

Confira

Para os cabelos, vai lá no banheiro e pega aquela máscara de tratamento, seja ela reconstrução ou hidratação. Já com a pele, não é pelo fato de estar em casa que você vai esquecer de usar seu hidratante, não esquecendo do uso redobrado do álcool em gel nas mãos. Não esqueça que os joelhos e cotovelos merecem uma atenção especial.

Não corte a franja, pois ela pode demorar a crescer. Também não é para colorir os cabelos. As colorações de farmácia e supermercados são muito pigmentadas e você vai dar um trabalho grande ao seu cabeleireiro depois. Uma boa alternativa nesses casos são os sprays de retoque, que são vendidos nas unidades farmacêuticas. 

Atenção: não descolorir os cabelos. Você, provavelmente, não vai conseguir a cor que espera sem um profissional, correndo o risco de ter complicações no couro cabeludo. Se neste período de isolamento você não estiver se agradando do visual capilar, abuse dos coques, rabo de cavalo e tranças. Usar lenços e bandanas também ajudam.

O Canal do Youtube UruguayNatural.tv disponibilizou mais de dois mil conteúdos próprios sobre o Uruguai, como um convite a quem deseja conhecer o País sem sair de casa. Além das paisagens, cidades e vinícolas locais, o projeto conta com séries semanais sobre diversos tópicos culturais do País.

Criado em 2010 pelo ministério do turismo do Uruguai, o canal é hoje o maior banco de imagens turísticas sobre o País e chega a sua décima temporada neste ano. A plataforma já recebeu reconhecimento pela Organização Mundial de Turismo com o prêmio Ulysses. 

##RECOMENDA##

O conteúdo audiovisual é transmitido 24h e disponibilizado em qualidade HD, fornecendo também imagens para produções da mídia local e estrangeira. Muitos dos conteúdos disponibilizados pelo canal estão legendados em português. 

O príncipe Charles, de 71 anos, está curado da Covid-19, anunciou a Clarence House nesta segunda-feira (30). De acordo com uma nota oficial, o herdeiro do trono britânico não está mais em auto-isolamento na Escócia e está "bem de saúde".

Charles deixou a quarentena obrigatória "após consultar seu médico" particular. Por conta da confirmação da contaminação pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), anunciada no dia 25 de março, o primeiro na fila de sucessão da rainha Elizabeth II havia se isolado na residência de Balmoral, na Escócia, longe da esposa, a duquesa da Cornualha, Camilla, que não contraiu o vírus.

##RECOMENDA##

Segundo as informações oficiais, Charles só apresentou "sintomas leves" da doença. Assim como o sucessor real, o país tem mais dois expoentes políticos com a Covid-19: o primeiro-ministro, Boris Johnson, e o ministro da Saúde, Matt Hancock.

Ao todo, o Reino Unido registra 19.788 contaminados e 1.228 mortos.

Da Ansa

Agora que Meghan Markle e Harry se desvencilharam da Família Real e passaram a viver em Los Angeles, já não há mais pressão para gerar herdeiros tão cedo. Uma pessoa próxima ao casal revelou à revista Us Weekly que eles estão desacelerando a rotina, mas dar um irmão a Archie está nos planos.

"Eles só querem se estabelecer firmemente em seu novo ambiente primeiro, e dar a Archie o máximo de atenção possível, disse a fonte. E acrescentou: "Eles estão comprometidos em ter outro bebê, mas não querem pressionar demais a situação".

##RECOMENDA##

Meghan deu à luz em maio de 2019 e, desde então, ela e o companheiro estão completamente dedicados à criança, sendo esse um dos motivos pelos quais ambos abriram mão dos títulos da realeza. Anteriormente, havia sido especulado uma nova gravidez. Porém, parece que eles preferiram esperar mais.

Por outro lado, o irmão de Harry, William, é pai de três filhos, com diferença de idade próxima entre eles. George, o mais velho, tem seis anos de idade, Charlotte tem cinco, e o caçula, Louis, completará dois anos no próximos mês.

“Estava muito triste por conta dessa pandemia e não podia chamar meus amigos e familiares para comemorarem junto comigo”. O depoimento do jovem Alberto Alves, de 20 anos, é semelhante aos de muitas pessoas que estão em isolamento domiciliar diante da propagação do coronavírus. Na véspera de seu aniversário, celebrado na última quinta-feira (26), o recifense morador do bairro de Nova Descoberta, Zona Norte da capital pernambucana, teve uma ideia, claramente inusitada, para tentar amenizar a tristeza decorrente da doença que afeta inúmeros países.

Alberto adotou um tema nada comum para a sua festa de aniversário: o coronavírus. O jovem diz que entende a seriedade do problema e a necessidade das medidas preventivas, porém, a escolha da temática foi uma forma de diminuir a tensão e a tristeza que rodeiam ele, seus familiares e amigos. “Veio uma ideia em fazer um bolo do coronavírus e comemorar (o aniversário). Eu insisti para todos os convidados usarem máscaras para (a festa) ficar mais realista e não ser uma festa ‘contagiante’. E foi isso, não deixei o coronavírus arruinar meu aniversário”, contou Alberto.

##RECOMENDA##

De acordo com o jovem, poucas pessoas, entre amigos e familiares, foram chamadas para a comemoração. Ele garante que não houve aglomeração, justamente para evitar possibilidade de contaminação. A festa foi realizada na própria residência do aniversariante. “Respeitamos o máximo a tolerância de pessoas em local fechado. Mas, apesar de tudo, todos ficaram surpresos quando chegaram, teve até filme de pandemia, rimos a noite toda, não tenho o que reclamar”, disse o aniversariante.

Entre os ingredientes utilizados, pasta americana e chocolate deram sabor ao bolo. Responsável por atender ao pedido do aniversariante e cliente, a confeiteira Elaine Fidelis, até então, nunca tinha feito um bolo com a temática do coronavírus. A profissional conta que a clientela elogiou bastante o resultado final. “Ficou maravilhoso, eu gostei muito do resultado, eu simplesmente fiquei apaixonada porque ficou lindo”, descreveu Elaine.

O bolo custou R$ 60. Elaine relata que se inspirou em uma imagem de vírus para criar o visual do produto. Os interessados podem acompanhar e solicitar o trabalho da confeiteira pelo Instagram “Elaine Fidelis Confeitaria.

Comemoração à parte, o aniversariante, em entrevista ao LeiaJá neste domingo (29), pediu que a sociedade tenha força e fé para superar este momento difícil. Alberto deixou uma mensagem à população: “Temos que ter fé porque tudo isso vai passar;ficamos em casa para ajudar na contenção do vírus para que tudo possa se normalizar novamente. Não se desesperem, porque como tudo na vida, é uma fase, e o coronavírus também é. Acreditem primeiramente em Deus, segundo, nos cientistas e profissionais da saúde. Vamos sair dessa logo. Não podemos deixar esse vírus arruinar nossos planos, devemos lutar contra ele com alegria e esperança em que tudo isso irá acabar”. O jovem ainda destacou que é estudante de biologia e, por isso, leva a sério o estudo do coronavírus

O ministério espanhol da Saúde anunciou neste sábado que 832 pessoas morreram nas últimas 24 horas vítimas do coronavírus, um novo recorde diário no país, que eleva o total de óbitos a 5.690, o segundo maior balanço do mundo.

A Espanha é atualmente o segundo país do mundo com o maior número de mortes provocadas pelo coronavírus, atrás apenas da Itália, que na sexta-feira anunciou um total de 9.134 mortos.

##RECOMENDA##

Apesar do recorde de vítimas fatais registrado neste sábado, o percentual de aumento está em queda na Espanha desde quarta-feira, quando atingiu um vertiginoso 27%.

A Espanha também registrou mais 8.189 contágios confirmados de coronavírus, o que eleva o número de casos oficialmente diagnosticados a 72.248, com um aumento percentual que também mostra uma tendência de baixa.

O número de pessoas curadas também registrou forte alta, como nos últimos dias (31,3% em 24 horas) e agora são 12.285, de acordo com o boletim diário divulgado pelo ministério da Saúde.

As regiões mais afetadas são Madri, com 2.757 mortos, quase metade do total, e Catalunha, com 1.070 vítimas fatais.

A taxa de mortalidade em Madri é tamanha que a partir de segunda-feira a cidade habilitará um segundo necrotério em uma instalação pública que estava abandonada. O governo local já havia instalado um necrotério em uma pista de patinação de um centro comercial.

Além disso, o exército e as autoridades locais criaram um hospital de campanha com capacidade máxima para 5.500 leitos no Ifema, um grande centro de convenções da capital espanhola.

Para prevenir a propagação da doença, a população espanhola completa neste sábado duas semanas de confinamento, que deve prosseguir no mínimo até 11 de abril.

No Brasil, a cultura gera cerca de um milhão de empregos e movimenta mais de 200 mil empresas e instituições. Essa área gera mais de R$ 10 bilhões em impostos e representa 2, 64% do Produto Interno Brasileiro (PIB). Essa cadeia produtiva, no entanto, se viu obrigada a parar diante da crise de saúde mundial instaurada pelo coronavírus. Impossibilitados de trabalhar, por conta da determinação de não promover aglomeração de pessoas em eventos e lugares, os profissionais da cultura estão passando aperto para descobrir como darão conta dos boletos.  Por isso, o estado de São Paulo está lançando uma linha de crédito para esses trabalhadores para ajudá-los a atravessar essa fase. 

A linha de microcrédito será disponibilizada pelo Banco do Povo. As condições de pagamento serão facilitadas para micro e pequenas empresas do setor cultural e criativo. Serão oferecidos R$ 25 milhões, com juros de 0,35% ao mês, 90 dias de carência e até 36 meses para pagar. As operações podem ir de R$ 200 a R$ 20 mil e as solicitações poderão ser feitas a partir da próxima segunda (30). 

##RECOMENDA##

O anúncio da linha de crédito foi feito através de um vídeo publicado nas redes sociais da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Nele, o secretário Sérgio Sá Leitão fala que “salvar vidas e salvar a economia são ações compatíveis”: “Queremos também, claro, criar um cenário mais favorável para um momento pós crise, para a recuperação desse setor”. 

 

O príncipe Harry, neto da rainha Elizabeth II, e sua esposa Meghan, que em abril abandonarão oficialmente suas funções como membros da realeza britânica, se mudaram do Canadá para a Califórnia, informa o jornal The Sun.

No momento em que Canadá e Estados Unidos se preparavam na semana passada para fechar a fronteira comum, com o objetivo de combater a propagação do novo coronavírus, o casal embarcou em um avião particular com destino a Los Angeles, afirma o tabloide sensacionalista britânico.

##RECOMENDA##

"Harry e Meghan deixaram o Canadá para sempre", afirmou ao The Sun uma fonte próxima ao casal. "As fronteiras fecharam e os aviões pararam de voar, eles tinham que partir", completou. A fonte, no entanto, revelou que "a mudança havia sido planejada há muito tempo".

Meghan, uma ex-atriz americana, nasceu na Califórnia e tem muitos amigos na região, onde mora sua mãe. Na quinta-feira (26), o estúdio Disney anunciou que a duquesa de Sussex é a narradora de um filme sobre a vida de uma família de elefantes africanos. O documentário estreará em 3 de abril, três dias depois do casal abandonar oficialmente as funções como membros da realeza.

O Palácio de Buckingham não comentou a informação do jornal The Sun. A família real britânica tem expressado solidariedade com os trabalhadores da área da saúde que lutam no país contra a pandemia de coronavírus.

O pai de Harry, o príncipe Charles, 71 anos, que contraiu a doença "mas está bem", segundo seu porta-voz, apareceu na quinta-feira no momento em que os compatriotas seguem até as janelas para aplaudir os profissionais da saúde pública.

O palácio publicou um vídeo no Instagram que mostra o herdeiro do trono aplaudindo médicos e enfermeiros no castelo de Balmoral, na Escócia.

O príncipe de Gales aparece de pé, enquanto sua esposa Camilla, que não está infectada pela Covid-19 e aparece a uma distância segura por precaução, aplaude de uma janela.

Os filhos do príncipe William - segundo na linha de sucessão -, George, Charlotte e Louis, também foram filmados aplaudindo e o vídeo foi publicado por seus pais no Instagram.

O momento é de isolamento social. Quem puder ficar em casa para evitar o contágio e a disseminação do novo coronavírus (Covid-19), deve fazê-lo. Com a permanência por mais tempo no lar, muitas pessoas optam por jogos de tabuleiro, redes sociais e outros passatempos para enfrentar a mudança da rotina.

Entre as diversões preferidas, está a TV. Centenas de canais abertos e fechados proporcionam uma programação variada para todos os gostos e idades. Esportes, filmes, séries, realities show fazem parte do pacote acionado por meio do controle remoto. Por outro lado, plataformas como Netflix, Amazon, HBO Go! e YouTube, que distribuem conteúdo no ambiente digital, querem a atenção do público da famigerada telinha. Com um catálogo semelhante na diversidade, mas pronto para os fãs assistirem quando quiserem e não só diante do aparelho de TV, o segmento ganha cada vez mais notoriedade. Mas será que os fiéis espectadores são os principais beneficiados com esta batalha das produções audiovisuais?

##RECOMENDA##

Para o analista de sistemas Eli Arasaki, 32 anos, tanto a TV como o streaming são válvulas de escape para a correria do cotidiano. Diferente da maioria que já assinava canais a cabo e depois preferiu o modelo do ambiente virtual, Arasaki optou primeiro pelo catálogo do que pelas atrações da telinha. "Assino streaming há cinco anos e TV a cabo há dois", conta. Apesar de aproveitar ambos os conteúdos, ele já vislumbra a possibilidade de abandonar um dos serviços. "Tenho a TV a cabo devido a aquisição de um combo na operadora, mas o streaming me oferece uma maior variedade de séries e filmes, com a comodidade de assistir quando e onde quisermos", explica.

Outro que optou pela plataforma de conteúdo digital foi o gerente de vendas Lucas Santos, 25 anos. Após manter os dois serviços por três meses, ele avaliou que valeria a pena ficar só com o streaming. "Me dei conta de que não valia mais a pena ter os dois, já que o streaming dava e sobrava para minha necessidade", declara. Fã de filmes de ficção e séries, Santos avalia que o acesso à programação em qualquer momento e o custo pesaram na decisão. "Os serviços de streaming têm preços ótimos e atrativos, já o valor da TV por assinatura não vale a pena de forma nenhuma", completa.

 

Conheça os serviços

Uma pesquisa da associação de consumidores Proteste mostra que os pacotes básicos de operadoras de TV por assinatura, como Sky, NET, Claro, Vivo TV ou Oi, podem variar de R$ 44,95 a R$ 189,90. No levantamento, a operadora que apresenta menor custo é a Sky. Já o maior valor mensal é pago por assinantes da Oi. Para tentar facilitar a vida de alguns clientes e deixar de perdê-los para outras vertentes da concorrência, algumas empresas permitem contratos de prestação de serviço por meio de combos pré e pós-pagos.

Já entre as plataformas digitais, opções como Netflix, Amazon, HBO Go e Globoplay custam entre R$ 9,90 e R$ 45,90. Na Amazon Prime, por exemplo, o cliente desembolsa apenas R$ 9,90. O que mais cobra dos telespectadores é o serviço Premium da Netflix ao custo de R$ 45,90 (o catálogo básico custa R$ 21,90).

Além dos valores se mostrarem mais acessíveis, os consumidores do serviço ainda apegam-se na possibilidade de ter mais de um tipo de streaming para assistir em qualquer lugar. Entretanto, é preciso estar atento à quantidade de assinaturas para não estourar o orçamento. A soma de todos as locadoras virtuais que atuam no Brasil pode superar os R$ 140 mensais.

Para ajudar as pessoas a enfrentarem a quarentena e o autoisolamento, diversas plataformas de streaming estão liberando seus conteúdos pagos. O objetivo desses sites e aplicativos, de jornalismo e entretenimento, é colaborar com o público neste momento em que se manter dentro de casa se faz necessário. O Pornhub, um dos maiores sites de conteúdo pornográfico do mundo seguiu a tendência e está abrindo seu catálogo ‘premium’. sem qualquer custo, em todo o mundo. 

A iniciativa já estava em curso na Itália, um dos epicentros da crise do coronavírus. A ideia é ajudar as pessoas a se distraírem em tempos de quarentena além de estimular o autoisolamento. O tema ‘covid-19’, já é um dos mais procurados na plataforma e várias produções já fazem menção a ele. 

##RECOMENDA##

Agora, o Pornhub estende a ação para o resto do mundo e todo o conteúdo premium do site poderá ser acessado de maneira gratuita. É necessário, apenas,  fazer um cadastro e escolher entre duas opções: "Eu aceito me autoisolar e curtir os vídeos premium de graça" ou "Eu não posso me autoisolar, mas prometo lavar as mãos com frequência e evitar aglomerações". A ação é válida até o dia 23 de abril. 

Após o surgimento da Covid-19, alguns influenciadores digitais passaram a participar de um “desafio” que consiste em lamber diversos objetos. A nova onda resultou na infecção do  influencer Larz, de 21 anos. Ele mora na Califórnia, nos Estados Unidos da América (EUA).

Larz anunciou na última segunda-feira (23) ter contraído o vírus. A conta do influencer na rede social Tik Tok, bem como Twitter foram canceladas, mas antes disso, segundo o Daily Mail, o jovem que tinha a mania de lamber produtos em supermercados e apareceu lambendo o vaso de banheiro público, revelou: “Eu testei positivo para o Coronavírus”. O influenciador segue hospitalizado. 

##RECOMENDA##

O desafio teve início com a influenciadora Ava Louise, 22 anos, após gravar-se lambendo o assento do vaso sanitário de um avião. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já aponta projeções sombrias nos EUA, que hoje soma mais de 50 mil caso confirmados e mais de mil mortes em todo país.

O Reino Unido determinou que a partir desta quarta-feira (25) deverá ser feito o isolamento obrigatório de sua população em meio à pandemia do coronavírus. A rainha Elizabeth II, no entanto, já está em quarentena desde a última semana. Acompanhada marido, o príncipe Philip, a monarca, de 93 anos de idade, encontrou um jeito bem moderno de manter contato com sua família.

De acordo com o jornal The Mirror, para manter o distanciamento social, que começou no palácio após um funcionário ser diagnosticado com Covid-19, a rainha decidiu que iria se comunicar com os membros da realeza apenas através de aplicativos como FaceTime e Skype.

##RECOMENDA##

Vale lembrar que o príncipe Charles foi diagnosticado com o coronavírus e está isolado na Escócia, longe também de sua esposa, Camilla. O último contato físico que teve com a rainha teria acontecido no dia 12 de março, de acordo com a BBC. Representantes da família real britânica informaram que ele segue com sintomas leves e em estado de saúde bom, enquanto a rainha não apresentou nenhum sintoma até o momento e passa bem.

Segundo a People, o primeiro ministro do Reino Unido, Boris Johnson anunciou através de um comunicado na televisão que todos devem ficar em isolamento.É possível apenas sair para fazer compras em supermercados, ir à farmácia para comprar remédios e fazer exercícios uma vez ao dia. A polícia local está autorizada a intervir caso algum cidadão desrespeite as regras impostas pelo governo.

A família real do Reino Unido anunciou nesta quarta-feira (25) que o príncipe Charles, primeiro na linha de sucessão do trono britânico, contraiu o novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Segundo o porta-voz da realeza, o príncipe de Gales, que tem 71 anos, apresenta sintomas "suaves" e "permanece em boa saúde". Sua esposa, a duquesa da Cornualha, Camilla, foi examinada, mas testou negativo para o novo coronavírus.

##RECOMENDA##

O casal está isolado no Castelo de Balmoral, na Escócia, e, segundo o porta-voz, "não é possível certificar de quem o príncipe pegou o vírus". Até o momento, o Reino Unido é o 10º país mais atingido pela pandemia em termos absolutos, com 8,2 mil contágios e mais de 400 mortos.

Da Ansa

O que parecia muito fácil - ficar em casa -, tem sido na verdade, um grande desafio para a população mundial neste momento de crise de saúde planetária. Angustiadas com o distanciamento social necessário para a prevenção do coronavírus, e às voltas com a falta do que fazer, as pessoas estão abusando da criatividade para ocupar seu tempo. As estratégias vão de lives com amigos no Instagram, conversando sobre nada exatamente, a concursos inusitados no Twitter, como o #rabaawards. 

 

##RECOMENDA##

Sendo o microblog uma plataforma um pouco menos rigorosa, no que diz respeito ao teor dos conteúdos compartilhados, os ‘twitteiros’ de plantão encontraram uma forma um tanto peculiar para se entreter durante a quarentena. Foram criados diversos concursos, como o #rabaawards, #peitoawards, e outros que destacam partes mais íntimas ainda dos corpos humanos, para que os internautas possam compartilhar fotografias e impressões a respeito das formas físicas uns dos outros. O sucesso foi tamanho, que o concurso de bundas dominou os Trending Topics se mantendo no topo dos assuntos mais comentados desta terça (24). 

Na timeline, um festival de bumbuns de todos os tipos, tamanhos e formatos, em fotos muito ou pouco elaboradas, sempre acompanhadas, é claro, de legendas hilárias, às vezes provocativas. Como essas: ”É isso mesmo, vadia, tá tendo #rabaawards e eu vou participar”; “Se eu tivesse uma raba top eu participava”; “Meu Deus, fui dormir e acordei com rabaawards, quarentena obrigada por tudo”;  “Queria poder postar a raba da patroa nesse rabaawards  por motivos de a melhor e mais bela raba”.

E para os mais tímidos que, ainda assim desejam participar, já existe até terceirização de postagem. “Quer postar sua foto sem ser julgada por conhecidos? Chegamos para te ajudar! Envie sua foto na DM e postaremos para você, com todo respeito e cuidado. Oferecemos comentários próprios na DM também”. Ação em sintonia com o momento que o mundo atravessa, no qual a solidariedade tem sido mais requisitada do que nunca

Um dos ciclos festivos mais tradicionais - e esperados - do Nordeste também está sofrendo impactos por conta da crise de saúde gerada pelo coronavírus. Os governos municipais estão remanejando seus dias de festa como medida de contingência à disseminação do vírus e, também, realocando recursos do período para auxiliar nas ações de enfrentamento ao Covid-19. Em alguns lugares a programação junina há está sendo cancelada. Dentre as cidades que estão alterando seus calendários, estão Caruaru, Campina Grande e Petrolina. 

Em Campina Grande, na Paraíba - uma das cidades que ostenta a marca de “maior São João do mundo” -, a festa será adiada pela primeira vez em sua história. A festa está prevista para acontecer entre os dias 8 de setembro e 9 de outubro e deverá contar com as apresentações de Elba Ramalho, Santanna e Simone e Simaria, entre outros. Já em Caruaru, Pernambuco - ‘rival’ de Campina no quesito dimensão da festa -, ainda não há definição de como será o remanejamento do ciclo. Segundo a assessoria de imprensa do município, “diariamente a conjuntura da pandemia é analisada na cidade, a fim de orientar as medidas que serão adotadas pela gestão municipal”. 

##RECOMENDA##

Já Petrolina, no sertão de Pernambuco, optou pelo cancelamento do São João 2020. Os recursos da festa já estão sendo empregados nas ações de contingência ao vírus e há a possibilidade do ciclo junino nem acontecer este ano. Segundo o secretário de turismo do município, “todos os eventos e festividades estão suspensos”. “Todos os esforços neste momento estão concentrados no planejamento e execução de medidas de combate ao novo coronavírus. Conforme a evolução da pandemia, definiremos os detalhes sobre a realização do São João, Fenagri e outros”.

Em meio ao caos da pandemia do coronavírus, os terreiros de matriz africanas localizados na Região Metropolitana do Recife resolveram suspender suas atividades por tempo indeterminado. O Conselho Religioso do Terreiro Nagô Ilé Àṣẹ Òrìṣànlá Tàlábí emitiu um comunicado no Facebook a respeito da disseminação do Covid-19 no estado.

"Comunicamos aos familiares, amigos, consulentes, visitantes e moradores do entorno do Terreiro que as festividades, as consultas espirituais, as visitas pré-agendadas e as atividades socioculturais (oficinas, vivências, seminários, ações e projetos) estão temporariamente suspensas, até que se reestabeleça a segurança para convivência social comum", diz um trecho da nota.

##RECOMENDA##

De acordo com o Terreiro Nagô, a ideia de interromper os trabalhos religiosos é um dever de zelar pela vida e saúde dos membros das comunidades, além de preservar a segurança da população que está assustada com o avanço da doença.

[@#video#@]

O artesanato, negócio que, de acordo com dados da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios movimenta mais de R$ 50 bilhões por ano e sustenta cerca de 10 milhões de pessoas no Brasil, pode, além de ser um saída financeira e ocupacional, se transformar no resumo da felicidade para muita gente.

Foi o que aconteceu com a advogada Amanda Cassanji e a psicóloga Paula Batistela em 2016. Durante uma conversa franca entre as duas amigas, surgiu a ideia de fazer artesanato e a empresa Vivendo da Nossa Arte. "A Amanda estava muito infeliz com a área de atuação e resolveu vir falar comigo para desabafar", lembra Paula. "Eu falei: 'amiga, você já está fazendo de tudo para cuidar da sua saúde mental, só falta uma coisa: o artesanato'", complementa Amanda, que já fazia alguns trabalhos manuais nas horas vagas.

##RECOMENDA##

Filha de um vendedor, foi Amanda quem enxergou no artesanato a possibilidade de empreender. "Vi a oportunidade da gente abrir uma negócio, já queria um logotipo, um nome, formalizar a empresa e aí surgiu a Vivendo da Nossa Arte", relata a advogada.

O que começou com uma brincadeira fez da dupla artesãs empreendedoras. "A gente percebeu que muitas pessoas não empreendiam no ramo artesanal, o que poderia ser uma lacuna no mercado", destaca Amanda. Após procurarem o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e obterem qualificação no segmento, criaram inclusive metodologias próprias de gestão e mentoria em artesanato. "Hoje somos mentoras no ramo,  prestamos consultoria online. Nos encontros, ouvimos os questionamentos da artesã, quem é ela, como é o ateliê dela, as fragilidades e a ajudamos a montar o próprio negócio", comenta Paula.

No início, a empresa produzia de materiais em madeira MDF a chás artesanais, mas foram as famosas bonecas de pano que conquistaram a clientela e, claro, as artesãs. "A gente percebeu que as bonecas de pano inspiravam mais a gente, porque quando uma pessoa faz ou recebe uma boneca de pano, é como se houvesse um espelhamento ali da figura humana, é algo muito significativo", explica Paula.

O então chamariz da empresa se transformou em na coleção "Bonecas Identidades". Na criação, reproduções fieis das pessoas. "Elas carregam a história de vida da pessoa. No bracinho há um pergaminho contando um pouco sobre a pessoa. Muitas choram quando recebem, pois vira um troféu para a casa e uma forma de herança para netos quando a boneca é a avózinha deles", relata.

Tudo isso regado a muito amor e afeto. Sentimentos que, segundo Paula, são os grandes diferenciais dos produtos artesanais. "Tudo é  pensado do começo ao fim, feito um a um: o molde, o detalhamento, a costurinha à mão. É um produto que carrega calor humano", comenta. Já Amanda vê na emoção de elaborar os itens um gatilho para o sucesso de vendas. "O produto industrial não carrega sentimento algum, é feito em alta escala, nenhum deles consegue levar o afeto da produção artesanal", complementa.

Foco nas mulheres

Além do sentimento, da produção e do empreendedorismo, as sócias do Vivendo da Nossa Arte também voltam seus olhares para o empoderamento feminino. A consultoria e as oficinas oferecidas pela empresa buscam atender à necessidade das mulheres que ainda procuram espaço no mercado de trabalho. "Nós precisamos incentivar muito a representatividade feminina no empreendedorismo. É muito importante consumir o que é produzido pelas mulheres", ressalta Paula. De acordo com Amanda, apesar de 77% do trabalho artesanal ser feito por pessoas do sexo feminino no Brasil, ainda falta muito para conquistar. "Muitas de nós acreditam que não é possível empreender porque não foram feitas para gerir negócios, mexer com números. Mas, nosso propósito é emponderar pessoas, capacitá-las e vê-las como artesãs empreendedoras", complementa Amanda.

Mesmo com a produção aquecida do mercado regional de artesanato em países como Brasil e Colômbia, as artesãs da Vivendo da Nossa Arte exigem um maior reconhecimento do público brasileiro ao trabalho artístico manual. "As pessoas confundem o artesanato com 'trabalhinho', com 'coisinha' ou algo de segunda linha. Então há ainda muito a ser feito nesse ramo para incentivar o mercado e a compra", avalia Paula. "Fora do país, o artesanato brasileiro é valorizado, por isso atinge a marca de R$ 50 bilhões por ano no mercado. Temos muito a caminhar para valorizar o nosso trabalho e triplicar esse valor, porque precisamos aprender a apreciar o que é nosso", finaliza Amanda.

Durante a pandemia causada pelo coronarívus (Covid-19), a editora 2000 AD liberou várias edições de HQs do personagem Juiz Dredd. O conteúdo pode ser baixado sem custos. A ação incentiva o seu público a ficar em casa durante o período de quarentena.

As HQs disponíveis são um compilado de seis arcos: "The Mega-Rackets", "Judge Death Lives!", "Diary of a Mad Citizen", "The Hotdog Run", "The Apocalypse War" e "Black Mania".

##RECOMENDA##

De acordo com o site da editora, as histórias contam com roteiro de John Wagner ("Uma História de Violência") e Alan Grant ("Batman"), e as artes são assinadas por Brian Bolland ("Batman: A Piada Mortal"), Carlos Ezquerra ("Preacher"), Colin Wilson ("Blueberry"),  Ian Gibson ("Halo Jones"), Mick McMahon ("O Último Americano"), Ron Smith ("Transformers") e Steve Dillon (Preacher).

Juiz Dredd foi publicado pela primeira vez em 1977, pela 2000 A, e, além das histórias em quadrinhos, o personagem também teve duas adaptações cinematográficas, uma em 1995, com Sylvester Stalone, e outra em 2012, com Karl Urban.

Uma das características mais marcantes do brasileiro é conseguir transformar qualquer coisa em piada. Até nos momentos mais críticos, como a crise de saúde instaurada pelo coronavírus, as redes sociais ficam cheias de memes e comentários engraçados que até ajudam a encarar os problemas com um pouquinho mais de leveza. Nesta sexta (20), a primeira em meio a um regime de isolamento social - com vários eventos e festas cancelados e até restaurantes e shoppings fechados -, a famosa hashtag #sextou veio acompanhada de muita ironia e graça. Confira os memes. 

LeiaJá também

##RECOMENDA##

--> Seis festivais e shows online para animar a quarentena

[@#galeria#@]

 

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando