Tópicos | premiação

O Prêmio Educação Transforma está recebendo inscrições de universitários que tenham enfrentado obstáculos para poder ingressar em uma instituição de ensino superior. A iniciativa é do PRAVALER, programa de financiamento de crédito estudantil privado que conta com mais de 500 instituições parceiras e 150 mil alunos beneficiados.

Podem concorrer ao prêmio os estudantes de todo o país que estão matriculados em faculdades públicas ou privadas. As primeiras três etapas são eliminatórias e serão feitas online, Os alunos precisarão responder a um teste, enviar um vídeo narrando a história de vida e, por fim, farão uma entrevista online. No final, serão selecionados 20 estudantes que irão receber um vale-educação no valor de R$ 1 mil reais.

##RECOMENDA##

Em agosto, os 20 escolhidos vão à São Paulo por conta da organização do prêmio, incluindo hospedagem e alimentação, além do direito a levar um acompanhante. Na cerimônia, que será no dia 1º de setembro, duas grandes histórias serão anunciadas e os vencedores ganharão um programa de intercâmbio de 15 dias no Canadá, que será todo custeado pela PRAVALER. O prêmio não para por aí. Os ganhadores também terão um notebook, sessões de coaching e um vale de R$ 4 mil reais.

As inscrições estão abertas até 14 de julho, no site do Prêmio Educação Transforma.

 

Uma possível classificação do Brasil às quartas de final da Copa América, sábado, diante do Peru, em Itaquera, renderá à CBF US$ 2 milhões (R$ 7,7 milhões). Esse é o valor que a Conmebol pagará a cada seleção que avançar à fase mata-mata do torneio. Se o Brasil for campeão, a premiação será de US$ 7,5 milhões (R$ 28,9 milhões).

Independentemente do desempenho da seleção brasileira no torneio, a CBF tem garantidos US$ 4 milhões (R$ 15,4 milhões), divididos em três faixas: US$ 2 milhões (R$ 7,7 milhões) por participação, US$ 1 milhão (R$ 3,8 milhões) para preparação e US$ 1 milhão (R$ 3,8 milhões) por logística. Esses valores totais são pagos apenas para seleções da América do Sul. Japão e Catar, que disputam o torneio como convidados, recebem cada um US$ 1,25 milhão (R$ 4,8 milhões). As quatro seleções eliminadas na primeira fase só ganharão o dinheiro por participação, logística e preparação, sem recebimento de prêmio.

##RECOMENDA##

Um empate contra o Peru, sábado, é o suficiente para o Brasil garantir a classificação às quartas de final. É possível que a equipe avance até em caso de derrota dependendo de uma combinação de resultados. Assim, a vaga pode ser definida no saldo de gols.

Ao todo, a Conmebol repartirá US$ 70 milhões (R$ 268,7 milhões) entre as 12 seleções participantes da Copa América. De acordo com o presidente da entidade, Alejandro Domínguez, o valor é recorde na história da competição. Em relação à última edição, disputada em 2016, nos Estados Unidos, o valor da premiação mais do que triplicou. Há três anos, foram distribuídos US$ 21 milhões (R$ 80,6 milhões pelo câmbio atual). O aumento faz parte da nova política da Conmebol, que fez o mesmo com a Libertadores e a Sul-Americana.

Uma criança autista do estado de Indiana, nos Estados Unidos, recebeu o prêmio de "aluno mais irritante" da escola na qual cursava a quinta série. O caso foi denunciado pelo pai do menino, Rick Castejon, que afirmou que o filho dele, Akalis Castejon, de 11 anos, foi chamado ao palco para receber o troféu. Segundo a escola, a premiação teve os vencedores escolhidos após votação entre os próprios alunos.

O pai da criança afirmou que o menino, que não se comunica verbalmente, não entendeu o ocorrido. “Quando chamaram ele no palco ele estava muito animado por conseguir uma 'estrela dourada', porque ele é muito tímido”, afirmou o pai da criança em entrevista ao canal norte-americano ABC News. Ele contou, ainda, que os pais presentes no local não aplaudiram e que ele decidiu deixar o troféu na mesa e se retirar do local.

##RECOMENDA##

No dia seguinte à premiação, a mãe de criança, que não compareceu ao evento, foi à escola em busca de algum posicionamento da instituição. Apesar disso, ela afirmou não ter recebido nenhuma desculpa da escola, do professor ou do diretor. O distrito escolar de Gary, onde a Baily Preparatory Academy fica localizada, se posicionou por meio de nota. "A Comunidade Escolar de Gary não compactua com esse tipo de comportamento e continuará a colocar a segurança e bem estar dos nossos estudantes em primeiro lugar", afirmou o documento.

O distrito afirmou, ainda, que uma ação disciplinar vai ser aplicada aos envolvidos no caso, mas não detalhou se a professora de Akalis sofreria sanções em seu emprego.

O troféu do concurso Comida di Buteco 2019, etapa local, foi para o bar Feijoada do Mano. O estabelecimento concorreu com outros 25 bares do grande Recife e, agora, parte para a disputa nacional, concorrendo com estabelecimentos de 21 estados.

Avaliado pelo público e pelos jurados, o Feijoada do Mano ganhou o concurso com um prato de camarão refogado no azeite, acompanhado de flor de cebola empanada, intitulado Camarão na cama de repolho. É com essa mesma receita que o estabelecimento concorre na etapa final e nacional, em julho, no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo.

##RECOMENDA##

Além da Feijoada do Mano, também saíram vencedoras, na etapa pernambucana, o Andrews Bar - que ficou em segundo lugar com o prato Costela Mandacaru -, e o Bar do Vizinho, terceiro colocado com o petisco Bolinho do Vizinho.

O Ensino a Distância (EAD) do grupo Ser Educacional será premiado no Blackboard Catalyst Award. A empresa, mantenedora das marcas UNINASSAU, UNIVERITAS, UNIVERITAS/UNG, UNAMA e UNINABUCO, foi destaque na metodologia de ensino diferenciada, que consegue reter os alunos e os incentivam a concluir os cursos, mesmo em uma modalidade que requer maior comprometimento por parte dos discentes.

A premiação veio na categoria Student Success, que reconhece indivíduos e/ou instituições cuja aplicação de programa criativo levou a maior retenção, maior conclusão e maiores resultados através de novos recursos acadêmicos e administrativos que dão suporte aos estudantes.

##RECOMENDA##

Os projetos de retenção elaborados pelo time de EAD do grupo Ser Educacional são voltados para promover estratégias capazes de aliar recursos do Blackboard Analytics for Learn com técnicas motivacionais de estudo em EAD. Conduzir o sistema tutorial para o entendimento dos conceitos e das relações em atividades de descoberta, construção e comunicação, aliados ao processo de utilização dos recursos tecnológicos com finalidades educacionais, são os arcabouços do grupo Ser Educacional.

“Temos focado em preparar os tutores guardiões dos nossos cursos para que estejam preparados para atender os alunos e incentivá-los a manter o foco nos estudos e ajudá-los com as dificuldades que encontram durante o curso. Isso resultou em uma redução da evasão em 2018, em comparação com 2017”, explica o diretor de EAD do grupo Ser Educacional, Enzo Moreira.

Desde o lançamento do Catalyst, em 2005, esta é a primeira vez que uma empresa brasileira vence o prêmio. A premiação acontecerá na conferência da BBWorld, que acontece em Austin, Texas-EUA, entre os dias 23 e 25 de julho.

O júri presidido pelo diretor mexicano Alejandro González Iñárritu deu neste sábado a Palma de Ouro do Festival de Cannes ao filme "Parasite", do sul-coreano Bong Joon-ho. O espanhol Antonio Banderas ganhou o prêmio de melhor interpretação por "Dolor y gloria".

Favorito da competição, junto com Pedro Almodóvar, o sul-coreano tirou o maior prêmio do festival do consagrado diretor espanhol, que disputou a Palma de Ouro pela sexta vez. Antonio Banderas, que interpreta um cineasta no ostracismo, dedicou o prêmio a Almodóvar, "seu mentor".

##RECOMENDA##

Trata-se do sexto intérprete espanhol recompensado na história da disputa. A atriz anglo-americana Emily Beecham conquistou o troféu de melhor interpretação por seu papel de cientista e mãe divorciada, em "Little Joe", de Jessica Hausner.

O Grande Prêmio foi para a franco-senegalesa Mati Diop, a primeira mulher negra africana a competir pela Palma de Ouro, por seu filme "Atlântico", uma crônica social que aborda o tema dos migrantes do ponto de vista dos que ficaram no país.

O brasileiro "Bacurau", dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, recebeu o Prêmio do Júri, junto com o francês "Les Misérables".

"Bacurau" narra a história de um pequeno povoado do sertão perseguido por um grupo de assassinos americanos. O filme é visto como uma mensagem de resistência ao atual governo de extrema-direita do Brasil.

"Trabalhamos para a cultura no Brasil e o que precisamos é de seu apoio", disse Kleber Mendonça Filho ao receber o prêmio. O diretor já competiu pela Palma de Ouro em 2016 com "Aquarius". Os irmãos Dardenne, grandes assíduos do festival, ficaram com o prêmio de melhor direção por "O jovem Ahmed", sobre a radicalização islâmica de um adolescente.

O filme “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, conquistou o Prêmio Júri, considerado o terceiro mais importante do Festival de Cannes. O anúncio foi feito na tarde deste sábado (25).

A premiação de hoje deixa o Brasil com dois filmes vencedores no Festival de Cannes. Na sexta-feira (24), "A vida invisível de Eurídice Gusmão", dirigido por Karim Aïnouz, foi o vencedor da mostra Um Certo Olhar.

##RECOMENDA##

“Bacurau” conta a história de um povoado sertanejo que sofre com a morte de Dona Carmelita, uma mulher querida e considerada a matriarca do local, e depois disso os moradores do local descobrem que a comunidade não está mais no mapa.

O longa marcou a volta de Kleber Mendonça ao Cannes três anos após concorrer ao Palma de Ouro, maior premiação do festival, com o filme “Aquarius”. “Bacurau” dividiu o prêmio com o filme "Les miserables", de  Ladj Ly.

Esses são os 21 filmes em competição pela Palma de Ouro, entregue neste sábado (25), no Festival de Cannes:

- "Os Mortos Não Morrem" de Jim Jarmusch (Estados Unidos), filme de abertura. Com Bill Murray, Adam Driver, Tilda Swinton e uma horda de zumbis liderados por Iggy Pop e Tom Waits.

##RECOMENDA##

- "Dor e glória" de Pedro Almodóvar (Espanha). Retrato de um diretor melancólico encarnado por Antonio Banderas, junto a Penélope Cruz. Filme mais autobiográfico do cineasta espanhol.

- "O Traidor" de Marco Bellocchio (Itália). Baseado na história do primeiro arrependido da máfia siciliana. Coproduzido pelo Brasil.

- "The wild goose lake" de Diao Yinan (China). Filme sobre a relação entre um líder de uma banda em busca de redenção e uma prostituta.

- "Parasita" de Bong Joon Ho (Coreia do Sul). Uma família no desemprego se interessa pelo ritmo de vida de uma família riquísima, até que seus destinos se cruzam.

- "O Jovem Ahmed" de Jean-Pierre e Luc Dardenne (Bélgica). Sobre a radicalização de um adolescente.

- "Roubaix, une lumière" de Arnaud Desplechin (França). Inspirado em um fato real, sobre um grupo de policiais. Com Léa Seydoux ("A Vida de Adèle").

- "Atlântico" de Mati Diop (França/Senegal), ópera prima. Em um subúrbio de Dacar, os trabalhadores de uma obra decidem deixar o país em busca de uma vida melhor.

- "Matthias e Maxime" de Xavier Dolan (Canadá). Dois amigos de vinte anos começam a se sentir atraídos um pelo outro.

- "Little Joe" de Jessica Hausner (Áustria). Sobre a manipulação genética em um futuro próximo.

- "Mektoub my love: Intermezzo", de Abdellatif Kechiche (França). Segunda parte de "Mektoub my love: canto um", na competição da Mostra de Veneza em 2017, uma ode ao amor e ao desejo que segue um grupo de jovens nos anos 1990.

- "Sorry we missed you" de Ken Loach (Grã-Bretanha). A luta diária de uma família contra a precariedade na Inglaterra.

- "Os Miseráveis" de Ladj Ly (França), ópera prima. A violência policial em um subúrbio de Paris, onde vive o diretor.

- "A hidden life" de Terrence Malick (Estados Unidos). A história de Franz Jägerstätter, objetor de consciência austríaco que foi executado pelos nazistas.

- "Bacurau" de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles (Brasil). Um diretor viaja para o interior do Brasil e se descobre que os habitantes escondem segredos perigosos. Com Sonia Braga.

- "La Gomera" de Corneliu Porumboiu (Romênia). Um policial romeno chega à ilha canária de La Gomera para ajudar um delinquente a escapar da prisão.

- "Frankie" de Ira Sachs (Estados Unidos), com Isabelle Huppert e Marisa Tomei. Três gerações participam de uma experiência de um dia: uma viagem para a cidade portuguesa de Sintra.

- "Portrait de la jeune fille en feu" de Céline Sciamma (França). Uma pintora do século XVIII recebe a encomenda de fazer o retrato de casamento de uma jovem.

- "It must be heaven" do palestino Elia Suleiman. Relato autobiográfico sobre o exílio do diretor de sua Palestina natal.

- "Era uma vez em Hollywood", de Quentin Tarantino (Estados Unidos). Novo filme do diretor que revisita a Los Angeles de 1969 através da história de uma estrela de televisão e sua dublê para cenas de ação, com Leonardo DiCaprio e Brad Pritt.

- "Sibyl" de Justine Triet (França). Uma escritora convertida em analista decide voltar a escrever e encontra inspiração em uma jovem que lhe faz revelações.

A recém-formada no curso técnico de administração, integrado ao ensino médio, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), Juliana Estradioto, conquistou a premiação máxima na categoria de Ciência de Materiais da Intel International Science and Engineering Fair (Intel Isef). A jovem realizou uma pesquisa para fabricação de embalagens e curativos com base na casca da noz da macadâmia.

A Intel Isef, uma das maiores feiras de ciências para pré-universitários no mundo, anunciou o resultado no dia 17 de maio, durante o evento de premiação, realizado em Phoenix, nos Estados Unidos. Por conta de sua desenvoltura, Juliana também poderá batizar um asteroide com seu nome. A oportunidade é oferecida aos estudantes que conquistam os primeiros e segundos lugares em cada categoria.

##RECOMENDA##

Segundo uma entrevista dada pela estudante ao site do Ministério da Educação (MEC), a utilização da casca da noz da macadâmia pode ser enviesada de duas formas, conforme sua pesquisa. A primeira é na elaboração de embalagens utilizadas para o recolhimento de fezes de cachorro. "Eu ia passear com o meu cachorro e recolhia com uma sacola plática. Então percebi que não há uma destinação correta para sacolas contaminadas com fezes", explicou.

A segunda forma de utilização é a fabricação de uma membrana no tratamento de queimaduras e pós-operatórios. De acordo com a estudante, a membrana da macadâmia é flexível e resistente. Durante o processo, Juliana usou cascas doadas que seriam jogadas no lixo.

O curso de bacharelado em Moda da UNAMA – Universidade da Amazônia, unidade Alcindo Cacela, em Belém, é finalista no DFB Festival, premiação que se realiza em Fortaleza. O concurso envolve acadêmicos de Instituições de Ensino Superior (IES) de todo o país.

Pela segunda vez, o curso da UNAMA está entre os finalistas. Em 2015, ficou em segundo lugar com a coleção Miriti-Tauá. Por essa coleção, recebeu o prêmio de Menção Honrosa do Museu da Casa Brasileira.

##RECOMENDA##

O desfile será nesta sexta-feira (17), às 18h30, com transmissão pelo Instagram @dfhouse e pelo site dfhouse.com.br.

A equipe de alunos da UNAMA é formada por Anna Paula Delgado, Hanne Lima, Inaura Vasconcelos, Isabel Francioli, Itamar Cordeiro e Mayra Progene. O tema do evento na edição 2019 é “Vai dar praia”.

Os acadêmicos de Moda da UNAMA decidiram falar das praias de rio que fazem ondas, uma característica peculiar da AmazôniaAs referências visuais e semânticas para a criação da coleção foram as raízes dos manguezais e as escamas de peixe da região do Marajó.

A coleção deste ano, Coleção M-BaraÏo (pronúncia – Imbaraio), foi desenvolvida com a supervisão e orientação da professora Yorrana Maia e apoio do professor Fernando Hage e de todos os demais professores do curso, em interação interdisciplinar.

A Unama é a única IES da região Norte já selecionada, e duas vezes. A produção dos alunos é contextualizada e retrata a cultura do Pará. "A primeira explorou o miriti, variedade de palmeira amazônica, e agora a coleção resgata o tear manual, criando tramas, padrões urdidos a partir de regências locais", informou a professora Dula Maria Bento de Lima, coordenadora do curso de Moda da UNAMA. "Agrega significados, memórias, raizes tão profundas como as dos manguezais que a inspiraram."

Criado em 1999, em Fortaleza/CE, ainda com o nome de Dragão Fashion Brasil, o DFB é um dos maiores e mais longevos eventos de moda do país. Idealizado por Claudio Silveira, a principal missão do DFB é servir como celeiro de novos talentos e plataforma de lançamento para estilistas e marcas.

Com o tempo, o DFB assumiu sua vocação multicultural, passando a abraçar outros segmentos que utilizam a moda como fio condutor: cultura, gastronomia e saberes. Através de ações parceiras, oferece ao público em geral oficinas, cursos, workshops, palestras, intercâmbio de profissionais, shows abertos e performances multiculturais.

A partir de 2015, já no posto de maior festa da moda autoral da América Latina, o DFB ocupa as instalações do Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Fortaleza.

Em 2017, surge o DFB Festival, agora equilibrando, em iguais proporções, programações de moda, formação, shows e gastronomia.

Da Redação do LeiaJá Pará.

 

 

 

No dia 6 de agosto, em São Paulo, será realizada a sexta edição do "Prêmio Sexy Hot". Pela primeira vez, a produtora de filmes eróticos terá uma mulher no comando da cerimônia. Para apresentar os melhores do pornô brasileiro, a organização convidou Natália Klein, comediante do canal Multishow.

A premiação, que já teve o cantor e compositor Léo Jaime como apresentador, trará este ano o tema "Prazer em todos os sentidos", segundo informações do colunista Flávio Ricco. Considerado como o "Oscar apimentado", o evento será transmitido no YouTube pelo canal do Sexy Hot.

##RECOMENDA##

Sucesso no humor, Natália Klein fez muita gente rir na série "Macho Man", em 2011, protagonizada pelo ator e diretor Jorge Fernando. No Multishow, a atriz estrelou "Adóravel Psicose", obra baseada na criação do seu blog, e também foi destaque no júri do programa "Prêmio Multishow de Humor".

LeiaJá também

--> Canal erótico lança concurso para universitários

O líder da Oposição na Câmara dos Deputados, Alessandro Molon (PSB), repercutiu neste sábado (4) o fato do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ter cancelado sua ida aos Estados Unidos, onde receberia um prêmio em Nova York.

Bolsonaro viajaria neste mês de maio e lá receberia o título de “Personalidade do Ano”, concedido pela Câmara de Comércio Brasil-EUA. Porém, após grandes manifestações norte-americanas contra a entrega do prêmio a ele, Bolsonaro decidiu cancelar a ida.

##RECOMENDA##

Através de seu perfil oficial no Twitter, Alessandro Molon disse que a população no exterior já tem uma visão crítica sobre Bolsonaro. “A comunidade internacional já percebeu que Bolsonaro não une, divide; não agrega, subtrai; não pacífica, mas aposta no conflito”, disse.

O parlamentar complementou dizendo que, aqui no Brasil, a realidade também é parecida. “No Brasil, as pesquisas também mostram que as pessoas estão se dando conta de quem é Bolsonaro. Nada como um dia após o outro”, finalizou.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, comemorou pelo Twitter o cancelamento da viagem do presidente Jair Bolsonaro à cidade, onde ele receberia o prêmio Pessoa do Ano, organizado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

"Jair Bolsonaro aprendeu do jeito difícil que nova-iorquinos não fecham os olhos para a opressão. Nós expusemos sua intolerância. Ele correu. Não fiquei surpreso - valentões geralmente não aguentam um soco", escreveu ele, que completou o tweet da seguinte maneira: "Seu ódio não é bem-vindo aqui". Em um segundo tweet, de Blasio continuou a crítica: "O ataque de Jair Bolsonaro a direitos LGBTQ e seus planos destrutivos para o nosso planeta se refletem em líderes demais - incluindo no nosso país. TODOS devem se levantar, falar e lutar contra esse ódio temerário".

##RECOMENDA##

Na última sexta-feira, o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, disse em nota que Bolsonaro cancelou a ida aos EUA por causa de protestos: "Em face da resistência e dos ataques deliberados do prefeito de Nova York e da pressão de grupos de interesses sobre as instituições que organizam, patrocinam e acolhem em suas instalações o evento anualmente, ficou caracterizada a ideologização da atividade", disse.

O Museu de História Natural de Nova York havia se recusado a sediar o evento. Além disso, ao longo da semana, algumas empresas retiraram o patrocínio à premiação após pressão de ativistas.

Nesta quarta-feira (1º), foi realizada mais uma edição do Billboard Music Awards na MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, Estados Unidos. A premiação reuniu um time de artistas que movimentaram o universo da música em 2018. Homenageando a cantora Mariah Carey, o evento contou com um show de looks clássicos e ousados no tapete vermelho.

Maluma, Taylor Swift, Kelly Clarkson e BTS foram alguns dos astros da música pop que foram clicados no red carpet momentos antes da cerimônia começar. Confira quem passou pelo Billboard Music Awards 2019:

##RECOMENDA##

[@#galeria#@]

Neste domingo (28), a partir das 20h, o SBT exibirá mais um Troféu Imprensa. Apresentada por Silvio Santos, a premiação chega a sua 61ª edição. Além dos jurados contemplarem os melhores do entretenimento de 2018, eles terão que votar nos queridinhos que o público escolheu nas categorias do Troféu Internet.

Silvio Santos vai receber no palco os vencedores de anos anteriores que não puderam comparecer ao prêmio por estarem trabalhando, entre eles os atores Sérgio Guizé e Isabella Santoni, ambos da TV Globo.

##RECOMENDA##

Criado em 1958 pelo jornalista Plácido Manaia Nunes, o Troféu Imprensa 2019 contará no júri com as presenças de Nelson Rubens, Flávio Ricco, Daniel Castro, Sonia Abrão, Leo Dias, Ricardo Feltrin, Maurício Stycer, Marcelo Bartolomei, Cristina Padiglione e Keila Jimenez.

O Museu Cais do Sertão, localizado na área Central do Recife, está entre os 15 finalistas do Prêmio Obra do Ano 2019, organizado pelo site ArchDaily. A premiação é concedida para a melhor construção arquitetônica dos países de língua portuguesa.

Neste ano, estão na disputa nove edificações brasileiras e seis portuguesas. Ao todo, mais de 10 mil votos foram coletados durante duas semanas de indicações. Entre as obras nomeadas estão projetos culturais, comerciais, educacionais, praças, residências de alto padrão e remodelações.

##RECOMENDA##

O Cais do Sertão completou cinco anos de inauguração no último dia 3 de abril. A arquitetura do equipamento é formada por concreto armado e protendido. O espaço exalta as tradições do Estado com atividades lúdicas e culturais em sua programação e conserva uma exposição permanente em homenagem ao Rei do Baião, Luiz Gonzaga, além de salas expositivas, auditório, restaurante e café.

*Da assessoria de comunicação

As inscrições para a 12ª edição do Prêmio Professores do Brasil serão abertas nesta terça-feira (16). Todos os professores de escolas públicas, desde a creche até o ensino médio, podem participar. As inscrições podem ser feitas no site do prêmio até 31 de maio.
Neste ano, o prêmio conta com cinco temas especiais: Esporte como estratégia de aprendizagem; Uso de tecnologias de informação e comunicação (TICs) no processo de inovação educacional; Educação empreendedora; Criação e produção de linguagens de mídia por professores e estudantes no ensino fundamental e médio; e Aprendizagem Criativa.

O objetivo do prêmio é reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

##RECOMENDA##

"O principal ator que ganha o prêmio é o estudante porque são projetos que ele precisa apresentar como resultado em termos de aprendizagem. Na relação ensino e aprendizagem, se a aprendizagem não se concretiza, o professor não ensinou, só informou", disse a coordenadora-geral de Valorização, Saúde e Bem-estar dos Profissionais de Educação da Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), Mara Ewbank.

"Aprende o professor, aprende o aluno, aprende a coordenação, aprende a direção da escola, aprendem os gestores educacionais. É um processo contínuo de aprendizagem. O prêmio é, a cada ano, mais reconhecido pela sociedade em geral, principalmente na escola pública", acrescentou.

Etapas

A premiação tem três fases. Na etapa estadual, são 486 premiados, dos quais 162 seguem para a próxima etapa, a regional. Na fase regional, há um vencedor por categoria, por região, totalizando 30 vencedores.

A etapa final, nacional, contempla seis vencedores, sendo um de cada categoria. Os professores vencedores da fase regional participarão do evento final, com todas as despesas de viagem custeadas pelo Ministério da Educação, além de ter suas experiências publicadas na página do prêmio.

O resultado final dos ganhadores deste ano será divulgado no dia 28 de novembro em Cuiabá (MT). Serão distribuídos R$ 278 mil em prêmios aos educadores, além de uma viagem para os seis vencedores nacionais e seus respectivos coordenadores pedagógicos, totalizando 12 pessoas.

Professora ganhadora

Vandete Pereira Lima, professora da Escola Classe 8, do Cruzeiro, em Brasília, foi uma das ganhadoras do Prêmio Professores do Brasil no ano passado. Ela recebeu a premiação pelo projeto Uma mensagem para você, desenvolvido nas turmas de alfabetização. Para incentivar os estudantes a ler e escrever, ela usou algo bastante comum nos dias de hoje: o formato de mensagens enviadas pelo celular.

Segundo a descrição do projeto, mais de 80% da turma demonstraram avanços nos objetivos de leitura, escrita, pontuação e uso de linguagem multimodal.

"Parece uma ideia super simples, mas é altamente motivadora para nossos problemas. Hoje, a solução para nossos problemas é a criatividade", disse.

Apesar de a atuação do professor ser importante, Vandete afirmou que a melhora do desempenho dos estudantes depende também de uma boa estrutura de apoio nas escolas.

"Acho que a educação não pode trabalhar sozinha, tem que estar associada à saúde, tem que pensar em equipes multidisciplinares. O aluno de escola pública tem problema de alimentação, além de familiares. É preciso pensar em equipe de apoio para esses alunos. Só o professor em sala de aula não dá conta de todas essas questões que, de certa forma, vão influenciar no resultado do desempenho dos alunos", acrescentou.

Com o tema "O lugar onde vivo", a 6º edição da Olimpíada Brasileira de Língua Portuguesa 2019 abre inscrições para estudantes de escolas públicas estaduais e municipais, que estejam do quinto ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio.  A participação é gratuita e a inscrições vão até 30 de abril, devendo ser realizadas pelos professores dos alunos.

É necessário que os professores só façam as inscrições se as secretarias de educação, as quais as escolas estão vinculadas estejam devidamente cadastradas no portal do projeto Escrevendo o Futuro. A homenageada este ano será a escritora mineira Conceição Evaristo, autora de livros como “Olhos D’agua”, “Becos da memória” e “Poemas da recordação e outros movimentos”. 

##RECOMENDA##

A olimpíada terá 5 gêneros literários que serão trabalhados pelos participantes:  

Poema: 5º ano 

Memórias Literárias: 6º e 7º anos 

Crônica: 8º e 9º anos 

Documentário: 1º e 2º anos do ensino médio 

Artigo de Opinião: 3º ano do ensino médio 

Todos os trabalhos exigidos na competição devem ser feitos por alunos e professores. A premiação será realizada da seguinte forma: 569 estudantes e 443 professores serão selecionados na etapa municipal. 

A segunda etapa é a regional que terá cinco encontros (um para cada categoria da competição), quando serão escolhidos 173 alunos e 135 educadores para a final. 

A última etapa será realizada em dezembro, quando serão divulgados os 32 estudantes vencedores.  Os alunos ganhadores receberão como prêmio viagens culturais e acervo literário para as bibliotecas de suas escolas, enquanto os professores terão imersão pedagógica internacional. Para mais informações, acesse o site da Olimpíada.  

Estão abertas até o dia 22 de abril as inscrições para a 39ª Edição do Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica que, neste ano, será destinado à categoria “pesquisador e escritor”. O pesquisador e escritor será premiado como divulgador da ciência, tecnologia, inovação para o grande público.

O vencedor será premiado com R$ 20 mil, um diploma, passagem aérea e hospedagem para participar da 71ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que ocorrerá em julho deste ano, em Campo Grande (MT).

##RECOMENDA##

A premiação é realizada por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que tem como principal objetivo reconhecer pessoas que tenham contribuído significativamente para tornar a ciência, a tecnologia e a inovação conhecidas pela sociedade.

Os interessados, podem se inscrever diretamente na página do evento, preencher um formulário, com o currículo lattes atualizado, enviar portfólio, além de justificar a contribuição que demonstre à divulgação e popularização científica.

 

A situação aconteceu no intervalo da cerimônia da National Association for the Advanvemente of Colored People Image Awards 2019, no último sábado (30). O ator deixou Beyoncé visivelmente constrangida ao beijá-la duas vezes e ainda sussurrar algo no ouvido dela.

O maior incomodo causado pela interação entre o ator e a cantora é decorrente do segundo beijo, bastante próximo a boca de Beyoncé, a deixando visivelmente desconfortável. Anteriormente, Hardwick havia cumprimentado Jay Z, marido da cantora, de forma breve e sem a mesma intensidade da saudação dada a Beyoncé. 

##RECOMENDA##

Omari, que é amigo do casal, já trabalhou com Jay Z no clipe da canção 'Family Feud' do rapper, lançado em 2017. Ele tem 45 anos, é casado desde 2012 e tem dois filhos. Já Beyoncé é casada com Jay-Z desde 2008 e têm três filhos.

Assista o Vídeo do momento entre o ator e a cantora:

[@#video#@]

Por Waleska Andrade

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando