Tópicos | resultado

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, nesta quarta-feira (13), o gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio Enem (Enem), realizado nos domingos 3 e 10 de novembro. Com o gabarito em mãos, os candidatos podem comparar as respostas, mas a nota individual só será divulgada em março de 2020, ainda sem data definida.

As notas individuais poderão ser acessadas por meio do portal do Inep, do site do Enem ou pelo próprio aplicativo do Enem, disponível nas lojas virtuais de aparelhos Android e iOS. Mas para os estudantes que preferem não esperar, é possível saber ou ter uma estimativa da nota usando o gabarito? Muitos participantes acreditam que o número de assertivas pode determinar o resultado, mas não é bem assim, por causa do método de correção do Enem chamado de TRI.

##RECOMENDA##

Como a prova é calculada?

Desde 2009, o Inep passou a adotar a Teoria da Resposta ao Item (TRI) que é um modelo de correção baseado em uma escala-padrão de conhecimento. De acordo com a coletânea Enem do curso Poliedro, o sistema analisa a proficiência dos participantes e não exatamente o desempenho. Por isso, na correção não é levado em consideração apenas a quantidade de acertos na prova, conforme funciona a Teoria Clássica dos Testes (TCT), utilizada em escolas. “A maioria das escolas e instituições ainda adotam a TCT pois ela avalia as questões como um ‘todo’ e teoricamente quanto mais acertos, maior o domínio por parte do aluno”, resume Daniel França, professor de matemática.

De acordo com Fernando do Espíritu Santo, gerente de inteligência educacional e avaliações do Sistema Poliedro, as assertivas de um candidato segundo o gabarito são uma apenas uma suposição do que seria a nota final. A formulação da nota depende da coerência pedagógica, na qual se leva em conta as questões em níveis “fácil”, “médio” e “difícil”. “E ainda vale lembrar que de ano para ano têm algumas oscilações também. Por exemplo, em matemática, teve ano que a nota máxima já passou da nota mil, teve ano que ficou nos 990... então, não tem jeito. Tem que esperar o resultado oficial do Enem e continuar a se concentrar nos estudos e nos outros vestibulares”, recomenda o especialista, que também pontua as oportunidades que o aluno pode ter com os programas de financiamento estudantis, usando a nota do Enem. “Mesmo que o resultado não seja o mais alto, tem que lembrar que o Sisu abre portas para diversas universidades do Brasil todo. E depois, tem o Prouni e outros programas que podem a ajudar o estudante a conquistar uma vaga na universidade”.

Entenda a simulação das médias de acordo com as assertivas em cada área

Matemática: com 30 acertos = 780 pontos

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: com 30 acertos = 680 pontos

Ciências da Natureza e suas Tecnologias: com 30 acertos = 670 pontos

Ciências Humanas e suas Tecnologias: 30 acertos = 650 pontos

Quais os critérios de avaliação usados na TRI?

Discriminação: capaz de diferenciar os participantes que dominam e os que não dominam a habilidade cobrada em determinada questão.

Dificuldade: avalia a complexidade da questão – quanto maior seu valor, mais difícil é o item e vice-versa – e é expresso na mesma escala da proficiência.

Acerto casual: corresponde à probabilidade de um participante acertar a questão sem dominar a habilidade exigida; é o famoso “chute”.

Na opinião do professor de Daniel França, a Teoria da Resposta ao Item funciona como uma grande escada em que só se chega ao último degrau com coerência, se subir pelos degraus da base. “O Enem, ao adotar a TRI, se torna mais justo, mais coeso e sobretudo mensurador de um processo lógico que faça sentido ao aluno, evidenciando o aluno que estuda”, defende. Saiba mais no vídeo a seguir:

LeiaJá também

-> Gabarito oficial do Enem 2019 já está disponível

--> Entenda como é feita a correção das provas do Enem 2019

--> Como manter a calma diante da espera do resultado do Enem?

Os estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano vão poder ter acesso ao gabarito oficial das duas provas, bem como os cadernos de questões, a partir desta quarta-feira (13), conforme o cronograma do Enem. Já as notas da avaliação e da redação serão disponibilizados em janeiro de 2020.

A consulta dos materiais deverá ser feitas de três formas: No site oficial do Enem; no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep); no aplicativo do Enem disponível nos sistemas android e IOS.

##RECOMENDA##

Esta edição do Enem foi realizada nos domingos 3 e 10 de novembro em todo o Brasil. Os mais de 3 milhões de candidatos poderão usar a nota da prova para ingressar em cursos de graduação em universidades públicas e privadas, além de participar de programas estudantis como Sisu, Prouni e Fies.

Para os candidatos que escolheram fazer o Enem como "treineiros", o resultado da prova só será divulgada em março do ano que vem, ainda sem data prevista. 

LeiaJá também

--> Provas do Enem continuarão conteudistas, diz Inep

--> 2º dia do Enem registra a maior participação da história

--> Candidatos saem do Enem e reclamam do nível da prova

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil disponibilizou o resultado do XXX Exame de Ordem Unificado. No site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), os candidatos poderão conferir o listão com o nome dos aprovados, bem como o resultado individual.

Além do resultado final, a FGV também já fez a convocação para a segunda fase, composta de prova prático-profissional, com uma peça e quatro questões discursivas na área que o estudante escolheu. A resposta aos recursos interpostos contra o resultado preliminar da prova objetiva também foram disponibilizados no site da Fundação. Confira o listão com o nome dos aprovados aqui.

##RECOMENDA##

Os próximos passos dos estudantes serão aguardar a divulgação dos locais de realização da prova prático-profissional, no dia 25 de novembro. Já a segunda fase será realizada no dia 1° de dezembro. O resultado final tem previsão de ser disponibilizado em 17 de janeiro. 

Pernambuco ficou de fora do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares. O balanço da adesão nacional foi divulgado nesta terça-feira (01). No Nordeste, somente o Ceará foi favorável ao modelo. O objetivo do Ministério da Educação (MEC) é selecionar 54 escolas, duas instituições de ensino de cada Estado, para 2020. Prefeituras interessadas podem solicitar a adesão de 4 a 11 de outubro, até mesmo nos locais onde a proposta foi rejeitada.

Ao todo, 15 estados e o Distrito Federal resolveram entrar no programa que vai transformar escolas públicas em cívico-militares. Nas regiões Norte, Centro Oeste e Sul, todos os Estados foram favoráveis. No Sudeste, somente Minas Gerais.

##RECOMENDA##

O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, mostrou-se animado com o resultado desta primeira etapa. “A gente quer colocar as primeiras escolas onde todo mundo está de acordo. A gente quer que o caso seja um sucesso muito grande. Então, o ideal é começar pelos estados que querem e pelos municípios que os prefeitos também querem”, afirmou o líder da pasta.

Até 2023, O MEC tem o objetivo de instalar 216 escolas cívico-militares em todo o Brasil. O orçamento inicial para o programa é de R$ 54 milhões, sendo R$ 1 milhão por escola. De acordo com os dados divulgados, a verba será investida na melhoria de infraestrutura, compra de material escolar, reformas, entre outras pequenas intervenções e no pagamento de pessoal.

O MEC também vai fazer uma parceria com o Ministério da Defesa para contratar militares da reserva das Forças Armadas para atuação dentro das escolas. A duração mínima do serviço será de dois anos, prorrogável por até dez e podendo ser cancelado a qualquer momento. Os militares receberão 30% dos vencimentos que tinham antes da aposentadoria. Policiais e Bombeiros também podem ser direcionados pelos estados para apoiar na administração das instituições.

Entre os critérios para os municípios ingressarem no programa de escolas cívico militares estão ter entre 500 e 1000 alunos, ofertar os últimos anos do ensino fundamental, estudantes em situação de vulnerabilidade social e Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (IDEB) abaixo da média do estado.

Já está disponível o resultado preliminar do aprovados na segunda fase da XXIX edição do Exame de Ordem Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Os candidatos podem conferir a lista no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Além da relação preliminar, a FGV também disponibilizou o padrão de respostas definitivo da segunda fase do Exame. A avaliação foi realizada no último dia 18 de agosto, em todo o Brasil. O teste é composto de quatro questões discursivas e uma peça profissional aplicados à área do direito escolhido previamente pelo candidato.

##RECOMENDA##

O prazo para aplicação de recursos começa a partir desta quarta-feira (11) e vai até o próximo sábado (14). Já a decisão sobre os recursos aplicados no resultado preliminar e a divulgação do resultado final devem ser liberados no dia 24 de setembro.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou o gabarito das provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). O resultado da prova pode ser conferido no site da instituição .

O exame foi aplicado no dia 25 de agosto. No total, 1,1 milhão de jovens participaram, dentro de um universo de 3 milhões de inscritos. O número representou um aumento de 45% em relação à última edição do Encceja, um recorde histórico segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

##RECOMENDA##

No total, inscreveram-se pessoas de 613 municípios de todas as regiões do país. Os resultados estão previstos para dezembro. A data ainda não divulgada pelo Ministério da Educação.

O Encceja é voltado para pessoas que não terminaram os estudos na idade adequada e desejam obter a certificação de conclusão do ensino fundamental ou médio. Para o certificado de ensino fundamental a idade mínima é 15 anos. Já para o de ensino médio, o exigido é pelo menos 18 anos.

Encceja Exterior

Para quem vai fazer o Encceja Exterior, para brasileiros residentes em outros países, o Inep disponibilizou os locais de prova. Eles podem ser conhecidos por meio do cartão de confirmação de inscrição, que pode ser acessado pela página do candidato.

O exame será aplicado em 18 cidades de 12 países: Bruxelas (Bélgica); Barcelona e Madri (Espanha); Boston, Houston, Nova Iorque e Miami (Estados Unidos); Paris (França); Caiena (Guiana Francesa); Amsterdã (Holanda); Roma (Itália); Nagoia, Hamamatsu e Tóquio (Japão); Lisboa (Portugal); Londres (Reino Unido), Genebra (Suíça) e Paramaribo (Suriname) .

Mais informações podem ser obtidas na página do exame no site do Inep.

O resultado final do Exame de Ordem Unificado XXIX já está disponível. A prova, que é a forma de alcançar a autorização para advogar e é organizada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), foi realizada no dia 30 de junho, em todo o Brasil. O resultado pode ser conferido no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), na internet.

Com a lista final de aprovados, também foi disponibilizado o gabarito consolidado do Exame. Agora, os aprovados passarão pela segunda etapa do concurso, composta de uma prova prático-profissional de quatro questões discursivas e uma peça na área do direito escolhido pelo bacharel.

##RECOMENDA##

A divulgação dos locais de prova da segunda fase estão previsto para o dia 12 de agosto, também segundo o edital, disponibilizado pela FGV, organizadora do processo seletivo. Já a realização efetiva da prova prático-profissional será aplicada em 18 de agosto. O resultado final do Exame de OAB está previsto para ser liberado em 24 de setembro. 

A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) divulgou o resultado do processo seletivo extra da instituição. Ao total, são oferecidas 555 oportunidades para os campi Recife, Garanhuns, Serra Talhada, e Cabo de Santo Agostinho. No documento disponibilizado pela instituição, é possível verificar os nomes dos previamente aprovados e dos classificáveis para o segundo semestre de 2019. 

Os estudantes que quiserem entrar com recurso poderão realizar o procedimento até esta sexta-feira (19). Para dar entrada no procedimento, é preciso preencher formulário presente no edital de abertura do processo seletivo extra e entregar na Pró-Reitoria de Ensino de Graduação no setor da Coordenação Geral dos Cursos de Graduação. O resultado final deverá ser divulgado em 24 deste mês.

##RECOMENDA##

Com a liberação da lista final de aprovados, os estudantes deverão entregar a documentação exigida, também disponível no documento que oficializa a seleção, nos dias 30 e 31 de julho. A matrícula dos aprovados está prevista para 1 e 2 de agosto, nas respectivas coordenações de curso.

Confira as listas preliminares dos aprovados e dos classificáveis para as vagas extras disponibilizadas pela UFRPE para o segundo semestre de 2019.

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou, nesta quinta-feira (18), o resultado de recursos interpostos com o pedido de isenção da taxa de inscrição e a análise dos requerimentos de alteração dos locais de prova do 29º Exame de Ordem Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Os interessados podem conferir os resultados no site da FGV.

Os desfechos das solicitações são divulgados de modo privado para cada candidato. Para conferir o resultado dos recursos e das análises basta acessar a página de acompanhamento, na área de arquivos, e clicar na solicitação desejada. Uma outra página irá abrir, solicitando que o concorrente insira CPF e senha previamente cadastrados.

##RECOMENDA##

A segunda fase do Exame da OAB será realizada em 18 de agosto. O resultado preliminar será disponibilizado em 10 de setembro, e o prazo para interposição de recursos vai do dia 10 ao dia 14 do mesmo mês. O resultado final estará disponível, na página virtual da FGV, em 24 de setembro.

O resultado preliminar da primeira fase da 29ª edição do Exame de Ordem Unificado da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foi divulgado nesta segunda-feira (15). A lista de candidatos aprovados pode ser conferida no documento disponibilizado no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV)

A partir de agora, os candidatos poderão entrar com recursos contra o resultado preliminar. O prazo para realizar esta ação é até a próxima quinta-feira (18). Já o  resultado definitivo será divulgado dia 26 deste mês, mesma data de liberação do gabarito consolidado.

##RECOMENDA##

Já os locais de prova serão divulgados em 12 de agosto, enquanto a segunda fase, composta pela prova prático-profissional, será aplicada em 18 de agosto. O resultado final da 29ª edição da OAB será divulgado em 24 de setembro.

 

O listão com os nomes dos estudantes aprovados no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) será divulgado a partir do meio dia desta sexta-feira (12). O conteúdo poderá ser acessado no site da Comissão de Vestibulares e Concursos.

Antes da divulgação do resultado geral, os primeiros colocados serão conhecidos e recebidos no gabinete da Reitoria, a partir das 10h. Inicialmente, a data prevista para divulgação dos novos estudantes do IF  era o dia 15 de julho, mas a banca resolveu antecipar a liberação dos classificados.

##RECOMENDA##

O IFPE ofertou no último vestibular 3.173 vagas, em campi de todo o Estado, incluindo os polos de educação a distância. Informações sobre a matrícula, lista de espera e início das aulas estão disponíveis no site da instituição.

O texto-base da reforma da Previdência foi aprovado pelo Plenário da Câmara por 379 votos favoráveis e 131 contrários. O resultado acaba de ser proclamado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que se emocionou e foi muito aplaudido pelos parlamentares.

O placar superou os cálculos que haviam sido divulgados pelo governo e pelos líderes partidários com ampla margem. Para aprovar o texto, eram necessários, no mínimo, 308 votos.

##RECOMENDA##

A votação foi realizada em primeiro turno. O segundo turno de votação será realizado após a votação dos destaques e pode ocorrer entre amanhã e sexta-feira. A votação em segundo turno representa uma confirmação do texto final que será enviado ao Senado.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) disse que Maia "colocou seu nome na história do Brasil". Ele agradeceu ainda o apoio da população à reforma.

O líder do MDB, Baleia Rossi (SP), disse que o placar demonstra a maturidade da Câmara. Ele disse que Maia conduziu a reforma com "maestria" e em nenhum momento se desviou de sua meta. "Foi uma grande vitória", disse. "Agora, vamos superar os destaques", acrescentou, ressaltando que a ideia é derrubar aqueles que têm impacto na reforma.

O líder da Oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), disse que a aprovação da reforma era lamentável, pois os deputados olharam apenas números, sem ver as pessoas. "É preciso achar o equilíbrio ideal entre estes dois lados, para que a dose do remédio não vire veneno, tanto para o povo como para a nossa economia. Infelizmente, não foi isso que vimos aqui hoje", disse. "Vamos lutar, agora, para reduzir os impactos negativos desta reforma por meio dos destaques."

Os deputados iniciaram a análise dos 16 destaques apresentados. No início da noite, o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, ainda negociava com deputados para tentar retirar os destaques da oposição.

Há acordo para a votação de dois destaques: o que se refere aos policiais e às mulheres. Mesmo com a aprovação desses dois destaques, o governo estima uma economia de despesas acima de R$ 900 bilhões em dez anos.

O resultado do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do P-Fies, exclusivo para instituições financeiras, já está disponível. Os estudantes podem conferir suas situações no site do programa.

Os candidatos que escolheram a modalidade Fies, em que o financiamento é realizado diretamente com o governo federal, devem complementar as inscrições no período de 10 a 12 de julho. Já os estudantes contemplados pelo P-Fies deverão comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino superior para validar as informações declaradas na inscrição.

##RECOMENDA##

De 15 a 17 de julho, ainda será possível realizar a complementação da inscrição postergada, referente ao segundo semestre de 2019. Já a manifestação de interesse na lista de espera poderá ser realizada de 15 de julho a 23 de agosto, pelo site do Fies. Os candidatos selecionados deverão complementar a inscrição no prazo de três dias úteis, contados a partir do dia subsequente ao da divulgação de sua pré-seleção no FiesSeleção.

O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta terça-feira (9) o resultado do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) juro zero e do P-Fies.

Nesta edição, serão ofertadas 46,6 mil vagas a juro zero. O resultado estará disponível na internet, na página do programa e nas instituições de ensino superior participantes.

Os estudantes selecionados no P-Fies devem comparecer à instituição de ensino para validar as informações prestadas na hora da inscrição a partir desta terça-feira. Já os selecionados na modalidade Fies devem complementar a inscrição no período de 10 a 12 de julho.

Quem não foi selecionado na modalidade Fies juro zero pode ainda participar da lista de espera, entre os dias 15 de julho e 23 de agosto.

Não há lista de espera do P-Fies. A pré-aprovação do financiamento na modalidade do P-Fies é de responsabilidade exclusiva dos agentes financeiros operadores de crédito que tenham relação jurídica estabelecida com instituições de ensino participantes.

##RECOMENDA##

Fies

O Fies concede financiamento a estudantes em cursos superiores de instituições privadas com avaliação positiva pelo Ministério da Educação.

Pode concorrer quem fez uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e obtido nota maior que zero na redação.

Modalidades

O novo Fies, que começou a vigorar em 2018, tem modalidades de acordo com a renda familiar.

A modalidade com juro zero é para os candidatos com renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos.

O aluno começará a pagar as prestações respeitando o seu limite de renda.

A modalidade chamada de P-Fies é para candidatos com renda familiar per capita entre três e cinco salários mínimos.

Nesse caso, o financiamento é feito por condições definidas pelo agente financeiro operador de crédito, que pode ser um banco privado ou fundos constitucionais e de Desenvolvimento.

O Ministério da Educação (MEC) disponibilizou, nesta terça-feira (2), o resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni). Agora, os pré-selecionados têm até 8 de julho para apresentarem, às instituições de ensino que oferecem vagas, os documentos necessários para ingressar nos cursos.

O MEC ainda alertou: “Se o candidato não tiver sido chamado nas duas etapas, poderá tentar mais uma chance por meio da lista de espera. Para isso, precisa acessar o site do programa, nos dias 15 e 16 de julho, e manifestar o interesse. O resultado sairá em 18 de julho. Nesse caso, quem for contemplado terá entre 19 e 22 de julho para entregar a documentação junto à instituição”.

##RECOMENDA##

O ProUni oferece bolsas de nível superior em universidades privadas, parciais e integrais. Os candidatos devem ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), não podem ter diploma de nível superior e precisam ter feito o ensino médio em escolas públicas, entre outros critérios. Mais informações podem ser vistas no site do Programa.

O resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) será divulgado nesta terça-feira (18), na página do programa. Para assegurar a bolsa de estudos, os estudantes que foram selecionados devem, a partir desta terça-feira, ir às instituições de ensino e comprovar as informações fornecidas na hora da inscrição.
 
No site do ProUni está disponível a lista da documentação necessária.

Cabe aos estudantes verificar, nas instituições de ensino para as quais foram selecionados, os horários e o local de comparecimento para a aferição das informações. O prazo para que isso seja feito vai até o dia 25 de junho.

##RECOMENDA##

 Aqueles que não foram selecionados têm ainda outras chances. No dia 2 de julho seja divulgada a lista dos aprovados em segunda chamada. Os candidatos podem, ainda, participar da lista de espera nos dias 15 e 16 de julho.

Ao todo, serão ofertadas para o segundo semestre deste ano 169.226 bolsas de estudos em instituições particulares de ensino superior, sendo 68.087 bolsas integrais, de 100% do valor da mensalidade e 101.139 parciais, que cobrem 50% do valor da mensalidade.

As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo. As bolsas parciais contemplam os candidatos que têm renda familiar bruta per capita de até 3 salários mínimos.

Quem pode participar

Podem participar do ProUni candidatos que não tenham diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018.

Além disso, os estudantes precisam ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral.

É preciso ter obtido ainda nota mínima de 450 pontos na média aritmética das notas obtidas nas provas do Enem.

O cálculo é feito a partir da soma das notas das cinco provas, dividida por cinco. Outra exigência é a de que o aluno não tenha tirado zero na redação.

Também podem se inscrever no programa estudantes com deficiência e professores da rede pública.

O resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) na tarde desta segunda-feira (10). Ao total, o Sisu oferece 59 mil vagas em 1,7 mil cursos diferentes em todo o Brasil. O desfecho da situação de cada estudante pode ser conferido pela internet.

Os candidatos aprovados poderão fazer as matrículas nas instituições de ensino em que foram selecionados entre os dias 12 e 17 de junho. Já quem não foi chamado poderá participar da lista de espera do dia 11 de junho ao dia 17 do mesmo mês. A manifestação do interesse na relação deve ser feita pelo site do Sisu. Já em 19 de junho, o estudante chamado na lista de espera deverá acompanhar o calendário de matrículas junto à instituição para a qual foi escolhido.

##RECOMENDA##

As inscrições para o Sisu foram realizadas do dia 4 ao dia 7 de junho. Para se candidatar, o estudante precisou ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio 
(Enem) de 2018, ter obtido pelo pelo 450 pontos na prova e não ter zerado a redação. 

Procuradores da Operação Lava Jato atuaram para interferir no resultado da eleição presidencial de 2018. É o que afirma o site The Intercept, que teve acesso a trocas de mensagens privadas, gravações em áudio, vídeos, fotos e documentos judiciais e publicou, neste domingo (9), três reportagens com o que descobriu no material, recebido de uma fonte anônima.

Segundo o site, os procuradores da Lava Jato, em conversas privadas, em diversos momentos manifestaram a preocupação com a realização de uma entrevista com o ex-presidente Lula na prisão antes da votação porque ela "poderia ajudar a eleger Haddad".

##RECOMENDA##

Um clima "de revolta e pânico" tomou os procuradores, que se comunicavam em um grupo do aplicativo Telegram, quando o ministro do STF Ricardo Lewandowski autorizou a entrevista com Lula. Horas depois, quando outro ministro, Luiz Fux, acatou uma Liminar do Partido NOVO impediu novamente a entrevista, o clima era de comemoração. "Devemos agradecer à nossa PGR: Partido Novo!!!" exclamou o procurador Januário Paludo.

Desde que emergiu, em 2014, os envolvidos na Operação Lava Jato são alvos de acusações de atuarem pooliticamente, extrapolando as funções legais e einstitucionais e interferindo na vida política do país de forma intencional. E sempre negaram qualquer politização da força-tarefa de forma enfática.

A série de reportagens mostra ainda que o procurador Deltan Dallagnol duvidava das provas da acusação contra Lula envolvendo o triplex do Guarujá horas antes de apresentá-las ao público. E que o atual ministro da Justiça Sérgio Moro, à época juiz da força-tarefa, extrapolou seu papel e deu diversas sugestões e orientações para a equipe que formulava as acusações da Lava Jato, "atuando informalmente como um auxiliar da acusação", chegando até a interferir na ordem das etapas da operação.

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) divulgou, nesta sexta-feira (24), o resultado do Processo Seletivo Extravestibular - Transferência Externa 2019.2. Segundo a instituição de ensino, a relação conta com estudantes classificados, classificáveis e processos indeferidos.

Ao todo, a instituição ofereceu 2.318 oportunidades de ingresso em diversas graduações. O quantitativo de vagas por curso, turno e campus considera a tabela de vagas ociosas geradas da UFPE pelo processo de evasão e retenção. Administração, arqueologia, direito, história, filosofia, serviço social, engenharia da computação e medicina foram alguns dos cursos disponibilizados.

##RECOMENDA##

A seleção é direcionada à transferência de alunos regulares de outras instituições de ensino nacionais para a UFPE. Os estudantes precisam estar em cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC). Outros detalhes informativos podem ser obtidos pelo telefone (81) 2126-7014.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou o resultado das solicitações de atendimento específicos e especializados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), nesta quarta-feira (22). A análise dos pedidos é referente àqueles que exigiram apresentação de laudo médico durante a inscrição. No caso dos pedidos reprovados, o resultado informa o motivo.

A partir desta quinta-feira (23), serão abertos os recursos referentes aos resultados das solicitações de atendimento específico e especializado. O candidato terá até o dia 29 de maio para inserir algum documento que comprove necessidade de atendimento. O resultado será divulgado em 5 de junho na página do participante.

##RECOMENDA##

O Inep oferece atendimento específico para gestante, idoso, lactante e para outras condições específicas. Já o atendimento especializado é para participantes com autismo, baixa visão, cegueira, deficiência auditiva, deficiência física, deficiência intelectual (mental), déficit de atenção, discalculia, dislexia, surdez, surdocegueira e visão monocular. As provas do Enem 2019 serão realizadas nos dias 3 e 10 de novembro.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando