Tópicos | UniNassau

Caruaru, no Agreste de Pernambuco, recebeu mais uma edição do Mostra Campus nesta quinta-feira (23). Promovido pela UNINASSAU, o evento mostra a alunos do ensino médio a realidade de cursos de nível superior. O LeiaJá, por meio do programa Vai Cair No Enem, acompanhou detalhes da iniciativa. Confira no vídeo a seguir:

##RECOMENDA##

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é um programa do Governo Federal criado para dar, sobretudo, oportunidade de estudantes ingressarem no ensino superior em instituições privadas. Ele alcançou seu auge, no que diz respeito à concessão de contratos, entre 2010 e 2014, principalmente devido à redução da taxa de juros de 6,5% para 3,4% ao ano, quando chegou a ofertar quase 750 mil vagas em 2014.

No período mencionado, o Fies ofertava financiamento de 100% do valor da mensalidade, não havia limite de vagas e os alunos poderiam aderir ao programa em qualquer época do ano. A partir de 2015, as regras foram alteradas: os alunos não teriam mais do financiamento de 100% das mensalidades, haveria um período específico para a realização das inscrições, as vagas eram limitadas e existiam requisitos de notas mínimas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). De 2014 a 2015, o número de contratos ofertados foi reduzido em, aproximadamente, 445 mil. A justificativa do Governo: inadimplência crescente e falta de recursos por parte do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

##RECOMENDA##

Em três anos, de 2015 a 2018, a dívida do Fundo cresceu mais de 30 vezes, chegando a R$ 20 bilhões. Ainda de acordo com o FNDE, esse número pode triplicar nos próximos anos. Os alunos que estão com dívidas junto ao produto são, em sua maioria, estudantes com contratos firmados durante a antiga política do programa (2010-2015), que agora estão enfrentando obstáculos para pagar as parcelas, mesmo depois de 18 meses de carência, devido, sobretudo, a dificuldades relacionadas ao mercado de trabalho.

Mayara Keytty, 23, pós-graduanda em ortodontia, utilizou o Fies em sua graduação, concluída no segundo semestre de 2017. “Eu escolhi o Fies porque não queria esperar mais um ano para tentar conseguir vaga em uma universidade federal e porque eu não tinha condições para pagar uma universidade privada”, conta. O período de carência de Keytty termina em junho de 2019 e ela ainda não sabe como irá conseguir pagar as mensalidades, que chegam a R$ 700 mensais, devido a escassez de vagas no mercado de trabalho e a situação econômica delicada que o país está passando.

O jornalista Everton Galdino, 23 anos, também concluiu o curso superior no segundo semestre de 2017 e já encontra dificuldades para pagar as parcelas de amortecimento do juros do financiamento. “Tenho parcelas atrasadas. Desde que me formei não consegui emprego na área e passei a empreender online. Com o dinheiro de uma loja no Instagram, eu consigo pagar algumas parcelas”, revela.

Com o objetivo de ter a dívida de R$ 20 bilhões quitada, o FNDE anunciou, por meio de portaria, que os alunos inadimplentes, que assinaram contrato do Fies até o segundo semestre de 2017, teriam a oportunidade de negociar a dívida. A diminuição de vagas notada no período 2014-2015 e as novas exigências para os candidatos provocaram um blackout no programa, que em 2016 não conseguiu preencher nem 80% das vagas ofertadas. Essa redução no número de vagas fez com que as instituições de ensino superior privadas precisassem criar soluções e encontrar alternativas para manter um bom número de alunos.

Grandes grupos educacionais do país, em parte, seguindo os moldes norte-americanos, encontraram no crédito educativo uma alternativa economicamente viável para ambos lados - instituição e aluno -. O Educred, recurso criado pelo Grupo Ser Educacional para driblar essas dificuldades, pode ser considerado um desses exemplos. Para Luiz Paulo Bezerra, coordenador do Educred, o Fies não é mais tão vantajoso como era cinco anos atrás.

“Com o Fies, o aluno tem que pagar um boleto único composto pela parte não financiada, seguro prestamista e taxa administrativa. No Educred não existe isso. Aqui o aluno paga a parte não financiada diretamente à instituição. Por exemplo, a mensalidade custa R$ 1.000 e o aluno conseguiu 80% de financiamento: ele vai pagar apenas R$ 200 para a instituição. A conta é simples”, explica o coordenador.

O Educred já formou mais de 10 mil alunos em todo o país. Para quem é novato a plataforma oferece juros zero e só depois de um ano de estudos o aluno precisará apresentar um fiador, além de já ter 80% de financiamento das mensalidades garantido.

Muitos estudantes podem não perceber a diferença entre financiamento estudantil, como o caso do Fies, e crédito educativo, como no Educred. O financiamento estudantil é caracterizado, sobretudo, pelo suporte de uma instituição financeira, o que não acontece no crédito educativo já que não existe financiamento ou empréstimo proveniente de nenhuma parte.

De acordo com o economista e professor Ecio Costa, é importante é avaliar as opções disponíveis e pesquisar muito antes de fazer escolher. “O Fies só é ofertado a uma parcela da população que atende a critérios de renda e desempenho no Enem. Então, quem não cumpre com esses requisitos precisa recorrer ao mercado. Como muitas instituições oferecem crédito educativo, é importante para o estudante fazer uma pesquisa detalhada das opções, lembrando que, como estudante, é provável que ele não tenha renda.”

O economista recomenda, ainda, que os alunos sempre mantenham contato com as IES para não contratar um serviço que não caiba no seu orçamento. “É importante comparar a taxa de juros entre essas modalidades e também o prazo de pagamento. Também é interessante realizar simulações para saber o valor das parcelas, para que tudo se encaixe dentro do orçamento. Muitas vezes o problema é que os alunos se formam, não conseguem vaga no mercado de trabalho e acabam ficando com o nome sujo, com restrições, por não conseguirem cumprir com suas obrigações financeiras.”

Você pode conferir as instituições que possuem convênio com o Educred acessando o site da plataforma. No vídeo a seguir, Luiz Paulo Bezerra dá mais detalhes sobre o produto:

Alunos no Agreste Pernambucano tiveram a oportunidade de aprender mais sobre as carreiras que podem seguir no futuro em mais um Mostra Campus realizado pela UNINASSAU. O evento desta quinta-feira (23) teve como palco o campus Caruaru da instituição.

Desde as primeiras horas da manhã, estudantes de escolas da capital do Agreste e de municípios vizinhos puderam visitar stands e aprender na prática como é a vida de universitário. “Estamos ofertando 23 serviços diferenciados e mostrando cursos com metodologia dinâmica para eles descobrirem a carreira que querem seguir”, afirmou a diretora da instituição, Aislane Silva.

##RECOMENDA##

Seja dentro de laboratórios ou nas salas de aula, a imersão no ambiente universitário é genuína. Carlos Michel Vieira, vestibulando que quer fazer o curso de enfermagem, se disse impressionado com a estrutura da área de saúde. “Tem muitas áreas interessantes aqui. Aprendi até mesmo como funciona algumas coisas práticas, como o parto”, disse.

Dentro da sala de nutrição, uma das mais concorridas do evento, os alunos puderam tirar as principais dúvidas sobre a área, algo gratificante não só para quem está prestes a sair do colégio. “Esse é um dos momentos mais gratificantes do nosso curso, onde podemos passar o conhecimento para quem nos visita”, lembra Josilayne Santos.

Apaixonados pela área, os universitários lembram que a graduação deixou de ser apenas um sonho só para aqueles que querem ter um ensino superior. Com projetos como o Educred e outros financiamentos estudantis, muitos conseguem garantir a trilha educacional até um futuro melhor.

Na recepção do evento, aqueles que têm dúvidas sobre qual profissão querem seguir podem se informar sobre testes vocacionais e também aprender sobre quais benefícios são pensados para os alunos que já estão dentro dos cursos. “Estamos recebendo mais de dois mil alunos, tanto de Caruaru quanto da região. Aqui temos oportunidade de tirar as dúvidas dele”, lembra Samuel Gomes, representante do núcleo de trabalhabilidade da instituição.

O Mostra Campus receberá alunos até 17h desta quinta-feira no campus da UNINASSAU Caruaru.

A UNINASSAU realizou em João Pessoa-PB, nesta semana, mais uma edição do Mostra Campus. O encontro busca apresentar a estudantes do ensino médio vários cursos de graduação. Mais de 5 mil visitantes acompanharam o evento. Confira outros detalhes no vídeo a seguir:

##RECOMENDA##

Mais de 5 mil estudantes de escolas públicas e privadas participaram, desde a última quarta-feira (15), do Mostra Campus da UNINASSAU em João Pessoa-PB. O evento aproxima alunos do ensino médio ao ambiente universitário. As atividades chegam ao fim nesta sexta-feira (17).

Em dezenas de salas e laboratórios, graduandos da UNINASSAU apresentaram seus cursos aos visitantes. Humanas, Saúde e Exatas são algumas das áreas disponíveis no evento. “Ficam todos fascinados com o nosso curso de enfermagem. Aqui mostramos um pouco da rotina e peças bem realistas”, destacou Eduarda Nunes, aluna do nono período de enfermagem.

##RECOMENDA##

De acordo com o diretor regional do Grupo Ser Educacional, mantenedor da UNINASSAU, Rogério Xavier, o Mostra Campus foi um sucesso. “Um evento super positivo, movimentou a cidade de João Pessoa. Mais de 5 mil alunos de escolas públicas e privadas estiveram conosco. Eles passaram aqui durante três dias, observando todos os cursos, saindo daqui sabendo mais qual área seguir”, comentou.

[@#galeria#@]

A estudante do ensino médio Emily Samara compareceu ao evento e conheceu o estande do Vai Cair No Enem, projeto do LeiaJá que compartilha dicas e aulas exclusivas sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A jovem fez questão de recomendar aos amigos o Instagram @vaicairnoenem. “Comecei a seguir este ano, é um perfil maravilhoso que eu indico. Nos ajuda muito na hora dos estudos”, disse a estudante.

Os visitantes também interagiram com a influenciadora digital Thaliane Pereira - @thalianepereira -, que compartilha conteúdos sobre moda e empreendedorismo. A jovem de 21 anos é graduanda de administração e aproveitou a oportunidade para conversar com os estudantes a respeito do universo do ensino superior, além de destacar a importância de seguir o Vai Cair No Enem.

“Foi incrível! Esse Mostra Campus é diferente, você consegue ter uma noção mais experimental sobre os cursos, por meio da visita aos laboratórios. Alem disso, o Enem é o fator principal para um aluno ingressar em uma faculdade. Você ter conhecimento sobre o que estudar para o Exame é essencial. E é isso que o Vai Cair No Enem mostra para vocês, através das aulas e dos questionários. Eu, como estudante de pré-vestibular que fui, digo que o Vai Cair No Enem é um projeto incrível, porque passei por essa rotina de estudos”, ressaltou Thaliane Pereira.

Confira vídeo com trechos do evento:

[@#video#@]

Além de visitarem as salas sobre os cursos, os estudantes participaram de momentos de descontração. Destaque para o espaço lúdico, onde o público interagiu com uma DJ e vários dançarinos.

O próximo Mostra Campus da UNINASSAU será realizado em Caruaru, Agreste de Pernambuco. O evento está marcado para o dia 23 de maio, das 8h às 17h. Para mais informações, acesse o site da instituição de ensino. 

Uma pesquisa do Instituto de Pesquisa (IPSOS) revelou que o Brasil é o segundo país com mais casos de cyberbullying no mundo, com 29% de pessoas já tendo sofrido ofensas online. A propagação de mensagens e imagens no mundo virtual com teor agressivo e depreciativo caracteriza-se ações de cyberbullying. Pensando nisso, a Faculdade UNINASSAU Petrolina iniciou uma campanha de sensibilização contra a prática.

Cartazes com frases que ofendem a imagem do outro foram espalhados na Instituição com a finalidade de estimular a reflexão. Para a estudante de Psicologia, Beatriz Alcântara, a ação é bastante pertinente. “A gente pensa que o bullying, ou cyberbullying, é para no ensino médio, mas não. Geralmente, a prática também é realizada nos ambientes da universidade”, contou. A campanha é fortalecida com a exposição de um vídeo em sala de aula em que o professor abre para discussão.

##RECOMENDA##

A pesquisa da IPSOS mostra que o Brasil só perde da Índia, onde 37% disseram que as crianças ou adolescentes foram tratados de forma ofensiva na internet – a média global é de 17%. A Rússia registrou 0% de casos de cyberbullying.

“Nosso objetivo é orientar os alunos de como agir e combater a prática do cyberbullying. Devemos ser propagadores de boas ações, ideias, palavras, nosso foco é manter o ambiente universitário respeitoso e favorável à saúde mental dos alunos, colaboradores e professores”, frisou a diretora da Instituição, Anna Cristina.

A ação foi realizada pelos alunos do projeto VIVA UNINASSAU em conjunto com o Núcleo de Apoio ao Educando (NAE).

*Da assessoria de imprensa

Milhares de estudantes do ensino médio de João Pessoa, na Paraíba, tiveram a oportunidade de conhecer melhor o funcionamento de cursos superiores visitando as instalações da UNINASSAU na Mostra Campus realizada nesta quarta-feira (15). O evento, que tem entrada gratuita, funcionará das 8h às 17h até a sexta-feira (17).

Veja vídeo com melhores momentos do primeiro dia do evento:

##RECOMENDA##

[@#video#@]

A unidade João Pessoa-PB da UNINASSAU iniciou, nesta quarta-feira (15), mais uma edição do Mostra Campus. O evento apresenta a estudantes de nível médio a rotina do ensino superior, por meio de uma interação entre os visitantes e universitários da própria instituição de ensino.

A ação segue até a próxima sexta-feira (17), das 8h às 17h, recebendo alunos de escolas públicas e privadas. De acordo com a organização do Mostra, pelo menos 5 mil pessoas devem conhecer os cursos da UNINASSAU durante o encontro.

##RECOMENDA##

“É um momento fantástico para os alunos que estão em dúvida ainda sobre a carreira que vão seguir e até para os alunos da própria instituição que querem saber um pouco mais sobre a profissão” ressaltou o diretor regional da UNINASSAU, Rogério Xavier.

Segundo o estudante de medicina veterinária da UNINASSAU, Miguel Cavalcanti, a Mostra Campus proporciona aprendizado mútuo, além de detalhar a estrutura oferecida pela instituição. “A gente oferece aos visitantes um pouco da nossa experiência, o que a gente encontra no ambiente da universidade. Nós explicamos o que estudamos e prospectamos para o nosso futuro”, disse o universitário, que apresentou técnicas de adestramento de cães durante o evento.

Thayná Nunes, aluna do terceiro ano do ensino médio, além de acompanhar os cursos de graduação, visitou o estande do Vai Cair No Enem, produzido pelo LeiaJá. Ela é seguidora do projeto no Instagram e aproveitou para elogiar os conteúdos compartilhados em prol da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “O projeto é muito importante porque dá muitas dicas sobre diversas disciplinas. Ajuda bastante a gente que está se preparando para a prova”, comentou a jovem. Ela espera ingressar no curso de medicina.

O público passa por estandes de cursos das áreas de Saúde, Humanas, Exatas, entre outros segmentos. Também há espaços de diversão ao som de um DJ. A UNINASSAU fica na Avenida Presidente Epitácio Pessoa, 1.201, bairro dos Estados, em João Pessoa.

Confira galeria do primeiro dia de evento:

[@#galeria#@]

Mães de crianças com doenças raras de 20 estados do Brasil podem ganhar bolsas de estudos para cursos de graduação e pós-graduação EAD. O projeto “Mães Produtivas” faz parte do Programa EAD Social, uma inciativa do grupo Ser Educacional, desenvolvido pelas Instituições UNINASSAU, UNAMA, UNIVERITAS e UNIVERITAS/MG.

O projeto foi criado em 2016 por um dos maiores grupos de educação superior privada do Brasil, o Ser Educacional, em parceria com a Aliança de Mães e Famílias Raras (AMAR), com o intuito de beneficiar mães que não podem comparecer às aulas presenciais, por precisarem fornecer cuidados especiais aos seus filhos. Ao todo, 250 bolsas de estudos foram ofertadas em 2019.

##RECOMENDA##

A estudante Michele Santos, de 36 anos, que está no sexto período do curso de pedagogia EAD, ministrado pela UNINASSAU, afirma que se inscreveu no projeto em 2016. Michele é mãe do adolescente Gabriel, de 17 anos, diagnosticado com microcefalia. “Eu sempre quis cursar uma faculdade, mas nunca tive oportunidade. Quando engravidei, estava acabando o ensino médio e devido ao fato do meu filho ter nascido com microcefalia, as demandas para mim aumentaram muito. Comecei a ir para o médico mais frequentemente, a fazer terapia com meu filho, além de todos os cuidados especiais que ele precisa. Então, esse meu sonho foi adiado, até que em 2016 eu conheci o projeto mães produtivas, através da AMAR. Hoje, estudo, cuido do meu filho e estou perto de realizar meu sonho de concluir uma graduação”, pontua.

Entre as 20 unidades de ensino que disponibilizam vagas para mães inscritas no projeto, estão: Universidade UNIVERITAS/UNG, em Guarulhos; Universidade da Amazônia – UNAMA, em Belém; os Centro Universitários Maurício de Nassau – UNINASSAU em RecifeSalvador e Maceió; o Centro Universitário Universus Veritas - UNIVERITAS, no Rio de Janeiro; as Faculdades UNAMA em Boa Vista, Porto Velho e Rio Branco; as Faculdades UNINASSAU em FortalezaNatalJoão PessoaManausSão LuísTeresina e Aracaju e as Faculdades UNIVERITAS em Belo Horizonte, Anápolis, Cuiabá e Palmas.

De acordo com o diretor de Responsabilidade Social do grupo Ser Educacional, Sergio Murilo Jr., o projeto tem o intuito de oferecer cursos de nível superior as mães que não podem comparecer as aulas presenciais, devido os cuidados com os filhos. “Inicialmente a gente detectou que mães que possuem filhos com doenças raras, em especial, microcefalia, aqui em Pernambuco, estavam se sentindo improdutivas porque não tinham condições de trabalhar nem de estudar, devido a necessidade que seus filhos tinham de receber cuidados 24 horas por dia", explica. Essa foi a força motriz para a idealização das bolsas EAD. "Visualizamos a possibilidade de oferecer bolsas de graduação e pós-graduação à distância para essas mães. Com isso, podemos transformar a vida dessas mães, a partir do momento que elas consigam concluir um curso superior ou fazer uma pós-graduação que presencialmente elas não teriam condições”, lembra.

Ainda segundo o diretor, “esse foi o grande objetivo do Ser Educacional, fazer com que essas mães possam ter uma graduação e com isso, mudar de vida, conseguir um emprego e dar uma qualidade de vida melhor para o seu filho”, conclui.  

Segundo a presidente da AMAR, Pollyana Diaz, a parceria com o grupo Ser Educacional vem beneficiando milhares de famílias que possuem crianças com doenças raras. “A parceria com o grupo Ser Educacional surgiu pela necessidade que a gente sentia, nas reuniões que fazíamos com as famílias e com as mães, de possibilitar educação de nível superior a essas mães. Quando surgiu o surto do zika vírus, nós percebemos que as mães eram muito jovens e o principal desafio dessas mulheres era voltar a estudar e cuidar dos seus filhos. Então, nos começamos a pensar em propostas para mudar essa realidade das mães, apresentamos o projeto ao grupo Ser Educacional e dai surgiu o programa Mães Produtivas que vem beneficiando diversas mães em todo Brasil”, destaca.  

Confira o relato, em vídeo, da estudante Valéria Santos, que está no sexto período do curso de pedagogia e é mãe de Larissa Santos, de 5 anos, diagnosticada com microcefalia e paralisia cerebral:

[@#video#@]

 

Uninassau/Cabo de Santo Agostinho e LSB RJ/Sodiê Doces fizeram uma noite de basquete nesta quinta-feira (09), na Arena da Juventude, no Rio de Janeiro. A equipe pernambucana saiu com a vitória, com o placar de 80 a 61. A MVP da partida foi a ala Isabela Ramona, com 18 pontos e 30 de eficiência. Destaque também para a pivô Fabi, com 24 pontos e 22 de eficiência. 

O JOGO

##RECOMENDA##

Com a pivô Ronni Williams machucada, a Uninassau/Cabo de Santo Agostinho entrou em quadra com Casanova, Thaissa, Leila, Chirinda e Fabi. O início do jogo foi difícil para o time pernambucano, que sofreu 10 a 0 nos primeiros minutos, mas a pivô Fabi mostrou que seria um dos destaques da partida, fazendo seus dois primeiros pontos. No decorrer do período, Fabi conseguiu encostar no placar, fazendo 3 bolas de 3 seguidas.

No segundo período, a Uninassau/Cabo de Santo Agostinho se encontrou em quadra, conseguiu atacar e abrir o placar com boa atuação de Ramona, indo para o vestiário vencendo por 44 a 31. 

No terceiro período, o time carioca voltou com ímpeto no ataque, empatando o placar parcial e a equipe pernambucana teve um tempo difícil no final da partida, perdendo as alas Chirinda e Leila, além da pivô Fabi, com 5 faltas cada. O último período serviu para administrar o placar, promovendo também a entrada das jogadoras mais jovens, que nunca tinham entrado em nenhuma partida oficial da LBF CAIXA 2019.

A Uninassau/Cabo de Santo Agostinho volta a jogar no dia 24 de maio, contra Itu, em Recife.

Da Assessoria

O Vai Cair no Enem marcou presença na Mostra Campus da UNINASSAU Petrolina nesta quinta-feira (9). Alunos do ensino médio da cidade do Agreste pernambucano puderam conversar com estudantes que já estão na vida universitária, tirando dúvidas e conhecendo melhor a rotina de cada um deles.

Confira mais da experiência que aproximou alunos terceiranistas e o ensino superior:

##RECOMENDA##

[@#video#@]

Aproximar estudantes do ensino médio ao universo da educação superior. Esse é um dos objetivos da Mostra Campus da UNINASSAU, em Petrolina, Sertão de Pernambuco. Nesta quinta-feira (9), o evento recebe centenas de alunos de escolas da região para apresentar, de maneira detalhada, os cursos de graduação oferecidos pela instituição de ensino.

Em vários estandes, universitários da UNINASSAU apresentam temas relacionados aos seus cursos, além de ferramentas utilizadas durantes as aulas. Eles conversam com estudantes do ensino médio que, sempre atentos, ouvem dicas sobre as formações. Humanas, Saúde e Exatas são algumas das áreas disponíveis.

##RECOMENDA##

Jenifer Ferreira, 16, aprovou a iniciativa. “É uma forma de conseguirmos mais conhecimentos. Acho muito importante um evento como esse. Eu pretendo fazer direito e estou estudando muito para isso”, disse a jovem estudante do terceiro ano do ensino médio.

De acordo com a graduanda de psicologia do terceiro período da UNINASSAU, Laís Gericó, a Mostra Campus pode propiciar uma ajuda significativa na hora dos jovens escolherem qual carreira seguir.  “É uma experiência perfeita, principalmente para mim que sou do curso de psicologia. Hoje estou interagindo com um pessoal que está em um momento decisivo da vida, que é o ensino médio. Aqui eles podem ter conhecimento de várias áreas que devem ajudar no momento da escolha do curso”, comentou.

[@#galeria#@]

A diretora da UNINASSAU Petrolina, Ana Cristina Araújo, ressalta a relevância do evento para os estudantes da região. “Considero o evento mais importante para os estudantes do ensino médio. É o maior encontro de profissões do Vale do São Francisco. É um evento que ajuda a desenvolver e despertar cada aluno que ainda tem dúvida em relação à sua profissão”, destacou a educadora.

Quem também marca presença na ação é a influenciadora digital Thaliane Pereira - @thalianepereira -, que se destaca no Instagram ao compartilhar conteúdos sobre moda, empreendedorismo, viagens, entre outras atividades. Na época de escola, a jovem participou de uma Mostra Campus. “É um evento essencial para a vida de qualquer estudante. Você conhece os cursos de forma muito dinâmica. Falo isso por experiência, porque há um tempo, lá na Mostra Campus em Recife, eu tive o prazer de conhecer os cursos”, relembrou Thaliane.

A Mostra Campus teve início às 8h e segue até 17h desta quinta-feira. A entrada é gratuita. A UNINASSAU Petrolina fica na Avenida Clementino Coelho, 714, área central da cidade.

[@#galeria#@]

UNINASSAU e Blumenau marcaram a sexta-feira do amante do basquete pernambucano. A torcida chegou junto e viu o time da casa garantindo uma vitória com V maiúsculo. Com 5 jogadoras pontuando dígitos duplos, a equipe venceu Blumenau por 86 a 75 e teve como MVP, a cestinha da partida, Ronni Williams, com 25 pontos e 30 de eficiência. 

As equipes entraram com muito ímpeto em quadra, com a UNINASSAU se colocando na frente do placar, mas com duas bolas de 3 da armadora blumenauense Lays, o período terminou com o placar de 22 a 17 para a equipe visitante. 

##RECOMENDA##

No segundo período de jogo, a equipe pernambucana voltou com muita determinação e mostrou que queria a vitória. Empatou no placar parcial, mas ainda foi para o vestiário perdendo por 43 a 38.

Na volta do vestiário, jogo apertado. A UNINASSAU se impôs dentro de casa e conseguiu encostar no placar. Jogo emocionante no Sesc de Santo Amaro, onde o vencedor foi definido apenas no último período. A equipe comandada por Dornelas não estava para brincadeira. Dominante do início ao fim, fez 28 pontos e garantiu uma importante vitória na competição.

Além de Williams, destaque para Casanova, com 19 pontos, Leila, com 18, Chirinda e Thaissa com 10. Para a capitã da equipe, Leila, a folga que a equipe teve na competição foi muito importante para a conquista dessa vitória. “No começo treinamos pouco e perdemos jogos importantes. Nessas duas semanas, demos duro e tá aí a recompensa. Essa vitória nos serve como um norte pro restante da competição”, finalizou a ala.

Da assessoria de imprensa

Na noite desta quinta (25), cerca de 300 estudantes de diversos cursos da UNINASSAU lotaram o auditório Dr Professor Roque de Brito Alves, localizado no Bloco B da instituição, no bairro das Graças, para assistir à palestra do Dr. Fernando Costa, psicólogo especialista em hipnose. O evento faz parte do Projeto Especialize, que divulga os cursos de pós-graduação da universidade, a partir da troca de experiências entre estudantes e profissionais atuantes no mercado de trabalho.

“O Especialize se estende durante toda a semana, trazendo a cada dia uma área diferenciada. Estamos trazendo o Dr. Fernando Costa para que ele possa falar sobre hipnose com os nossos alunos, que poderão experimentar nossa metodologia na pós-graduação”, comenta a coordenadora geral de pós-graduação da UNINASSAU, Kalina Almeida. 

##RECOMENDA##

De acordo com o Dr Fernando Costa, o tema abordado por sua palestra, “Hipnoplasticidade cerebral nos transtornos de ansiedade”, é algo que raramente é discutido em outros espaços. “São técnicas que a gente está usando com base na neurociência na hipnose, que foi desenvolvida no Instituto Antônio Costa de Hipnose Clínica (Ihrme), do qual faço parte. Ela promove, dentro dos seus protocolos, a neuroplasticidade cerebral, ou seja, a capacidade que todos nós temos de mudar nosso cérebro em função e estrutura”, explica. Assim, a hipnose possibilita a mudança de hábitos e a criação de novos neurônios, direcionados para áreas onde há maior demanda. “A gente busca sempre entrar no automatismo e isso é muito ruim, porque criamos padrões. Possuímos um órgão só para nos defender, que quando percebe mudança de padrão, nos coloca no sistema de alerta, então vem a ansiedade”, conclui.

A estudante de psicologia Jennifer Sthefany foi uma das estudantes que passou pelo processo demonstrativo da hipnose. Após os comandos do Dr. Fernando Costa, ela não conseguiu desgrudar as mãos. “Eu achei surreal, realmente acontece. Senti meus braços muito rígidos e minhas mãos como se tivessem sido chumbadas, não estava aguentando mais, como se estivesse carregando um peso. Acho muito interessante a possibilidade de a hipnose fazer você superar traumas sem uso de medicação”, conta.

Já o estudante de farmácia Igor Nascimento, relata que procurou a palestra por acreditar sofrer de ansiedade. “Só tinha visto hipnose na internet e na TV, nunca com um profissional atuante na área. Sempre estou procurando informações e alternativas de tratamento para ansiedade. O que ele falou sobre focar em outra coisa que não seja o que desperta ansiedade foi interessante”, coloca.

Mães de crianças com doenças raras de 20 estados do Brasil poderão se candidatar a bolsas de estudos para cursos de graduação e pós-graduação EAD. As oportunidades fazem parte do projeto Mães Produtivas, que faz parte do Programa EAD Social, desenvolvido pelas Instituições UNINASSAU, UNIVERITAS, UNIVERITAS/UNG e UNAMA, mantidas pelo grupo Ser Educacional. As inscrições poderão ser feitas nas unidades participantes, a partir do dia 15 de abril e até o dia 10 de maio.

O projeto foi criado por um do maiores grupos de educação superior privada do Brasil, a Ser Educacional, em parceria com a Aliança de Mães e Famílias Raras (AMAR), para beneficiar as mães que não podem comparecer as aulas presenciais, por seus filhos precisarem de cuidados especiais. Este ano, serão disponibilizadas 250 bolsas de estudo.

##RECOMENDA##

Ao todo, 20 unidades irão disponibilizar vagas para o projeto Mães Produtivas. Entre elas estão: a Universidade UNIVERITAS/UNG, em Guarulhos; a Universidade da Amazônia – UNAMA, em Belém; os Centro Universitários Maurício de Nassau – UNINASSAU em Recife, Salvador e Maceió; o Centro Universitário Universus Veritas - UNIVERITAS, no Rio de Janeiro; as Faculdades UNAMA em Boa Vista, Porto Velho e Rio Branco; as Faculdades UNINASSAU em Fortaleza, Natal, João Pessoa, Manaus, São Luís, Teresina e Aracaju; e nas Faculdades UNIVERITAS em Belo Horizonte, Anápolis, Cuiabá e Palmas.

“Um dos pilares da Ser Educacional é a Responsabilidade Social. Com este projeto, nós ratificamos o nosso comprometimento com essas mães que precisam de um incentivo para que não esqueçam o seu lado profissional e pessoal, criando possibilidades de aprender e ter uma profissão”, ressalta o presidente do grupo Ser Educacional, Janyo Diniz.

O diretor de Responsabilidade Social do grupo Ser Educacional, Sergio Murilo Jr., destaca que “este é um dos mais belos e importantes projetos educacionais do país, pois possibilita que mães com bebês com doenças raras, como a microcefalia, iniciem ou concluam os estudos sem precisar se afastar dos seus filhos.” “Amor e educação andarão lado a lado”, completa.

As mães que quiserem se candidatar às vagas deverão, primeiramente, obter informações através do telefone 4020-9734 (ligação local). Em seguida, deverão ligar para Núcleo de Atendimento ao Educando - NAE, diretamente nas unidades participantes, e agendar atendimento presencial. Os editais do programa estão disponíveis nos sites das respectivas Instituições.

*Da assessoria de imprensa

A UNINASSAU Aracaju apresenta até o próximo dia 27 a Nassau Tech Week. O evento acontece em alusão à semana da tecnologia e promove uma série de palestras e minicursos com temas de relevância no mercado. Na noite da segunda-feira (22), o palestrante David Couto falou sobre o perfil de um profissional de TI. Por outro lado, a palestrante Sthefane Soares abordou o desenvolvimento de aplicativos móveis. Durante o decorrer do evento, os alunos apresentam trabalhos por eles desenvolvidos.

Responsável pelo evento, a coordenadora do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da UNINASSAU Aracaju, Izabella Rezende, explicou que, diferente de outros eventos, a programação pode ser encontrada no site: http://tiuninassauaracaju.com.br que foi desenvolvido pelos próprios alunos. Ela observou que é de grande importância dar preferência aos projetos dos alunos.

##RECOMENDA##

“Durante as apresentações, os alunos estão apresentando ótimos trabalhos, como por exemplo Vinicius, Lucas e Cleison com o EduPro (ferramenta de gamificação em sala de aula), Abraão e sua pesquisa sobre Dark Web, Ivanilton e Adenilton com o Instahup, ferramenta de automação de instagram e André e seu aplicativo Calendário de Vacinação”, disse Izabella.  A professora disse ainda que alguns alunos estão ministrando cursos de robótica e desenvolvimento de aplicativos.

O diretor da UNINASSAU Aracaju, Yuri Neiman, ressaltou que é de grande importância para a faculdade promover eventos dessa natureza, buscando incentivar os alunos para o mercado de trabalho proporcionando a possibilidade deles manterem contato com profissionais renomados através de encontros, palestras e oficinas. “Buscamos ofertar aos nossos alunos e a toda a sociedade, eventos que viabilizem o conhecimento prático, a troca de experiência e de informações”, assegurou Neiman.

ROBÓTICA

A robótica é uma área de estudo que desenvolve tecnologias que englobam computadores, sistemas, softwares e robôs. Ela utiliza circuitos integrados para controlar partes mecânicas e automáticas. Esse termo surgiu no início do século XX, mas apenas em 1950 é que ele foi popularizado. Isso aconteceu porque Isaac Asimov -  um grande escritor de ficção científica - lançou o livro “Eu, Robô” e trouxe à tona diversas discussões sobre os relacionamentos entre homens e máquinas.

Da assessoria

A Faculdade UNINASSAU João Pessoa promove a Mostra Campus 2019 dos dias 15 a 17 de maio, com o objetivo de trazer os alunos do ensino médio para o ambiente da graduação. O evento acontece na própria Instituição com atividades voltadas a todos os cursos ofertados, como palestras, estandes e visitas às estruturas.

Nos dias 15 e 16 será das 8h às 17h e no dia 17 das 8h às 12h, esse ano os organizadores estimam a participação de cerca de cinco mil estudantes. A missão desse evento é orientar os estudantes que ainda não escolheram que área seguir, visando sanar todas as dúvidas, tendo visitas aos laboratórios, explicação de como funciona, um teste vocacional presencial.

##RECOMENDA##

Para o diretor regional da UNINASSAU João Pessoa Rogério Xavier “A instituição abre portas para os alunos conhecerem a faculdade, como funciona os cursos de uma forma mais descontraída e a inclusão do ensino médio em um espaço de graduação”, afirma.

Estudantes de escolas públicas e privadas são selecionados através de uma ficha de inscrição. A depender da localização a Instituição disponibiliza transportes para os alunos.

Serviço

Av. Presidente Epitácio Pessoa, 1201- Estados, João Pessoa PB

Telefone: (83) 2107-5959

Local: Prédio da Faculdade

Horário: 8h às 17h e de 8h às 12h

*Da assessoria de imprensa

A Faculdade UNINASSAU Caruaru realiza, de 22 a 26 deste mês, a Semana de Oficinas Profissionalizantes do semestre 2019.1. As atividades têm como objetivo proporcionar aos estudantes qualificação em diversas áreas e são gratuitas. O evento abrange todos os cursos ofertados na Instituição de Ensino Superior (IES) e todos os universitários podem participar. Os estudantes estão automaticamente inscritos dentro das oficinas, seguindo a programação divulgada pelas coordenações de curso em sala de aula.   

Dentre os temas que as oficinas ministradas abordarão, estão: Prática Psicológica e Ação clínica na contemporaneidade: um olhar da hermenêutica Heiddegeriana para o sofrimento no contexto dos serviços básicos de saúde; Fitotarápicos no conceito da ANVISA: trabalhando a RDC 26/14; Administração financeira de eventos; Oratória: A arte de falar em público; Avaliação nutricional nas fases da vida; Atuação do nutricionista no SUS.

##RECOMENDA##

A diretora da UNINASSAU Caruaru, Aislane Belo, destaca que as oficinas profissionalizantes são uma oportunidade de o estudante familiarizar-se ainda mais com a teoria vista em sala de aula. “Os conteúdos que serão trabalhados em seu campo de atuação profissional. Assim, podemos aliar ainda mais o teórico e o prático, levando o corpo discente a reflexões e práticas de abordagens que verão também na sua vida profissional”, afirma.

Da assessoria

Estão abertas as inscrições para o vestibular de Medicina da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, no Recife. O cadastro para o processo seletivo pode ser feito até o dia 24 de maio, neste link. Este ano, serão ofertadas 114 vagas.

As provas serão realizadas nos dias 1º e 2 de junho. No primeiro dia, os candidatos irão realizar as provas de Linguagem (Língua Portuguesa, Literatura Brasileira e Língua Inglesa), Ciências Humanas (Geografia, História, Filosofia e Sociologia) e Redação. Já no segundo dia, serão avaliados em Matemática, Ciências da Natureza (Física, Química e Biologia).

##RECOMENDA##

De acordo com o diretor médico da graduação, Cláudio Lacerda, a consolidação do curso, que já tem seis anos de existência e a sua primeira turma formada, reforça os atributos que os estudantes também levam em consideração na hora de escolher uma graduação de referência. “O curso já se tornou uma referência para a nossa cidade, sobretudo por também oferecer uma infraestrutura como Salas de Metodologias Ativas, laboratórios de Saúde e por ser a primeira Instituição do Nordeste a adquirir a Mesa Sectra, instrumento de aprendizagem com tecnologia 3D voltada para os alunos da graduação”, complementa.

O resultado oficial do Vestibular de Medicina da UNINASSAU será divulgado no dia 13 de junho. O edital completo você confere aqui.

*Da assessoria de imprensa

A Faculdade UNINASSAU Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, abre seleção para contratação de docentes dos cursos de Direito, Psicologia, Pedagogia, Gestão Comercial e Logística. Os principais requisitos para se candidatar são ter título de doutor, preferencialmente, ter disponibilidade em ministrar aulas no período diurno e/ou noturno, ter pós-graduação na área específica da disciplina e experiência de no mínimo três anos como docente.

Os interessados devem enviar o Currículo Lattes atualizado e comprovado para o e-mail logística.piedade@mauriciodenassau.edu.br até o dia 02 de maio, ocasião em que será realizada a análise e o arquivamento no banco de dados da instituição.

##RECOMENDA##

A primeira etapa do processo será de análise do currículo lattes, considerando a formação acadêmica, produção científica, atualização profissional e experiência. A seleção será composta ainda de uma avaliação escrita e também de uma avaliação didático pedagógica, que constará de aula expositiva com duração de 20 minutos, para avaliação o candidato. O cronograma completo de cada processo está disponível no edital.

Da assessoria

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando