Tecnologia

| Gadgets

A Samsung anunciou na última quarta-feira (8), a chegada do Galaxy M31 ao Brasil. O smartphone, que será comercializado exclusivamente online, vem com configurações bem robustas, como um conjunto quádruplo de câmeras traseiras em que o sensor principal é de  64 MP e chama atenção pela bateria de 6.000 mAh, que garante pelo menos dois dias de duração.

O aparelho conta com uma tela de 6,4” Full HD+ (1080 x 2340) de Super AMOLED, as quatro câmeras traseiras se dividem em uma lente principal de 64 MP, Ultrawide com 8 MP, Macro com 5 MP e um sensor de profundidade de 5 MP. Nas configurações internas o smartphone apresenta um processador octa-core Exynos 9611, 6 GB de RAM e armazenamento interno de 128 GB, expansível até 1 TB.

##RECOMENDA##

O desbloqueio por impressão digital do celular fica na parte traseira do aparelho, diferente de modelos mais recentes da sul-coreana que deixam a função na tela.  O grande trunfo do aparelho é realmente a bateria. A empresa vem apostando em aparelhos que tem mais tempo de vida longe dos carregadores e, no caso do M31, o usuário contará também com carregamento rápido com fonte de 15 watts.

Preço e disponibilidade

O preço sugerido para o smartphone é de R$ 1.999. O Galaxy M31 está disponível em três versões de cores (azul, preto e rosa) e pode ser encontrado tanto na loja online da Samsung quanto em sites como Americanas.com, Submarino.com, Shoptime.com, Extra.com, Pontofrio.com, Carrefour.com, Casas Bahia, Magazine Luiza e Pernambucanas.

A Samsung confirmou nesta quarta-feira (8) que vai fazer o seu evento anual Galaxy Unpacked, de forma virtual em agosto. A empresa sul-coreana enviou um comunicado à imprensa, anunciando o dia e horário da transmissão que vai acontecer no site oficial da companhia. Pelo teaser do convite - que mostra uma SPen - é possível que o evento foque no lançamento de um novo Galaxy Note 20.

“Nossos dispositivos móveis precisam estar prontos para nos ajudar a manter contato com o que mais importa e nos dar novas maneiras de trabalhar e se divertir”, diz o comunicado. A transmissão, que será em parte ao vivo e parte gravada, está marcada para o dia 5 de agosto de 2020, às 11h (horário de Brasília). 

##RECOMENDA##

Rumores apontam que, além da configuração habitual, a Samsung deverá apresentar também a versão Ultra (mesma nomenclatura usada nos novos smartphones da linha S), para o principal rival do iPhone. 

[@#video#@]

A Dell anunciou nesta quarta-feira (8), o lançamento de seu novo notebook XPS 13, que chega ao mercado brasileiro com produção própria em terras tupiniquins. Em uma coletiva virtual, Diego Puerta, vice-presidente para consumidor final da empresa, apontou o aumento da procura por computadores durante a pandemia do novo coronavírus e afirmou que este "é um momento de ressignificação do PC".

"O Brasil é o único país que vai fabricar o XPS, além da Ásia. É um processo bastante importante para nós", disse Puerta, explicando que este processo é necessário para atender as peculiaridades do usuário nacional. Todo feito em alumínio, o notebook foi redesenhado para oferecer uma ergonomia maior, com teclado borda a borda (sem espaço nas laterais) e teve um aumento do touchpad. O botão de reconhecimento digital foi incorporado ao teclado, no canto direito superior, para facilitar o acesso ao dispositivo.

##RECOMENDA##

O novo notebook teve um aumento de tela de 13.3” para 13.4", com borda infinita e mais leve que seu antecessor, ele vem com proteção Gorilla Glass 6. Nas configurações internas há uma com memória Dual Channel 3733, com SSD de 512 GB ou 1TB, processador de 10ª geração Intel Core i5 ou i7 , ambos quad core, além de ventiladores duplos para ajudar a resfriar rapidamente o aparelho. A bateria funciona por até 18 horas em uso contínuo, variando apenas em relação as configurações de tela, como o uso intenso de uma resolução 4K.

A pré-venda começa no dia 14 e vai até 21 julho, apenas pelo site oficial ou de parceiros. Os três modelos disponíveis são:

XPS 13 com processador Intel Core i5 e tela Full HD Non touch; 512GB SSD e 8GB de memória, por R$ 8.999

XPS 13 com processador Intel Cor i7 e tela Full HD Non touch; 1TB SSD e 16GB de memória, por R$ 10.499

XPS 13 com processador Intel Core i7 e tela 4K Ultra HD Touch; 1TB SSD e 16GB de memória, por R$ 11.499

Quem nunca sofreu com o calor brasileiro e teve a camiseta colada nas costas pelo suor? O verão tupiniquim há muito tempo faz jus a música de Nando Reis - eternizada na voz de Cássia Eller - que falava sobre a chegada de um segundo sol, ou, no popular, um sol para cada cabeça. Porém, a Sony parece ter encontrado a solução para passar pelos dias mais quentes de um jeito, no mínimo, fresquinho. Chamado de Reon Pocket, o ar condicionado portátil da gigante japonesa promete deixar seu usuário refrescado enquanto durar a bateria. 

De acordo com o site Gizmodo, o dispositivo foi revelado pela primeira vez no verão passado, com um lançamento planejado para coincidir com as Olimpíadas de Tóquio de 2020. Mesmo com o cancelamento do evento, a Sony levou a ideia para frente e apresentou um aparelhinho acoplado nas costas de uma camiseta especial, logo abaixo do pescoço. O dispositivo usa o efeito Peltier para servir como uma bomba de calor, jogando o ar quente para fora, que promete ajudar a resfriar a temperatura corporal -5 graus, em dias quentes.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

Para o Reon Pocket funcionar basta usar um aplicativo complementar que funciona tanto em iOS quanto em  Android,  ajustando a temperatura manualmente ou colocando em modo automático. Neste último modo sensores de temperatura e movimento detectam o que o usuário está fazendo, como está se sentindo e, em seguida, ajusta a temperatura. 

O contrário também pode ser feito. Em dias frios, o aparelho também consegue aquecer o corpo de quem está utilizando-o. Mas nem pense que o dispositivo funciona o dia todo. A bateria interna dura de duas a quatro horas, dependendo da intensidade do trabalho, e precisa de, pelo menos, duas horas para recarregar antes de poder ser usada novamente. Por enquanto o aparelhinho está disponível apenas no Japão.

Um estudo realizado pela IDC Brasil apontou que os brasileiros estão procurando mais por dispositivos inteligentes "vestíveis" ou wearables. Segundo a pesquisa, chamada de IDC Tracker Brazil Wearables Q12020, o consumo de pulseiras e relógios inteligentes, no primeiro trimestre, cresceu 265% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os dados mostram que 168.680 fitbands (pulseiras inteligentes) e 149.333 smartwatches (relógios inteligentes) foram vendidos, uma alta de 321% e 218%, respectivamente. Ano passado, a venda de smartwatches foi uma dos motivos para as contas da Apple terem fechado positivas, inclusive, os dispositivos da maçã vêm ganhando um destaque cada vez maior em seus eventos. 

##RECOMENDA##

Um dos motivos pelo aumento de interesse dos brasileiros nos relógios inteligentes, pode ser o preço. No primeiro trimestre de 2020, o valor das fitbands caiu 37% e ficou em torno de R$ 551. Já os smartwatches, com características mais robustas, ficaram 3% mais caros, com preço médio de R$ 2.313. 

Mesmo com o aumento do valor dos relógios, que sofrem mais impacto da alta do dólar do que seus irmãos orientais (muitas das fitbands do Brasil são de empresas chinesas como a Xiaomi), em 2019 os dispositivos já tinham o preço reduzido, em comparação ao ano anterior. A expectativa da IDC para o segundo trimestre é que este interesse continue a aumentar; para as fitbands, a previsão é uma alta de 39,2%, e para os smartwatches, de 23,4%. 

A necessidade do isolamento social mudou nosso relacionamento com o mundo digital. Com o aumento do uso da internet para atividades além do lazer, passamos a usar fones de ouvido não só para escutar nossas músicas favoritas, mas também para participar de reuniões de trabalho,  gravar e transmitir partidas de jogos e participar de lives em redes sociais. Com tudo isso, a importância de uma boa qualidade de áudio tornou-se essencial. 

Para te ajudar a entender como encontrar um fone ou headset que melhor irá se adaptar a sua necessidade, conversamos com  Iuri Santos, gerente de tecnologia da HyperX no Brasil, divisão gamer da Kingston Technology que, há 18 anos, desenvolve produtos gamers  como memórias de alta velocidade, SSDs, headsets, teclados, mouses, carregadores para controles de console, pendrives e mousepads.

##RECOMENDA##

"Cada fone de ouvido ou headset (fone com microfone) tem uma finalidade que o torna melhor ou mais adequado para determinado fim. O ideal é escolher pensando sempre em seu uso principal. Por exemplo, se a pessoa ouve muita música e joga pouco videogame, deve escolher um headset que seja pensado na qualidade musical e que consequentemente, será também um produto adequado para o jogo", explica Iuri. De acordo com ele, headsets mais completos em termos de recursos e especificações acabam atendendo com maestria uma maior gama de situações, podendo ser considerados quase como um coringa.

O gerente de tecnologia afirma que, mesmo para quem tem pouco contato com jogos eletrônicos, um headset gamer de alta qualidade é um dos melhores modelos para o dia a dia, por conta da preocupação com a qualidade do áudio.  "O jogador precisa de um produto confortável, pois vai passar horas jogando e seu desafio deve ser vencer os adversários e não o equipamento que vai usar para interagir. Esse conforto é perfeito não apenas para jogar durante horas, mas também para trabalhar, usar durante uma viagem mais longa, até mesmo deitar na cama e relaxar ouvindo algo antes de dormir", explica.

Cancelamento de ruído não é essencial

Para o especialista ruídos externos podem atrapalhar a imersão, dependendo da atividade exercida pela pessoa, seja no ambiente de um jogo, assistindo a um filme ou ouvindo uma música. "Porém, uma tecnologia de cancelamento ativo de ruído só se torna essencial se o isolamento acústico natural do headset não for realmente bom", diz Iuri. Para ele um headset que se adapte a cabeça e as orelhas dos usuários são uma melhor opção. 

"Com essa combinação, para a maioria das situações normais de uso, não há necessidade do ANC (Active Noise Canceling), tecnologia que cancela o som captado pelos microfones mas, em compensação, produz e satura o ouvido com outros ruídos que não seriam escutados e isso pode causar certo desconforto, principalmente no uso prolongado", explica.

Eu escolho você

Na hora de escolher o produto Iuri Santos sugere primeiro observar o conector do dispositivo. "Primeiro deve-se verificar o tipo de conector. Há modelos P3, comum em celulares, tablets e controles dos principais videogames, USB, ou ainda um modelo que acompanhe um divisor de P3 para 2 P2 para conectar ao computador. Há também headset sem fio, com conexão via wireless ou bluetooth", diz e afirma que é importante evitar usar adaptadores que não venham junto com o produto. 

Recursos de som surround, de equalização especial e se o microfone é removível ou não, também devem ser observados. "Esses detalhes, muitas vezes fazem um grande diferencial no momento da escolha do headset pensando no principal uso que ele terá. Uma vez que possua a conexão e os recursos desejados, o ideal é procurar pelo headset que apresente a melhor qualidade sonora", diz o gerente.

 A especificação de frequência de resposta é um dos indicadores dessa qualidade. "Ele traz dois valores, um mínimo e um máximo, geralmente um em Hertz (Hz) e um em quilohertz (kHz) ou dezenas de milhares de Hertz. Quanto menor o valor mínimo significa que o headset é capaz de reproduzir frequências mais graves com fidelidade, ou seja, um som bem grave será realmente o som gerado e não apenas um chiado ou simplesmente a falta de algum detalhe daquela frequência sonora", explica, Iuri e completa "Quanto maior o valor, mais sons agudos podem ser reproduzidos com fidelidade. Assim, esse é um bom atributo para verificar qual dos headsets deveria ter um melhor som sendo ambos designados para o mesmo fim", finaliza.

A Motorola anunciou nesta quinta-feira (2), a pré-venda brasileira dos smartphones Edge e Edge+. Os aparelhos marcaram a volta da empresa para o cenário de smartphones top de linha e chegam ao mercado tupiniquim trazendo a compatibilidade com a rede 5G e o processador Snapdragon 865 da Qualcomm, para a versão plus.

A gente já apresentou todas as características de ambos os aparelhos, quando foram lançados, em abril, mas é bom destacar as bordas dos telefones. Como a tela chega até as laterais dos aparelhos o usuário poderá conferir o status de carga da bateria, chamadas, alarmes e notificações. No novo Moto GameTime, há dois botões customizáveis adicionais na borda superior da tela, que permitem o controle com quatro dedos imitando um joystick .

##RECOMENDA##

A compatibilidade com a rede 5G é encontrada tanto no modelo edge quanto no edge+, já preparados para quando a banda chegar ao Brasil. Nos dois aparelhos a Motorola adicionou o My UX, que permite aos usuários customizar sua experiência, tornando-a ainda mais intuitiva. Será possível criar seus próprios temas, escolhendo fontes, cores, formas de ícones e muito mais.

Disponibilidade e preços

A pré-venda do Motorola edge+ e o motorola edge começa nesta quinta-feira e vai até dia 13 de julho. O motorola edge+ chega ao mercado na cor thunder grey a partir de R$ 7.999. Já o motorola edge estará disponível nas cores solar black e midnight red, com preço sugerido de R$ 5.499.

 A Samsung apresentou nesta quarta-feira (1º), os novos Galaxy S20+ BTS Edition e Galaxy Buds+ BTS Edition. O smartphone top de linha da gigante sul-coreana ganha uma versão especial com o grupo de K-pop mais famoso da atualidade, buscando atrair o público mais jovem. Tanto os fones de ouvido quanto o aparelho chegam ao mercado brasileiro na cor roxa.

O Galaxy S20+ BTS Edition vem com o vidro e o acabamento em metal roxos, além de ter temas inspirados no BTS pré-instalados e uma plataforma de comunidade de fãs, chamada Weverse. Na caixa do produto adesivos decorativos permitem que os fãs personalizem o dispositivo.

##RECOMENDA##

O aparelho vem com quatro câmeras traseiras, sendo o sensor principal de 64 MP, além de câmera frontal de 10MP. A tela é de 6,7 polegadas de Dynamic AMOLED, Processador Octa-Core, 12GB de RAM e 512 de armazenamento interno (5G) ou 8GB de RAM e 128 de armazenamento interno (LTE), bateria de 4500 mAh, com carregamento rápido e sem fio e Android 10.

A pré-venda dos novos  já começou e o preço sugerido é de R$ 5.999 para o Galaxy S20+ BTS Edition e R$ 1.399 para o Galaxy Buds+ BTS Edition. Entre esta quarta-feira e o próximo dia 12 de julho, quem comprar um Galaxy S20+ BTS Edition e se cadastrar no site "Samsung Para Você" entre 13 de julho e 12 de agosto, ganhará os fones de ouvido do BTS E ou um Galaxy Watch Active26. A venda oficial do Galaxy S20+ BTS Edition terá início no próximo dia 13 de julho, enquanto a venda do Galaxy Buds+ BTS Edition começa em 20 de julho.

A Conferência Mundial de Desenvolvedores da Apple (WWDC 2020), aconteceu na semana passada e chamou atenção, principalmente, pelas novidades do iOS 14. Entre Widgets na tela principal, uma nova App Library e uma Siri que ainda mais funcional, o novo sistema operacional da maçã deve contemplar não apenas os novos aparelhos da empresa, mas também modelos antigos de iPhone.  

A Apple é conhecida por dar suporte aos modelos antigos e, na lista, entre iPhones e iPads (que recebem as atualizações do iPadOs 14), podemos encontrar modelos de 2016, como o primeiro iPhone SE. Confira a lista completa e saiba se o seu telefone e o seu tablet receberão as atualizações da maçã, que deve liberar o beta público em julho e oficializar o lançamento em setembro.

##RECOMENDA##

Dispositivos que receberão o iOS 14 e o iPadOS 14

iOS 14

iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max

iPhone XS e XS Max

iPhone XR

iPhone 8 e 8 Plus

iPhone 7 e 7 Plus

iPhone 6S e 6S Plus

iPhone SE (2020)

iPhone SE (2016)

iPod Touch de 7ª geração

iPadOS 14

iPad Pro de 12.9 polegadas

iPad Pro de 11 polegadas

iPad Pro de 10.5 polegadas

iPad de 7ª geração

iPad de 6ª geração

iPad Mini de 5ª geração

iPad Mini 4

iPad Air (3ª geração)

iPad Air 2

Carregador e fones de ouvido podem não estar presentes na caixa do novo iPhone 12. De acordo com o analista Ming-Chi Kuo, conhecido por acertar previsões da empresa da maçã, os aparelhos que serão lançados ainda este ano não terão carregadores ou EarPods. A falta de acessórios seria uma forma de reduzir custos para um aparelho compatível com a rede 5G.

Apesar dos custos do aparelho serem aparentemente reduzidos, essa não seria uma transição barata para o consumidor. No Brasil, os fones mais baratos da maçã custam R$ 249. Cabos a partir de R$ 129 e carregadores com preço inicial de R$ 149, o menos potente (5W). Só isso dá mais de R$ 500 em acessórios considerados básicos para você usar no smartphone.

##RECOMENDA##

A Apple trocou seus computadores para USB-C, o iPad Pro para USB-C e quase todos os outros smartphones vendidos hoje são cobrados via USB-C, mas isso não garante que o mesmo será feito com os iPhones. É mais provável que, para o aparelho, a empresa considere apenas os carregamentos sem fio, já que a mudança para USB-C obrigaria seus usuários a comprar outros acessórios - nem tão baratos, para se adaptar. Por enquanto, a empresa ainda não se posicionou sobre a possível mudança nos aparelhos.

A Nasa desenvolveu o colar “Pulse”, que tem como objetivo lembrar as pessoas de não tocar o rosto, atitude que é uma das formas de contágio do Covid-19.

O acessório é impresso em 3D e a empresa disponibilizou as instruções de código para que ele possa ser produzido de forma gratuita.

##RECOMENDA##

O colar tem um sensor de proximidade com alcance de 12 polegadas e um aparelho de vibração que será ativado sempre que o usuário mover as mãos em direção ao rosto.

A ideia está sendo desenvolvida por três engenheiros do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL).

Por ter um código aberto, o Pulse pode ser produzido por qualquer empresa e as instruções para produção do colar estão disponíveis aqui: https://github.com/nasa-jpl/Pulse.

De acordo com a Nasa, o colar deve ser algo simples e acessível para todos. A empresa também destaca que o Pulse é um complemento das medidas de segurança contra o coronavírus, mas não substitui o uso de máscaras e a higienização das mãos.

A Acer atualizou sua linha de notebooks gamer para oferecer um desempenho ainda melhor para seus usuários. Os dispositivos passam a contar com processadores Intel Core de 10ª geração e placas de vídeo que chegam até a NVIDIA GeForce RTX 2080 SUPER. As atualizações foram feitas em aparelhos das linhas Predator Helios 700, Predator Helios 300, Predator Triton 300 e Nitro 7.

Entre as atualizações extra de alto desempenho há o Helios 700,  com memória mais rápida de 2.933 Hz (máx. de 64 GB), uma porta Thunderbolt 3 adicional (são duas no total) e conexão em rede Killer DoubleShot Pro (Wi-Fi 6 AX1650i sem fio e E3100G Ethernet) para assegurar que aplicativos com necessidade de velocidade tenham prioridade na largura de banda.  O teclado também foi atualizado para incluir chaves mecânicas MagTek para as teclas WASD e uma melhor curvatura para ajudar no desempenho do jogador. 

##RECOMENDA##

Já o Predator Triton 300 recebeu três tubos de calor que foram acrescentados ao design térmico do dispositivo, funcionando junto com o sistema de resfriamento de dois ventiladores. Nitro 7: design elegante em metal para jogar durante deslocamentos. Apesar das novidades terem sido confirmadas ainda não existe confirmação para data de comercialização do produto no Brasil. 

Mais um produto da Amazon está chegando a terras brasileiras. A empresa anunciou, nesta terça-feira (23), que o Echo Studio já está disponível no mercado nacional. Com cinco alto-falantes direcionais integrados, o dispositivo inteligente é um super alto falante que não apenas deve tocar a sua música favorita, mas também analisa automaticamente a acústica do ambiente para entregar a melhor qualidade de som.

O dispositivo vem com um woofer de 5,25 polegadas e 330W de potência máxima para produzir graves profundos. Para isso ele usa a abertura na parte inferior do aparelho, que serve para maximizar o fluxo de ar e a saída desses graves. De acordo com a Amazon, o Echo Studio pode ser conectado aos principais serviços de música que são suportados pela Alexa, incluindo Amazon Music, Spotify, Deezer, Apple Music e TuneIn, entre outros.  Além disso, ele tem um DAC de 24 bits e um amplificador de energia com 100 kHz de largura de banda para reprodução de música.

##RECOMENDA##

Ele pode ser conectado a um grupo de smart speakers Echo compatíveis, ou outros dispositivos Echo Studio, além de diferentes dispositivos inteligentes. Uma das características que devem garantir a qualidade do som é o suporte à tecnologia Dolby Atmos e Dolby 5.1. O Echo Studio está disponível inicialmente por R$ 1.499, até dia 2 de julho (seu preço original é de R$ 1.699) e pode ser encontrado no site da Amazon.

Um dos anúncios mais esperados da WWDC 2020, evento de desenvolvedores da Apple, que começou nesta segunda-feira (22), era a confirmação da troca dos processadores Intel por novos chipsets originais da empresa. A confirmação veio após a apresentação do macOS Big Sur, em transmissão ao vivo. O evento também trouxe novidades sobre  iOS, iPadOS, tvOS e watchOS.

Chamando de “Dia histórico para o mac”, o CEO da Apple, Tim Cook, detalhou as transições para o PowerPC, OS X 10 e apresentou a substituição dos chips Intel por processadores Apple Silicon, de fabricação própria, em seus próximos computadores. Entre as promessas feitas para a novidade estão novos níveis de desempenho e muito menos consumo de energia para os computadores da maçã. 

##RECOMENDA##

Os aplicativos profissionais da Apple serão atualizados para dar suporte ao novo Apple Silicon no macOS Big Sur, e a companhia espera que os desenvolvedores atualizem seus apps para o sistema. "A grande maioria dos desenvolvedores pode colocar seus aplicativos em funcionamento em questão de dias", afirma Craig Federighi, vice-presidente sênior de engenharia de software da Apple.

A Microsoft é uma das empresas que já está trabalhando nas atualizações do Office para o novo Silicon do Mac, com o Word e o Excel sendo executados nativamente nos novos processadores. A mudança vem acompanhada do novo macOS Big Sur, que inclui uma grande reformulação do macOS e apresenta atualizações nos aplicativos internos do Messages and Maps.

A Conferência Mundial de Desenvolvedores da Apple (WWDC 2020) começou nesta segunda-feira (22). A empresa da maçã anunciou novidades para todos os seus sistemas operacionais, iOS, iPadOS, macOS, tvOS e watchOS, começando pelo tão esperado iOS 14. Além disso, o evento da companhia, começou falando sobre o assassinato de George Floyd e os impactos do coronavírus na vida das pessoas. "Hoje, o mundo está contando conosco e com a experiência dos produtos que nós criamos", disse o CEO da companhia, Tim Cook.

Widgets

##RECOMENDA##

A primeira apresentação foi sobre o iOS 14 e muito do que esperávamos foi anunciado. A maior mudança talvez seja a integração dos widgets que passam a ser adicionados à tela inicial principal, ao lado dos aplicativos, e aparecem em diferentes tamanhos. Para adicioná-los há uma nova "galeria de widgets", na qual os usuários podem personalizá-los com facilidade e um novo "Smart Stack" que mostra automaticamente aplicativos relevantes com base na hora do dia, na tela inicial. 

App Library e Vídeos

Outra mudança é a nova App Library. O recurso passa a agrupar e organizar os aplicativos automaticamente (mas você pode fazer isso manualmente também), em grupos e listas.  Apple passou a permitir que os usuários ocultem aplicativos na tela inicial "principal", puxando automaticamente todos os seus aplicativos agrupados em um mesmo tema de uma vez. 

O "Picture and picture" ou "Imagem e imagem" serve para que você não precise parar de assistir vídeos quando acessar outros aplicativos. Assim como no macOS, os vídeos se sobrepõe aos aplicativos e podem ser ajustados em tamanho ou recolhidos na lateral da tela para continuar reproduzindo áudio em segundo plano.

Siri e tradução de idiomas

Siri volta mais compacta do que nunca. Ao invés de ocupar toda a tela do aparelho, ela vira um pequeno botão virtual que não atrapalha o que você estiver fazendo no smartphone. Ela agora pode mandar mensagens de áudio ao invés de apenas digitar enquanto você está falando.

Assim como o Google Translate, Apple também lançou o seu próprio app de tradução em 11 línguas, incluindo português. Os usuários poderão inserir texto ou ditar mensagens e traduzi-las para inglês, mandarim, francês, alemão, espanhol, italiano, japonês, coreano, árabe, português e russo serão suportados no lançamento.

Memojis com stickers, máscaras e respostas em grupo

O recurso Mensagens também está recebendo novidades. No iOS 14, você poderá fixar contatos e conversas importantes na parte superior do aplicativo Mensagens. Os Memojis também trazem novos acessórios - incluindo uma opção de máscara, para lembrar os usuários das formas de proteção em meio a pandemia de coronavírus. Por fim, a Apple também está adicionando novas conversas encadeadas em bate-papos em grupo e

menções em que você pode escolher ver apenas as mensagens direcionadas a você ou responder diretamente a quem estiver falando

Apple Maps 

Com curadoria de empresas como Zagat ou AllTrails o app de mapas vai fornecer melhores recomendações para lugares novos. suporte para ciclistas, com instruções específicas para andar quem prefere andar de bicicleta, levando em consideração a elevação, ciclovias, escadas e estradas. Por enquanto, este recurso será lançado apenas em Nova York, Los Angeles, Bay Area de San Francisco, Xangai e Pequim. 

Há também um novo para rastrear locais que permitem recarregar carros elétricos, levando em consideração a altitude e o clima, e as estações compatíveis com o veículo. A Apple está trabalhando com a BMW e a Ford e, embora nenhum carro específico tenha sido anunciado, a empresa revelou um recurso específico para uma das montadoras.  Um suporte para chaves de carro NFC com o iOS 14, com o BMW 521 2021 definido para ser o primeiro a suportar o recurso. Os passes NFC são armazenados no Secure Enclave da Apple para segurança e podem ser compartilhados com outros usuários do iOS, proporcionando acesso temporário ao seu veículo.  Este novo recurso de chave do carro também chegará ao iOS 13.

Por fim temos o “App Clip”, que são uma forma de acessar pequenas partes de aplicativos, quando você precisar, sem exigir que os usuários instalem um aplicativo completo. Os clipes de aplicativos oferecem suporte ao Login With Apple, para evitar a necessidade de criar novas conta e podem ser acessado novamente através da nova App Library, além de trabalhar com o Apple pay. Para acompanhar os App Clips, a Apple está lançando um novo formato de código QR que usa códigos visuais e NFC para acessar rapidamente os App Clips.

Desenvolvido pelo instituto público de pesquisas japonês Riken, em associação com o grupo de informática também japonês Fujitsu, o supercomputador Fugaku foi reconhecido como o mais rápido do mundo - anunciou o instituto em comunicado de imprensa nesta segunda-feira (22).

Fugaku liderou o último ranking divulgado pelo site especializado Top500, destronando o supercomputador americano Summit, projetado pela IBM e instalado no Laboratório Nacional de Física Nuclear, em Oak Ridge (Tennessee).

##RECOMENDA##

Summit ocupou o primeiro lugar nas últimas quatro edições do ranking, realizado por esse site de referência e divulgado duas vezes ao ano.

A velocidade do Fugaku (outro nome do monte Fuji em japonês) é aproximadamente 2,8 vezes maior do que a do Summit, ou seja, de 415,53 contra 148,6 petaflops.

Um pentaflop corresponde a um trilhão de operações por segundo.

Fugaku alcançará 100% de seu rendimento em 2021, mas já começou a ser usado para pesquisas sobre a COVID-19.

Um novo recurso vai estar disponível no aplicativo Uber Eats a partir desta semana. A modalidade “Caseirinho” irá oferecer almoços como feijoada, strogonoff e outros a partir de R$9,99 e todos com acompanhamento.

A nova funcionalidade já passou por uma fase experimental nas cidades de Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Goiânia e agora a Uber Eats se prepara para expandir a modalidade nacionalmente, começando por São Paulo.

##RECOMENDA##

Segundo a Uber Eats o “Caseirinho” caiu no gosto das pessoas, fazendo com que a modalidade alcançasse o primeiro lugar no ranking de restaurantes mais procurados.

Para atender a demanda, o serviço fechou uma parceria com a empresa alimentícia Sapore.

A iniciativa da Uber Eats se deve ao isolamento social causado pelo novo coronavírus (Covid-19), que além de contribuir na área alimentícia, tem oferecido serviços de conveniência, farmácia e petshop, com o objetivo de trazer maior comodidade para as pessoas.

A Samsung anunciou ao longo desta semana a chegada de alguns dispositivos ao mercado brasileiro. A versão lite do Galaxy Tab S6 e os smartphones Galaxy A21s e Galaxy A11 já podem ser adquiridos e vêm para dar continuidade ao leque de produtos da marca.

O Galaxy Tab S6 Lite é ser uma opção leve e fácil de levar por aí. Pensando 467 gramas, o dispositivo vem com tela de 10,4 polegadas de tecnologia TFT LCD e sistema de áudio aperfeiçoado pela Dolby Atmos e AKG,  com dois alto-falantes. Nas configurações o tablet vem com processador de oito núcleos, RAM de 4 GB e armazenamento de 64GB. Já a bateria de 7.040 mAh permite longas horas de uso sem a necessidade de carregamento.

##RECOMENDA##

Ele vem acompanhado da S Pen, que recebeu aprimoramentos da companhia. A caneta oferece 4.096 níveis sensoriais de pressão o que deve ao usuário mais controle ao desenhar, escrever ou destacar algo na tela. O preço sugerido do produto é de R$ 2.999.

Já a linha A, que segue com smartphones de classificação intermediária, apresenta o  Galaxy A21s com display infinito de 6,5 polegadas e o A11 com 6,4. O smartphone com tela maior da dupla vem com bateria de 5.000 mAh, processador octa-core, RAM de 4 GB e armazenamento de 64GB. Disponível nas cores preto, azul e branco , o celular tem preço sugerido de R$ 1.999.

O Galaxy A11 tem especificações apenas um pouco abaixo do irmão, com bateria de 4.000 mAh,3GB de RAM com 64 GB de armazenamento e possibilidade de expansão até 1 TB com cartão MicroSD4. O preço sugerido é de  R$ 1.699,  e ele chega ao Brasil com três opções de cor (preto, azul,  e vermelho).

As aulas em formato de Ensino à Distância  (EaD) dos alunos da Rede de Ensino do Recife começaram nesta segunda-feira (8). As primeiras dez turmas do 9º ano iniciam as aulas remotas por meio de uma plataforma virtual, mas nem todo mundo tem as ferramentas necessárias para conseguir acessar o sistema. Buscando acelerar a inserção dos alunos neste novo modelo, a Prefeitura do Recife (PCR) lançou uma campanha para arrecadar smartphones para os estudantes.

De acordo com a PCR, "Para que as aulas remotas aconteçam, os alunos precisam ter acesso a um aparelho celular com especificações mínimas, que suporte o funcionamento da plataforma, e pacote de dados". Para garantir que isso aconteça foi lançado o Escola do Futuro em Casa, que tenta estimular a doação smartphones através do programa Quero Impactar ou na própria Secretaria de Educação. 

##RECOMENDA##

Com os telefones em mãos, a Secretaria instala a plataforma EaD nos aparelhos e disponibiliza um chip com pacote de dados para que os estudantes possam assistir às aulas. O objetivo é beneficiar todos os 12.500 alunos que compõem os chamados "anos finais" (do 6º ao 9º ano), mas a meta inicial são os 2.500 matriculados do 9º ano.

As "vagas" são preenchidas em ordem de séries decrescente. Conforme os celulares forem sendo arrecadados, as turmas são formadas para iniciarem as aulas. Até o momento, foram arrecadados equipamentos para atender cerca de 20% das escolas do 9º ano. As doações podem ser realizadas tanto por pessoas físicas como jurídicas, sendo celulares novos ou usados para os alunos que não possuem condições financeiras de ter o equipamento. 

Como vai funcionar

Os alunos que já receberam os celulares estão participando de encontros online de ambientação e acolhimento. Na prática, os estudantes do ensino regular terão três interações diárias com os professores, com intervalo de 30 minutos entre elas e os das escolas integrais terão quatro interações diárias, com o mesmo intervalo de tempo. Todos no horário do turno em que estão matriculados. 

De acordo com a prefeitura, o Plano de Estudo online irá compor a carga horária, que será monitorada por meio da plataforma. A aprendizagem será avaliada pela Atividade Semanal Digital, o livro didático de atividades que será entregue preenchido no retorno das aulas, além da avaliação que cada professor fará em sala de aula. 

Especificações para doação

Os celulares precisam ter especificações técnicas mínimas para que a plataforma EaD funcione adequadamente. As características mínimas são: processador de 1,5 GHz, Quad-Core, 2GB de RAM, 16GB de armazenamento, display de pelo menos 5 polegadas, conectividade 4G e sistema operacional compatível com Android 9.0 ou superior. 

Além do site (https://queroimpactar.com.br/projeto/programa-escola-do-futuro-em-casa/), as pessoas podem doar os aparelhos na própria Secretaria de Educação, que fica no 4º andar do edifício sede da Prefeitura, na Avenida Cais do Apolo, Bairro do Recife, das 10h às 17h. Ou podem ainda solicitar transporte para buscar o equipamento, por meio dos telefones (81) 3355.9133, (81) 9.9299.9892 ou pelo e-mail doacao@educ.rec.br.

Pesquisadores do Instituto Tecnologia de Israel (Technion) anunciaram um protótipo de máscara de proteção elétrica. O objeto, baseado no modelo da N95, será feito com fibras de carbono, sendo capaz de se autolimpar e até mesmo carregar um smartphone. A criação do objeto tem como finalidade a higienização mais rápida e eficaz do equipamento durante a pandemia do novo coronavírus.

"Nos EUA, por exemplo, são necessários aproximadamente 3,5 bilhões de máscaras para proteger contra uma epidemia aguda - 100 vezes mais do que o número de máscaras prontamente disponíveis. A falta imediata de máscaras também ocorreu em Israel e foi acelerada quando o Ministério da Saúde anunciou que o uso de máscaras é obrigatório", diz texto publicado no site do instituto. 

##RECOMENDA##

O criador da máscara elétrica é o professor Yair Ein-Eli, decano da Faculdade de Ciência e Engenharia de Materiais. O dispositivo idealizado por ele é uma máscara facial reutilizável que pode ser aquecida de maneira controlada - um processo que destrói vírus que se acumulam no objeto e a torna reutilizável. 

"Quando a camada de fibras é aquecida usando uma corrente baixa (2 amperes) de uma fonte prontamente disponível - como um carregador de telefone celular, conexão USB ou outros carregadores de dispositivos eletrônicos móveis - os vírus são destruídos", explica. Uma patente foi enviada aos EUA no dia 31 de março e o grupo de pesquisa está atualmente discutindo a comercialização com empresas industriais.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando