Tecnologia

| Mercado

A Petrobras lançou na última quinta-feira (18), em parceria com o Sebrae, uma chamada para projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, voltada para startups e pequenas empresas inovadoras. Cerca de 10 projetos, de seis áreas distintas, podem ser selecionados para receber financiamento com valores que vão de R$ 500 mil a R$ 1,5 milhão. A intenção é estimular soluções tecnológicas que atendam às necessidades da área de negócio de petróleo, gás e energia.

As empresas que forem contempladas com o edital terão acesso, além dos recursos financeiros, a base de clientes, investidores e rede de mentores. Os candidatos podem apresentar projetos nas áreas de tecnologias digitais, captura e utilização de carbono, novas energias, nanotecnologia, corrosão e catalisadores. 

##RECOMENDA##

Quem for selecionado terá até dois anos para desenvolver seu projeto. Durante a seleção, serão avaliados o impacto da solução proposta para o negócio da Petrobras, a consistência e a viabilidade do projeto, incluindo facilidade de implantação da solução proposta, a capacidade técnica da equipe, o grau de inovação, o nível de maturidade tecnológica e o potencial de ganho de escala. As inscrições começam em 1º de agosto e podem ser feitas até o dia 5 de setembro, pelo site. 

 A empresa de telefonia Oi lançou, na última segunda-feira (15), uma assistente virtual que usa inteligência artificial para solucionar os problemas de seus clientes. Ela já começou a ser testada e possui algumas funções como avisar sobre a data de vencimento da conta, fornecer código de barras para pagamento, enviar fatura por WhatsApp ou email, ajudar nas necessidades de reparo remoto de internet, TV e telefone fixo, entre outros.

O objetivo da empresa é promover a integração de diferentes funcionalidades, como o portal de relacionamento Minha Oi e o aplicativo Técnico Virtual, que permitem resolver remotamente problemas nos serviços da empresa. A solução utiliza o IBM Watson e será disponibilizada comercialmente para clientes corporativos. Veja o vídeo da campanha:

##RECOMENDA##

[@#video#@]

A Amazon resolveu começar bem a semana com dois dias de ofertas em seu site. O Amazon Day acontece nesta segunda (15) e terça-feira (16), com descontos de até 90% e frete grátis para todo o Brasil, em produtos selecionados. Livros, eletrônicos, jogos e até os kindles da empresa apresentam preços atrativos para os consumidores.

Entre os destaques estão o Nintendo NES Classic Edition, que sai de R$ 999 para R$ 299 e figura a lista dos mais procurados. A versão Kindle simples e Paperwhite aparecem ambas com R$ 100 de desconto no preço original, além de notebooks, FireTV e smartwatches da Xiaomi.

##RECOMENDA##

Vale correr para o site porque muitos dos produtos oferecidos tem um limite de quantidade para serem vendidos, além de participarem das “ofertas do dia” do site e acabarem em poucas horas. 

Profissionais da área de TI e outros interessados em soluções tecnológicas podem participar da The Developers Conference (TDC), que acontece entre os dias 16 a 20 de julho de 2019, na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo.

 A edição da capital paulista vai abordar temas como Design Thinking, Java, Blockchain, Inteligência artificial e muito mais, para interessados em ampliar seus conhecimentos sobre o tema. 

##RECOMENDA##

Além disso, muitas empresas vão trazer seus times de TI para trocar experiências com os participantes, como o Hurb – Hotel Urbano, um dos patrocinadores do evento.  A proposta é expandir a diversidade no mercado de tecnologia da informação. As inscrições podem ser feitas até o dia 20 de julho e os valores dos ingressos variam de R$ 75 até R$ 360.

LeiaJá também

--> Cuba regulamenta uso das TIC 'para defesa da Revolução'

--> Uso do telefone fixo está cada vez menor no Brasil

--> Samsung pode apresentar Galaxy Note 10 em agosto

Cuba regulou o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) "como instrumento de defesa da Revolução", em um contexto de expansão desses serviços e de maior confronto com os Estados Unidos.

Um pacote de decretos e medidas publicado nesta quinta-feira no Diário Oficial regulamenta o uso do "conjunto de recursos, ferramentas, equipamentos, softwares e aplicativos, redes e mídias, que permitem a compilação, processamento, armazenamento, transmissão e recepção de informações em qualquer formato: voz, dados, texto, vídeo e imagens", diz o texto principal.

##RECOMENDA##

Ele destaca o uso e desenvolvimento das TIC "como instrumento de defesa da Revolução".

Para isso, garantirá um "uso responsável dos cidadãos" e "a defesa política e a cibersegurança diante de ameaças, ataques e riscos de todos os tipos".

Os cubanos reclamam dos altos preços da Internet - que o monopólio estatal Etecsa prometeu reduzir à medida que se desenvolve -, mas também do bloqueio a muitos sites políticos, aos quais eles não têm acesso.

As autoridades reconheceram a rede como um novo campo de batalha política e ideológica, e o próprio presidente Miguel Díaz-Canel pede a seus funcionários e apoiadores que tenham uma presença maior nas redes sociais para difundir seus pontos de vista.

Para não deixar dúvidas, o documento alerta que "o Ministério das Comunicações, em coordenação com as Forças Armadas Revolucionárias e o Interior, é responsável por orientar as tarefas e ações que garantam a informatização da sociedade".

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou que o número de pessoas com telefones fixos vem diminuindo no país. Nos últimos 12 meses 2,98 milhões de linhas deixaram de operar no Brasil. Atualmente há 35,85 milhões de linhas de telefonia fixa em operação, em comparação com as móveis que, apesar de também estarem diminuindo, somaram 228,64 milhões só no mês de maio. 

Para os usuários de telefonia fixa, em maio de 2019, havia 15,93 milhões de linhas domésticas registradas pelas autorizadas no país e 19,93 milhões pelas concessionárias. Em 12 meses, as autorizadas tiveram redução de 913,94 mil linhas (-5,43%) e, as concessionárias, queda de 2,07 milhões linhas (-9,40%), um número maior do que o registrado no mês anterior. 

##RECOMENDA##

O gráfico aponta para uma mudança no comportamento do consumidor que já vem crescendo desde que os smartphones começaram a ficar cada vez mais presentes na vida das pessoas. O uso do telefone fixo vem caindo vertiginosamente nos últimos anos, mas - apesar disso - é improvável que ele deixe de ser utilizado, uma vez que a Anatel obriga as concessionárias a darem continuidade ao serviço. 

As mais utilizadas

Entre as autorizadas que apresentaram maior participação no setor durante o mês de maio, a Claro registrou a maior participação de mercado, com 10,09 milhões de linhas fixas no País (63,38%), seguida pela Vivo, com 3,90 milhões (24,50%), e TIM, com 968,00 mil linhas (6,07%). Em relação às concessionárias, a Oi possui o maior volume de linhas fixas, 11,08 milhões de linhas (55,60%), seguida pela Vivo, 7,99 milhões (40,10%).

Os números do serviço de telefonia fixa estão disponíveis no Portal da Agência Nacional de Telecomunicações, há informações por empresa, grupo, município e estados e Distrito Federal. 

LeiaJá também

--> Loja da Xiaomi no Brasil é autuada pelo Procon

--> Ligação de call center deve seguir lista de 'não perturbe'

--> Anatel chama população para discutir sobre de antenas 5G

A Samsung anunciou na última segunda-feira (1º) que revelará novidades sobre a linha Galaxy em seu próximo evento Samsung Galaxy Unpacked, que acontece em Nova York, no dia 7 de agosto. Rumores já começam a aparecer que este será o momento em que a empresa anunciará o Galaxy Note 10, o novo celular de ponta da empresa.

Apesar de ainda não haver nada confirmado, o vídeo do convite mostra a caneta eletrônica S-Pen, que é uma marca registrada da linha Note. Durante 16 segundos, a caneta se movimenta até formar a lente de uma câmera, mas sem oferecer maiores detalhes do que vem por aí. 

##RECOMENDA##

No texto publicado pela empresa, a Samsung afirma que “novos dispositivos projetados para levar a conectividade do ecossistema do Galaxy ao próximo nível” serão revelados no evento. 

Recentemente, diversas renderizações do que seria o design do novo aparelho têm surgido pela internet, mas a empresa não se manifestou sobre o assunto. Ao contrário do Google, que - depois de diversos vazamentos relacionados ao Pixel 4 - postou uma imagem de seu novo celular. Resta aguardar para ver o que vem por aí. 

[@#video#@]

Confiante com o sucesso de vendas da linha P30 a Huawei, uma das maiores fabricante de smartphones no mundo, decidiu abrir dois quiosques oficiais para vender seus smartphone, em São Paulo. A partir desta segunda-feira (1º), interessados em adquirir os produtos da empresa em pontos de venda físicos vão ficar contentes com o valor de desconto nos aparelhos da marca. 

Entre os produtos que serão comercializados estão os smartphones Huawai P30 Pro e Huawai P30 lite, além de acessórios como os fones de ouvido Active Noise Canceling e capinhas exclusivas. Para quem quiser adquirir o P30 Pro, será oferecido um desconto a quem levar o seu smartphone usado, que será avaliado pelos funcionários, e o valor será somado a um bônus de R$ 1 mil, oferecido pela empresa.

##RECOMENDA##

A linha P30 Series, da Huawai ganhou os holofotes após alcançar mais de 10 milhões de unidades vendidas no mundo em um período de 85 dias após seu lançamento, batendo seu próprio recorde. A ação será válida somente para as compras realizadas no primeiro dia de funcionamento dos novos pontos de venda no Morumbi Shopping (1 de julho) e no Shopping Eldorado (2 de julho).

LeiaJá também

--> Apple transferirá produção do Mac Pro dos EUA para China

--> Pesquisa aponta aumento das compras via smartphone

--> Loja da Xiaomi no Brasil é autuada pelo Procon

Anunciada na quinta-feira (27), a saída do designer do iPhone Jony Ive fez as ações da Apple caírem 0,91% na bolsa de valores Nasdaq ontem (28). Com a desvalorização, que já havia sido antecipada após o fechamento do pregão da quinta-feira, a fabricante do iPhone perdeu US$ 8,3 bilhões (R$ 31,95 bilhões) em valor de mercado.

Parece pouco para a empresa, mas a cifra é grande quando comparada a companhias de capital aberto brasileiras. Os US$ 8,3 bilhões são superiores à soma dos valores de mercado da Natura (R$ 24,5 bi) e da Via Varejo (R$ 6,56 bi) no fechamento da B3 ontem. A comparação também pode ser feita com o valor da Localiza (R$ 29,6 bi).

##RECOMENDA##

Além disso, a Apple ficou um pouco mais longe do valor de mercado de US$ 1 trilhão, atingido em agosto do ano passado. Ive, porém, seguirá colaborando com a Apple por meio de seu estúdio próprio, o LoveFrom. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

A Apple decidiu trasladar a produção de um de seus modelos de computador, o novo Mac Pro, dos Estados Unidos para a China, informou nesta sexta-feira (28) o jornal The Wall Street Journal, em um momento em que os dois países estão imersos em uma guerra comercial.

Segundo o jornal econômico americano, que cita fontes anônimas, a empresa selecionou a Quanta Computer, uma empresa de Taiwan, para montar seus dispositivos perto de Xangai, na China. Este modelo é atualmente produzido no Texas. Consultada pela AFP, a Apple não respondeu até o momento.

##RECOMENDA##

Embora o Mac Pro seja apenas um negócio de nicho para a Apple, esta decisão poderá desatar a ira do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que pede reiteradamente às empresas que produzam no território nacional.

A decisão da companhia pode parecer surpreendente devido à imposição recíproca de fortes tarifas entre Pequim e Washington, o que certamente aumentará o preço deste produto para os consumidores americanos.

A Apple anunciou nesta quinta-feira (27) que seu chefe de design, responsável pelo visual do iPhone e de outros produtos, vai deixar a gigante da tecnologia para criar a própria empresa.

Ive sairá durante este ano "para criar uma empresa de design independente que terá a Apple entre seus principais clientes", de acordo com um comunicado da Apple.

##RECOMENDA##

Ive vai desenvolver seus "projetos pessoais" mas também continuará trabalhando de forma próxima "numa gama de projetos com a Apple", acrescentou a empresa.

"Jony é uma figura singular no mundo do design e seu papel no renascimento da Apple não pode ser subestimado, desde o pioneiro iMac em 1998 ao iPhone e a ambição sem precedentes da Apple Park, onde recentemente colocou muito de sua energia e cuidado", disse o presidente-executivo, Tim Cook.

"A Apple vai continuar se beneficiar dos talentos de Jony, trabalhando diretamente com ele em projetos exclusivos, junto com o time brilhante e apaixonado que ele montou".

"Depois de muitos anos trabalhando juntos, estou feliz pela nossa relação seguir evoluindo e espero trabalhar com Jony muito tempo no futuro".

Nascido no Reino Unido, Ive foi para a Apple em 1992 e foi o responsável pelo visual do iPod, iPhone, iPad e Macbook, assim como o sistema de software iOS para dispositivos da Apple.

Qual foi a última vez que você saiu de casa para comprar alguma coisa em uma loja física? Uma pesquisa nacional realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) apontou mudanças nos hábitos de varejo dos brasileiros. O estudo apontou que 86% dos consumidores com acesso a internet realizaram, pelo menos, uma compra em lojas online nos últimos 12 meses.

Além do aumento das compras online, os dados mostram que os smartphones foram o meio mais utilizado pelos entrevistados, sendo usado por sete em cada dez (67%) consumidores. Em segundo lugar, aparecem os notebooks (39%), seguidos dos desktops ou PCs (39%).

##RECOMENDA##

E muito além de livros e comida, os produtos mais adquiridos pela internet são vestuário, calçados e acessórios (43%), eletrodomésticos (36%), smartphones e celulares (34%). As entregas de comida por delivery somam 30%, seguidas de artigos para casa (29%) e cosméticos ou perfumes (29%). Os tipos de loja online preferidos para as compras são as cadeias de varejo nacionais (90%) e os sites de compra e venda de produtos novos ou usados (50%). Varejistas internacionais e os portais de ofertas e descontos ficam com 30% e 23% da preferência, respectivamente.

Compras via rede social

Além dos sites usuais de compras, um dos dados que mais chamou a atenção dos pesquisadores são as compras realizadas nas redes sociais. O fenômeno acaba apontando para o sucesso dos anúncios  uma vez que um terço dos entrevistados (33%) adquiriu algum produto ou serviço por meio do Facebook, Instagram, Youtube ou WhatsApp no último ano.

Medo de fraudes

Apesar de ser um crescimento expressivo, contabilizando - em média geral -  sete compras online em um período de 12 meses, o levantamento apontou que o número poderia ser bem maior se as pessoas se sentissem seguras nas plataformas online. Seis em cada dez entrevistados reconhecem que o medo de fraudes os levam a comprar menos do que gostariam na internet (61%). Isso faz com que as pessoas fiquem ainda mais cautelosas antes de finalizarem suas compras. 

Entre os principais cuidados tomados pelos consumidores estão realizar compras apenas em canais conhecidos ou indicados, evitar cadastrar dados do cartão de crédito para compras futuras e selecionar meios de pagamento em que confiam para pagar. Analisar as avaliações do produto também deixa o consumidor mais confiante. 

O bom cliente à loja torna

A facilidade de receber o produto em casa e de poder realizar toda a transação sem a necessidade de um deslocamento físico são motivos que seduzem os usuários. De acordo com a pesquisa a entrega gratuita também acaba sendo fator determinante na escolha da loja online .Entre os fatores que mais pesam na escolha de um site de compras estão frete grátis (48%), preço mais baixo (47%) e promoções (41%). 

E se tudo der certo a maioria costuma voltar à mesma loja. Nove em cada dez (91%) entrevistados já compraram mais de uma vez em um mesmo site, aplicativo ou perfil de lojas em redes sociais, após uma experiência positiva. Tudo sem sair de casa.

Um levantamento realizado em capitais de todos os estados brasileiros pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que 86% dos consumidores que têm acesso à internet fizeram pelo menos uma compra em lojas online nos últimos 12 meses. Dos entrevistados, 67% afirmaram que utilizaram smartphones para concluir a aquisição. O segundo meio mais comum entre 39% dos consultados foi o notebook.

Ainda segundo a pesquisa, cada comprador fez, em média, sete operações pela internet nos últimos 12 meses. Entre os produtos mais adquiridos no ambiente virtual, 43% são peças do vestuário, calçados e acessórios. Os eletrodomésticos foram obtidos por 36% dos consumidores. Na sequência estão smartphones e celulares, com 34%, e entrega de comida em domicílio, com 30%. Os segmentos de artigos para casa e cosméticos empataram em 29%.

##RECOMENDA##

Outro destaque do estudo são as compras realizadas nas redes sociais. O chamado e-commerce foi utilizado por 33% dos participantes da pesquisa adquiriu produtos ou serviços por meio do Facebook, Instagram, Youtube ou WhatsApp no último ano. De acordo com o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, a tendência é que a atuação dos smartphones nas compras pela internet cresça ainda mais. "Com a evolução da tecnologia, comprar pelo celular ficará cada vez mais fácil. O próprio varejo tem pela frente um enorme potencial de desenvolver produtos personalizados e experiências customizadas para esse consumidor", analisa.

Confira também no LeiaJá:

- Relatório coloca Brasil em 2º no mercado de apps

A primeira loja da Xiaomi em terras brasileiras teve sua inauguração recente recebida com bastante entusiasmo pelo público tupiniquim. Porém, os últimos dias têm sido de dor de cabeça para os seus representantes. A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) anunciou, na última terça-feira (25), que a loja da empresa chinesa, em parceria com a importadora DL, foi autuada por irregularidades na venda de seus produtos.

A ação do órgão ocorreu no último dia 19 e constatou "a presença de produtos com informações unicamente em língua estrangeira; produtos sem manual de instruções em língua portuguesa; produtos sem informação de origem no Brasil (importador); produtos com informações de segurança unicamente em língua estrangeira", entre outros problemas.

##RECOMENDA##

As situações apontadas no momento da vistoria são exigências do Código de Defesa do Consumidor, que determina que a oferta e apresentação de produtos ou serviços devem assegurar informações claras e em língua portuguesa, inclusive sobre características, composição, preço, garantia, prazos de validade, manual de instruções, entre outros. 

Produtos com diferentes conectividades (wi-fi e bluetooth, por exemplo), como os relógios Mi Band, precisam da homologação da Anatel para serem vendidos. Por falta dos requisitos obrigatórios do CDC, o Procon-SP infomou que o estabelecimento poderá sofrer, após procedimento administrativo, multas pelas infrações cometidas.

O que diz a empresa

Em nota a empresa DL, importadora dos produtos Xiaomi, informa que “está ciente da fiscalização do PROCON-SP na loja Mi Ibirapuera. Como responsável pela importação e distribuição dos produtos Xioami no Brasil junto aos parceiros comerciais, a empresa informa que os apontamentos feitos pelo órgão já estão em processo final de adequação”.

Com o intuito de promover a pesquisa científica entre estudantes, a Arena Pernambuco recebe, até o dia 28 de junho, a quarta edição da EXPOCETI - Exposição de Ciência, Engenharia, Tecnologia e Inovação. Serão 100 estandes ocupados pelos próprios alunos, para debater temas relacionados à área. 

A feira, organizada por professores, funcionários e alunos do Colégio Anglo, São Lourenço da Mata, tem o intuito de promover a pesquisa científica entre estudantes de diversas instituições. A entrada é gratuita, sendo necessário levar apenas 1 kg de alimento não perecível para ter acesso ao evento. 

##RECOMENDA##

LeiaJá também

--> Primeira edição do Rolê REC'n'Play já tem data marcada

--> Lixo Eletrônico vira matéria-prima em centro no Recife

--> Alunos do RoboCin fazem vaquinha para ir à Austrália

O Facebook pediu nesta segunda-feira (24) aos governos do mundo mais medidas em matéria de regulação das gigantes digitais, cujas práticas são criticadas com frequência, em particular no que diz respeito à proteção de dados ou a divulgação de informações falsas.

"Não cabe a empresas privadas, grandes ou pequenas, propor as regras. Cabe aos políticos eleitos democraticamente no mundo", disse o britânico Nick Clegg, encarregado da Comunicação do Facebook, na rádio BBC.

##RECOMENDA##

Clegg, ex-vice-primeiro-ministro do Reino Unido, insistiu no fato de que grupos como o Facebook devem usar sua "experiência" para defender essas regulamentações em vez de se opor a elas.

Em sua opinião, há uma "necessidade urgente de novas regras de comportamento", seja em termos de privacidade, proteção de dados ou discurso de ódio. Em resposta a uma pergunta sobre o referendo do Brexit de 2016, Clegg afirmou não ter "nenhuma evidência" de interferência russa.

"Embora eu entenda por que as pessoas querem reduzir este terremoto na política britânica a um complô ou conspiração, ou ao uso das redes sociais, temo que as raízes do euroceticismo britânico sejam muito mais profundas", disse ele.

O Facebook é regularmente acusado de não fazer o suficiente para impedir a disseminação de informações falsas, especialmente durante períodos eleitorais em diferentes países.

A rede social também foi criticada após vários escândalos sobre o uso de dados privados e, em particular, uma quebra na segurança do seu sistema de mensagens criptografadas WhatsApp.

A nova edição do REC’n’Play 2019 já está marcada para acontecer entre 2 e 5 de outubro, porém, este ano, o festival de experiências digitais ganha um reforço. Antes da data oficial do evento uma série de atividades deve tomar as ruas do Recife. O Rolês REC’n’Play começa, pela primeira vez, na próxima quinta-feira (27), com o objetivo de introduzir temas e debates que serão trabalhados durante o festival.

Para começar os preparativos haverá o debate “Eu Toco Recife - Entendendo a Cadeia Produtiva da Música”. A conversa deve reunir artistas, produtores de eventos, donos de bares e boates, gestores de institutos e centros culturais, entre outros, com o objetivo de entender o setor musical como um elo importante da Economia Criativa.

##RECOMENDA##

A produtora do Coquetel Molotov, Ana Garcia, a proprietária da boate Metrópole, Maria do Céu e o músico Juliano Holanda compõem a mesa do Rolê, que também faz parte da programação oficial de aniversário da Rádio. O debate será realizado no Auditório do Apolo 235, prédio do Porto Digital, às 19h, com entrada gratuita.

O segundo Rolê será dia 13 de julho, dessa vez as atividades terão foco nos usos de tecnologia por crianças em estágio de primeira infância. O encontro será no auditório do Porto Digital, no bairro do Recife, e incluirá uma programação tanto para os pais como para as crianças. Além disso, outros Rolês que serão realizados até o mês de outubro, devem ter suas datas divulgadas em breve.

Uma pesquisa realizada pela AdColony em parceria com a OnDevice, apontou que a paixão do brasileiro pelos games mobile vem crescendo. De acordo com o estudo The Mobile Gaming, a maioria dos entrevistados (72%), com idades entre 18 e 64 anos, joga em seus smartphones diariamente. As mulheres são as gamers mais assíduas, sendo 72% delas jogadoras diárias, contra 69% dos homens.

Os números apresentados no estudo demonstram que, grande parte da motivação dos usuários está na busca por uma opção mais prática de diversão e relaxamento. Jogos de ação, simulação e estratégia estão entre os mais populares, sendo acessados mais de uma hora por dia.

##RECOMENDA##

O rankeamento dos aplicativos de games nas lojas online também é algo levado em conta e não apenas para quem participou da pesquisa. Anualmente, empresas como Google e Apple premiam desenvolvedores por novos games em categorias que levam em consideração gráficos, enredo e jogabilidade.

A pesquisa foi feita em abril, com pessoas de todo o país, que afirmaram jogar em seus dispositivos todos os dias (61%), às vezes cinco vezes ou mais. Quanto às plataformas mobile, smartphone ou tablets, os entrevistados revelaram que preferem dispositivos que cabem na palma da mão para poder passar o tempo. Entre os participantes da pesquisa 78% de toda amostra prefere jogar em seu smartphone, enquanto 19% gosta de jogar em ambos os aparelhos.

LeiaJá também

--> Confira os aplicativos vencedores do Apple Design Awards

--> Loja de card game será aberta no Recife com campeonatos

--> Google vai premiar garotas desenvolvedoras

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) arquivou nesta quarta-feira, 19, dois processos contra o Google. O Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, antecipou na terça-feira, 18, que os processos seriam arquivados.

Um terceiro processo contra a empresa também foi levado a julgamento, que foi suspenso por um pedido de vista. O conselheiro relator do caso, Maurício Maia, votou pelo arquivamento do processo e foi acompanhado por mais uma conselheira.

##RECOMENDA##

O conselheiro Paulo Burnier, no entanto, votou pela condenação da empresa ao pagamento de multa de R$ 32 milhões. O caso deverá voltar a julgamento no dia 26.

As investigações contra o Google foram instauradas entre 2011 e 2013. O processo cujo julgamento foi suspenso foi aberto depois de denúncia da E-Commerce de que o Google teria colocado seu comparador de preços em posição privilegiada dentro dos resultados do próprio buscador na internet.

A empresa também reclamava de que o Google posicionava de maneira fixa os resultados do Google Shopping no topo ou na lateral da página do buscador, o que estaria prejudicando os concorrentes.

Um segundo processo foi aberto também após denúncia da E-Commerce de que o Google estaria copiando avaliações de produtos que clientes teriam feito nos sites Buscapé e Bondfaro para exibir em seu Google Shopping. O caso foi arquivado no julgamento desta quarta-feira.

O terceiro processo, que também foi arquivado, foi aberto após denúncia da Microsoft, dona do site de buscas Bing, de que o Google teria reduzido incentivos para que as empresas anunciassem ao mesmo tempo tanto nas páginas do Bing quanto nas do Google. A prática não foi verificada pela superintendência, que também recomendou o arquivamento.

Nova investigação

Apesar dos arquivamentos, os conselheiros decidiram pedir que a superintendência do órgão abra um processo para investigar se o Google abusa de sua posição de líder no mercado de buscas e também de notícias.

Uma das conselheiras, Paula Azevedo, entendeu que não havia provas da conduta irregular no caso em questão, mas alegou que há dúvidas sobre se o Google adota conduta que poderia prejudicar concorrentes, por isso pediu a abertura de uma nova investigação.

"Não se trata de um pré-julgamento, mas apenas uma determinação para que seja instaurado inquérito e, se houver indícios que levem ao aprofundamento das investigações, haverá abertura de um processo e posterior julgamento. Apoiarei todas as propostas de instauração de inquérito trazidas a esse conselho", completou o presidente do Cade, Alexandre Barreto.

Nesta quarta-feira (19), acontece a edição de junho do Inovatal, evento de inovação, comunicação e tecnologia, do CESAR School em parceria com o Inovatalk. O evento vai abordar os elos design, criação de produtos, serviços, marcas e consumo e terá a participação do estilista Ronaldo Fraga e da pesquisadora e designer UX do CESAR Thaís Yoshioka.

Ronaldo Fraga é um dos grandes nomes da moda no Brasil, sendo considerado um dos sete estilistas mais inovadores do mundo, de acordo com o Design Museum de Londres. Já Thaís Yoshioka trabalha com metodologias de pesquisa de mercado visando ajudar profissionais a se inspirar em insights do consumidor.

##RECOMENDA##

Os ingressos podem ser adquiridos pela plataforma da Sympla (bit.ly/inovatalkjunho), por R$30,00 + taxa. O encontro será, às 19h, na CESAR School, no bairro do Recife, mediado pela jornalista Sílvia Matos, idealizadora do projeto.

LeiaJá também

--> Startup pernambucana InLoco recebe US$ 20 mi

--> Porto Digital apresenta evento focado na população LGBTI+

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando