Tecnologia

| Mercado

A Caravana Cloud And Data vai levar a tecnologia de nuvem para João Pessoa, no dia 26 de outubro. O projeto, que teve seu início em Fortaleza e já percorreu mais de sete cidades do Brasil, vai contar com especialistas em tecnologia da informação para discutir novidades a respeito de processos em nuvem.

Ao todo, seis palestrantes vão explanar algumas das funcionalidades da plataforma de nuvem, demonstrando através de cases dos maiores fabricantes do mercado. Entre eles estão Diego Uchoa, Consultor da Microsoft na Intradb Consultoria e Serviços de TI, Klayton Gomes, Arquiteto de Software na Avanade do Brasil e Maycon Alves, também Consultor da Microsoft na Intradb.

##RECOMENDA##

O objetivo do encontro é trocar conteúdos sobre computação em nuvem e plataforma de dados, com uma imersão nestas tecnologias, de forma prática. Quem quiser participar os ingressos estão disponíveis no site da Sympla e podem ser adquiridos até 24 de outubro. O evento será realizado na Faculdade Maurício de Nassau, Campus Epitácio, das 8h30 às 17h.

Confira a programação completa

08:00 - 09:00 - CHECK-IN - Recepção e Credenciamento

09:00 - 09:30 - Abertura do Evento - Introdução e Agradecimento aos Apoiadores

09:30 - 10:30 -  Azure Functions: vc já ouviu falar? Pra que serve? Como usar?

                           Palestrante: Klayton Gomes

10:30 - 11:30 -  Saiba como o Microsoft Cloud Adoption Framework pode te ajudar a montar seus projetos de Cloud Computing

                           Palestrante: Vinicius Perrott

11:30 - 12:30 -  Tudo está lento! Tudo mesmo? O SQL Server On-premise? O Azure SQL Database?

                           Palestrante: Maycon Alves

12:30 - 13:30 - Intervalo de Almoço

13:30 - 14:30 - Azure Error Avoidance

                          Palestrante: Anderson Ortolone

14:30 - 15:30 - Construindo seu Primeiro Dashboard com o Power BI.

                          Palestrante: Diego Uchoa

15:30 - 16:30 - Cenários de Disaster Recovery no Azure.

                           Palestrante: Francisco Ferreira

16:30 - 17:00 - Anúncios, Sorteios e Encerramento das Atividades no Auditório

Na próxima quinta-feira (19), o CEO da Stape Music, Renan Hannouche, é o convidado especial de um bate-papo sobre tecnologias e futuro, no Quintal Criativo da agência 4com. Durante o encontro, o especialista vai debater sobre tecnologias exponenciais, às quais se aplicam a Lei de Moore, a partir das suas experiências na Singularity U, universidade de tecnologia e inovação sediada em uma base da NASA. 

A conversa acontece dentro da programação do Funil de Ideias e ainda possui algumas vagas abertas ao público. As inscrições devem ser feitas através do link, disponível no instagram da 4com (@4com). Para o evento, Hannouche trará a palestra The Path to Singularity, apresentada no Innovation Meeting deste ano, na qual propõe tecnologias para “desbloquear” a singularidade. A conversa começará às 17h. 

##RECOMENDA##

LeiaJá também

--> Startup Weekend vem ao Recife focando em inclusão

--> II Gov In Play abre inscrição para submissão de palestras

--> ‌Quarta edição do Mague.bit já tem data para acontecer

Faltam menos de 10 dias para o Startup Weekend acontecer na capital pernambucana. O evento, marcado para começar dia 20 de setembro, no Apolo 235, já revelou iniciativas importantes, como as desenvolvedoras do aplicativo Mete a Colher. Dessa vez, a proposta é levantar duas bandeiras importantes do empreendedorismo: a diversidade e a inclusão. 

O objetivo do evento é fomentar o empreendedorismo, incentivar a equidade de gêneros, raças e promover a inclusão social. Apoiado por iniciativas como o Google for Startups, o encontro contará com a participação de mentores, jurados, mídia, investidores, palestrantes e empresas com foco na temática principal. 

##RECOMENDA##

Para participar não é preciso ter uma ideia ou saber de tecnologia, apesar de que os conhecimentos ajudam a acelerar os processos de criação. As  equipes são formadas em torno das melhores ideias (determinadas por votação) e competências dos participantes. Ao todo serão 54 horas de criação de modelos de negócios, validação, programação e design. 

Inclusão e diversidade

O foco principal do evento é incentivar a criação de soluções e projetos voltados para a inclusão de mulheres, afrodescendentes, indígenas, migrantes, refugiados, pessoas com deficiência, pessoas idosas, LGBTI+, minorias geralmente excluídas (ou com pouco destaque) em grandes campanhas, produtos e iniciativas. Todos os grupos citados são bem-vindos para fomentar ideias, além de qualquer pessoa que queira empreender e aprender.

Quem quiser participar pode se inscrever em três principais áreas:

Negócios - Administração / Arquitetura / Comunicação / Direitos Humanos / Economia / Empreendedorismo / Inovação / Marketing / Serviço Social / E áreas similares.

Desenvolvedores - Computação / Desenvolvimento / Engenharia / Informática / Programação / Técnicos / E áreas similares.

Designer - Artistas / Design Gráfico / Ilustrador / Publicidade / Web Design / E áreas similares.

Os ingressos são vendidos a R$ 80, para qualquer área. A inscrição deve ser feita pelo site.

A Amazon anunciou, nesta terça-feira (10), o que pode ser a maior promoção de um combo de streaming já vista no mercado brasileiro. Tentando passar à frente de todos os concorrentes na corrida para conseguir assinantes, a gigante lança em terras tupiniquins o Amazon Prime, com acesso ilimitado ao conteúdo disponível em seus serviços como Prime Video, Music, Twitch e Prime Reading, tudo isso por R$ 9,90, mensais.

Em um mercado cada vez mais acirrado e apoiado em plataformas de streaming, a companhia dá uma cartada de mestre não apenas por liberar o conteúdo de seus serviços já conhecidos, mas por agregá-los ao lançamento - no Brasil - do Prime Music e do Prime Reading,que são respectivamente o streaming de música e de revistas e livros digitais da empresa.

##RECOMENDA##

O assunto chegou ao primeiro lugar do Twitter com os usuários comentando a intenção da Amazon com o marketing e como isso irá impactar aos concorrentes, em especial aos pequenos varejistas. Principalmente, porque quem se inscrever no programa, terá também acesso a frete gratuito e rápido em produtos identificados com o selo Prime, no site da Amazon, incluindo centenas de milhares de itens para bebê, cozinha, eletrônicos, entre outros.

[@#video#@]

Valores

Para conquistar os clientes, novos membros podem experimentar o Amazon Prime de graça, assinando o teste de 30 dias, e depois assinar por apenas R$ 9,90 por mês – ou economizar 25% com o plano anual de R$ 89. É um valor muito sedutor comparado com outros serviços que oferecem um produto só como o Spotify, com assinaturas a partir de R$ 16,90 e a Netflix, com R$ 21,90, mensais, em seus planos básicos. Atualmente o serviço Prime da Amazon é utilizado por mais de 100 milhões de membros pagantes em 18 países.

“Estamos honrados em lançar o Amazon Prime no Brasil – com acesso ilimitado a frete grátis para todo o Brasil e o melhor do entretenimento por apenas R$ 9,90 por mês, ou R$ 89,00 por ano”, diz Alex Szapiro, Country Manager da Amazon no Brasil, em comunicado. “Só a entrega gratuita e rápida já vale a assinatura: membros Prime podem fazer quantas compras quiserem, ou precisarem, sem valor mínimo, para receber milhares de produtos e milhões de livros enviados pela Amazon, sem pagar frete, além das ofertas e promoções exclusivas para membros Prime. E se pensarmos ainda nos benefícios de entretenimento digital inclusos, como séries de TV, filmes, músicas, livros digitais e jogos, esse valor se torna ainda mais incrível”, finaliza.

A Cervejaria Ambev está com inscrições abertas para a segunda edição de seu programa de aceleração de startups. Dessa vez, a companhia procura por projetos que ofereçam soluções para os principais problemas socioambientais da atualidade. A premiação cresceu e a vencedora deverá ganhar R$ 100 mil, além da oportunidade de ir para a sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, para apresentar sua ideia a fundos globais de investimento de alto impacto.

As startups selecionadas terão um um funcionário da cervejaria como mentor,  para ajudar a desenvolver a ideia do negócio. Na primeira edição, foram selecionadas 21 startups entre mais de 400 inscritas. Entre elas, oito empresas tiveram, ainda, a oportunidade de fechar contratos a Ambev.

##RECOMENDA##

Quem tiver interesse pode inscrever seus projetos até o dia 31 de outubro, pelo site da empresa. Para participar, os interessados devem fazer o cadastro e propor uma solução para um dos 10 desafios que envolvem, entre os temas, economia circular, desperdício de água e redução de emissões de carbono, e outros. Cerca de 15 startups serão selecionadas para participar dessa edição.

LeiaJá também

--> I Gov In Play abre inscrição para submissão de palestras

--> ‌Quarta edição do Mague.bit já tem data para acontecer

--> Porto Digital abre chamada para projetos de incubação

Na última segunda-feira (2), a TIM anunciou que seus usuários poderão contar com uma nova tecnologia que deve substituir os chips de celular como conhecemos. Trata-se do eSIM, um chip virtual que funciona por meio da leitura de QR Code e pretende aposentar o chip físico. Em abril, operadoras de telefonia Claro e Vivo foram as primeiras a adotar o padrão, que deve ganhar força nos próximos anos.

Para quem ainda não conhece o modelo, o chip digital vai permitir a ativação do plano desejado no smartphone compatível, só que já virá embutido na placa-mãe do aparelho. Além disso, ele também permitirá que o dispositivo tenha até duas linhas telefônicas, sem a necessidade da compra de mais de um produto. A opção deve ser mais segura do que a atual, com o objeto físico porque o QR Code criptografado oferece mais segurança contra invasões hackers, por exemplo.

##RECOMENDA##

No caso da TIM, a ativação poderá ser feita por clientes dos segmentos pós-pago e Controle, que sejam usuários dos aparelhos iPhone XS, XS Max ou XR. Atualmente, no Brasil, os smartphones da Apple são os únicos com suporte à tecnologia. Lá fora, a linha Pixel do Google, também permite a utilização da novidade.

Uma das vantagens do eSIM é a possibilidade de suportar múltiplas contas, inclusive com mais de uma operadora funcionando em um único chip virtual. Cabe ao usuário configurar o que quer por meio das configurações do aparelho. Além disso, há uma chave exclusiva, que faz a verificação em um servidor toda vez que uma substituição de perfil é solicitada, evitando golpes e dificultando o repasse de aparelhos.

Como parte da programação do Rec’n Play deste ano, a Empresa de Informática da Prefeitura do Recife  (EMPREL) e Agência Estadual de Tecnologia da Informação(ATI), irão promover o II Gov In Play. O encontro, que vai debater soluções de tecnologia para a desburocratização e ampliação do acesso a serviços públicos, está com inscrições abertas para submissão de palestras até 13 de setembro. 

O seminário acontecerá no Teatro Apolo, no Bairro do Recife, nos dia 2 e 3 de outubro, como parte da programação do Festival Rec’n’Play.  Um dos nomes confirmados é o francês Samuel Goëta, co-fundador do grupo Datactivist, uma cooperativa cuja missão é abrir dados e torná-los úteis e acessíveis.

##RECOMENDA##

As propostas são para a realização de palestra com duração de 15 minutos, conforme modelo disponível no site. Quem quiser participar deve apresentar iniciativas originais, já executadas ou que estejam em andamento. Terão prioridade as propostas que apresentem resultados ou lições aprendidas. As inscrições são gratuitas e são esperados 200 participantes para esta segunda edição.

Faltam pouquíssimos dias para mais uma edição do IFA 2019. Uma das maiores feiras de tecnologia da Europa acontece entre os dias 6 e 11 de setembro, em Berlim, e promete trazer diversas novidades entre telefones, computadores e acessórios inteligentes. Entre as empresas que já estão dando um gostinho do que vem por aí, está a LG, que lançou um convite ao evento com o que parece ser um smartphone dobrável.

LG e o smartphone de três telas

##RECOMENDA##

No começo de agosto a LG deixou muita gente com a pulga atrás da orelha, após lançar um convite para sua conferência de imprensa no evento. O vídeo não deixa claro se estaria mostrando um smartphone de três telas ou um acessório para o já existente V50 ThinQ, da companhia. 

Também há rumores de que a LG poderia anunciar o LG G8X , seu primeiro aparelho com sensor de impressão digital na tela, além de um par de novos aparelhos de médio porte: o K50S e o K40S. A empresa realizará sua coletiva no dia 6 de setembro às 5h, no horário de Brasília (10h, horário local de Berlim ).

Internet das Coisas

Apesar do apelo voltado aos smartphones, a Huawei irá dedicar sua participação no evento para falar sobre seus planos de infraestrutura relacionada ao 5G e IoT (Internet das Coisas). Quem vai entrar como parceira da empresa chinesa é a Qualcomm, que também subirá ao palco para falar sobre os avanços que a quinta geração da internet móvel promoverá em produtos que carregam processadores Snapdragon.

A volta do Galaxy Fold?

Depois do fracasso que foi o pré-lançamento do Galaxy Fold, em abril, a Samsung ocupou seu tempo em consertar as falhas do aparelho. Rumores indicam que a empresa pode estar se preparando para roubar os holofotes do evento, anunciando a volta do smartphone dobrável. A gigante sul-coreana tem uma conferência de imprensa agendada para uma dia antes do início do IFA 2019, mas especula-se que ela poderá lançar o dispositivo em 6 de setembro, primeiro dia da feira.

 Televisores, vestíveis e itens de informática

Além dos anúncios de smartphones e internet, outra coisa que se pode esperar das grandes marcas são anúncios relacionados a televisores, acessórios inteligentes e laptops. Acer, Asus, Dell, HP e Lenovo, além das fabricantes de processadores como Intel, costumam fazer pequenos lançamentos direcionados ao mercado de computadores portáteis. A própria Razer, especialista em gadgets para gamers pode apresentar o laptop mais fino do mundo, de acordo com anúncio da própria companhia no Twitter.

[@#video#@]

De uns tempos para cá o brasileiro acostumou-se a ouvir, cada vez mais, nomes em chinês na hora de comprar seus aparelhos eletrônicos. Seja na simplicidade vocal dos produtos da linha Mi ou Redmi ou até mesmo na estranheza das sílabas dos produtos Mijia, a verdade é que o “made in China” está cada vez mais tupiniquim. Uma das responsáveis por esse renovação nos costumes é a empresa Xiaomi, que encontrou um mercado ávido e curioso por seus produtos, ainda considerados futuristas do lado de cá do oceano. 

A primeira loja no Brasil

##RECOMENDA##

A gigante chinesa inaugurou sua primeira loja oficial em São Paulo. No dia 1º de junho de 2019, as portas da rede deram passagem a cerca de 5 mil pessoas, apenas no primeiro dia. De acordo com Luciano Barbosa, diretor de produtos da Xiaomi Brasil, nessa data foi registrada a terceira maior venda em inaugurações da Xiaomi na história, atrás somente da China e Índia. 

Na internet, os números das redes sociais também são expressivos. Em pouco mais de três meses de funcionamento no Brasil, a Xiaomi já conta com mais de 435 mil fãs no Facebook e 89,4 mil seguidores no Instagram. Um índice alto se comparar com a Huawei, outra gigante oriental que atracou no país há pouco tempo e que possui apenas 34 mil seguidores na rede social de compartilhamento de fotos.

Mas por que tanta gente está indo atrás dos produtos da marca chinesa? Para Luciano, a procura vem em um misto de reconhecimento e avanços no conceito de lar conectado. “A Xiaomi é reconhecida em todo mundo por oferecer aparelhos inteligentes, que garantem facilidade para execução das tarefas do dia a dia. Temos registrado boas vendas destes produtos, pois tem crescido o interesse dos brasileiros pelo padrão de casa inteligente”, afirma o diretor. 

Os campeões de venda

Segundo dados fornecidos pela companhia, a marca conta com mais de 177 milhões de dispositivos que podem ser conectados entre si, num conceito de automação residencial. No Brasil, o mix de produtos é composto por 180 itens. Mesmo assim, os campeões de venda ainda são os smartphones.

Resultados da 30ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, divulgada este ano pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, constatou que há cerca de 230 milhões de celulares ativos no Brasil, um número maior até mesmo do que a população no país. Por isso não é errado dizer que é de smartphone que o brasileiro gosta, nem de se admirar que estes sejam os produtos mais vendidos na loja da Xiaomi, no Brasil. 

“O Redmi Note 7 e agora o Mi 9T são os grandes campeões de vendas entre os smartphones”, diz Luciano. Eles são seguidos de outros produtos do ecossistema da empresa como a Mi Band 3, a Mi Scooter M365 (patinete elétrico) e os gadgets relacionados à casa conectada.

Preços

Para quem se interessar pelos mais vendidos, o Redmi Note 7 (64gb + 4gb RAM), fica no valor de R$ 1.999, e os aparelhos Mi 9 (128gb + 6gb RAM), a R$  4.799,99. Já a Mi Band 3, sai por R$ 199.

O que vem por aí

Para quem está esperando novidades, setembro será um mês que trará, ao menos, dois presentes para os consumidores que já viraram fãs da loja. O diretor da Xiaomi no Brasil afirma que no mês da independência tupiniquim ficaremos ainda mais encantados com a chegada do Mi Band 4, a pulseira inteligente da marca e com o Mi A3, um dos smartphones mais recentes smartphones da empresa, lançado em julho deste ano, e um dos que oferecem a experiência do Android "puro".

Por dentro dos aparelhos

 O Mi Band 4 chega com tela ampla de 0,95 polegada, colorida, display AMOLED e resolução superior às versões anteriores. É possível controlar músicas, contar os batimentos cardíacos para reconhecer qual é o tipo de atividade física deve ser praticada e é resistente à água, podendo ser mergulhada a até 50 metros. Além disso, a duração da bateria de 110 mAh é de aproximadamente 20 dias.

Já o Mi A3 apresenta tela touchscreen de 6.08 polegadas, processador Snapdragon 665 de oito núcleos, 4 GB de RAM, em modelos com 64 GB ou 128 GB de armazenamento. Para quem gosta de fotos, há três câmeras traseiras que combinam 48MP com outros 8MP e mais 2MP no sensor de profundidade, e uma câmera frontal oferece 32MP, um verdadeiro tesouro para quem gosta de tirar muitas selfies. A bateria é de 4.030 mAh com suporte a carregamento rápido de 18 W.

Para encerrar o ciclo de novidades da marca, Luciano também confirma a intenção da Xiaomi de abrir mais uma loja física no país até o fim do ano, mas ainda - provavelmente - no eixo Rio-São Paulo. Quando questionado sobre a abertura de lojas em outros locais, ele é evasivo: "Ainda não há nada definido, mas estudamos possibilidades para contar com novas lojas em outras cidades e Estados".

Focado em encontrar e dar espaço para novos empreendedores, o Porto Digital abre convocação para todos os seus programas relacionados à fomentação de novas ideias. Entre as áreas contempladas estão agronegócio, artes, educação, cidades, comércio, design, entretenimento, finanças, gestão pública, impacto social, indústria, publicidade e saúde.

Um dos projetos com inscrições abertas é o Mind The Bizz, programa para amadurecer novos negócios em parceria com o Sebrae-PE. A iniciativa oferece incubação e seleciona empresas em fase inicial com potencial de escalar suas soluções, produtos e serviços. Os projetos selecionados serão acompanhados tanto em Recife, quanto na unidade avançada do Porto Digital em Caruaru, o Armazém da Criatividade. 

##RECOMENDA##

Outro destaque é o Mind The MINAs que tem sua primeira convocação e vai apoiar o surgimento de iniciativas inovadoras feitas por mulheres. O programa funciona por meio do programa Mulheres em Inovação, Negócios e Artes (MINAs), iniciativa de equidade de gênero do parque.

Para participar é preciso passar por duas etapas. A primeira é a inscrição das propostas até o dia 23 de setembro. Depois de analisados e pré-selecionados, os escolhidos passarão por entrevistas presenciais, entre os dias 28 e 30 de setembro. O resultado final será divulgado em 1º de outubro, com abertura dos programas no dia 3 de outubro, durante o REC'n'Play.

LeiaJá também

--> ‌Quarta edição do Mague.bit já tem data para acontecer

--> Porto Digital lança 2º Ciclo de Inovação Aberta

--> Primeira edição do Rolê REC'n'Play já tem data marcada

A Conferência‌ ‌Nordestina‌ ‌de‌ ‌Startups‌ ‌e‌ ‌Empreendedorismo, também conhecida como Mangue.bit, reunirá empreendedores,‌ ‌investidores‌ ‌e‌ ‌profissionais‌ ‌tecnologia‌ ‌para um encontro recheado de palestras e oficinas relacionadas à inovação e negócios. A 4ª edição do evento acontece no‌ ‌dia‌ ‌19‌ ‌de‌ ‌setembro,‌ ‌no‌ ‌Itaipava‌ ‌Catorze‌ ‌(‌Avenida‌ ‌Alfredo‌ ‌Lisboa,‌ ‌Armazém‌ ‌14)‌,‌ ‌no‌ ‌Bairro‌ ‌do‌ ‌Recife e já está com inscrições abertas.‌ ‌

Na programação, ‌palestrantes‌ especialistas em ‌inovação‌ ‌e‌ ‌empreendedorismo,‌ ‌alguns‌ ‌com‌ ‌experiências‌ ‌internacionais.‌ ‌Entre eles Wagner‌ ‌Martins,‌ ‌criador‌ ‌do‌ ‌blog‌ ‌Cocadaboa‌ ‌e‌ ‌diretor‌ ‌associado‌ ‌da‌ ‌CreatorUp‌ ‌para‌ ‌o‌ ‌Brasil,‌ ‌e‌ ‌Jeff‌ ‌Valadares,‌ ‌‌CEO‌ ‌e‌ ‌sócio-fundador‌ ‌da‌ ‌Doppio‌ ‌Games - um‌ ‌estúdio‌ ‌de‌ ‌jogos‌ ‌controlados‌ ‌por‌ ‌voz‌ ‌em‌ ‌Lisboa‌ ‌(Portugal),‌ ‌que‌ ‌tem‌ ‌a‌ ‌Amazon‌ ‌e‌ ‌a‌ ‌Google‌ ‌entre‌ ‌os‌ ‌investidores. 

##RECOMENDA##

Além deles, a lista conta com ‌‌Vitor‌ ‌Andrade,‌ ‌Head‌ ‌no‌ ‌iDEXO, ‌Renata‌ ‌Albertim,‌ ‌CEO‌ ‌e‌ ‌Co-fundadora‌ ‌do‌ ‌Mete‌ ‌a‌ ‌Colher ‌e‌ ‌Sérgio‌ ‌Cavalcante,‌ ‌Head‌ ‌of‌ ‌Innovation‌ ‌do‌ ‌Grupo‌ ‌Cornélio‌ ‌Brennand,‌ ‌presidente‌ ‌da‌ ‌Amcham-Recife‌ ‌e‌ ‌gestor‌ ‌da‌ ‌Aries‌ ‌–‌ ‌Agência‌ ‌Recife‌ ‌para‌ ‌Inovação‌ ‌e‌ ‌Estratégia. A lista completa dos convidados ainda será divulgada.

Além‌ ‌de‌ ‌participar‌ ‌de‌ ‌oficinas‌ ‌e‌ ‌palestras,‌ ‌os‌ ‌empreendedores‌ ‌podem‌ ‌ser‌ ‌expositores‌ ‌e‌ ‌apresentar‌ ‌suas‌ ‌startups‌ ‌durante‌ ‌o‌ ‌evento.‌ ‌Os‌ ‌ingressos‌ ‌para‌ ‌participar‌ ‌do‌ ‌evento‌ ‌custam‌ ‌entre‌ ‌R$‌ ‌100‌ ‌e‌ ‌R$‌ ‌400‌ ‌e‌ ‌estão‌ ‌à‌ ‌venda‌ ‌pelo‌ ‌site‌

LeiaJá também

--> Veja quem são as empresas confirmadas na Brasil Game Show

--> Unidades do Sesc fazem programação Geek

--> Grupo de mulheres do CIn-UFPE celebra 1º ano com evento

A Sony anunciou na última segunda-feira (26), a redução no valor de varejo do Playstation 4, no Brasil. Em comunicado à imprensa, a companhia confirmou uma diminuição de cerca de R$ 200 no preço praticado no mercado atual. A causa desse desconto é a redução dos impostos sobre videogames, anunciada no início de agosto pelo Governo Federal, que deve atingir também controles e outros acessórios para os consoles.

No dia último dia 15, foi publicado no Diário Oficial da União um decreto que reduzia o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), indo de 50% para 40% as alíquotas sobre consoles e de 40% para 32% para acessórios. De acordo com a Sony, o repasse do valor para o consumidor vai depender dos varejistas optarem por aderir ao novo preço sugerido, já que a redução é uma sugestão da empresa.

##RECOMENDA##

Entre as mudanças de preços a versão simples do PlayStation 4 sai de, aproximadamente, 2,6 mil para R$ 2,4 mil e PS4 Pro de R$ 3 mil para R$ 2,8 mil. Acessórios como os controles DualShock 4, black ou outras cores, recebem uma redução de 10 reais. O VR, óculos de realidade aumentada da marca, vai de R$ 2,8 mil a R$ 2,6 mil.

Outra surpresa foi o anúncio da Sony que, ao contrário do que se esperava, revelou não produzir nenhum console no país desde 2017. A notícia não era esperada, uma vez que o valor do PS4 (que chegou ao Brasil custando R$ 4 mil), só foi reduzido após a companhia começar a fabricá-lo em território nacional. Logo, os descontos valerão apenas para os produtos que forem importados de outras regiões do mundo.

Em uma ação em parceria com a Ame Digital, a Americanas.com vão dar um presente para os clientes em comemoração ao aniversário da marca. Quem fizer compras pelo aplicativo da loja e pagar com a sua conta da Ame receberão 100% do valor gasto de volta - depositado na conta online.

A ação, que acontecerá no dia 22 de agosto, incluirá itens como TV, Notebook, smartphones, entre outros. Para participar é preciso fazer o download dos aplicativos Americanas.com e Ame Digital e ficar atento aos stories do Instagram da loja online, além das notificações do app. Lá será possível saber quais produtos serão liberados ao longo do dia. 

##RECOMENDA##

A ação ocorrerá das 9h às 18h, apenas pelo aplicativo. Apenas um produto será colocado à disposição dos usuários a cada hora. Mais informações sobre a promoção estarão disponíveis no site da marca.

O Porto Digital receberá nesta quarta-feira (21), a visita do ministro da Defesa e general do Exército, Fernando Azevedo e Silva. O militar, acompanhado pelo secretário Nacional de Segurança Pública, general Teophilo, fará um tour para conhecer o parque tecnológico.

Na ocasião, os generais deverão encontrar o presidente do Porto, Pierre Lucena, para discutir ações de fomento ao empreendedorismo tecnológico, além de conhecer as instalações. 

##RECOMENDA##

O encontro acontecerá às 12h às 14h30 no Apolo 235. Mais cedo, o secretário Nacional deverá conhecer também o Open Innovation Lab (OIL) - programa do Porto Digital que identifica necessidades de soluções tecnológicas em grandes empresas e as conecta com as capacidades de resolução de problemas, alocados no ecossistema de inovação expandido do parque tecnológico. A agenda do secretário também contempla o CESAR.

Visita do ministro da Defesa ao Porto Digital

Quando: Quarta-feira (21), a partir das 12h

Onde: Apolo 235 (Rua do Apolo, 235, entrada pela Rua do Observatório - Bairro do Recife)

Visita do secretário Nacional de Segurança Pública ao Porto Digital

Quando: Quarta-feira (21), a partir das 9h

Onde: Apolo 235 (Rua do Apolo, 235, entrada pela Rua do Observatório - Bairro do Recife)

A Huawei afirmou, nesta terça-feira (20), que a trégua de 90 dias acertada entre a administração de Donald Trump e as empresas americanas que vendem componentes ao grupo chinês "não muda nada" para a empresa, que afirma ser tratada de "maneira injusta" por Washington.

O governo dos Estados Unidos concedeu na segunda-feira (19) um novo alívio para a Huawei, da qual Washington suspeita de uma possível espionagem a favor de Pequim. O Departamento do Comércio prolongou por 90 dias o primeiro período de isenções, anunciado em maio, a determinados clientes e fornecedores americanos da empresa chinesa.

##RECOMENDA##

Este novo prazo "tem por objetivo dar aos consumidores em todo os Estados Unidos o tempo necessário para encontrar outros fornecedores alternativos a Huawei, que representa uma ameaça à segurança nacional e à política externa", explicou o Departamento do Comércio.

Em resposta a esta declaração americana, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, pediu ao governo dos Estados Unidos que "retifique imediatamente sua posição".

"Independentemente do que faça o governo dos Estados Unidos, isto não muda o fato de que não deveria ampliar a noção de segurança nacional, abusar do controle das exportações, discriminar empresas estrangeiras e inclusive tentar eliminá-las, sem ter qualquer prova sobre a suposta espionagem", criticou o porta-voz.

Algumas horas antes, o grupo chinês, segundo na venda de smartphones (atrás da Samsung), afirmou que o adiamento "não muda nada no fato de que a Huawei tem sido tratada de maneira injusta".

Esta decisão "não terá impacto substancial nos negócios da Huawei em qualquer sentido".

O Departamento do Comércio informou que adicionou a sua lista suja 46 empresas associadas com a Huawei, o que eleva o número de entidades e pessoas vetadas a quase 100.

"Fica claro que esta decisão, tomada neste momento específico, tem motivação política e nada tem a ver com a segurança nacional" dos Estados Unidos, lamentou a Huawei, acrescentado que a medida "viola os princípios fundamentais de concorrência", prejudicando, inclusive, as empresas americanas.

"Tentar eliminar as atividades da Huawei não ajudará os Estados Unidos a conseguirem uma supremacia tecnológica. Apelamos ao governo dos Estados Unidos para que acabe com este tratamento injusto e retire a Huawei" de sua lista suja.

Os negócios do grupo podem ser afetados pela falta de acesso a hardware e software cruciais, incluindo chips para celulares.

Há um ano, a UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau lançava o mais novo Centro de Inovação do Brasil. A Overdrives foi criada com uma estrutura única, com o objetivo de conectar e inspirar startups, pesquisadores, profissionais, estudantes, inventores e empreendedores. 

A Overdrives é voltada para startups que estejam em estágio inicial ou em processo go-to-market (método indicado para empresas que querem se reestruturar, ampliar seus produtos, expandir seu mercado de atuação ou reposicionar um produto ou marca de forma rápida e pontual), além de empresas consolidadas que queiram se aproximar do ambiente de inovação, prestadores de serviços que tenham startups como público alvo e ainda universitários motivados a desenvolver soluções. 

##RECOMENDA##

Com estrutura montada para receber até 40 startups simultaneamente, o Centro iniciou suas atividades e, logo nas primeiras semanas, já contava com 10 residentes. Em fevereiro, lançou o seu primeiro programa de aceleração com a escolha de quatro startups – Mary Drive, Painel B2B, Protein Now e Zeropay - para receber um aporte financeiro do Centro. 

“A primeira turma de aceleração, além de um grande desafio, trouxe muitos aprendizados sobre nossas estratégias iniciais. Alguns erros foram cometidos e vários ajustes aconteceram ao longo dos seis meses do programa, o que refletiu no impacto que causamos na segunda chamada de startups”, conta o diretor-executivo de inovação e serviços do grupo Ser Educacional, Joaldo Diniz. 

Agora, além das residentes, o Overdrives já trabalha com mais quatro novas aceleradas. Kornerz, Revoluti, Klopr e Clube de Compra escolhidas no segundo edital e apresentadas no dia 1º de agosto. Todas terão a oportunidade de desenvolver os seus negócios se beneficiando de toda estrutura tecnológica e de mentoria do Centro de Inovação.

*Da assessoria

O secretário do Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, confirmou nesta segunda-feira (19) que o governo do país estenderá por 90 dias a licença para a Huawei comprar suprimentos de empresas americanas, como havia sido noticiado por meio de fontes no fim de semana.

Em entrevista à emissora Fox Business, Ross sustentou que as companhias dos EUA entendem os riscos à segurança das suas tecnologias de se fazer negócios com a Huawei, mas ponderou que "ninguém gosta de perder um bom cliente".

##RECOMENDA##

Quando questionado sobre se espera algum efeito negativo sobre a economia americana a partir da entrada em vigor, em 1º de setembro, das tarifas de 10% sobre uma nova lista de importações chinesas, o membro o governo de Donald Trump buscou argumentar que, até agora, "não há base para dizer" que as cobranças adicionais já impostas tenham impactado o consumo no país.

Em relação aos temores mais difundidos na última semana de que uma reviravolta negativa na economia dos EUA possa estar mais próxima do que se pensava, Ross disse que "eventualmente haverá uma recessão, mas a inversão da curva de rendimentos (dos Treasuries) não é tão confiável como as pessoas pensam".

As manifestações em Hong Kong também foram trazidas à tona na entrevista, uma vez que o presidente Donald Trump já as vinculou ao andamento das negociações com a China de um acordo comercial. Para Ross, é "muito difícil" imaginar que Pequim use "força" contra manifestantes pacíficos.

O Governador de Pernambuco e o projeto Oi Futuro renovaram por mais cinco anos o acordo de cooperação técnica entre o órgão a empresa. O projeto, criado há 13 anos, instituirá o Núcleo Avançado em Educação (NAVE) na Escola Técnica Estadual Cícero Dias, em Boa Viagem. O programa já formou, no Recife, mais de 1.500 jovens no Ensino Médio Integrado ao Profissional, com foco em carreiras da economia digital e criativa (como programação, design e audiovisual).

Atualmente, o NAVE Recife conta com 502 alunos, na faixa etária entre 14 e 18 anos,  divididos nos cursos de Programação de Jogos Digitais e Multimídia. O projeto incentiva a produção de games, além de avaliar, sistematizar e tornar públicos os resultados de pesquisas que envolvem temáticas tecnológicas e ligadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

##RECOMENDA##

Os estudantes são incentivados a desenvolver o espírito empreendedor para que consigam estabelecer conexões profissionais no mercado de inovação e tecnologia. Apenas no primeiro semestre de 2019, os alunos no programa criaram 60 jogos eletrônicos, inclusive em realidade virtual.

A renovação da parceria contou com a presença do Governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara, além do Secretário de Educação, Frederico Amâncio, e o presidente da Oi, Eurico Teles.  

LeiaJá também

--> Oi cria inteligência artificial para ajudar clientes

--> Anatel avalia intervenção na operadora Oi

--> Inteligência artificial da Oi será lançada nesta quinta

Nos dias 30 e 31 de agosto, no Sheraton Reserva do Paiva, no  Cabo de Santo Agostinho, CEOs, diretores de empresas e gestores de T.I de diferentes regiões do Norte e Nordeste irão se reunir para a 3ª edição do Innovation Meeting. Os especialistas devem levantar pautas sobre tecnologia, inovação e gestão, através da transformação digital com a adoção de novas práticas.

 O objetivo do encontro é ajudar as empresas e empreendedores a gerar competitividade em um cenário cada vez mais digital, contribuindo para fomentar o mercado e facilitando troca de ideias entre os participantes. 

##RECOMENDA##

Entre os temas do evento estão o impacto da Inteligência Artificial (IA) nos negócios e empregabilidade, a Previdência na era da transformação digital, além da Lei Geral de Proteção de Dados, computação em nuvem, sistemas de gestão (ERP), Big Data, Internet das Coisas (IOT), entre outros. Entre os palestrantes está Janguiê Diniz, fundador e controlador do grupo Ser Educacional, que falará sobre a importância e do poder da educação para o desenvolvimento do país.

Outra novidade é o Innovation Health, uma extensão do Innovation Meeting que se propõe a trazer soluções tecnológicas que beneficiem profissionais de saúde e seus pacientes. O espaço vai contar com uma troca de experiências com o biomédico e pesquisador pernambucano Onicio Leal. O evento é apenas para convidados.

 Museu das Minas e do Metal, em Minas Gerais, abriu um edital para que artistas, pesquisadores, engenheiros e diferentes profissionais da América Latina possam aproveitar o espaço com ocupações criativas e expositivas. A intenção é fomentar a discussão entre arte, ciência e tecnologia por meio do projeto CoMciência. O edital irá selecionar obras e trabalhos artísticos, científicos e intelectuais de pessoas, grupos e coletivos de trabalhos, que podem receber até R$ 15 mil, de acordo com o projeto apresentado.

Os projetos aprovados ficarão expostos no Prédio Rosa - sede do Museu, de 12 de dezembro deste ano até 15 de março de 2020. Quem quiser participar pode se inscrever até o dia 22 de agosto, pelo site do programa. O tema das obras tem que ser relacionado ao uso das tecnologias, aliadas à arte. 

##RECOMENDA##

Confira os temas que podem ser apresentados:

Biologia: microbiologia, genética, o corpo, processos cerebrais- corporais, medicina, entre outros;

Ciências físicas: física das partículas, energia atômica, geologia, física, química, astronomia, ciências espaciais, nanotecnologias, entre outros;

Matemática e algoritmos: arte genética, fractrais, inteligência artificial, vida artificial;

Cinética: eletrônica conceitual, instalações sonoras e robóticas;

Telecomunicações: telefonia, rádio, telepresença, webarte, etc;

Sistemas digitais: mídias interativas, realidade virtual, realidade aumentada, sensores alternativos, entre outros.

Os cachês para os selecionados variam de mil a R$15 mil, dependendo da complexidade do projeto e da trajetória do proponente. Além disso, haverá uma verba destinada para execução dos projetos que pode variar dentro da mesma margem de valor.  No ato da inscrição, os artistas ainda terão a oportunidade de selecionar ou indicar quais áreas do museu que pretendem ocupar com as obras. 

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando