Edmar Lyra

Edmar Lyra

Coluna Diária

Perfil:Bacharel em Administração de Empresas e Jornalista profissional, é colunista do jornal Gazeta Nossa da Região Metropolitana do Recife e do jornal Folha do Pajeú do Sertão do Pajeú

Os Blogs Parceiros e Colunistas do Portal LeiaJá.com são formados por autores convidados pelo domínio notável das mais diversas áreas de conhecimento. Todos as publicações são de inteira responsabilidade de seus autores, da mesma forma que os comentários feitos pelos internautas.

Esvaziamento do PSB é irreversível

Edmar Lyra, | qua, 19/07/2017 - 09:17
Compartilhar:

Em Brasília existe um movimento de saída de muitos deputados do PSB para partidos alinhados com o governo Michel Temer. Este movimento foi iniciado no sentido de migrar para o Democratas, do presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia há aproximadamente um mês, que logo foi identificado pelo presidente Michel Temer, que achou por bem frear a debandada do PSB.

Temer, experiente por ter presidido a Câmara por três ocasiões, entendeu que se inflasse o DEM estaria criando cobra para mordê-lo e entrou no circuito para levar esses políticos para o PMDB. Em Pernambuco o movimento se cristalizou em torno de entregar o comando do partido ao senador Fernando Bezerra Coelho, que estava afinadíssimo com Rodrigo Maia para ir para o DEM. Jarbas nesta equação perderia o comando, pois se negou a votar com Temer na admissibilidade da denúncia contra o presidente. Jarbas há muito tempo deixou de ser alguém que o PMDB quer ter nos quadros pois não tem perspectiva de poder no estado para o partido, diferentemente do futuro comandante, que sonha acordado com o Palácio do Campo das Princesas e daria ao partido uma grande possibilidade de governar Pernambuco em 2019.

Fernando levaria consigo somente da bancada pernambucana João Fernando Coutinho, Fernando Filho e Marinaldo Rosendo, podendo acompanhá-los Gonzaga Patriota, que tem se sentido desprestigiado pelo governador Paulo Câmara e sua equipe. A debandada que atualmente é de 14 deputados poderá ser de até 20 parlamentares, o que deixaria o PSB completamente fragilizado. Sob o comando de Carlos Siqueira, o PSB está longe de ser o partido dos tempos áureos de Eduardo Campos e caminha a passos largos para se tornar uma sigla irrelevante no plano nacional.

Licitação – A diretoria da OAB esteve no Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO), pedindo uma definição mais célere dos requisitos para prefeituras contratarem advogados sem licitação. A máteria está no STF, sem previsão de julgamento, gerando insegurança jurídica no interior do Estado. O presidente da OAB-PE Ronnie Duarte, o conselheiro federal da OAB Gustavo Ramiro, o conselheiro do CNMP Leonardo Acciolly e o presidente de comissão Leonardo Oliveira estiveram com o procurador geral Cristiano Pimentel. O TCE vai se adiantar ao STF, estabelecendo critérios, enquanto o STF não leva a questão ao plenário.

Ipojuca – Foi aberto recentemente um processo por improbidade administrativa envolvendo o ex-prefeito do Cabo Vado da Farmácia e o seu secretário Paulino Valério por conta da contratação de uma gráfica para a aquisição de kit escolar no valor de R$ 4 milhões, que chegou a ser impugnado pelo Ministério Público. Mesmo sendo investigado, Paulino Valério assumiu a secretaria de gestão pública e planejamento do governo Célia Sales em Ipojuca.

Congresso – O Blog Edmar Lyra e o Programa Ponto de Vista do radialista Adriano Roberto terão um stand no 4º Congresso Pernambucano de Municípios, onde serão divulgados os projetos do blog e do programa que têm conquistado todo o estado de Pernambuco, dentre eles o prêmio semestral para as melhores práticas de gestão pública municipal. Todos estão convidados para os dias 25, 26 e 27 de julho.

Embarque – O governador Paulo Câmara comanda, nesta quarta-feira, a reunião de pré-embarque da edição 2017.2 do Programa Ganhe o Mundo (PGM) e Programa Ganhe o Mundo Esportivo (PGM Esportivo). Na ocasião, 550 estudantes selecionados para o intercâmbio estudantil receberão kits de viagem – como mala, tablet, camisas e jaqueta – e assistirão à palestra sobre cuidados com a saúde, documentação, bagagem, dicas de viagem e comunicação com o Brasil.

RÁPIDAS

Recursos – O ministro da Educação, Mendonça Filho liberou R$ 14,55 milhões em recursos financeiros para as três Universidades e dois Institutos Federais em Pernambuco, além da Fundação Joaquim Nabuco. Os recursos serão aplicados na manutenção, custeio e pagamento de assistência estudantil, entre outros.

Orçamento – A prefeitura do Cabo de Santo Agostinho realiza nesta quarta-feira audiência pública no Centro Administrativo Municipal para debater com a sociedade a Lei de Diretrizes Orçamentárias  e o Plano Plurianual com a presença do prefeito Lula Cabral (PSB) e todo seu secretariado a partir das 9 horas da manhã.

Inocente quer saber – Por quê a prefeita Célia Sales está pedindo R$ 12 milhões de suplementação orçamentária para a secretaria de planejamento e gestão de Ipojuca?

Oposição pode repetir erro de 2005

Edmar Lyra, | sex, 14/07/2017 - 09:03
Compartilhar:

A oposição ao presidente Michel Temer decidiu que não votará a admissibilidade da denúncia porque acredita que não tem votos suficientes para tal e que o presidente ficará "sangrando" até 2018 e consequentemente permitindo a volta do PT no ano que vem. A estratégia está longe de ser acertada, pois em 2005 quando Lula era presidente e estourou o escândalo do mensalão, os partidos antagônicos ao PT pensaram que ele iria sangrar até 2006 e não conquistaria o segundo mandato.

O tempo se encarregou de permitir Lula se recuperar, vencer a eleição no ano seguinte e emplacar sua sucessora Dilma Rousseff em duas eleições. No fim das contas a oposição capitaneada pelo PSDB e pelo então PFL viu suas bancadas minguarem e a ascensão do PT se consolidou por muitos anos, e o partido só perdeu o poder via impeachment porque Dilma era uma aberração política, qualquer outro conseguiria se segurar.

Muitos podem reclamar dos meios, mas o fato é que o presidente Michel Temer conseguiu duas vitórias importantes, primeiro a aprovação da reforma da previdência e ontem ele aprovou um relatório contrário a admissibilidade do processo, rejeitando o parecer do relator Sérgio Zveiter. Se Temer estivesse moribundo como se fala, ele não teria conquistado duas vitórias importantes mesmo vivendo seu pior momento.

Apostar que a não apreciação da denúncia do plenário desgastará Temer é cometer o mesmo erro estratégico de 2005, pois se com a reforma trabalhista houver a retomada do emprego de maneira mais consistente e consequentemente a retomada da economia, a crise política acabará ficando em segundo plano e o governo, que passa por sérias dificuldades neste momento, se recuperar a ponto de virar a página desta denúncia.

Perdendo ou ganhando no plenário, a oposição precisa votar o relatório, quanto mais esticar a corda mais se estará fazendo o jogo do governo, que diferentemente da oposição, tem o que ofertar a aliados e se manter no posto, com a certeza que desta coalizão poderá sair um fortíssimo candidato em 2018. Temer não é bem-avaliado pela população, nunca foi e nunca será, mas conhece como ninguém os atalhos do Congresso Nacional, e por conta disso poderá acabar engolindo a oposição se empurrar

Respeito - Apesar de dizer que haverá punição contra todos os deputados que votarem pela admissibilidade da denúncia contra Michel Temer, ninguém do meio político acredita que haverá retaliação ao deputado Jarbas Vasconcelos a ponto de expulsá-lo do partido. Temer respeita a trajetória de Jarbas e não seria capaz de tamanha descortesia com um peemedebista histórico como o ex-governador de Pernambuco.

Leitura - Nesta sexta-feira, às 9h da manhã, a segunda-secretária da Câmara dos Deputados, Mariana Carvalho (PSDB-RO), fará a leitura do relatório aprovado na Comissão de Constituição e Justiça nesta quinta-feira (13). Por maioria, a CCJ rejeitou a admissibilidade da denúncia contra o presidente da República Michel Temer por prática de corrupção passiva. O relatório, no entanto, ainda será apreciado por todos os parlamentares, em plenário, no dia 2 de agosto.

Arcoverde - A prefeita Madalena Brito (PSB) recebeu muitas críticas pelo fraquíssimo São João que realizou este ano em Arcoverde. Adversária do grupo de Zeca Cavalcanti, Madalena vem realizando um segundo mandato muito pior do que o primeiro, as críticas não se restringem apenas ao São João, comenta-se que a prefeita está mais perdida que cego em tiroteio.

Pedido - O senador Armando Monteiro (PTB) ocupou a tribuna do plenário para solicitar “sensibilidade” ao conselho de ministros da Camex (Câmara de Comércio Exterior) para aprovar, no próximo dia 25, recomendação do Ministério da Agricultura de taxar em 17% as importações de etanol de milho dos Estados Unidos.

RÁPIDAS

Posse - O prefeito eleito de Belo Jardim Hélio dos Terrenos (PTB) já se debruçou na formação do seu secretariado para chegar com o time pronto na data da posse, marcada para o dia 1 de agosto. Helio foi eleito com quase 19 mil votos no dia 2 de julho quebrando uma hegemonia de cinco eleiçōes seguidas do ex-prefeito João Mendonça, que venceu 2000, 2004, 2012 e 2016, e elegeu o sucessor em 2008.

Marketing - O sociólogo e publicitário Oswaldo Matos Júnior, responsável por mais de 160 campanhas eleitorais, muito competente no mercado, está construindo os cenários para 2018 e poderá assumir campanhas proporcionais e majoritárias no ano que vem.

Inocente quer saber - Qual secretaria o governador Paulo Câmara ofertará ao grupo do senador Fernando Bezerra Coelho?

Jarbas não tem mais o potencial eleitoral de 1998, 2002 e 2006

Edmar Lyra, | qua, 05/07/2017 - 11:40
Compartilhar:

O deputado federal Jarbas Vasconcelos construiu uma vitoriosa carreira política em Pernambuco, tendo sido prefeito do Recife por três ocasiões, governador por duas e senador da República em uma. Mas já nas eleições de 2006 havia uma clara sinalização de que Jarbas estava perdendo capital político, quando saiu bastante aprovado do governo, iniciou a disputa pelo Senado com 70% das intenções de voto, e acabou com 56% dos votos válidos apenas e seu candidato teve 39% no primeiro turno e 35% no segundo.

Historicamente Jarbas nunca foi um bom transferidor de votos, vide a eleição de João Paulo em 2000, quando ele sentado na cadeira de governador, viu Roberto Magalhães, seu aliado e um prefeito bem-avaliado, perder a disputa. O caso mais emblemático se deu em 2012 quando com toda pompa e já aliado de Eduardo Campos, seu prestígio foi insuficiente para eleger seu filho ao mandato de vereador do Recife.

Isso evidencia que a estratégia do Palácio do Campo das Princesas de associar a eventual vitória do governador a ter Jarbas na chapa de senador não é totalmente garantida. Jarbas em 2014 não tinha votos pra se eleger senador e foi por isso que ele decidiu sair do páreo, pois corria um risco real de ficar sem mandato. Quando decidiu ser candidato a deputado federal, Jarbas precisou de gestos de Eduardo para garantir cem mil votos, pois até o fatídico acidente com o ex-governador, havia dúvidas quanto a sua vitória em todo o meio político.

Jarbas foi beneficiário do vácuo deixado por Eduardo, pois parte significativa do eleitorado que se viu órfão da liderança do ex-governador decidiu migrar para a sua candidatura como uma espécie de busca por um norte, uma vez que é indiscutível a trajetória que foi construída por Jarbas em Pernambuco. Se sentado na cadeira de senador, sendo um combativo opositor do PT e aparecendo na mídia o tempo todo ele acabou desistindo da candidatura, no ano que vem, longe dos holofotes, ele não será pule de dez para vencer a disputa.

Quem achar que a vitória dele é garantida para o Senado, estará fazendo a avaliação errada. Jarbas disputa com chances, mas ele dependerá muito mais do potencial de Paulo Câmara para chegar ao Senado do que o inverso, pois o histórico em Pernambuco sempre foi o de que o governador puxa o senador, e o de Jarbas é o de que ele nunca foi e nunca será um bom transferidor de votos, pois os votos dele são pessoais e intransferíveis.

Economia previdenciária - O Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO) já entregou para a relatora no TCE, Teresa Duere, seu parecer sobre a migração de 2398 aposentados, hoje pagos pela própria Prefeitura, para o Reciprev. Está em jogo uma economia de 9,2 milhões de reais por mês para o tesouro municipal, passando a conta para o fundo de previdência próprio da cidade. O vereador Rinaldo Júnior (PRB) fez uma denúncia ao TCE e reclamou que o projeto 14/2017 foi aprovado no "rolo compressor", sem que os vereadores tivessem acesso aos estudos atuariais. Está sendo questionado a legitimidade do Reciprev pagar estes benefícios, pois os 2.398 aposentados nunca contribuíram para este fundo.

Projetos - O governador Paulo Câmara se reuniu ontem à noite com o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, para discutir projetos em andamento que têm parceria com a instituição financeira federal. "Foi feito um monitoramento das ações, mas o presidente Occhi, que conhece a realidade de Pernambuco e nossa forma de trabalhar, sabe que temos condições de dar ainda mais celeridade aos convênios existentes", disse o governador Paulo Câmara. A audiência contou com as presenças do deputado federal Fernando Monteiro e do secretário estadual de Planejamento e Gestão, Márcio Stefanni.

Doação - Na tarde desta quarta-feira, os recursos arrecadados no 19º Baile dos Namorados serão repassados para as instituições beneficentes Casa do Amor, que cuida de idosas no Recife há 22 anos, no Arruda, e a Novo Caminhar, ONG que oferece atividades de educação, artes e lazer para crianças da comunidade Roda de Fogo, no bairro de Torrões. O prefeito Geraldo Julio, ao lado da primeira-dama Cristina Mello, realiza a entrega do cheque, no valor de R$ 70 mil para cada instituição. O valor ajudará na manutenção dos trabalhos realizados nas entidades.

Reeleíção - O deputado federal Jorge Côrte Real (PTB) será candidato a reeleição em 2018 em busca do terceiro mandato em Brasília. Ele tentará ampliar a votação como fez em 2014. Nas eleições de 2010 atingiu 60.643 votos e em 2014 chegou a 86.023. Sua atuação parlamentar tem sido importante para o fortalecimento da indústria, pois ele já foi presidente da Fiepe e construiu uma brilhante trajetória no ramo empresarial.

RÁPIDAS

Condenação - A Justiça Federal acatou o pedido do Ministério Público Federal e condenou a ex-secretária de Educação de Jaboatão dos Guararapes Mirtes Cordeiro por ter contratado de forma irregular uma empresa para fornecimento de merenda sem licitação durante seis meses, causando um prejuízo aos cofres públicos de R$ 1,7 milhão. Além de perder os direitos políticos por cinco anos e ser proibida de contratar com o poder público por três anos, Mirtes pagará uma multa equivalente a dez vezes o salário que ela recebia quando secretária.

Kaio Maniçoba - O deputado federal Kaio Maniçoba (PMDB) afirmou que irá triplicar a sua votação em relação a 2014 e quem afirma o contrário não sabe da realidade das suas bases e por isso não tem condições de fazer qualquer avaliação sobre seu potencial eleitoral no ano que vem. Kaio foi eleito pelo PHS com 29 mil votos.

Inocente quer saber - Quem é o melhor ministro pernambucano?

Fernando Filho demonstra grande preparo

Edmar Lyra, | ter, 04/07/2017 - 08:44
Compartilhar:

Com apenas 33 anos, Fernando Bezerra Coelho Filho possui uma vasta carreira política com três mandatos de deputado federal, uma candidatura a prefeito de Petrolina sem êxito, uma liderança do PSB e há mais de um ano ocupa o ministério de Minas e Energia do governo Michel Temer. Em 2016 ele ascendeu ao ministério após muita desconfiança e uma tentativa de setores do PSB de melar sua indicação.

O tempo se encarregou de mostrar que Fernando Filho não estava ali de graça, pois é formado em administração de empresas pela Faap de São Paulo e buscou se qualificar para o posto que foi levado a ocupar pelas circunstâncias política. Em pouco tempo, os olhares de desconfiança sobre o ministro começaram a se dissipar, e nas movimentações que têm feito no complexo mimisterio de Minas e Energia o setor energético começa a entender que a escolha de Temer para o posto foi bem-sucedida.

Em palestra para o Lide Pernambuco ontem, com a nata do empresariado pernambucano, o ministro recebeu muitos elogios pelo fato de estar bastante ambientado com a área que ocupa neste momento e muitos se disseram surpresos com a sua desenvoltura. Teve gente que se entusiasmou dizendo que caso o senador Fernando Bezerra Coelho, pai do ministro, não possa ser candidato a governador, Fernando Filho disputaria com boas chances o cargo em 2018.

Ainda é cedo para fazer esse tipo de prognóstico, mas num momento em que alguns políticos se preocupam exclusivamente em se reeleger sem buscar uma capacidade técnica, a desenvoltura apresentada por Fernando Filho mostra que ele está talhado para exercer não só o ministério de Minas e Energia como qualquer outro cargo que venha a disputar num futuro não muito distante.

Investimento - O governador Paulo Câmara visitará, nesta terça-feira, dois projetos que estão sendo implementados no Cais de Santa Rita, área Central do Recife: a requalificação e reordenamento do entorno do Mercado de São José e do Pátio de Feira. As intervenções somam um investimento de cerca de R$ 5,2 milhões e pretendem reordenar o comércio informal no Centro, contribuindo com a valorização da área diante de seu potencial turístico e favorecendo a comercialização de artesanato.

Robótica -  Durante esta terça-feira (4) o Compaz Ariano Suassuna, no Cordeiro, recebe a segunda edição do Torneio de Robótica do Recife.O prefeito Geraldo Julio acompanha a competição que vai reunir 151 estudantes do 6º ao 9º anos do ensino fundamental matriculados em 35 escolas da rede e é seletiva para a etapa regional da Olimpíada Brasileira de Robótica, competição nacional na qual a capital pernambucana tem se destacado desde 2015 e através das quais envia representantes para campeonatos mundiais da categoria.

Balanço - A Comissão de Constituição, Legislação e Justiça, presidida pelo deputado Waldemar Borges, divulgou o balanço dos projetos discutidos e votados durante o primeiro semestre de 2017, além das reuniões e audiências públicas realizadas no período. Ao todo, foram distribuídos 308 projetos de lei oriundos dos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e MPPE, sendo votados 217 deles. O colegiado também realizou quatro audiências públicas durante as 21 reuniões da CCLJ.

PMDB - Em entrevista ao radialista Alberes Xavier, o vice-governador Raul Henry confirmou que será candidato a deputado federal e que Jarbas Vasconcelos será candidato a senador na chapa do governador Paulo Câmara. Raul também descartou qualquer outro caminho que não seja a aliança com o PSB em 2018.

RÁPIDAS

Na mesma - O ex-governador João Lyra Neto afirmou que a sua relação com o ex-prefeito de Caruaru José Queiroz continua na mesma, ou seja, o distanciamento entre as duas lideranças políticas de Caruaru continua e evidencia que a possibilidade de Raquel Lyra apoiar Wolney Queiroz para federal é praticamente nula.

Palestras - O Núcleo Capacitar ficará responsável pela comercialização das nossas palestras em todo o estado de Pernambuco. Nelas abordamos marketing político, cenário político estadual e nacional, política nas redes sociais, etc. Muitas Câmaras Municipais e Faculdades estão nos procurando para eventos no segundo semestre. Maiores informações você pode procurar Tamires Negromonte no (81) 987519562.

Inocente quer saber - Quem mais irá para o novo partido de Rodrigo Maia em Pernambuco?

A alternativa Rodrigo Maia ganha força após enfraquecimento de Temer

Edmar Lyra, | qua, 28/06/2017 - 09:13
Compartilhar:

O presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM/RJ) com o enfraquecimento de Michel Temer caminha a passos largos para ser a peça-chave no tabuleiro da nossa república. Sucessor constitucional do presidente, caso ele seja afastado pelo Supremo Tribunal Federal, Rodrigo Maia tem o respaldo da Câmara para continuar no cargo até 31 de dezembro de 2018.

Vale salientar que no caso de vacância do cargo, Rodrigo Maia assumiria a presidência da República, podendo disputar o mandato sentado na cadeira e ainda teria como uma poderosa moeda de troca para convencer os colegas deputados, que seriam maioria no colégio eleitoral composto por 513 deputados e 81 senadores, que seria a presidência da Câmara após a oficialização de Maia no Planalto.

Aos 46 anos de idade, Rodrigo Maia está no quinto mandato de deputado federal pelo Rio de Janeiro, tendo sido reeleito em 2014 por quociente partidário com apenas 53.167 votos. Rodrigo foi denunciado pela Procuradoria Geral da República por supostamente ter recebido R$ 600 mil de propina pela Odebrecht.

Maia pode avançar nos próximos meses porque além de ser palatável ao Congresso Nacional, seria a garantia inequívoca de que a política econômica do governo Temer, única coisa exitosa, seria mantida. O seu nome certamente agradaria a Michel Temer, ao Congresso Nacional e ao mercado, resta saber como seria recebido pela maioria esmagadora da população o seu nome para presidir o país até o final de 2018, pois falta combinar com os russos.

Lista tríplice – “Neste momento que o país vive, é importante que o presidente da República observe a lista tríplice formada pelos membros do MPF para a escolha do novo procurador geral da República. A escolha de um nome fora da lista agravaria a crise institucional”, lembra Cristiano Pimentel, procurador geral do Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO).

Enfraquecido – O deputado federal Severino Ninho (PSB) que exerce o mandato na condição de suplente, não tem a menor chance de reeleição nas eleições de 2018. Foi candidato a vice-prefeito de Igarassu na chapa de Yves Ribeiro (PSB) e sofreu uma fragorosa derrota para o atual prefeito Mário Ricardo (PTB).

Resposta – Durante entrevista na CBN na segunda-feira, o prefeito Anderson Ferreira em resposta  às críticas proferidas pelo deputado federal Betinho Gomes (PSDB), afirmou que em vez de tentar desqualificar sua gestão, Betinho deveria se preocupar com os problemas que ele está passando com o processo que responde na Lava-Jato.

Concessão – Reclamando de recursos para viabilizar o Réveillon de Jaboatão dos Guararapes, o prefeito Anderson Ferreira deveria utilizar o modelo que foi executado por Petrolina e Limoeiro para a realização do São João, que foi o de uma concessão à iniciativa privada e ela explorou o espaço para patrocinadores, diminuindo de forma considerável os custos com o evento.

RÁPIDAS

Homenagem – O vereador Benjamim da Saúde (PEN) presta uma homenagem, nesta quarta-feira, a equipe do doutor Glaucius Nascimento, na Câmara Municipal. A equipe ganhou notoriedade após realizar o parto de alto risco de Michelle Santiago, no Memorial Guararapes, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife.

Edson Vieira – Além de Petrolina, outra festividade junina bastante elogiada foi o São João da Moda de Santa Cruz do Capibaribe, comandado por Edson Vieira. O evento foi muito organizado e teve artistas para todos os gostos, desde Bell Marques a atração gospel. A população aprovou o grandioso evento feito pelo gestor.

Inocente quer saber – Lula será mesmo condenado a 22 anos de prisão por Sergio Moro?

Se Temer não tiver 172 votos, pode terminar o governo

Edmar Lyra, | ter, 27/06/2017 - 09:07
Compartilhar:

O Procurador Geral da República Rodrigo Janot ofereceu denúncia por corrupção passiva ao Supremo Tribunal Federal, que acionará a Câmara dos Deputados para decidir se abre ou não inquérito contra o presidente Michel Temer. Num processo parecido com o impeachment, o presidente precisará levantar 172 votos para derrubar a abertura de inquérito, são necessários 342 para que o Supremo abra investigação contra Temer por conta de Rodrigo Rocha Loures ter recebido R$ 500 mil da JBS que supostamente seriam destinados ao presidente toda semana.

Assim como Dilma em 2016, Temer precisará salvar seu mandato, pois ainda que não esteja em curso um processo de impeachment, caso a abertura de inquérito seja aprovada, será um sinal inequívoco de que o governo Michel Temer definitivamente acabou. Pela sua interlocução com o Congresso que ainda existe e principalmente pelo fato de ser uma espécie de escudo para a classe política, é possível que o presidente consiga barrar a investigação.

Mas é preciso considerar a forte pressão popular que deverá ocorrer sobre o Congresso Nacional, e isso poderá ser determinante em desfavor do presdente Michel Temer. Se o presidente pôde comemorar a absolvição no TSE, agora terá que se preocupar com a denúncia de Janot, pois se não conseguir mobilizar sua base que beira os 400 deputados, pode colocar o pijama porque o governo acabou.

Faltando um ano e meio para findar o seu mandato, Michel Temer só permanece no cargo por força de não ter um substituto que unifique a classe política. Mas a bem da verdade é que ainda que escape da abertura de inquérito, ele não terá mais nenhuma condição política, ética ou moral para propor qualquer projeto importante para o país, enquanto isso o Brasil agoniza numa crise jamais vista em toda sua história.

Sinal - Muitos deputados e prefeitos que estão insatisfeitos com o Palácio do Campo das Princesas aguardam um sinal inequívoco de que o senador Fernando Bezerra Coelho será candidato a governador de Pernambuco em 2018. Eles dizem que se o senador fizer um movimento mais claro a respeito da sua postulação, a debandada será geral.

Possibilidade - O sinal esperado não precisa ser o de declarar publicamente que é candidato, basta oficializar a saída do PSB. Como ele tem um mandato de senador, diferentemente dos deputados federais, poderá trocar de partido a hora que achar melhor. Se antecipar a decisão, já deixará claro a postulação e mobilizará com mais força a tropa que está ávida por uma alternativa consistente à hegemonia do PSB no estado.

Federal - O empresário Guilherme Uchoa Júnior se filiará ao PR, a convite do prefeito de Jaboatão dos Guararapes Anderson Ferreira, do mesmo partido, para ser candidato a deputado federal em 2018. Herdeiro político do presidente da Alepe, Guilherme Uchoa, o empresário tem plenas chances de sair vitorioso na disputa.

Cinco - O deputado estadual André Ferreira, presidente estadual do PSC, está montando uma chapinha ainda mais atrativa que a do PP. Segundo ele, um candidato poderá se eleger na chapinha do partido com apenas 20 mil votos. A sigla poderá eleger cinco deputados estaduais em 2018. Nas eleições de 2016, o PSC emplacou três vereadores no Recife, surpreendendo todos os prognósticos.

RÁPIDAS

Herdeiro - O mandato do vereador Romero Albuquerque, já cassado pela Justiça Eleitoral, não será herdado pelo suplente Wilton Brito (PP). É que os 5.613 votos dele seriam anulados, então na conta o PP baixaria para 46.557 votos, e perderia a terceira vaga na sobra para o PEN que atingiu 51.210 votos. O mandato seria herdado por Júnior de Cleto, que teve 3.620 votos.

Veto - Setores do PT não aceitam de jeito nenhum a candidatura de Marília Arraes a governadora em 2018. O veto ao seu nome se dá pelo motivo de ela não ter nenhum histórico no partido e que se for pra mandar alguém pro sacrifício não será ela. O veto a Marília é uma imbecilidade, pois ela tinha plenas condições de defender as bandeiras do PT no estado mesmo não sendo uma petista de raiz.

Inocente quer saber - Joaquim Neto perderá o mandato de prefeito de Gravatá no julgamento do TSE marcado pra hoje?

Michel Temer deixou de ser presidente para virar gestor de crise

Edmar Lyra, | qua, 21/06/2017 - 09:41
Compartilhar:

Ninguém imaginava que Michel Temer era santo quando defendeu o impeachment de Dilma Rousseff, todos sabiam exatamente que se tratava de um político profissional que há muitos anos se beneficia das entranhas do poder, tendo sido deputado federal por vários mandatos, por três ocasiões presidente da Câmara dos Deputados e vice-presidente da República por dois mandatos.

Se não havia esperança de honestidade de Temer, ao menos havia a expectativa de que por ter mais traquejo político do que sua antecessora ele fosse conseguir conduzir o país melhor do que Dilma, fato que se confirmou, mas o parâmetro de Dilma era baixíssimo, sendo ela de longe a pior presidente da história do país, então qualquer coisa seria melhor que a maior aberração que já chegou ao Palácio do Planalto.

Mas Temer não se deu por satisfeito de ver que aquela condução política errática no chamado presidencialismo de coalizão seria o caminho para o precipício e cometeu os mesmos erros de Dilma, no âmbito de querer construir maioria no Congresso pautado somente pelo toma lá, dá cá de cargos e emendas parlamentares.

Essa postura lhe daria uma maioria artificial, que sempre que necessário a fatura seria mais cara para se pagar para aprovar projetos de interesse do governo. Até a deflagração da crise com Joesley Batista, o governo vinha conseguindo resultados satisfatórios, mas ao menor sinal de turbulência os ratos pularam do navio, e para fazer o caminho de volta cobram muito caro pra isso.

Temer se tornou um escudo da classe política e há mais de um mês deixou de governar para gerir uma crise causada pela Lava-Jato. Nas entrelinhas o presidente declarou guerra contra as investigações e fica muito claro que como gestor de crise, ele não mais governa, tende a concluir seu mandato em dezembro de 2018 fadado a um fracasso tão grande quanto o de Sarney. Um governo odiado pela população, que deixou de ser reformista para se preocupar exclusivamente em salvar bandidos da prisão. Triste fim para quem se dispunha a tirar o Brasil do atoleiro.

Abastecimento - O governador Paulo Câmara estará, nesta quarta-feira, no município de Vitória de Santo Antão, para inaugurar o Sistema de Abastecimento de Água, a partir da Barragem Tapacurá. O equipamento recebeu um investimento de R$ 38 milhões, entre serviços realizados e materiais utilizados, e atenderá cerca de 120 mil habitantes do município. O sistema prevê a captação de água e consiste na implantação de uma estação elevatória de 27 quilômetros de adutora, com 600 milímetros de diâmetro, para abastecimento da cidade de Vitória de Santo Antão. Antes, o governador participará da inauguração do Abatedouro Regional do município.

Planejamento -  A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes deu início às discussões sobre o planejamento estratégico para os próximos quatro anos. O Plano Plurianual 2018-2021 definirá as prioridades e o legado que será deixado pela atual gestão. Durante o Seminário Planejando Jaboatão o prefeito Anderson Ferreira (PR) reuniu o secretariado e estabeleceu os principais eixos da sua administração.

Paulo Farias - O secretário de governo do Cabo de Santo Agostinho Paulo Farias tem sido fundamental para o êxito da gestão do prefeito Lula Cabral. Todos que chegam com demandas ao secretário têm sido tratados com a devida atenção e quase sempre têm seus problemas resolvidos. Isso têm fortalecido a imagem positiva da gestão e do próprio prefeito.

Assistência - A prefeita de Caruaru Raquel Lyra (PSDB) assinou o Projeto de Lei Nascer Bem Caruaru que tem como objetivo garantir as mulheres, o direito à assistência humanizada durante a gestação, pré-parto, parto e puerpério, e, também nos casos de abortamento espontâneo ou provocado, seja no Sistema Único de Saúde (SUS), ou em qualquer hospital privado.

RÁPIDAS

Camaragibe - Realizando uma gestão cada vez mais sintonizada com a população, o prefeito Demóstenes Meira (PTB) realizou a inauguração do cineteatro Bianor Mendonça Monteiro e anunciou uma programação cultural para o São João da cidade, que terá Beto Hortiz, Irah Caldeira e Rogério Rangel, além de outras atrações entre os dias 23 e 25 de junho. Com essas duas medidas, Meira mostrou que valorizar a cultura é fortalecer os laços com a sociedade.

Risco - O governador Paulo Câmara deveria avaliar melhor qual o ganho que ele tem hostilizando os membros da Associação de Cabos e Soldados. O risco desse pessoal deflagrar uma grande greve em 2018 com objetivos exclusivamente eleitorais é gigante. O diálogo é sempre o melhor caminho e voltar atrás de uma decisão nem sempre é sinal de fraqueza, muito pelo contrário.

Inocente quer saber - Michel Temer tem algo a oferecer ao Brasil neste um ano e meio de mandato que lhe resta?

O equívoco de Tasso Jereissati

Edmar Lyra, | sex, 26/05/2017 - 09:29
Compartilhar:

Cotado para disputar a eleição indireta caso se confirme a saída de Michel Temer, o senador Tasso Jereissati (PSDB/CE) já se articula não só dentro do seu partido como também no Congresso Nacional para ocupar o posto. Porém ele teria sinalizado uma mudança que dificilmente conquistaria o establishment, que seria a substituição de Henrique Meirelles por Armínio Fraga.

Ambos já foram presidentes do Banco Central, Arminio foi durante o governo FHC, enquanto Meirelles ficou oito anos no cargo durante o governo Lula. Os dois são economistas respeitados e com grande respaldo do mercado. A diferença é que Henrique Meirelles é o melhor ministro do governo Michel Temer, e vem sendo quase uma unanimidade no cargo.

Desde a saída de Guido Mantega, que já vinha sendo contestado, que um ministro da Fazenda não era tão elogiado. Meirelles é a joia da coroa do governo Michel Temer, e o mercado anseia pela sua manutenção no cargo, ainda que Michel Temer venha a sair. Na prática, nos momentos de crise como o que vivemos, o ministro da Fazenda passa a ter uma importância idêntica a do presidente da República  e pelos sinais do mercado, Meirelles hoje é mais importante do que Temer para a retomada do país.

Quando Tasso considera trocar Meirelles por Fraga ele está sinalizando para o mercado que pode haver algum tipo de mudança na política econômica, ainda que ambos sejam muito parecidos na forma de agir, e qualquer ruído de mudança de uma política econômica que vem dando certo pode não ser bem recebida.

Pesa contra Armínio Fraga o fato de ele ter sido demonizado pelo PT na reta final do governo FHC quando ele era presidente do Banco Central e isso certamente seria explorado pelos petistas num governo do PSDB. Além do mais, durante a campanha eleitoral de 2014, quando era cotado para assumir a Fazenda de Aécio, Armínio Fraga afirmou que o salário mínimo estava muito alto e que não dava pra continuar aumentando o salário como vinha ocorrendo, uma declaração que os opositores irão utilizar a exaustão a fim de desgastá-lo.

Por esses e outros fatores, Tasso Jereissati já começou muito mal a sua pré-campanha rumo ao lugar de Michel Temer, pois não se mexe em time que está ganhando e Henrique Meirelles é o craque, o camisa 10 do time que está, aos poucos, recuperando a economia brasileira.

Prejuízo - As manifestações anarquistas da última quarta-feira lideradas pelo PT e Movimentos Sociais, deixaram um prejuízo preliminar de R$ 2 milhões. Os manifestantes depredaram vários ministérios, além do prejuízo financeiro, eles prejudicaram os funcionários públicos que tiveram seu trabalho inviabilizado pelas manifestações.

Suspeito - Antes de ser nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin teria contado com a influência dos donos da JBS para chegar à Suprema Côrte, de acordo com informações da mídia nacional. Se confirmada a informação, o ministro terá muito o que explicar depois do maravilhoso acordo formalizado pelos irmãos Joesley e Wesley.

Cotado - O senador Armando Monteiro pela sua interlocução nacional, sobretudo com o segmento empresarial e industrial, teve seu nome ventilado para assumir a presidência da República na eleição indireta caso Temer deixe o cargo. Armando tem excelente diálogo com Fernando Henrique, Lula e Michel Temer.

Filme - Estreou ontem nos cinemas "Real - O plano por trás da história" que mostra os bastidores da mais bem sucedida operação econômica da história do Brasil. O plano real venceu a inflação e saneou o sistema financeiro brasileiro, deixando um dos maiores legados para as próximas gerações. Em 2017 o Real completa 23 anos de existência.

RÁPIDAS

Inquérito - O ministro Ricardo Lewandowski foi escolhido ontem para relatar o inquérito envolvendo o deputado federal Betinho Gomes (PSDB), que investiga o favorecimento da Odebrecht no empreendimento Reserva do Paiva, no Cabo de Santo Agostinho.

Debate - O Instituto Brasileiro de Ciências Jurídicas e Sociais – IBCJUS, promove nesta sexta-feira, debate sobre o tema "Brasil em discussão", com o coordenador científico o professor doutor Adeildo Nunes e o professor Clovis Miyachi. A discussão sobre política, mídia, judiciário e os novos rumos para o país, acontecerá durante almoço, no Rui Paula, das 12h às 14h. O debate será mediado pelo diretor do IBCJUS, Nelcy Campos.

Inocente quer saber - Edson Fachin pagou bem a fatura da sua nomeação para o STF?

A diferença do remédio para o veneno é a dose

Edmar Lyra, | qui, 25/05/2017 - 09:09
Compartilhar:

Críticos do presidente Michel Temer, impulsionados pelas centrais sindicais e pelo Partido dos Trabalhadores, decidiram ir às ruas de Brasília ontem para criticar as reformas e pedir a saída do presidente. Os cerca de 25 mil manifestantes utilizaram palavras de ordem contra o governo, mas quem chamou atenção foi uma parte das pessoas que utilizam máscaras e se valem do anonimato para depredar tudo que veem pela frente.

Eles já são figuras carimbadas nas manifestações organizadas pelo PT, mas ontem eles passaram de qualquer limite aceitável ao tocar fogo nos ministérios e depredar o patrimônio público. Eles foram muito piores do que durante a greve geral. Apenas para efeito de comparação, todas as manifestações contrárias à Dilma Rousseff foram pacíficas, não tendo um único vidro sequer quebrado, e mesmo assim atingiram com louvor seu objetivo.

Diante do cenário de guerra patrocinado pelas milícias do PT, o presidente Michel Temer foi obrigado a convocar as forças armadas para preservar a ordem. A medida, muito criticada pelos seus opositores, ganhou respaldo da maioria da população, que lhe elogiou nas redes sociais. O PT na ânsia de desgastar Temer para fortalecer a volta de Lula acabou exagerando drasticamente na dose, e o efeito que poderia ser letal para o presidente, acabou sendo revertido por causa da baderna patrocinada pelas centrais sindicais.

Para chegar à presidência da República, o PT precisou recorrer à Carta aos Brasileiros, pois a população já naquela época discordava das manifestações agressivas que o partido realizava. Agora na oposição o partido volta às suas origens e aposta na barbárie para tentar voltar ao poder. Com o advento das redes sociais, é difícil que a população concorde com essa postura autoritária, nada republicana e extremamente antidemocrática de recorrer à violência. O feitiço virou contra o feiticeiro e as imagens das manifestações que circulam todo o país neutralizaram ainda que momentaneamente o brutal desgaste ao presidente Michel Temer iniciado na semana passada.

Audiência - Pela falta de soluções para os problemas enfrentados pelos proprietários dos imóveis do Conjunto Muribeca, em Jaboatão dos Guararaoes, a deputada Terezinha Nunes (PSDB), solicitou a Comissão permanente de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Pernambuco, audiência pública para esta quinta-feira, às 14h, no plenário da Casa Joaquim Nabuco.

Promoção - Dando continuidade à implementação das ações do Plano de Segurança de Pernambuco, lançado em abril, o governador Paulo Câmara entrega, nesta quinta-feira, no Classic Hall, Insígnias aos oficiais, subtenentes e sargentos recém-promovidos da Polícia Militar. Ao todo, 1.216 policiais receberam promoção, sendo 373 oficiais e 843 praças, que ascendem na corporação como reconhecimento pela entrega à luta diária pela preservação da integridade da sociedade pernambucana.

Viaturas - À tarde, Paulo Câmara fará a entrega de 32 novas viaturas para o Corpo de Bombeiros de Pernambuco (CBMPE), sendo 20 carros de menor porte e 12 caminhonetes. A nova frota irá para unidades da instituição localizadas no Recife, Olinda, Vitória de Santo Antão, Carpina, Caruaru, Garanhuns, Surubim, Serra Talhada, Petrolina, Salgueiro, Arcoverde, Petrolândia, Araripina e Ouricuri. Com essa entrega, que também está prevista no Plano de Segurança do Governo de Pernambuco, já são 60 novos veículos incorporados à frota dos Bombeiros em 2017.

Violência - A Bancada de Oposição na Alepe realiza hoje audiência pública para discutir o crescimento da criminalidade no Estado e o Pacto pela Vida, com a participação dos secretários Angelo Gioia (Defesa Social), Pedro Eurico (Justiça), do procurador-geral do Estado, César Caúla, do procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu, comandante da Polícia Militar, Cel. Vanildo Neves, e do chefe da Polícia Civil, Joselito Kehrle do Amaral, além do sociólogo José Luiz Ratton, idealizador do Pacto pela Vida, e de representantes de sindicatos e associações ligadas aos agentes de segurança.

RÁPIDAS

Homenagem - O deputado estadual Tony Gel (PMDB), apresentou no plenário da Assembleia Legislativa, requerimento solicitando um Voto de aplauso pela passagem do Centenário de nascimento do Bispo Emérito de Caruaru, Dom Augusto Carvalho, a ser comemorado nesta sexta-feira.

Um novo tsunami desmorona o Brasil

Edmar Lyra, | qui, 18/05/2017 - 00:30
Compartilhar:

Quando o Brasil dava sinais de que estava recuperando a economia mesmo aos trancos e barrancos, uma nova bomba de efeito devastador recai sobre a política brasileira. As informações foram divulgadas ontem à noite dando conta de uma gravação do dono da JBS em março de uma conversa com o presidente Michel Temer, que consistia em comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.

A operação feita pelo dono da JBS teve o suporte e o aval da força tarefa da Lava-Jato, tanto as gravações, em vídeo e áudio, quanto o dinheiro dado a pessoas ligadas aos senadores Aécio Neves e Zezé Perrella, foram feitas com o consentimento da Lava-Jato para a produção de provas. Os efeitos desta denúncia são imediatos e indiscutíveis. A queda do presidente Michel Temer é um fato inexorável.

Temer cometeu pelo menos o crime de obstrução à justiça, e corre sérios riscos de ser preso, basta que o plenário do Supremo Tribunal Federal assim decida. Com a denúncia, além da queda do presidente, que já era plausível via TSE, as reformas trabalhista e previdenciária simplesmente foram pro vinagre, acabando assim com os planos de retomada da economia.

Com a provável saída do presidente, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM/RJ) herda interinamente o mandato, onde será convocada uma eleição indireta que pode ser disputada por qualquer brasileiro com idade para o cargo que esteja filiado a um partido político. Essa eleição ocorreria pelo Congresso Nacional, composto por 513 deputados federais e 81 senadores. A profecia feita pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha de que seria responsável pela queda de dois presidentes está em vias de ser consumada.

Futebol - A Comissão de Esportes e Lazer, presidida pelo deputado Beto Accioly (PSL)  realiza nesta quinta-feira, às 10h, audiência pública para debater a democratização e o controle social sobre as entidades responsáveis pelo futebol no Estado de Pernambuco. A iniciativa veio através da elaboração do projeto de lei 1303/2017, apresentado pelo deputado Rodrigo Novaes (PSD).

Vice - Com o ministro das Cidades Bruno Araújo nas cordas, ora pela Lava-Jato, ora pela provável queda de Michel Temer, o nome do deputado estadual Antonio Moraes ganhou força para ser candidato a vice-governador na chapa de reeleição do governador Paulo Câmara. O deputado fez rasgados elogios ao governador durante o Pernambuco em Ação semana passada.

Melhor - Durante a Marcha dos Prefeitos em Brasília, o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia afirmou que Paulo Câmara é o melhor governador do Brasil. A declaração não foi muito bem recebida pelo ministro da Educação Mendonça Filho, que ainda sonha em ser candidato majoritário numa chapa opositora ao governador. Mendonça e Rodrigo são filiados ao DEM.

Sinal - A maioria dos deputados estaduais sinalizam que não querem trocar o certo pelo duvidoso. A relação da Alepe com o governador Paulo Câmara tem sido a melhor possível e os deputados não enxergam nenhum nome capaz de fazer melhor do que o governador vem fazendo ao longo do seu mandato diante de tamanha dificuldade.

RÁPIDAS

PEN - O Partido Ecológico Nacional comandado pelo vereador Davi Muniz está montando uma chapa extremamente competitiva para a Assembleia Legislativa de Pernambuco, que poderá contar com seis vereadores do Recife e eleger pelo menos dois deputados estaduais em 2018.

Alvaro Dias - Um nome que pode ser candidato a presidente numa eleição indireta é o do senador Alvaro Dias (PV), que foi eleito com a maior votação proporcional de 2014 para o Senado. Alvaro também não teve seu nome envolvido na operação Lava-Jato.

Inocente quer saber - Como ficam os ministros pernambucanos após a bomba envolvendo Michel Temer?

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Leia Concursos

Procure os
Concursos

Copyright. 2019. LEIAJÁ. Todos os direitos reservados.

Carregando