Tópicos | Uber

Uma nova ferramenta da plataforma de táxi por aplicativo Uber passará a atender os usuários do transporte público de São Paulo. De acordo com anúncio realizado nesta quinta-feira (14) pela empresa e pelo Governo do Estado, o “Uber Transit” é o novo recurso inserido no próprio app que vai integrar os meios de deslocamento na região metropolitana da capital paulista. Com informações sobre linhas de ônibus, metrô e trens direto no dispositivo, os passageiros poderão comparar as opções disponíveis e planejar viagens completas ou parciais mesclando a utilização dos dois tipos de locomoção.
Ao digitar o local de destino no app, o usuário terá a opção “Transporte Público” junto àquelas já pertencentes à plataforma. Assim que o passageiro fizer a escolha, serão mostradas as melhores rotas para se chegar ao destino usando a rede pública de transporte, com horários de partida e chegada atualizados. O recurso também apresenta instruções de caminhada até os pontos de embarque e desembarque.
“A população deseja se deslocar de forma cada vez mais prática e um serviço como esse permite às pessoas planejar melhor suas viagens de ponta a ponta, podendo escolher o transporte público sempre que for mais conveniente e complementar com viagens de transporte privado no começo ou no final dos percursos”, considera o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.
A modalidade será disponibilizada durante as próximas semanas, conforme atualizações da própria plataforma. São Paulo é mais uma metrópole do mundo a ter a opção “Transporte Público” no aplicativo da Uber. O serviço já está presente em cidades como Londres (Reino Unido), Sydney (Austrália), Paris (França), Denver, Washington e Nova York (Estados Unidos).

Motoristas de transporte por aplicativo organizam uma carreata na manhã desta quinta-feira (14) no Recife. O ato ocorre após o homicídio de mais um motorista de aplicativo, na quarta-feira (13), no bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife.

 A vítima, Eronides Albuquerque da Silva, de 39 anos, foi encontrada sem vida dentro do carro na Rua General Polidoro na madrugada da quarta. De acordo com a Polícia Civil, ele sofreu disparos de arma de fogo. Um inquérito foi instaurado para identificar os autores do crime.

##RECOMENDA##

 Nesta manhã, motoristas de aplicativo se concentram em frente ao Classic Hall, na divisa entre Recife e Olinda. Eles cobram medidas de segurança às empresas e ao governo do estado. Segundo o representante da categoria Thiago Silva, ocorreu uma reunião com o governo no início do ano, mas a situação não melhorou.

“Hoje a gente vai fazer barulho”, prometeu Thiago Silva. O percurso do ato não foi divulgado. Segundo Silva, foram seis homicídios de motoristas de aplicativo em Pernambuco em 2019.

Passageiros e motoristas parceiros da Uber vão contar com novas ferramentas de segurança dentro de alguns meses. Entre as novidades, estão as possibilidades de gravar áudio durante a viagem e checagem de documentos de passageiros, no caso de pagamento em dinheiro.

Em alguns locais, como o Chile, já há projeto-piloto em andamento. Recentes casos de roubos e sequestros de motoristas de aplicativos e passageiros em várias cidades do Brasil têm pressionado as empresas do setor a reduzirem os riscos relacionados ao serviço.

##RECOMENDA##

"A habilidade de gravar áudio é uma das coisas mais importantes anunciadas. A gravação pode ajudar a nos dar mais clareza sobre o que aconteceu de errado durante uma viagem", disse Sachin Kansal, diretor global de produtos de segurança da Uber. A gravação poderá ser feita por meio de um botão na central de segurança do aplicativo, antes e durante a viagem, em algumas regiões.

O arquivo poderá ser enviado para a Uber. O conteúdo criptografado ficará armazenado no aparelho de quem efetuar a gravação, mas só a empresa terá acesso, caso seja enviado o áudio. O material poderá, posteriormente, auxiliar autoridades em investigações. "A Uber tem a chave da criptografia e só tem acesso ao conteúdo se o usuário ou o motorista enviar o áudio", afirmou Kansal.

Para prevenir que pessoas mal intencionadas usem o aplicativo, o usuário que não tem adicionados meios de pagamentos digitais no app deverá submeter um documento de identificação, que terá as informações conferidas, antes da realização da viagem. O projeto-piloto do Doc Scan já está funcionando no Chile. Ele deve chegar ao Brasil no primeiro trimestre do ano que vem.

Senha

Outro recurso de segurança é a solicitação de senha (PIN), que ajudará o usuário a verificar sua viagem. Para ter certeza de que está entrando no carro certo, o usuário poderá optar por receber uma senha de quatro dígitos, que deverá ser dita ao motorista para que ele consiga iniciar a viagem. Futuramente, o número recebido passará automaticamente pelo aparelho do motorista e o passageiro receberá uma confirmação por celular. Nesse caso, é necessário que os dois aparelhos estejam próximos.

Rota

Também haverá mudanças no recurso de selfie do motorista. Já existe essa ferramenta, mas a verificação em tempo real será mais ampla. Alguns movimentos como piscar os olhos, sorrir e movimentar a cabeça para os lados serão solicitados. O objetivo é verificar se o motorista é aquele cadastrado no aplicativo.

Além disso, o usuário poderá denunciar um problema ainda durante o trajeto. Após o término da viagem, receberá contato da Uber. A empresa também afirma que haverá a integração do botão 'Ligar para a Polícia' com forças policiais com compartilhamento automático da localização, segundo Lourdes McLoughlin, diretora responsável pela área de Relacionamento com as Autoridades Policiais na América Latina. O serviço de aplicativo promete ainda investir R$ 5 milhões nos próximos três anos em ações antiviolência contra a mulher.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

A Uber anunciou, na última segunda-feira (28), que vai expandir os testes com a ferramenta que dá aos motoristas parceiros a opção de aceitar ou não dinheiro como forma de pagamento das viagens. O recurso funcionará dentro do aplicativo e, caso o condutor do veículo queira o recurso ativo, receberá apenas chamados para viagens pagas com cartão de crédito e débito.

A ferramenta já vinha sendo testada pela empresa nas cidades de Campo Grande, Cuiabá, João Pessoa, São José dos Campos, São Luís, Sorocaba e Ribeirão Preto. Agora será a vez de mais três municípios do interior de São Paulo: Mogi Guaçu, Bragança Paulista e Marília.

##RECOMENDA##

Os testes nas novas cidades começam nas próximas semanas e, a partir da avaliação do resultado, a empresa fará novos aprimoramentos até que o produto final possa ser expandido nacionalmente. 

Recentemente, atendendo a demandas de seus motoristas, a Uber já havia implementado outro recurso, que mostra o destino do usuário antes mesmo da aceitação da viagem e iniciou uma atualização nos valores das taxas cobradas para cancelamento (apenas em São Paulo).

A Uber anunciou na última sexta-feira (25), uma atualização nos valores das taxas cobradas para cancelamento e também no tempo de espera dos motoristas, antes de iniciarem uma viagem. As mudanças foram implementadas após reivindicações dos colaboradores do aplicativo e serão feitas apenas na cidade de São Paulo.

A partir de agora, para aplicar a cobrança em casos de cancelamento, a ferramenta vai considerar a distância percorrida pelo carro até o local onde seria iniciada a viagem. O cálculo da “multa” dada ao passageiro será feito contando o tempo que o motorista levou do momento em que aceitou a corrida até a desistência do usuário.

##RECOMENDA##

Quem usa o serviço na cidade paulista deverá ficar atento ao relógio. A gratuidade do cancelamento só será possível até 3 minutos após a chegada do motorista ao local de embarque. Antes, o passageiro poderia cancelar a viagem em até 5 minutos sem pagar nenhuma taxa. Em casos de viagens na modalidade Uber Juntos, o limite de espera sem cobrança continua sendo de 1 minuto.

O valor da taxa também não será mais fixo, e sim proporcional à distância percorrida e tempo. A mudança, não vale para outros municípios, nem tem previsão de ser atualizada para outras cidades. Recentemente, a Uber tem feito uma série de atualizações em sua plataforma como a criação de uma modalidade sem conversas e o projeto Elas na Direção, que permite as motoristas parceiras escolherem o gênero de seus passageiros (ainda em teste).

A Uber lançou nesta quinta-feira (24), uma iniciativa para dar mais segurança às suas motoristas. Feita em parceria com a Rede Mulher Empreendedora, a plataforma criou o ​Elas na Direção, um projeto que​ vai contemplar tanto mulheres que já dirigem usando o aplicativo como aquelas que ainda não se cadastraram. O primeiro recurso lançado pela empresa se chama U-Elas e aparece dentro do próprio app para motoristas, permitindo à mulher escolher o gênero de seus passageiros. 

"​Para se sentirem mais à vontade,​ as motoristas agora podem optar por levar apenas usuárias que se identificam como mulheres, sejam cis ou trans. A ferramenta U-Elas pode ser ligada a qualquer momento e estará disponível exclusivamente para parceiras mulheres", afirma Claudia Woods, diretora geral da Uber no Brasil. Com a aplicação da ferramenta, que deve começar a funcionar em novembro, a empresa espera atrair futuras colaboradoras, mais confiantes e seguras com o trabalho nas ruas. Atualmente, apenas 6% dos motoristas da companhia são mulheres. 

##RECOMENDA##

[@#video#@]

Por se tratar de uma iniciativa piloto, o serviço vai funcionar - a princípio - em apenas três cidades brasileiras: Fortaleza (CE), Campinas (SP) e Curitiba (PR), com planos de expansão para o restante do Brasil apenas em 2020. Mas o recurso não é o único benefício do programa. Participantes do ​Elas na Direção ​contarão com ações de incentivo exclusivas ligadas ao programa Uber Pro

Além disso, mulheres que quiserem se tornar motoristas parceiras, mas não possuírem veículo próprio, receberão condições exclusivas para aluguel de carros, fruto de uma parceria da companhia com a Localiza Hertz. A empresa de aluguel de veículos oferecerá um preço inferior ao valor regular da categoria.

Cada cidade também receberá uma Rede de Apoio com especialistas mulheres fazendo atendimento presencial, de mulher para mulher, nos Espaços Uber. Cursos on-line sobre empoderamento pessoal e econômico, também podem ser encontrados e assistido pelas novas parceiras.

A 4.ª Turma Recursal Cível do Rio Grande do Sul manteve condenação da Uber a pagar indenização a Camila Santos da Cruz que esqueceu celulares e maquiagem dentro do carro. O juízo em 1º grau havia dado ganho de causa para a cliente, e tanto ela quanto a empresa entraram com recurso.

Para a juíza Gisele Anne Vieira de Azambuja, relatora, a ilegitimidade passiva não cabe no caso, uma vez que a Uber obtém lucro com o serviço prestado pelo motorista. "Ademais, o motorista atua como seu preposto, e a consumidora contrata o serviço pela plataforma da ré. Assim, pela teoria da aparência, responde por eventuais prejuízos causados aos consumidores quando da utilização da plataforma."

##RECOMENDA##

A relatora decidiu por indeferir o pedido de danos morais. Ela considerou que 'não ficou provado que tenha havido lesão à dignidade da pessoa humana, violação a direitos da personalidade ou repercussão do fato do meio social capaz de causar situação constrangedora ou vexatória'.

"Ademais, é entendimento das Turmas Recursais que o mero descumprimento contratual, em regra, não configura lesão aos atributos da personalidade do consumidor", observou a magistrada.

Acompanharam o voto da relatora as juízas Glaucia Dipp Dreher e Silvia Maria Pires Tedesco.

Segundo Camila, ela pediu um Uber em 14 de outubro do ano passado, e esqueceu dois celulares e um pó facial no veículo. O valor total dos pertences foi calculado em R$ 1.571,02.

Ela ligou para o motorista que havia feito a corrida, e ele confirmou que havia encontrado os pertences. A Uber prometeu devolver os pertences da passageira, e chegou a solicitar seus dados para efetuar o envio. Camila alega que nunca os recebeu.

Ela entrou na Justiça com tutela de urgência para pedir a entrega de seus pertences sob pena de multa. Solicitou o pagamento pela Uber de danos materiais no valor de R$ 1.507,52 e danos morais em R$ 5 mil.

Defesa

Nos autos, a Uber se defendeu alegando preliminar de ilegitimidade passiva. No mérito, sustentou a ausência de provas do direito alegado e a inexistência do dever de indenizar em razão da 'independência do motorista'.

A empresa esclareceu, ainda, que 'não tem responsabilidade sobre os bens perdidos, que são de responsabilidade da autora'. O 3.º Juizado Especial Cível do Foro de Porto Alegre julgou procedente a indenização por danos materiais, mas indeferiu a indenização por danos morais.

COM A PALAVRA, A UBER

"A Uber considera se tratar de uma decisão isolada, haja visto que existe amplo entendimento do Poder Judiciário de que a empresa não tem responsabilidade por objetos esquecidos nos veículos dos motoristas parceiros que utilizam o aplicativo. O próprio Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul já se manifestou nesse sentido, em decisão da 1ª Turma Recursal Cível.

Assim como em outros meios de transporte, como ônibus ou avião, cada usuário é responsável pelos seus objetos pessoais quando está utilizando o serviço. De acordo com os Termos e Condições de uso do aplicativo da Uber, a empresa não tem qualquer responsabilidade por itens deixados em veículos de motoristas parceiros, entendimento reiterado por tribunais em inúmeras decisões pelo país, como no Distrito Federal ou São Paulo, por exemplo.

Quando usuários esquecem objetos em viagens, é possível pedir ajuda acionando a equipe de suporte da Uber pelo próprio aplicativo ou pelo site uber.com/ajuda. Os atendentes tentam auxiliar o usuário intermediando o contato dele com o motorista que prestou o serviço, seja por mensagens ou por ligação telefônica com número anonimizado, de modo a preservar a legislação que resguarda a privacidade de dados pessoais. Quando o objeto é encontrado, as partes podem combinar a melhor forma de devolução do item perdido.

Caso um usuário acredite que tenha sido vítima de crime, deve buscar auxílio das autoridades policiais que podem proceder com a investigação. A Uber está sempre à disposição das autoridades e compartilha dados para colaborar com investigações em curso, na forma da lei."

O Uber anuncia nesta segunda-feira (7) uma nova categoria de corridas no Brasil, para atender os usuários que gostam de um conforto a mais. Chamada de Uber Comfort, a modalidade permite que o usuário solicite carros espaçosos, coloque a temperatura do ar-condicionado ao seu gosto e até peça para o motorista conversar ou ficar em silêncio.

Lançada nos EUA em julho, a categoria chegará ao País em novembro. Segundo a empresa, funcionalidades também estarão disponíveis na categoria de luxo Uber Black. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

##RECOMENDA##

A Uber lançou na última segunda-feira (1º) o Uber Pro, novo programa de vantagens da empresa para motoristas. Após iniciar os testes com seu programa de recompensas para os usuários, a companhia busca melhorar também a satisfação de seus colaboradores. Ao participar do programa, os motoristas parceiros terão acesso a um desconto de até 50% em cursos de graduação semipresenciais, entre outros benefícios.

Os testes começaram nas cidade de Curitiba, Fortaleza e São Paulo, agora são estendidos para todo o país. Dentro do programa o motorista poderá fazer parte de uma das quatro categorias: Azul, Ouro, Platina e Diamante. Cada uma oferece uma vantagem diferente.

##RECOMENDA##

Quem for da categoria Ouro, por exemplo, ganha até 50% de desconto em cursos de graduação semipresenciais, em faculdades selecionadas. O benefício é estendido à família dos colaboradores, que podem indicar até mais três dependentes para também se matricularem nos cursos de graduação pagando menos na mensalidade. Além disso há premiações como 50% de abatimento em mensalidades de academias, entre outros.

Para ter acesso às vantagens é preciso ter uma nota média de, pelo menos, 4,85 estrelas, além de outros critérios, como pontos acumulados. Os pontos do Uber Pro compreendem ciclos de três meses, ao final dos quais são zerados, iniciando uma nova contagem.

A Uber apresentou na última quinta-feira (26), uma série de novidades que vão mudar a cara de seu aplicativo. Em um evento realizado nos Estados Unidos, a empresa exibiu uma nova interface do app, que irá integrar o serviço de viagens particulares com o Uber Eats, tudo em um mesmo local. Além disso, haverá também uma integração com o transporte público, semelhante aos apps que passam informações sobre linhas e horários de ônibus. 

Transporte público

##RECOMENDA##

Querendo ir além de dos serviços de entrega e transporte a Uber anunciou a ampliação da expansão da integração com transporte público - em que oferece informações sobre linhas e horários - para mais países. O recurso funcionava há alguns meses em cidades como Londres, Sydney e Chicago e começou a funcionar em Paris, Cidade do México e São Francisco. A empresa afirmou que, nos próximos meses, a integração irá abarcar mais sete cidades, incluindo São Paulo.

O serviço é muito parecido com o que propõe a nova versão do Google Maps, por exemplo, oferecendo múltiplas opções de modais para tornar a viagem do usuário mais rápida. No caso da Uber, o serviço exibe informações sobre linhas de ônibus, metrô ou trens direto no aplicativo, para que o usuário possa comparar as opções disponíveis com o valor da corrida, em tempo real. Em Denver, nos Estados Unidos, é possível até mesmo comprar a passagem direto no app da companhia, sem ter que enfrentar filas ou fazer pagamentos em dinheiro.

 "Em muitos casos, o transporte público pode ser a opção mais rápida e barata para se locomover. Por isso, continuaremos trabalhando com as cidades para facilitar ainda mais essas viagens. Seja fornecendo informações no app, permitindo a compra de passagens ou firmando novas parcerias, estamos entusiasmados em trabalhar para fortalecer o transporte público e ajudar a reduzir a dependência das pessoas de possuir um carro particular", afirmou David Reich, diretor global de Uber Transit, durante o evento.

Ciclistas mais seguros

Outra novidade é adição de um recurso para alertar motoristas e usuários sobre a presença de ciclistas. O objetivo é orientar quem está realizando uma viagem de Uber a verificar a presença de ciclistas antes de abrir a porta do carro no momento do embarque. Além disso, se estiver em uma viagem que termine perto ou ao longo de uma ciclovia ou ciclofaixa, o aplicativo enviará uma notificação no final do percurso, orientando que o usuário redobre a atenção ao sair do carro. A intenção da empresa é aumentar a segurança dos ciclistas nas ruas. 

O projeto, que inicialmente está sendo implementado nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, já está em teste e vai ser aprimorado de acordo com a opinião de  motoristas parceiros, usuários e ciclistas. Além dos alertas para os usuários, os motoristas parceiros também vão receber comunicados com informações sobre as regras de trânsito que proíbem parar ou estacionar em vias exclusivas para bicicletas. A ideia é incentivá-los a procurar locais seguros para estacionar ao realizar o embarque e desembarque de passageiros.

Sem descartáveis

Por fim, além da integração com o aplicativo principal da empresa o Uber Eats vai ganhar, em outubro, um recurso que permite aos usuários dispensarem o recebimento de talheres descartáveis, guardanapos e canudos nos pedidos realizados em restaurantes. A iniciativa começou em fevereiro, com alguns estabelecimentos, e agora será expandida em escala global para todos os parceiros.

A nova versão do aplicativo será lançada em cidades de nove países, inclusive no Brasil. O novo app chegará para os usuários brasileiros ao longo das próximas semanas.

A Câmara do Recife aprovou um projeto que prevê a instalação de uma ferramenta em aplicativos de transporte individual, como Uber e 99 Pop, permitindo que as mulheres que circulam na capital pernambucana possam escolher se desejam ser atendidas por motoristas do mesmo sexo ou não. A proposta é do vereador Felipe Francismar (PSB) e foi aprovada em primeira discussão nessa terça-feira (17). 

Caso seja sancionada, a legislação estabelece que as empresas de aplicativo que não oferecerem a opção deverão arcar com multa de 10% do faturamento diário da empresa.  

##RECOMENDA##

Para o vereador, a iniciativa pretende proporcionar às usuárias do aplicativo de mobilidade uma viagem mais agradável e segura. Além disso, Felipe Francismar ressaltou que tem crescido o número de mulheres reclamam de assédio nos meios de transporte.

“O mesmo serve para as motoristas. Uma pesquisa feita por aplicativos de mobilidade urbana revela que quase 48%  de motoristas mulheres já sofreram algum tipo de assédio enquanto trabalhavam”, disse o pessebista.

A plataforma Uber enviou um comunicado para os motoristas do aplicativo sobre o processo de vistorias no Recife que servirá para a regulamentação municipal. Ao todo, sete lugares estão aptos para a realização do processo que custará para cada motorista R$ 47 para veículos de até 9 lugares ou 3.500 kg. 

De acordo com a Associação dos Motoristas de Pernambuco (AMAPE), ainda que seja acessível, essa vistoria é mais um custo para a atividade e "sem nenhuma contrapartida" por parte da Prefeitura do Recife. 

##RECOMENDA##

"Sete vistoriadoras para atender todos os veículos que desejarem realizar vistoria pode ser insuficiente. Espero que a CTTU tenha dado um prazo longo e as empresas credenciadas tenham se preparado para executar o serviço em tempo hábil. O motorista não pode perder um dia de atividade para resolver essa questão”, pontua Thiago Silva, presidente da AMAPE.

A lista de itens observados durante a vistoria, vão desde a verificação dos faróis, funcionamento do velocímetro e buzina, bem como estepe, e verificação do número do chassis e do motor.

Locais para realização da vistoria

A Mais Vistorias De Veículos Automotores Eireli

Endereços: Rua Padre Carapuceiro, nº 777, Garagem 01 Shopping Center Recife, Boa Viagem, Recife

Av. Barreto de Menezes, nº 967, Loja 01, Cajueiro Seco, Jaboatão dos Guararapes

Rua Dr. João Santos Filhos, nº 290, Parnamirim, Recife

Certificar Pernambuco Vistorias Ltda Epp

Endereço: Av. Caxangá, nº 1.887, Cordeiro, Recife

G.N. De Souza M. Mota Vistoria, Guarda E Reboque Eireli - Vistoria Car

Endereço: Av. Norte Miguel Arraes de Alencar, nº 3538, Galpão B

Nordeste Vistorias Provel Ltda

Endereços: Av. Engenheiro Domingos Ferreira, nº 1157, Sala 01, Boa Viagem, Recife Av. Recife, nº 2905m Ipsep, Recife 

Viscar Vistorias Automotivas Ltda Epp

Endereço: Av. Caxangá, nº 4490, Loja 0000, Iputinga, Recife

A Uber resolveu premiar seus usuários mais ativos com um programa de recompensa. Desde o começo da semana, em alguns estados, quem utiliza qualquer um dos dois aplicativos da empresa, Eats ou o app de transporte, ganhará pontos que poderão ser trocados por benefícios dentro do serviço.

Cada real gasto com Uber Eats, UberX, UberX VIP e Uber Juntos é convertido em um ponto no Uber Rewards. Para gastos com Uber Select e Uber Black, cada real vale dois pontos. Existem quatro categorias que podem ser alcançadas. Depois de conseguir 400 pontos, o usuário avança de Azul para Ouro, com 1.500 pontos, para Platina e com 4.000 pontos, para Diamante.

##RECOMENDA##

Até o momento o programa de fidelidade está disponível apenas para usuários convidados nas cidades de Fortaleza, João Pessoa, Maceió, Natal, Brasília, Goiânia, Vitória, Santos, São José dos Campos e Florianópolis. Porém, a intenção da empresa é estender o serviço para todos os seus clientes ao longo dos próximos meses.

Quem está de fora do teste já pode começar a acumular pontos, porque o Uber Rewards considera os gastos dos seis meses anteriores ao adicionar um novo participante. Isso significa, inclusive, que mesmo os mais novos participantes podem já estar nos níveis Ouro, Platina ou Diamante.

Benefícios

Entre os benefícios que os participantes do Uber Rewards podem desbloquear estão:

A cada 500 pontos acumulados, escolher entre um desconto de 10% em viagens da UberX durante três dias ou um desconto de 20% na seu próximo pedido no Uber Eats;

Usuários Platina e Diamante podem escolher uma rota e evitar aumentos de preço mesmo em horários de pico e dias de trânsito intenso;

Usuários Platina e Diamante vão ter prioridade ao pedir um Uber nos principais aeroportos do país;

Usuários Diamante viajam de Uber Select ou Uber Black ao pedir um UberX, de graça, uma vez por mês;

Usuários Ouro, Platina e Diamante continuam com acesso aos motoristas parceiros mais bem avaliados na Uber, como acontece atualmente com o UberX VIP.

Na última semana, Nego do Borel se envolveu em uma polêmica no Rio de Janeiro após ser parado na blitz da Operação Lei Seca. Se recusando a fazer o teste do bafômetro, ele teve que pagar uma multa de quase R$ 3 mil. Desta vez, o funkeiro voltará a mexer na conta bancária para efetuar um outro pagamento.

O programa "Fofocalizando" revelou nessa quarta-feira (21) que Nego do Borel foi condenado pela Justiça a pagar R$ 20 mil a um motorista de Uber. Em janeiro de 2018, Borel teria gravado um vídeo tirando sarro do profissional que trabalha no aplicativo de transporte.

##RECOMENDA##

Apesar do novo imbróglio vir à tona, Nego do Borel irá recorrer da decisão judicial. A assessoria do artista informou que ele não irá comentar o caso.

Depois de brilhar em novelas de emissoras como a Rede Globo e Rede Record, parece que o ator Iran Malfitano decidiu andar por outros caminhos profissionais. O eterno "Gui", da novela infanto-juvenil Malhação, foi flagrado prestando serviço para a Uber. Longe da telinha desde “A Terra Prometida”, em 2017, na Record TV, o ator mudou o visual para trabalhar nessa nova empreitada.

O galã da oitava temporada de Malhação (2001), é bem avaliado no aplicativo, com nota 4.98. Ele também participou de títulos como Kubanacan, Bang Bang, Cobras & Lagartos e Rei Davi e José do Egito.

##RECOMENDA##

Atualmente, o ator pode ser visto no canal Disney Channel, na segunda temporada de Juacas, série que mistura comédia, ação e romance. Porém, segue longe das produções da TV aberta.

A Uber, empresa que presta serviço de transporte privado por meio de aplicativo de celular, abre pela primeira vez no país o Programa de Estágio, que vai selecionar 40 estudantes de qualquer curso para trabalharem na cidade de São Paulo (SP). As inscrições já estão abertas para candidatos de todo o Brasil.

Há vagas nas áreas de comunicação, engenharias, operações, recursos humanos, políticas públicas, vendas, desenvolvimento de negócio e finanças. Para concorrer, o participante deve ter previsão pare se formar em qualquer curso da graduação entre julho e dezembro de 2020, ter inglês intermediário e disponibilidade para trabalhar no escritório da empresa, localizado na Vila Olímpia, em São Paulo, por seis horas diárias. O valor da bolsa-auxílio não foi informado. Contudo, os futuros estagiários terão direito a planos de saúde e odontológico, vale-refeição, além de créditos mensais para a utilização no Uber e no Uber Eats.

##RECOMENDA##

O processo seletivo conta com uma triagem realizada por meio de um chat, onde serão perguntadas questões de inglês, raciocínio lógico e assuntos relacionados a cultura. Na segunda fase, sendo esta presencial, os graduandos farão dinâmicas em grupo, e na terceira, passarão por uma entrevista com recrutadores.

As inscrições continuam abertas até 16 de agosto. Clique aqui para se candidatar.

 

Com o passar dos anos e o aumento das tecnologias, assim como da memória dos smartphones, os aplicativos e gadgets começaram a ficar cada vez mais “pesados”. Seja porque oferecem mais recursos ou melhorias de desempenho, a verdade é que muitas das principais ferramentas tecnológicas usadas no dia a dia ou ocupam muita memória ou custam uma fatia generosa do nosso pagamento. 

Para tentar amenizar gastos e espaços ocupados nos aparelhos de seus clientes, algumas empresas estão investindo em versões “Lite” para seus produtos. São opções bem parecidas com as originais, mas que possuem menos recursos e - consequentemente - ocupam menos espaço nos aparelhos. Um exemplo, foi a versão Lite para o principal console da  Nintendo, o Switch, anunciada essa semana e que deve chegar ao mercado custando menos que seu parente mais robusto. 

##RECOMENDA##

Porém, a grande maioria das versões Lite estão nas soluções para mobile. Se você está sofrendo para encontrar um lugar no seu smartphone para tantos aplicativos pesados, fizemos uma lista com algumas opções mais “magrinhas” para o seu cotidiano. Confira: 

Facebook Lite

A versão menor da principal rede social de Mark Zuckerberg tem diversos pontos positivos. É rapidamente instalada por ser menor e mais leve, consome menos espaço de armazenamento, carrega publicações mais rapidamente, usa menos dados móveis e funciona até mesmo em celulares que usam redes 2G ou sistema Android mais antigo. 

Messenger Lite

Outra ferramenta da empresa de Zuckerberg é o Messenger Lite, que tem praticamente toda as funções do app padrão, só que reunidos em um serviço mais leve. É possível entrar em contato com qualquer pessoa no Messenger, Facebook ou Facebook Lite,  ver quando os contatos estão online, enviar mensagens individualmente ou em grupos, enviar fotos, links e muito mais. 

Spotify Lite

A versão mais magrinha do aplicativo de música vem com quase todas as funcionalidades da versão mais robusta. É possível pesquisar e reproduzir as suas músicas favoritas, salvá-las, compartilhar com outras plataformas, ouvir playlists, entre outros recursos. Tudo isso consumindo menos do pacote de dados, com uma opção para estabelecer limites de uso da rede.

Tinder Lite

Para os solteiros de plantão a versão menorzinha do App será disponibilizada apenas para o sistema Android e deve chegar ao Brasil no final do ano. A empresa garante que a versão Lite requer 25x menos espaço e reduz em cerca de 20% do consumo de dados. Só não vale usar a pouca memória para esquecer o nome do crush.

Uber Lite

Depois de conversar, ouvir música e até paquerar de forma mais leve, por que não se locomover? A Uber, empresa de transporte particular, também tem seu próprio aplicativo Lite. É possível ver informações sobre o motorista como o nome, foto e os dados de contato, informações do carro, entre outros. Porém, por ser uma versão com menos recursos, a possibilidade de adicionar paradas ou entrar em contato com o motorista via chat, não estão disponíveis nessa versão.

Vencedor do prêmio Grand Prix em Cannes com o curta do disco "Bluesman", Baco Exu do Blues relatou nas redes sociais que foi vítima de racismo de motoristas da Uber. O rapper declarou em vídeos que três pessoas resolveram cancelar as viagens no aplicativo de transporte após vê-lo no local de espera.

"Eu não uso Uber normal há muito tempo, geralmente eu uso o Black ou o Select pelo justamente pelo fato do normal sempre aqui em São Paulo quando para e eu chego perto eles vão embora. Hoje eu pedi Uber Black e três Ubers saíram correndo de mim…", contou.

##RECOMENDA##

E completou: "Ó, eu tô bonito, arrumado, cheiroso e mesmo assim os caras correm, e é muito fod* isso. Então estou deixando aqui meu recado pra Uber: seus motoristas são extremamente racistas". A declaração de Baco acusando a Uber de racismo deixou os internautas chateados. "Esses aplicativos de transportes deveriam ter algum tipo de triagem, sei lá, uma pré-prova antes da inscrição, porque só o que tem é motorista machista/racista/homofobico", comentou um dos usuários do Instagram.

Confira o relato de Baco Exu do Blues:

[@#video#@]

As redes sociais foram tomadas neste domingo (30) pela viralização de um cancelamento de viagem feita por um motorista do Uber. O carro foi chamado e quando o motorista viu que os passageiros estavam de verde e amarelo, vindos da manifestação pró-governo, escreveu uma mensagem dizendo que “não levo Bolsominion, abraço”.

Nesta terça-feira (2), o vereador e filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), Carlos Bolsonaro (PSC), compartilhou a mensagem do motorista do Uber e pediu que a empresa punisse ele.

##RECOMENDA##

“Diante do exposto solicito a Uber que tome providências pois um motorista com esta postura pode oferecer riscos à empresa e aos usuários da mesma. Acabo de receber esta denúncia e gostaria, se possível de algum retorno caso seja interesse da credibilidade da Uber”, afirmou.

Entretanto, a maioria dos internautas saiu em defesa do motorista. “Vocês não queriam livre mercado? O carro é privado, a empresa é privada, e por lei não é crime o denunciado. Outro Uber foi solicitado e levou o cliente”, escreveu um usuário do Twitter.

“Acho top esse livre mercado onde um vereador intervém em quem o motorista deve ou não carregar”, ironizou outro internauta. “Liberalismo econômico, meu caro, o carro é dele, ele leva quem quiser. Se acontecesse comigo ao sair de uma manifestação #LulaLivre, eu diria, tá certo. Livre mercado que chama, né?”, explicou uma seguidora do vereador.

Liga Francesa de Futebol (LFP) terá um novo patrocínio de 'naming rights' para o campeonato francês. O anuncio foi feito nesta quarta-feira (12). A Uber Eats selou um acordo de 65 milhões de euros segundo o jornal L´Équipe.

"Estamos muito felizes com essa parceria. A Uber Eats preenche todos os critérios que estabelecemos: é uma marca global, dinâmica, moderna e perfeitamente em linha com o Campeonato. Queremos que essa parceria ajuda nosso torneio a se desenvolver internacionalmente", afirmou Didier Quillot, diretor executivo da Liga Francesa de Futebol.

##RECOMENDA##

O que chamou a atenção na contratação foi a informação do L'Équipe que trouxe uma novidade. A bola do início do jogo não será levada pelo arbitro ou por alguma criança como habitual e sim por um entregador da Uber Eats.

 

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando